domingo, 25 de fevereiro de 2018

WWE Elimination Chamber 2018 | Preview


O programa das segundas-feiras da WWE (Monday Night Raw) apresenta o seu primeiro PPV exclusivo de 2018, onde história será feita novamente. WWE Elimination Chamber é o nome do PPV e como grande destaque teremos o tradicional "Elimination Chamber Match" (desta vez de 7 homens em vez de 6) entre Seth Rollins, Roman Reigns, John Cena, Elias, Finn Bálor, Braun Strowman e o Intercontinental Champion The Miz em que o vencedor receberá uma oportunidade pelo WWE Universal Championship na Wrestlemania.

sábado, 24 de fevereiro de 2018

WN Apostas 2018 (1ª Temporada) | WWE Elimination Chamber


Nesta estrada para a Wrestlemania tudo pode acontecer e neste PPV, mais história irá ser feita quando as mulheres da WWE entrarem pela primeira vez no Elimination Chamber e também pela 1ª vez veremos 7 homens (em vez de 6) a entrar dentro desta estrutura. Este é o WWE Elimination Chamber e sejam bem-vindos à nova e melhorada 1ª temporada de apostas de 2018 do Wrestling Notícias. Leiam as próximas linhas para perceber as novas regras e boa sorte a todos...

REGRAS

– Não são permitidas apostas de anónimos, todos têm de ter um nome e seguir com este até ao fim da temporada. Tendo um nick de início não são permitidas mudanças ao mesmo, só se o utilizador explicar a razão pelo qual desejar mudar.

– Cada aposta para um vencedor de combate terá uma pontuação definida.

– Para cada PPV, o vencedor será aquele que tiver o maior somatório de pontuação.

– Este ano, foi decidido que haverão apenas 2 categorias de apostas:
  • WWE Championship... onde serão contabilizados todas as apostas feitas em PPV's da WWE
  • Surprise PPV Championship... onde serão contabilizados todas as apostas feitas em PPV's de outras companhias de wrestling ou até mesmo os eventos especiais do NXT
Regra Importante: Apostas fecham a partir do momento em que começa o 1º combate do Pre-Show de um PPV da WWE, ou assim que começa um PPV de outra empresa

NOVIDADES PARA ESTE ANO

– Em 2018, haverão 2 TEMPORADAS de apostas, sendo que terão a seguinte duração:
  • 1ª Temporada – começa no fim-de-semana do PPV da WWE (Royal Rumble) e termina no fim-de-semana do PPV da WWE (Money In The Bank)
  • 2ª Temporada – começará no primeiro PPV pós-Money In The Bank e terminará no último PPV do ano de 2018
– Este ano, os pontos extra serão atribuídos pelo esforço dos apostadores na quantidade de perguntas em que acertam e mais do que nunca, é um motivo para todos os apostadores pensarem bem antes de apostarem. Vejam a lista de pontos adicionais que podem ganhar em PPV's normais:
  • Acertar em perguntas "Quem Vence?" ou "Que Equipa Vence?"
    > 500 PONTOS se acertar em todas
    > 250 PONTOS se acertar metade delas
  • Acertar em perguntas bónus
    > 250 PONTOS se acertar nas 5 perguntas
    > 200 PONTOS se acertar em 4 das 5 perguntas
    > 150 PONTOS se acertar em 3 das 5 perguntas
    > 100 PONTOS se acertar em 2 das 5 perguntas
    > 50 PONTOS se acertar em 1 das 5 perguntas
– Em cada temporada de apostas deste ano, haverão 5 grandes PPV's que serão chamados de "BIG FIVE" e quando virem esse nome no título das apostas, os pontos extra serão mais aliciantes de alcançar, pois será o dobro de um PPV normal. Ora vejamos a lista para os "BIG FIVE":
  • Acertar em perguntas "Quem Vence?" ou "Que Equipa Vence?"
    > 1000 PONTOS se acertar em todas
    > 500 PONTOS se acertar metade delas
  • Acertar em perguntas bónus
    > 500 PONTOS se acertar nas 5 perguntas
    > 400 PONTOS se acertar em 4 das 5 perguntas
    > 300 PONTOS se acertar em 3 das 5 perguntas
    > 200 PONTOS se acertar em 2 das 5 perguntas
    > 100 PONTOS se acertar em 1 das 5 perguntas
Sendo assim e com todas as regras definidas, se tiverem alguma dúvida é só colocar nos comentários... Boa Sorte a todos os Apostadores!!!

PRÉMIOS

Ainda por definir...

WWE Elimination Chamber 2018

(Categoria: WWE Championship)


COMO APOSTAR?

1º Seleciona as opções de resposta
2º Copia o "Formulário a Copiar" com as opções selecionadas
3º Cola na zona de comentários e publica o teu comentário

Notas:
– Combates do "Kickoff Show" estão incluídos nas perguntas extra devido à possibilidade da WWE mudar a ordem dos combates à última hora



WWE Universal Championship #1 Contender Elimination Chamber Match
Intercontinental Champion The Miz vs. Seth Rollins vs. Roman Reigns vs. John Cena vs. Braun Strowman vs. Elias vs. Finn Bálor


(200 pts) Quem vence? The Miz
Seth Rollins
Roman Reigns
John Cena
Braun Strowman
Elias
Finn Bálor
No Contest
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? The Miz
Seth Rollins
Roman Reigns
John Cena
Braun Strowman
Elias
Finn Bálor
Ninguém
(50 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
Não



Raw Women's Championship Elimination Chamber Match
Alexa Bliss © vs. Bayley vs. Sasha Banks vs. Sonya Deville vs. Mandy Rose vs. Mickie James


(200 pts) Quem vence? Alexa Bliss
Bayley
Sasha Banks
Sonya Deville
Mandy Rose
Mickie James
No Contest
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Alexa Bliss
Bayley
Sasha Banks
Sonya Deville
Mandy Rose
Mickie James
Ninguém
(40 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
Não



Singles Match
Se Nia Jax vencer, será adicionada ao combate pelo Women's Championship que Asuka escolher na Wrestlemania
Asuka vs. Nia Jax


(100 pts) Quem vence? Asuka
Nia Jax
No Contest
(30 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
Não



Singles Match
"Woken" Matt Hardy vs. Bray Wyatt


(80 pts) Quem vence? Matt Hardy
Bray Wyatt
No Contest
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
Não



