domingo, 14 de junho de 2015

Trono do Fã - Capitulo II - Criticar o booking

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!

Sejam bem-vindos ao segundo capitulo do Trono do Fã. Tal como o titulo indica, esta semana estou aqui para falar de booking. Embora talvez não seja propriamente aquilo que o leitor esteja à espera. Ao contrário daquilo que o titulo sugere, o meu objectivo principal não é propriamente criticar o booking de algo, mas sim criticar um grupo de fãs ( no qual por vezes eu próprio me incluo). Não me levem a mal, cada um está no seu direito de dar a sua opinião sobre o que quer que seja, seja sobre wrestling ou sobre outra coisa qualquer. Simplesmente, aquilo que quero mostrar é que por vezes o timing não é o ideal para podermos avaliar correctamente algo.


Para exemplificar isso, vou falar do build up realizado para a principal combate da WrestleMania. Primeiro porque é algo que ainda está fresco na cabeça dos fãs e segundo porque é algo que conseguiu mexer com muita gente. Após a última Royal Rumble, a Internet "explodiu"com o descontentamento de muitos fãs, que acreditavam que Reigns estava a ser enfiado pelas suas goelas abaixo. Vou ser brutalmente honesto, eu estava entre esses fãs e achava que Reigns não estava à altura do desafio. Os fãs de wrestling por vezes são um pouco dramaticos, mas hey, isto é wrestling e esta industria/arte gira em torno da criação de emoções no público. Isso é outra coisa que é importante ficar esclarecida

Olhando para trás, é fácil ver que o build up até foi bem feito, até porque a WWE soube usar correctamente as emoções dos fãs. Uma das coisas que a companhia de Vince McMahon usou para vender o combate foi usar o facto de muitos fãs acreditarem que o samoano não merecia tal prémio. E  para ampliar isso, chegaram mesmo a dar um turn subtil a Roman Reigns!

"Hey,hey, hey, caralho, mas estás parvo?! Como é que o Reigns estava heel se ele não tinha nada de cruel ou de cobarde?"


Lembram-se que o wrestling gira em torno de emoções? Também as personagens depende das reacções do público e das emoções dos espectadores. É verdade que na maioria das vezes, um babyface é aquele que faz a coisa certa e o heel aquele que faz o contrário, mas se quisermos realmente generalizar, um face é alguém que tem o público por detrás e o heel alguém que o público repudia. "Então e o tweener?". Epá, a meu ver é essencialmente  um anti-herói que apesar realizar coisas repugnantes, o modo como as faz levam a que este tenha o público por detrás. E isto leva outro ponto, as características do público influenciam também quem é babyface ou heel. Não acreditam? O próprio Tommy Dreamer realiza Piledrivers a mulheres na ECW e mesmo o Kevin Steen na RoH chegou a executar um Package Piledriver na RoH, mas isso acabou por ser aceite, porque do ponto de vista daquele público era algo que elas mereciam. Tal como o público da Atittude Era aceitou perfeitamente que o Stone Cold Steve Austin fizesse tudo o que lhe apetecesse durante a rivalidade dele com Vince McMahon. Do lado oposto, temos os New Day que apesar da primeira vista não fazerem nada de grave,  o facto do público actual não gostar deles associado ao modo como mais tarde começaram a combater ou a realizar as promos fazem deles uma stable heel muito interessante.


Epá, no que isto já vai!! Explica é essa do Reigns ter sido heel durante a última Road to WrestleMania!!


Caso se recordem, uma das ideias vendidas ao público por Paul Heyman durante a rivalidade Lesnar- Reigns, foi que o antigo membro dos S.H.I.E.L.D apesar de não ser capaz de ultrapassar Lesnar estava destinado ao topo, pois era algo que lhe estava no sangue. Ora é passada a ideia que Reigns não precisa de trabalhar muito para chegar ao Main Event. Para além disso, durante esse tempo, Reigns supostamente andava "fora de personagem" a dar entrevistas, onde admitir estar a borrifar-se para a opinião dos fãs, pois a companhia não ia mudar nada e ele acabaria por chegar ao topo e ficar rico. Acredito que aqui, a WWE permitiu este tipo de entrevistas para misturar um pouco o kayfabe com aquilo que os fãs acreditam que já é real. Tudo isto, associado à crença dos fãs que o samoano era alvo de overpush, criaram um sentimento de injustiça que levou a que muitos fãs quisessem que Brock Lesnar destruísse por completo Reigns no combate. E foram bem sucedidos, pois na WrestleMania e na Raw-pós Mania, a Besta, estava bastante over. Já Reigns, após este pequeno heel turn subtil, Reigns acabou por começar a ser aceite pelos fãs, após provar o seu valor numa serie de combates de qualidade ( Fast Lane, WrestleMania, Extreme Rules e Payback). Curiosamente se recuarmos um ano, vemos que a história é precisamente o contrária, pois foi criado um ambiente de injustiça, com Bryan a ser alvo de adversidade atrás de adversidade o que acabou por fazer com que o público desejasse cada vez mais ardentemente o triunfo de Daniel Bryan.

