domingo, 17 de junho de 2018

WWE Money In The Bank 2018 | Preview

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Um dos 5 grandes PPV's anuais apresentados pela WWE irá ocorrer no dia de hoje, onde vários lutadores e lutadoras batalham por uma mala que poderá dar uma futura oportunidade de realizar um sonho. Este é o WWE Money In The Bank e terá como destaque a defesa do WWE Championship, onde num "Last Man Standing Match" teremos mais uma batalha entre o campeão AJ Styles e o pretendente Shinsuke Nakamura.

Para além disso, também teremos mais uma edição do "Money In The Bank Ladder Match" masculino com 4 representantes do Raw e outros 4 do Smackdown e ainda a 2ª edição do "Money In The Bank Ladder Match" feminino com 4 representantes do Raw e outros 4 do Smackdown. Tudo isto e muito mais...

Os combates confirmados para o evento são os seguintes:

CARD

WWE Championship
Last Man Standing Match
AJ Styles © vs. Shinsuke Nakamura

Men's Money In The Bank Ladder Match
Samoa Joe vs. Kevin Owens vs. Bobby Roode vs. Braun Strowman vs. The Miz vs. Rusev vs. Finn Bálor vs. Um Membro dos New Day (Kofi Kingston, Big E. ou Xavier Woods)

Women's Money In The Bank Ladder Match
Lana vs. Natalya vs. Alexa Bliss vs. Charlotte Flair vs. Ember Moon vs. Becky Lynch vs. Naomi vs. Sasha Banks

Singles Match
Roman Reigns vs. Jinder Mahal

Raw Women's Championship Match
Nia Jax © vs. Ronda Rousey

Smackdown Women's Championship Match
Carmella © vs. Asuka

Intercontinental Championship Match
Seth Rollins © vs. Elias

Singles Match
Bobby Lashley vs. Sami Zayn

Singles Match
Daniel Bryan vs. Big Cass

KICKOFF SHOW

Smackdown Tag Team Championship Match
The Bludgeon Brothers (Rowan & Harper) © vs. Luke Gallows & Karl Anderson

PREVIEW

KICKOFF SHOW




Smackdown Tag Team Championship Match
The Bludgeon Brothers (Rowan & Harper) © vs. Luke Gallows & Karl Anderson

Cell – Foi há bastante pouco tempo que descobri que este combate foi despromovido para o Kickoff Show. Na verdade, só descobri quando aceitei fazer esta previsão! Mas, sinceramente, é algo que não me surpreende. Desde que os Bludgeon Brothers "arrumaram" com os Usos, ganhando-lhes os títulos na Wrestlemania e ganhando a desforra, que os campeões de Tag Team da Smackdown não têm contenders credíveis.

Os bons irmãos, Gallows e Anderson ou The Club, como queiram chamar, foram contenders arranjados um pouco à pressa, apresentando um óbvio push momentâneo, tendo as vitórias necessárias para terem esta oportunidade e parecerem credíveis. Mas, sem ser isso, a rivalidade pouco mais apresentou, faltando algumas interações entre campeões e contenders.

A falta de atenção dada a este combate explica a posição do combate no card. Acho que este combate pode ser considerado "filler" e, por isso, os campeões devem de manter, sem surpresa.

Vencedores: The Bludgeon Brothers (Rowan & Harper) (AINDA CAMPEÕES)

Chris JRM – Já podia ver, de longe, que este combate estaria no Kickoff. O único que me tinha em dúvida era se os títulos do Raw estariam em jogo no PPV. Vejo a divisão de equipas como a mais facilmente sacrificada para o Kickoff. O Cruiserweight Championship anda a ser defendido no seu programa, tem que tocar a alguém...

Pena que a divisão não esteja tão quente agora no Smackdown como esteve no ano passado, porque tem uns estupendos Campeões. E, como pretendentes, têm agora uns bons desafiadores. Gallows e Anderson merecem a oportunidade e são os adversários ideais para cortar um pouco o domínio que Harper e Rowan têm tido.

Mas ainda não creio que sejam os tais para lhes retirar os cintos, apenas uns para lhes dar bem mais luta, a variar dos combates rápidos que os Campeões têm tido. Aqueles que os fazem tremer mais. E que os deixa ter um combate bem porreiro. Até há potencial para mais. Mas os cintos ficam onde estão e até antevia um óptimo reinado longo para a dupla.

Vencedores: The Bludgeon Brothers (Rowan & Harper) (AINDA CAMPEÕES)

PAY-PER-VIEW



Singles Match
Daniel Bryan vs. Big Cass

Chris JRM – Rematch enquanto o que a malta mais quer é que Daniel Bryan avance para mais e melhor. Talvez não esteja a correr o melhor para Big Cass, que até vai dominando o microfone mais ou menos, mas tudo o que tem conseguido vender da sua personagem é aquilo que mais redutoramente já o caracterizava antes: é só um gajo muito alto.

E, sem querer que se enterre Cass ou nada disso, ou a tentar procurar alguma supremacia do "Yes! Man", acredito que o resultado se deva repetir. Se calhar não é o que acontece, mas Daniel Bryan devia vencer de novo, nada desses bookings 50/50 para não deixar ninguém por baixo mas que também não deixa ninguém propriamente por cima.

Esta história devia ser que Big Cass é um indivíduo grande e realmente esses são difíceis de parar. Mas calha ter uma boca ainda maior e tamanho não é o suficiente para deter alguém como Daniel Bryan que, em breve, deverá ter o WWE Championship em vista. Big Cass pode muito bem levar o seu domínio físico a outro porto, que pode muito bem começar de novo sem problemas.

Já quanto ao combate em si, há estilos muito diferentes a colidir e evidentes limitações. O combate anterior podia ter acontecido em TV, talvez até pudessem estar a guardar qualquer coisinha para este. Esperemos que sim. Mas não rouba o show.