Raw Tag Team Championship Match
The Bar (Cesaro & Sheamus) © vs. Titus Worldwide (Apollo & Titus O'Neil c/ Dana Brooke)


(80 pts) Que equipa vence? The Bar (Cesaro & Sheamus)
Titus Worldwide (Apollo & Titus O'Neil)
No Contest
(50 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Cesaro
Sheamus
Apollo
Titus O'Neil
Ninguém
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
Não

------------------------------
Kickoff Show
------------------------------




Tag Team Match
Karl Anderson & Luke Gallows vs. The Miztourage (Bo Dallas & Curtis Axel)


(60 pts) Que equipa vence? Karl Anderson & Luke Gallows
The Miztourage (Bo Dallas & Curtis Axel)
No Contest
(40 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Karl Anderson
Luke Gallows
Bo Dallas
Curtis Axel
Ninguém
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
Não

------------------------------
Perguntas Bónus
------------------------------


(50 pts) Quem entrará em último lugar no "Elimination Chamber Match" pelo Raw Women's Championship? Alexa Bliss
Bayley
Sasha Banks
Sonya Deville
Mandy Rose
Mickie James
Ninguém
(50 pts) Para além de The Miz, quem o irá enfrentar para começar o "Elimination Chamber Match"? Seth Rollins
Roman Reigns
John Cena
Braun Strowman
Elias
Finn Bálor
Ninguém
(10 pts) Irá Ronda Rousey ser confrontada por alguém na sua assinatura de contrato, tirando a pessoa que estiver a conduzir o segmento? Sim
Não
(40 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o "main-event" deste PPV? Men's Elimination Chamber Match
Raw Women's Championship Elimination Chamber Match
Asuka vs. Nia Jax
Matt Hardy vs. Bray Wyatt
The Bar vs. Titus Worldwide
(60 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o 2º combate do PPV? Men's Elimination Chamber Match
Raw Women's Championship Elimination Chamber Match
Asuka vs. Nia Jax
Matt Hardy vs. Bray Wyatt
The Bar vs. Titus Worldwide
Karl Anderson & Luke Gallows vs. The Miztourage

Preencher APENAS se acontecer o seguinte:

Se só consegues comentar como Anónimo e precisas de colocar um "nick" para as apostas, então preenche o campo "Nick Atual"
Se desejas mudar de nick nas apostas basta preencher o campo "Nick Antigo" com o nome antigo que usavas para as apostas e preencher o campo "Nick Atual" com o nome que desejas utilizar daqui para a frente

Nick Antigo:
Nick Atual:


Formulário a copiar
WWE Universal Championship #1 Contender
Elimination Chamber Match
Intercontinental Champion The Miz vs. Seth Rollins vs. Roman Reigns vs. John Cena vs. Braun Strowman vs. Elias vs. Finn Bálor

(200 pts) Quem vence? The Miz
(200 pts) Quem vence? Seth Rollins
(200 pts) Quem vence? Roman Reigns
(200 pts) Quem vence? John Cena
(200 pts) Quem vence? Braun Strowman
(200 pts) Quem vence? Elias
(200 pts) Quem vence? Finn Bálor
(200 pts) Quem vence? No Contest
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? The Miz
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Seth Rollins
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Roman Reigns
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? John Cena
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Braun Strowman
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Elias
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Finn Bálor
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Ninguém
(50 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
(50 pts) Irá haver alguma interferência? Não

Raw Women's Championship
Elimination Chamber Match
Alexa Bliss © vs. Bayley vs. Sasha Banks vs. Sonya Deville vs. Mandy Rose vs. Mickie James

(200 pts) Quem vence? Alexa Bliss
(200 pts) Quem vence? Bayley
(200 pts) Quem vence? Sasha Banks
(200 pts) Quem vence? Sonya Deville
(200 pts) Quem vence? Mandy Rose
(200 pts) Quem vence? Mickie James
(200 pts) Quem vence? No Contest
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Alexa Bliss
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Bayley
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Sasha Banks
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Sonya Deville
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Mandy Rose
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Mickie James
(100 pts) Qual o elemento do combate que será eliminado em último? Ninguém
(40 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
(40 pts) Irá haver alguma interferência? Não

Singles Match
Se Nia Jax vencer, será adicionada ao combate pelo Women's Championship que Asuka escolher na Wrestlemania
Asuka vs. Nia Jax

(100 pts) Quem vence? Asuka
(100 pts) Quem vence? Nia Jax
(100 pts) Quem vence? No Contest
(30 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
(30 pts) Irá haver alguma interferência? Não

Singles Match
"Woken" Matt Hardy vs. Bray Wyatt

(80 pts) Quem vence? Matt Hardy
(80 pts) Quem vence? Bray Wyatt
(80 pts) Quem vence? No Contest
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Não

Raw Tag Team Championship Match
The Bar (Cesaro & Sheamus) © vs. Titus Worldwide (Apollo & Titus O'Neil c/ Dana Brooke)

(80 pts) Que equipa vence? The Bar (Cesaro & Sheamus)
(80 pts) Que equipa vence? Titus Worldwide (Apollo & Titus O'Neil)
(80 pts) Que equipa vence? No Contest
(50 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Cesaro
(50 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Sheamus
(50 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Apollo
(50 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Titus O'Neil
(50 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Ninguém
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Não

-------------------
Kickoff Show
-------------------

Tag Team Match
Karl Anderson & Luke Gallows vs. The Miztourage (Bo Dallas & Curtis Axel)

(60 pts) Que equipa vence? Karl Anderson & Luke Gallows
(60 pts) Que equipa vence? The Miztourage (Bo Dallas & Curtis Axel)
(60 pts) Que equipa vence? No Contest
(40 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Karl Anderson
(40 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Luke Gallows
(40 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Bo Dallas
(40 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Curtis Axel
(40 pts) Qual o elemento da equipa que sofre a derrota? Ninguém
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Sim
(20 pts) Irá haver alguma interferência? Não