Eu sei que muitas vezes, parece-nos que algo está a ser conduzido mal e porcamente e só apetece gritar que antigamente é que o booking era bom e determinada storyline actual não vale nada, mas recordem-se que o booker por vezes têm como objectivo criar situações de injustiça e de revolta até à storyline chegar a um determinado ponto critico.


Vou agora falar de um exemplo actual, e como demonstrado anteriormente, a minha analise corre o risco de não ser a mais correcta. Tenho visto muita gente a dizer que o reinado de Seth Rollins têm sido um fracasso e que o booker não se têm preocupado com a sua credibilidade. Mas na minha opinião, é exactamente, essa mesma ideia que o booker quer transmitir colocando o Arquictecto durante este tempo todo a ser ajudado ou a conseguir reter o seu titulo devido a sorte ou truques sujos. 

Isto acabou por servir como construção para todos os acontecimentos que se sucederam após o Elimination Chamber fizessem sentido e tivessem ainda mais impacto, com Rollins a aceitar o desafio de Ambrose para o Ladder Match e a admitir que não precisava de ninguém, mostrando a sua ingratidão perante a J & J Security e Kane. In-kayfabe tudo indica que Rollins acabará por perder o seu reinado agora que estará frente a frente com o Lunatic Fringe num combate sozinho e sem qualquer tipo de ajudas, mas claro que há hipótese de mais uma vez Rollins sair vencedor provando assim o seu valor.  Tudo indica que se criou-se uma win-win situation para o Money in the Bank, pois Ambrose poderá terminar com um reinado injusto no estado que o viu nascer ou Rollins sairá vencedor num combate onde prova o seu valor, acabando assim por recuperar alguma simpatia do público. Mas isto é wrestling, e pode ser sempre criado algo que possa desiludir os fãs e adiar o pay-off deste angle para algo maior.

Outra coisa que ajudou imenso a vender este reinado injusto de Rollins, foi John Cena. O líder da Cenation têm tido um run impressionante enquanto US Champion defendendo quase semanalmente o seu titulo e tendo os melhores segmentos de cada Monday Night Raw. Resumidamente, um suposto campeão de midcard está a fazer melhor figura que o principal campeão da companhia. Mas é mesmo essa ideia que eles querem transmitir, mas só quando este angle em torno do Rollins terminar é que iremos perceber o porquê.



Mais uma vez chegamos, ao final do Trono do Fã. Volto para semana com um novo capitulo, e até lá desejo-vos uma excelente semana e que o Money in the Bank seja um verdadeiro espectáculo. Mais uma vez, aproveito para convidar todos os leitores a registarem-se no Forum de Pro Wrestling




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

5 comentário(s):

YNWA disse...

muito bom

JOÃO PAULO disse...

Ótimo artigo

Diego Meira disse...

Não sou muito do tipo q apóia a decisão do Cena como US Champion ser mais relevante do q o Rollins, mas como o salário do mês dos lutadores depende do Jhonny Boy, acho q vamos ter q aguentar um poquinho.

Rei AR disse...

Diego Meira, como disse, o facto do Cena ser campeão "forte" apenas ajuda ainda mais a contarem a história que querem contar com o Rollins enquanto campeão. O objectivo deles por agora é mesmo fazer com que ele tenha a menor credibilidade possivel, fazer dele um heel que é levado ao colinho e que agora revela a sua ingratidão. Não é por eles não fazerem da personagem do Rollins muito forte in-kayfabe actualmente que significa que ele vá ter um mau futuro, longe disso, a equipa criativa parece ter planos para eles e tudo indica que Rollins será uma das figuras principais da WWE nos próximos anos.

E os open challenges do John Cena têm sido muito giros ( Neville, Ryder, Sami Zayn) e acabaram por gerar toda esta rivalidade com o Owens que acaba por ser das melhores coisas na programação actual do Raw.

Epá, eu não estou a dizer isto porque sou fanboy do Cena. Mas a verdade é que ele é um worker fenomenal, grandes promos, grandes combates ( ter um moveset curto não impede ninguém de ter bons combates e ele é a prova disso)

vitor oliveira disse...

Muito boa matéria, parabéns.