------------------------
Perguntas Bónus
------------------------

(50 pts) Quem entrará em último lugar no "Elimination Chamber Match" pelo Raw Women's Championship? Alexa Bliss
(50 pts) Quem entrará em último lugar no "Elimination Chamber Match" pelo Raw Women's Championship? Bayley
(50 pts) Quem entrará em último lugar no "Elimination Chamber Match" pelo Raw Women's Championship? Sasha Banks
(50 pts) Quem entrará em último lugar no "Elimination Chamber Match" pelo Raw Women's Championship? Sonya Deville
(50 pts) Quem entrará em último lugar no "Elimination Chamber Match" pelo Raw Women's Championship? Mandy Rose
(50 pts) Quem entrará em último lugar no "Elimination Chamber Match" pelo Raw Women's Championship? Mickie James
(50 pts) Quem entrará em último lugar no "Elimination Chamber Match" pelo Raw Women's Championship? Ninguém
(50 pts) Para além de The Miz, quem o irá enfrentar para começar o "Elimination Chamber Match"? Seth Rollins
(50 pts) Para além de The Miz, quem o irá enfrentar para começar o "Elimination Chamber Match"? Roman Reigns
(50 pts) Para além de The Miz, quem o irá enfrentar para começar o "Elimination Chamber Match"? John Cena
(50 pts) Para além de The Miz, quem o irá enfrentar para começar o "Elimination Chamber Match"? Braun Strowman
(50 pts) Para além de The Miz, quem o irá enfrentar para começar o "Elimination Chamber Match"? Elias
(50 pts) Para além de The Miz, quem o irá enfrentar para começar o "Elimination Chamber Match"? Finn Bálor
(50 pts) Para além de The Miz, quem o irá enfrentar para começar o "Elimination Chamber Match"? Ninguém
(10 pts) Irá Ronda Rousey ser confrontada por alguém na sua assinatura de contrato, tirando a pessoa que estiver a conduzir o segmento? Sim
(10 pts) Irá Ronda Rousey ser confrontada por alguém na sua assinatura de contrato, tirando a pessoa que estiver a conduzir o segmento? Não
(40 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o "main-event" deste PPV? Men's Elimination Chamber Match
(40 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o "main-event" deste PPV? Raw Women's Championship Elimination Chamber Match
(40 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o "main-event" deste PPV? Asuka vs. Nia Jax
(40 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o "main-event" deste PPV? Matt Hardy vs. Bray Wyatt
(40 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o "main-event" deste PPV? The Bar vs. Titus Worldwide
(60 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o 2º combate do PPV? Men's Elimination Chamber Match
(60 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o 2º combate do PPV? Raw Women's Championship Elimination Chamber Match
(60 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o 2º combate do PPV? Asuka vs. Nia Jax
(60 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o 2º combate do PPV? Matt Hardy vs. Bray Wyatt
(60 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o 2º combate do PPV? The Bar vs. Titus Worldwide
(60 pts) Sem contar com o "Kickoff Show" e dos combates confirmados, qual será o 2º combate do PPV? Karl Anderson & Luke Gallows vs. The Miztourage

Nick Antigo: {{lastnick}}
Nick Novo: {{currentnick}}

King of... Finishers #36 | Shawn Michaels vs. Pete Dunne


Sejam bem-vindos a mais uma edição do "King of... Finishers", onde continuamos a procurar (juntamente com vocês) o melhor golpe final na história do wrestling (seja de estrelas do passado, presente ou do futuro).

A partir desta fase dos 32-avos-de-final, não só os comentários daqui irão contar mas também os votos que os utilizadores façam nas principais redes sociais (Facebook e Instagram). Vejamos os resultados dos 3 modos de votação!




VENCEDOR: Ember Moon - "Eclipse" - 76 votos

vs.

Prince Puma - "630º Senton" - 66 votos

Na 1ª eliminatória dos 32-Avos-de-Final, juntando todos as votações efectuadas nos comentários e nas redes sociais, o "ECLIPSE" de Ember Moon qualificou-se para a próxima fase, numa eliminatória muito equilibrada. Vejamos a lista dos "Finishers" que se qualificaram para a próxima fase:


AJ Styles - "Styles Clash"
Undertaker - "Tombstone Piledriver"
Ember Moon - "Eclipse"






________________________________________

Esta semana temos a terceira eliminatória, dos 32-Avos de Final, que opõe os finishers de Shawn Michaels e Pete Dunne!

________________________________________

Shawn Michaels – "Sweet Chin Music"



VS.

Pete Dunne – "Bitter End"




Votem já no vosso finisher favorito!

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

IMPACT Wrestling 22.02.2018 | Vídeos + Resultados


Este episódio do IMPACT Wrestling (transmitido todas as quintas-feiras) tem como destaque um combate entre Ethan Carter III (EC3) e Johnny IMPACT, em que a oportunidade de IMPACT pelo World Championship está em jogo.

Para além disso, também estão confirmados os seguintes combates/segmentos:
  • Moose enfrenta Alberto El Patron
  • IMPACT World Tag Team Champions LAX (Santana e Ortiz) enfrentam Cult of Lee (Trevor Lee e Caleb Konley)
  • Antigos rivais Lashley e Eddie Edwards juntam-se para enfrentar oVe (Jake e Dave Crist)

Resultados



Vídeos


WWE NXT 21.02.2018 | Vídeos + Resultados


Este episódio do NXT tem como destaque a defesa do NXT Championship, no qual o campeão Andrade "Cien" Almas defende contra Johnny Gargano, que coloca a sua carreira no NXT em jogo. Para além disso, também conta com o combate entre Velveteen Dream e No Way Jose e ainda ação feminina entre Nikki Cross e Vanessa Borne.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Ring of Honor Wrestling 04.02.2018 + 11.02.2018 | Vídeos


A Ring Of Honor Wrestling (ROH) apresenta todas as semanas um programa de 1 hora, que contém ação e segmentos das estrelas desta companhia e dos seus parceiros, como é o caso das companhias Stardom, NJPW e CMLL.

É transmitida todos os fins-de-semana na estação local do grupo de televisões da Sinclair Broadcast, todas as segundas-feiras à noite no FITE TV, todas as terças-feiras à noite no Fight Network do Canadá, todas as quartas-feiras no STADIUM e ainda todas as sextas-feiras à noite no canal português SportTV. Aqui ficam todos os programas que foram transmitidos no mês de Janeiro de 2018.

ROH 04.02.2018

Neste programa tem como combate de destaque uma batalha entre o ex-ROH World Champion Cody e o atual líder dos The Kingdom, Matt Taven.

Comentadores: Ian Riccaboni e Colt Cabana

ROH World Tag Team Championship Match
Motor City Machine Guns (Chris Sabin & Alex Shelley) © vs. Best Friends (Beretta & Chuckie T)

Singles Match
Shane Taylor vs. Marty Scurll

Singles Match
Matt Taven (c/ Vinny Marseglia & TK O'Ryan) vs. Cody (c/ Brandi Rhodes)





ROH 11.02.2018


Neste programa teve como combate de destaque, a primeira defesa do ROH World Championship de Dalton Castle contra o vencedor do Survival of the Fittest 2017, Punishment Martinez.

Comentadores: Ian Riccaboni e Colt Cabana

Tag Team Match
Beer City Bruiser & Brian Milonas (c/ ROH World Television Champion Silas Young) vs. Coast To Coast (LSG & Shaheem Ali

Women of Honor Championship Tournament First Round Match
Mandy Leon vs. Madison Rayne

ROH World Championship Match
Dalton Castle (c/ The Boys) © vs. Punishment Martinez



quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Literatura Wrestling | Yes! My Improbable Journey to the Main Event of Wrestlemania - Capítulo 3 - Parte 2



Está de volta a Literatura Wrestling, o espaço de traduções do blog que vos traz uma obra biográfica, na íntegra, reveladora das origens, vida e decorrer da carreira de alguns dos mais marcantes wrestlers que percorreram os ringues que acompanhámos com tanto gosto.

Todas as semanas vos traremos um excerto do livro "Yes!: My Improbable Journey to the Main Event of Wrestlemania", publicado em 2015 por Daniel Bryan e pelo co-autor Craig Tello, a contar o crescimento e peripécias do "Yes! Man" até à sua chegada à WWE e ao main event da Wrestlemania. Boa leitura!



(...)

O meu amor por desporto tornou-se em amor por cartas de desporto, mesmo que eu tivesse tendência a olhar para elas mais como um investimento do que como um hobby. A minha geração de miúdos a guardar as suas cartas desportivas porque viriam a valer dinheiro um dia. Na altura, eu achava que a minha irmã era estúpida por guardar o dinheiro dela em vez de comprar cartas como eu fazia. Eu acreditava que as cartas iam ganhar valor, ao contrário das poupanças da minha irmã que ela apenas mantinha no seu quarto, sem acumular qualquer interesse.

Eram predominantemente cartas de basebol, ao início, depois expandi para cartas de basquetebol e cartas de futebol (americano). Eu até tinha algumas cartas de wrestling. O interessante (ou infeliz, dependendo de como olham para a coisa), é que eu não gostava daqueles tipo Michael Jordan. Acabei por coleccionar muitos jogadores que eram bons mas não eram necessariamente estrelas. No basebol, em vez de gostar do Ken Griffey Jr. - que estava nos Seattle Mariners e cujas cartas valiam sempre muito - eu gostava do Roberto Alomar e do Paul Molitor. Eu achava, "Oh, o Paul Molitor é tão bom. Quando pessoas se aperceberem do quão bom ele é, a carta dele vai valer dinheiro." Às vezes eu trocava uma carta do Frank Thomas - que era enorme na altura - por um par de Robertos Alomars. Mesmo que eu não fosse óptimo a perceber o verdadeiro valor de cartas desportivas, a minha primeira tentativa a ser um empreendedor envolvia-me a tentar vender cartas com o meu amigo Scott.

Durante o Verão - com o clima a permitir - nós montávamos uma mesa no exterior da minha casa, organizávamos as nossas cartas como homens de negócios, e colávamos um cartaz à frente a dizer CARTAS DE BASEBOL À VENDA. Nunca havia muito tráfico na nossa rua, e normalmente os nossos únicos "clientes" eram miúdos que não tinham dinheiro, logo acabávamos a jogar futebol ou "wiffle ball" no quintal da frente.

Após um Verão, Scott e eu reunimos todo o dinheiro que tínhamos guardado, que foi um total de 40$. Nas nossas cabeças, isso deve ter parecido um milhão de dólares, porque estávamos convencidos de que seríamos capazes de começar este império de troca de cartas com esse dinheiro. Acabámos por ser apenas capazes de pagar por uma única caixa de cartas de basebol da Leaf, que foi uma desilusão.

Ainda assim, continuei a coleccionar cartas até aos catorze anos, e mantive-as no sótão no caso de vir a valer alguma coisa um dia. Não valem. Infelizmente, cartas desportivas daquele tempo - tal como as bandas desenhadas que eu também tenho ainda - foram tão produzidas em massa que não há escassez, e elas valem menos do que quando eu as coleccionava nos 80s e 90s. Afinal a minha irmã tinha tomado a decisão certa. É aí que um entendimento funcional de economia tinha-me feito muito jeito.

Tal como as revistas de wrestling me ajudaram na leitura, as cartas desportivas também serviram o seu propósito. Há todo o tipo de estatísticas nos versos das cartas e eu estava obcecado em descobrir o que todas elas significavam. Descobrir coisas como médias de batimentos ou percentagens de pontos deram-me uma melhor percepção de divisão, percentagens e pontos decimais, e fez a Matemática parecer divertida em vez de um aborrecimento. E mais, procurar o valor das cartas nas revistas de preços ajudou quando era altura de encontrar coisas no dicionário ou explorar materiais de referência na biblioteca. Educação pode ser divertida se enquadrada da forma certa.

Vender cartas desportivas não era a única maneira que eu tentava para fazer dinheiro quando era miúdo. Após o divórcio dos meus pais, não tínhamos muito dinheiro. A minha mãe não tinha qualquer tipo de formação académica e estava a ter dificuldades em encontrar um emprego, então quando a Billie Sue e eu tínhamos idade suficiente - cerca de dez, onze anos - cada um fazia um caminho diferente a distribuir jornais. Todos os dias, faça chuva ou Sol, um monte grande de jornais seria entregue na nossa casa e nós saltávamos para as nossas bicicletas para os entregar. Como a maioria das outras coisas, eu tornei-o num jogo e nem sequer o sentia mesmo como um trabalho, apesar que também tínhamos que ir de porta em porta a colher os pagamentos das pessoas no final do mês, algo no qual eu não era bom.

Em teoria, para cada uma das nossas rotas, era suposto juntarmos cerca de 100$ por mês. Dávamos cerca de metade do que tínhamos colhido de volta para o "Daily World" e podíamos ficar com a outra metade. Daí, a minha mãe deixáva-nos ficar com uma pequena porção, e o resto iria para o orçamento familiar, as nossas poupanças e o dízimo para a Igreja. Infelizmente, nem sempre o nosso salário resultava dessa maneira.

Eu sempre tive um medo irracional de pedir dinheiro às pessoas, possivelmente porque tínhamos tão pouco. Até mesmo algo tão simples como colher 7.25$ por mês a pessoas que tinham subscrito o serviço, de alguma forma, aterrorizava-me. Por volta do dia 15 de cada mês, era suposto começarmos a colher, e tínhamos cerca de uma semana para que entrasse tudo. Apesar de eu ser cauteloso em deixar os jornais às pessoas diariamente, já o era menos quando era para recolher o dinheiro. Ao início nem parecia grande assunto, mas depois eu encontrava clientes que pareciam perturbados ou chateados quando eu lhes batia à porta a pedir-lhes o pagamento, especialmente se já deviam mais do que um só mês.

Por vezes quando ia cobrar, pessoas não estavam em casa, então se tentasse cobrar um par de vezes num mês e falhassem ambas, simplesmente recebia o pagamento dos dois meses no mês seguinte. Havia uma casa que eu tinha falhado por alguns pagamentos seguidos, o que nem era incomum porque há muito trabalho por turnos na cidade. Pela altura em que finalmente os apanhei, eles deviam-me quatro meses, cerca de 30$. O gajo explodiu em mim quando descobriu quanto devia, e de alguma forma senti que eu é que estava errado. Tornei-me ainda mais hesitante em cobrar a partir desse momento.

Pouco depois, se havia gente que devia mais do que dois meses, eu simplesmente parava de lhes cobrar completamente. Também havia algumas casas que eu já estava a avançar porque me assustavam. Ficou tão mau que num mês, quando chegou a altura de enviar o dinheiro para o "Daily World", já lhe devíamos mais que o que eu já tinha juntado. A minha mãe estava fora de si e não entendia o que se tinha passado. Nós já estávamos com dificuldades e depois, o que era suposto ser uma fonte de rendimento, tornou-se uma dívida. Depois disso, comecei a sair-me um pouquinho melhor, mas ainda assim nunca fazíamos quanto devíamos, simplesmente porque eu detestava cobrar.

Assim que a minha irmã fez dezasseis anos, ela conseguiu um emprego no McDonald's, e quando eu fiz quinze, ela conseguiu ajudar-me a conseguir um trabalho lá, também. Com essa idade, tudo o que era suposto fazer era trabalhar algumas horas por semana, a limpar e a varrer o chão e a tirar lixo. Um dia, estavam com falta de mão na cozinha porque alguém tinha faltado. Eles mostraram-me como se cozinhava os hamburguers nestes mini-tabuleiros, e não era difícil. Eu fi-lo e tornei-me muito eficiente.

Devo ter feito um bom trabalho, visto que pouco depois me colocaram na cozinha para todos os meus turnos, mesmo que não fosse suposto, e eu estava a trabalhar mais do que vinte horas por semana (o limite para a minha idade no estado de Washington na altura). Acho que simplesmente se esqueceram da minha idade. Tornou-se o meu dever encher o tabuleiro de carne e nunca mais limpei o chão e essas coisas.

Muitos anos antes dos meus anos de trabalhador, a minha paixão por wrestling aprofundou-se quando eu descobri que podia ver na televisão. Não víamos muita TV e não tínhamos cabo, logo isso nunca me tinha ocorrido antes. De repente as personagens que lia nas revistas ganhavam vida. Ver o Ultimate Warrior a levantar um homem adulto sobre a cabeça e deixá-lo cair no tapete num press slam era ainda mais impressionante que o que parecia nas revistas. A foto de alguém, de pé, encima da corda superior não se comparava a assistir à glória, movimento e destruição de um "elbow drop" do "Macho Man" Randy Savage.

Visto que eu não tinha qualquer conceito de programação televisiva, eu percorria os canais sempre que ligava a TV, na esperança de apanhar wrestling de alguma forma. Precisei de algum tempo (posso ser lento a aprender por vezes), mas finalmente me apercebi que dava todos os Sábados de manhã.

Eu era o único fã de wrestling na família, mas a única vez que me lembro de alguém em casa ficar irritado com o meu fanatismo foi durante os play-offs da NFL. Parecia-me a mim que a época de futebol era a altura do ano favorita do meu pai. Ele adorava ver futebol e os Seattle Seahawks, a equipa da nossa terra, que ele seguia desde a sua primeira época em 1976. Maior parte dos anos, eles eram mauzinhos mas em 1988, os Seahawks ganharam na sua divisão pela primeira vez e estavam direccionados aos play-offs. O jogo foi a um Sábado contra os Cincinnati Bengals, e durante toda a semana o meu pai tinha falado em assistir, mas eu insistia em ver wrestling.

Eu devo ter estado a discutir implacavelmente para ver o meu programa de Sábado de manhã, porque o meu pai, normalmente o mais paciente possível, estava finalmente irritado. "Os play-offs só acontecem por algumas semanas por ano e os Seahawks vão jogar," disse ele. "Wrestling dá todas as semanas!" Eu eventualmente cedi mas estava desapontado porque os British Bulldogs iam lutar nesse dia. (Eu adorava o Davey Boy Smith e o Dynamite Kid - não tanto porque o Dynamite Kid era um dos performers mais revolucionários de todos os tempos, mas mais porque achava a cadela deles, a Matilda, tão fofa.)

Ao início, o meu amigo Abe era o único outro miúdo que eu conhecia que gostava mesmo de wrestling. Quando eu ocasionalmente ia a casa dele, brincávamos com os bonecos gigantes de borracha da LJN Toys. Parecia que ele os tinha todos - não apenas os populares como o Hulk Hogan e o Jake "The Snake" Roberts, mas até mesmo algumas das personagens mais obscuras como o Special Delivery Jones e o Outback Jack. Além disso, ele tinha dois ringues, logo podíamos ambos pô-los a lutar. Pouco tempo depois, entretanto, Abe perdeu interesse em wrestling, e tornou-se apenas a minha cena por um tempo.

Só quando cheguei ao ciclo é que descobri outros miúdos que também gostavam de wrestling. O maior desenvolvimento foi quando eu descobri que os meus amigos Tony Sajec, Schuyler Parker e John Manio, tinham criado a sua própria liga de wrestling, que eles chamavam Backyard Championship Wrestling (BCW), apesar da maior parte da acção decorrer em espaço fechado. Por vezes lutavam um contra o outro, mas a maioria dos combates envolviam o Big Bad Brown, um urso de peluche gigante que também era o campeão deles. A certo ponto convidaram-me a mim e ao meu amigo Evan Aho, e tornou-se uma coisa regular. Eventualmente, o Big Bad Brown retirou-se e o nosso wrestling evoluiu para outra coisa inteiramente nova. Ao início era em casa do Tony (onde residia o Big Bad Brown) e nós apenas meio que lutávamos no chão. Cedo mudámos a diversão para a minha casa, e pelo fim do liceu, os meus melhores amigos eram os gajos que viam os pay-per-views de wrestling em minha casa regularmente. Eram o Mike Dove e o seu irmão Jake, Evan e o seu irmão mais novo Kristof, o Tony, o Schuyler e o John. O primeiro show da WWE que eu encomendei foi o Royal Rumble em 1996. Depois adquirimos a Wrestlemania XII, que tinha o evento principal épico, o combate Iron Man entre o Bret "Hitman" Hart e o Shawn Michaels. Antes de começar o programa, arrumávamos tudo na sala e estendíamos um colchão no chão, transformando assim a sala na Arena da BCW. Os cantos da sala eram os cantos do ringue, as paredes eram as cordas das quais nos impulsionávamos, e o sofá era o canto superior caso quiséssemos fazer uma "Elbow drop" do Macho Man ou assim.

Se és fã de wrestling por um extenso período de tempo, provavelmente já viste ou ouviste sobre as aventuras do Mick Foley no backyard wrestling, particularmente o momento em que ele saltou do telhado da casa dele. O nosso wrestling era diferente. Por vezes tentávamos mesmo aprender a sério as manobras que víamos na TV, mas mais frequentemente nós apenas estaríamos na palhaçada. O meu amigo Schulyer era o Hip Skip, cuja personagem nunca parava de correr durante vinte-e-quatro horas seguidas. Ele vinha a correr da rua, corria a porta de vidro, entrava a correr, fazia o combate, depois corria para fora. Também havia o El Bate, um wrestler com uma máscara do Batman que aparecia frequentemente em vídeos que fazíamos para a nossa aula de Espanhol (apesar de "el bate" na verdade significar "taco de basebol" e não ter nada a ver com o Batman).

Eu gostava de pensar que, por não estarmos a fazer as coisas mais loucas, que o que estávamos a fazer era seguro. Na verdade, não era, que é a razão para que a WWE agora faça todos aqueles vídeos a dizer às pessoas para não tentar isso em casa. E visto que era a minha casa e eu queria seriamente tornar-me um pro wrestler, eu estava constantemente a praticar coisas que eu achava que ia precisar de saber, como mortais para trás a partir do sofá. Fazíamos tudo num colchão, logo nunca pensámos em aterrar encima de alguém, com perigo. Apenas olhávamos para o saltar, rodopiar, virar para trás como a parte perigosa. Infelizmente, uma vez, eu saltei do meu sofá para um "twisting senton" e aterrei de costas directamente na cara do Kristof, partindo-lhe o maxilar. Teve que o fechar com fio e apenas foi capaz de comer por uma palhinha durante semanas.

Eu não queria que nada parasse o nosso wrestling, portanto não contei à minha mãe o que tinha acontecido. Já tínhamos sido avisados após rachar a parede no canto que usávamos como poste, e eu achava que algo tão sério como esta lesão podia acabar com o nosso wrestling de vez. A minha mãe não descobriu até muito tempo depois, quando estava a falar com a mãe do Kristof, Pam, que tinha sido muito calma e descontraída em relação ao incidente. Quando Pam mencionou o maxilar quebrado de Kristof, a minha mãe ficou tipo "Espera aí - o quê?!"

Felizmente, apesar de o ter magoado, Kristof mantém-se meu amigo até hoje. Ele e Evan e o Mike foram todos padrinhos no meu casamento, quase duas décadas depois. Kristof ainda me diz que a certa altura ele me partirá o maxilar em retorno. Sempre que o vejo, ele pergunta, "É agora?"

(...)

No próximo capítulo: Conclusão do terceiro capítulo, com a sua terceira e última parte. A partir desta visita à infância e vida caseira de Bryan, entraremos num campo mais pessoal ainda: a sua família e cidade onde cresceu. Não percam!


WWE 205 Live - 20.02.2018 | Vídeos + Resultados


Devido ao grande sucesso do CruiserWeight Classic no WWE Network, a WWE decidiu apostar numa divisão de Cruiserweights, que agora todas as terças-feiras passaram a ter um programa de 1 hora dedicado exclusivamente a eles na WWE Network chamado 205 Live.

O programa de hoje conta com a continuação do torneio para coroar um novo WWE Cruiserweight Champion, em que Jack Gallagher enfrenta Mustafa Ali e Ariya Daivari enfrenta o estreante vindo do NXT, Buddy Murphy.

Reportagem e Resultados

Brevemente

Vídeos


205 Live


WWE Mixed Match Challenge 20.02.2018 | Vídeos + Resultados


A WWE apresenta em 2018 um novo programa de 12 episódios onde 12 equipas mistas (6 do Monday Night Raw e outras 6 do Smackdown Live) batalham num torneio onde os vencedores doarão 100 mil dólares a uma instituição de caridade à sua escolha.

Durante estas últimas semanas, 6 homens e 6 mulheres (tanto do RAW como do Smackdown) foram escolhidos a dedo pelos respetivos General Managers para representar os programas nesta competição e não sabiam quem seria o parceiro ou a parceira para este torneio até ao momento da revelação em segmentos de bastidores em exclusivos da WWE.com... aqui ficam as 12 equipas geradas para esta competição:

Monday Night Raw Smackdown Live
Finn Bálor & Sasha Banks Shinsuke Nakamura & Natalya
The Miz & Asuka Big E. & Carmella
Braun Strowman & Alexa Bliss Sami Zayn & Becky Lynch
Goldust & Mandy Rose Jimmy Uso & Naomi
Elias & Bayley Rusev & Lana
Apollo Crews & Nia Jax Bobby Roode & Charlotte Flair

Convém ainda mencionar que na mesa de comentadores teremos os habituais Michael Cole, Corey Graves e a eles junta-se a ex-Women's Champion por múltiplas vezes e WWE Hall of Famer Beth Phoenix.

O programa terá a duração de cerca de 20 minutos, será transmitido na nova plataforma de vídeos do Facebook chamado Facebook Watch e tem como destaque nesta 3ª edição, um combate de equipas misto onde Apollo e Nia Jax (da parte do RAW) batalham United States Champion Bobby Roode e Smackdown Women's Champion Charlotte Flair (da parte do Smackdown).

RESULTADOS



Vídeos


WWE Smackdown Live 20.02.2018 | Vídeos + Resultados


Este episódio do Smackdown Live (transmitido todas as terças-feiras) tem como destaque um combate de equipas no qual Naomi, Becky Lynch e a Smackdown Women's Champion Charlotte Flair enfrentam as Riott Squad (Ruby Riott, Sarah Logan e Liv Morgan).

Para além disso, também estão confirmados os seguintes combates/segmentos:
  • Chad Gable e Shelton Benjamin enfrentam os New Day (Kofi Kingston, Xavier Woods e Big E.) para determinar quem enfrenta The Usos no WWE Fastlane pelos Smackdown Tag Team Championships
  • WWE Champion AJ Styles reage à novidade de defender o título num "Fatal 5-Way Match" no WWE Fastlane

Reportagem e Resultados

Brevemente

Vídeos


Smackdown Live




terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

WWE Monday Night Raw 19.02.2018 | Vídeos + Resultados


Este episódio do Monday Night Raw (transmitido todas as segundas-feiras), tem como destaque um "Gauntlet Match" entre os 7 participantes do "Elimination Chamber Match" masculino, John Cena, The Miz, Roman Reigns, Finn Bálor, Seth Rollins, Elias e Braun Strowman.

Para além disso, também estão confirmados os seguintes combates/segmentos:
  • Sasha Banks, Bayley e Mickie James vs. Absolution (Sonya Deville e Mandy Rose) e Raw Women's Champion Alexa Bliss
  • Asuka confirmada para falar sobre a sua adversária no WWE Elimination Chamber, Nia Jax

Resultados



Vídeos



segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Overrated ou Underrated #63 - Chad Gable


Sejam bem-vindos a mais uma edição do Overrated ou Underrated. Na última edição foi analisada a Bayley. Na edição desta semana, vamos analisar metade dos ex-American Alpha e atual parceiro do Shelton Benjamin.

Apresentando agora o espaço para quem nunca leu uma edição ou simplesmente não está recordado da essência de um Overrated ou Underrated.

Underrated – Alguém que é subvalorizado ou não têm o devido reconhecimento seja aos olhos da industria do wrestling ou até dos fãs.

Overrated – Precisamente o contrário do ponto anterior. Alguém que é sobrevalorizado e que a industria do wrestling ou fãs dão demasiado crédito por aquilo que faz.

No ponto – Nem toda a gente ocupa um lugar acima ou abaixo daquilo que realmente merece. Existem lutadores que ocupam o lugar que ocupam na industria porque é exactamente nesse sitio que merecem estar e têm também exactamente o reconhecimento que merecem da parte dos fãs.

Por fim, gostaríamos sempre de saber a vossa opinião, quer concordem ou discordem da nossa avaliação sobre o wrestler em questão. Tentem também coloca-lo numa destas três categorias e caso se sintam à vontade podem sempre dar sugestões sobre wrestlers que gostariam de ver neste espaço.



Nesta edição do Overrated ou Underrated, temos connosco Chad Gable, parceiro de Shelton Benjamin e ex campeão de tag team com Jason Jordan.

*********************

Btaker22 (No Ponto) – Quando comecei a ver o Chad Gable, pensei que este seria exatamente aquilo que o Jason Jordan precisava para começar a conseguir subir na WWE, pois a este último faltava-lhe carisma e uma forma de conectar com as pessoas. Não é que o Chad Gable fosse uma fonte de carisma, mas metia alguma piada, e acrescentou algo àquela tag team que levou os fãs (especialmente na NXT...) a estarem bastante investidos neles.

Enquanto estes dois foram uma equipa, para mim estavam perfeitos, não acontecesse depois o que aconteceu no main roster, onde estes até ganharam os títulos para ver até onde isso podia chegar, mas depois de os perderem, rapidamente começaram a desaparecer do card, e isto levou a que o Chad Gable ficasse um pouco perdido. Apesar de no início eu ser da opinião de que o Chad Gable podia ser a estrela da equipa, agora tenho de dizer que, com o papel que o Jason Jordan tem feito na RAW, se calhar seja mesmo ao contrário.

Não digo que o Chad Gable não tenha bagagem para fazer mais, mas colocá-lo numa equipa com o Shelton Benjamin foi uma decisão de recurso para tentar que ele ainda chegasse a algum lado na Smackdown. Para mim, esta equipa é inferior aos American Alpha pois não se nota aquela química natural, e o próprio Chad Gable já não mostra aquele carisma natural quando estava ao lado da pessoa com a qual ele passou muito tempo na NXT a melhorar e a ganhar química de equipa.

Após o Gable e o Benjamin perderem para os Usos, penso que nas últimas Smackdowns eles têm estado a começar a desenvolver uma personagem onde parece que se sentem mais à vontade, onde criticam todas as equipas com gimmicks exageradas (que já é mais interessante do que aquilo que os Revival fazem na RAW em termos de personagem...), e isso ainda os poderá levar a ter sucesso no futuro. Como lutador no ringue, aprecio bastante o que ele faz e penso que se os American Alpha tivessem tido uma aposta mais forte, podiam até ter chegado um pouco mais longe, mas tendo em conta a qualidade da equipa onde se encontra neste momento, eu até diria que o Gable está no ponto, pois já foi campeão de equipas tanto na NXT como no main roster.

*********************

Cell (Underrated) – O que posso escrever sobre Chad Gable que já não tenha escrito na altura em que analisámos Jason Jordan... sinceramente, há pouco mais que possa escrever de diferente. Ambos fizeram parte de uma equipa, os American Alpha, que ganharam os títulos de Tag Team, quer na NXT, quer na Smackdown. Mas, depois, Jordan foi para a RAW, ter todas as oportunidades do mundo, enquanto que Gable ficou na Smackdown, no limbo entre o nada e grandes combates contra main eventers, enquanto Shelton Benjamin não voltava. E a minha pergunta é: será que Chad Gable é assim tão pior que Jason Jordan?

Pelo que vemos nos shows, a resposta é não. Tal como Jordan, Chad Gable tem uma apetência para ser um mestre no ringue, capaz de fazer sempre grandes combates. Mas, quando se pede algum trabalho no micro, alguma personagem, algum carisma, tal como Jordan, Chad Gable demonstra, também, grandes dificuldades. Volto, então,  à pergunta: será que Chad Gable é pior que Jason Jordan? Será que Gable não mereceria ser também filho de Kurt Angle?

Obviamente, o que vemos nos shows é uma fracção do que os lutadores mostram, do que provam aos "manda chuvas" da WWE e, talvez, tenha sido isso o fator de decisão entre apostar no Jordan em vez do Gable. Contudo, comparando os dois e vendo que ambos são semelhantes, o mesmo já não digo das oportunidades que tiveram e, por isso, sinto que Chad Gable merecia um pouco mais, estando um pouco underrated, atualmente.


*********************

Chegamos ao fim desta sexagésima terceira edição, mas voltaremos como sempre para a semana com mais um lutador a ser analisado. Agora, queremos saber a vossa opinião. Será que o Chad Gable é:


OVERRATED?

Ou

UNDERRATED?

Ou

QUE ESTÁ NO PONTO?

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Pro Wrestling in Pictures (335) Walk with STROWMAN

Bem-vindos a mais um Pro Wrestling in Pictures que tem por objectivo mostrar o melhor e o pior do wrestling basicamente em imagens mas sempre com um toque de humor presente... 

Se quiserem podem enviar as vossas fotos para wrestlingnoticias@gmail.com ou por mensagem para a pagina do WrestlingNoticias no facebook. As melhores serão publicadas!

FYI, image alt text is required

IMPACT Wrestling 15.02.2018 | Vídeos + Resultados


Este episódio do IMPACT Wrestling (transmitido todas as quintas-feiras) tem como destaque a defesa do IMPACT World Championship, no qual o novo campeão Austin Aries defende contra o ex-campeão Eli Drake.

Para além disso, também estão confirmados os seguintes combates/segmentos:
  • Lashley enfrenta um terço dos oVe, Sami Callihan
  • Taiji Ishimori defende o IMPACT X-Division Championship contra El Hijo de Fantasma
  • Brian Cage faz a sua aguardada estreia

Reportagem e Resultados



Vídeos


What an IMPACT! #6 - Road to Redemption

Olá a todos e sejam bem vindos a mais uma edição do 'What an IMPACT!'. Já se passaram duas semanas desde que o Impact Wrestling entrou numa nova Era e com isso já fomos presenteados com algumas novidades.

Vou começar por falar do novo Pay-Per-View que irá estrear em abril, Redemption. É um ponto positivo desde o momento em que a empresa apenas apresenta 2 PPV's por ano, logo assim teremos mais um evento especial ao vivo que dá à equipa criativa um verdadeiro objetivo a cumprir ao desenvolver rivalidades.


O Impact Wrestling ainda aposta no modelo de especiais de TV, como foi o caso do Genesis e antes do PPV iremos ver o Crossroads, o que não é mau porque sempre traz alguma vontade de assistir o programa, resultando normalmente em um maior rating. O facto que haver um evento especial pago ao vivo, leva a que a empresa se aplique mais em captar a atenção dos seus fãs, pois aí as pessoas têm de estar realmente interessadas em descobrir o que irá acontecer nesse show em direto.

Penso que o melhor que fizeram foi mesmo iniciar esta Era com a construção de rivalidades para um novo PPV, deixando os velhos nomes e temas dos anteriores PPV's que no fundo se transformaram em especiais de TV. Há uma nova direção com esta empresa e é bom marcar a diferença deixando o passado ser passado, olhando e apostando nas mudanças para um melhor futuro.

Desta forma, criar novos eventos, com novos temas e novas atmosferas dá a sensação de frescura no produto e vontade de ser o melhor que podem ser. O que o Impact precisa neste momento é de redemption, redenção, remediar os males feitos e reconquistar a confiança dos fãs e é isso mesmo que vai tentar fazer com estes novos eventos que, sinceramente, me deixam empolgado.


Quem constrói o futuro tem de ir largando o passado e com isso trazer novas caras, novas personagens e novas histórias. Vimos o regresso de Austin Aries que apesar de não ter sido da melhor forma, já está a dar frutos com um grande combate contra Eli Drake nesta semana. Brian Cage estreou-se e apesar de eu não estar ciente do seu trabalho antes do Impact, daquilo que eu vi acho que terão uma grande estrela para o futuro.
A juntar a isto temos o regresso de Tyrus que pode finalmente ter o push que sempre mereceu pelo trabalho que fez com EC3. Neste momento existem várias opções no plantel para criar novas estrelas e boas histórias, o que me deixa extremamente contente.

A qualidade da programação está a melhorar a olhos vistos, começando pelas novas adições ao plantel, percorrendo tudo o que envolve o desenvolvimento da história, acabando nos combates. Esta semana, por exemplo, tivemos a oportunidade de ver combates de boa qualidade que não prejudicaram o desenvolvimento das storylines, algo que costuma preocupar, pois o normal é guardar os melhores combates para os eventos especiais. 


Nesta semana ficamos a saber que apresentar uma boa programação todas as semanas não prejudica os eventos especiais, mesmo que todas as semanas sejam consideradas especiais, esses eventos depois serão considerados especialmente especiais, é uma situação em que todos saem a ganhar.

Na anterior edição disse que este ano iria ser importante para a empresa para, no fundo, se reafirmar perante o mundo do wrestling, porém o que não estava à espera era de algo tão instantâneo e se de facto for para continuar neste ritmo até ao Redemption, espero que a partir daí seja sempre a subir a parada.