Vencedor: Daniel Bryan

Cláudio Rocha – Outros dos combates para este PPV envolve a participação de Big Cass e Daniel Bryan. Na minha opinião este combate serve exclusivamente para incluir o último lutador no PPV, não acrescentado muito interesse em termos de rivalidade entre os dois.

Big Cass tem vindo a sofrer um push por parte da companhia, ficando algumas vezes por cima do pequeno Bryan. No entanto, não consigo ver o Cass a ter um push ainda mais sério que o leve a patamares do ME...

Além disso, aposto numa vitória sofrida do Bryan neste combate, de forma a colocar o Bryan por cima de toda esta história. Sinceramente acho esta rivalidade um bocado secante e sem muito a dar, sendo o típico grande vs. pequeno que já muitas vezes já foi visto. Vitória do Bryan e colocá-lo novamente numa posição para luta pelo título.

Vencedor: Daniel Bryan



Singles Match
Bobby Lashley vs. Sami Zayn

Cell – O que dizer de um combate, cuja história se baseia na entrevista mais embaraçosa de se ver de 2018? Por vezes parece que a WWE não aprende que segmentos em que se tenta trazer a vida privada de um lutador não são interessantes, a não ser que a rivalidade esteja extremamente pessoal. O que não é este caso!

É mais que óbvio que Bobby Lashley não é grande coisa no micro, nem tem de ser. A personagem dele devia de ser de monstro dominante, algo parecido ao Braun ou ao Lesnar. Ninguém quer ouvir Lashley falar da sua vida ou tentar identificar-se com ele. Os fãs querem é ver Lashley a fazer demonstrações de força, a destruir pessoas... basicamente, a impor o seu físico.

Esta rivalidade não é uma desgraça autêntica graças a Sami Zayn, que cada vez mais prova o excelente "heel" que pode ser, dando carisma a coisas que, à partida, seriam aborrecidas.

E é, usando este argumento, que eu gostaria que Sami Zayn vencesse, para o recompensar de ter tentado dar mais carisma a uma rivalidade secante e aborrecida. Mas, infelizmente, Sami Zayn não deve passar de um obstáculo que Lashley vai ultrapassar para atingir voos maiores.

Vencedor: Bobby Lashley

Chris JRM – Pronto, eu podia dar-me por contente por ver Sami Zayn numa feud de relevo. Tudo bem, até aí estou. Também me posso dar por contente por ser uma feud sequer, visto que o Raw, na altura deste Money in the Bank, encontra-se numa estado de desarrumação no qual uma mão chega e sobra para contar a quantidade de rivalidades propriamente ditas que lá existem. Pronto, tudo bem. Os segmentos é que não precisavam de ser tão maus.

Tudo bem que Sami Zayn só demonstra o total domínio e masterização daquele microfone e é capaz de vender qualquer coisa que lhe dão. Mas se lhe dão porcaria, é porcaria que ele vai vender com alma. E depois temos Lashley, o retornado.

Volta depois de uma imensa melhoria desde a sua primeira passagem na WWE e, quem o acampanhou no seu percurso intermediário e o viu antes de transitar de volta para a WWE, viu-o a passar de um autêntico badass... Para um gajo que sorri muito. O que mostra a fragilidade actual da WWE em manter babyfaces que não sejam underdogs ou o Braun Strowman.

Mas não é aos dois Superstars que lhes vou retirar alguma coisa, eles até têm feito o melhor com o que podem e não lhes tiro qualquer mérito. Até será agora que eles estarão mais à vontade, porque acredito que eles e o bom povo mereça um bom combate depois do segmento das irmãs. Espero por isso.

Prevejo domínio e vitória de Lashley. Sim, Sami Zayn já elevou o seu estatuto e dou-me por felicíssimo com isso, mas está actualmente na posição do vilão barulhento e irritante que anda a precisar de ser calado, e é esse o desfecho que antevejo para a história. Com um bom combate, ninguém sai mal daqui.

Vencedor: Bobby Lashley



Intercontinental Championship Match
Seth Rollins © vs. Elias

Derik Costa – Confesso que, para mim está bem divido... uma rivalidade criada à pressa com dois grandes nomes de destaque no Raw, e não possuo favoritos para isso, pois admiro muito Seth Rollins, mas tenho gostado muito do destaque que Elias tem recebido.

Mas neste momento acho que está na hora de Elias ganhar um titulo, talvez com uma vitória suja, com algum golpe sujo ou com o auxilio das cordas. Acho que, com um titulo Elias poderá fazer segmentos um pouco diferentes e com isso Rollins possa ir atrás do titulo Universal.

Vencedor: Elias (NOVO CAMPEÃO)

PyroMANiac – Elias é, neste momento, um dos lutadores mais over da roster da WWE e está aqui a ter a sua primeira oportunidade por um título. Como tal, é mais do que natural que esta oportunidade surja agora que começa a ter uma história interessante com o actual Intercontinental Champion, Seth “Freaking” Rollins.

Gostaria de dizer que este combate iria ser bom, mas infelizmente não consigo esperar algo de bom deste combate. Não devido à qualidade dos envolvidos neste combate, porque são ambos bons wrestlers, cada um no seu estilo, mas porque sendo este PPV mais focado na questão dos combates do MITB, não irão focar muito esta história. Espero, no entanto, estar enganado.

Penso que Rollins retém, possivelmente por desqualificação, como forma de manter a rivalidade até ao próximo PPV.

Vencedor: Elias via DQ, Seth Rollins (AINDA CAMPEÃO)

Rodolfo Durão – Elias já merecia uma oportunidade com título em jogo num Pay-Per-View. O desempenho desde atleta tem sido impecável, tem o publico nas mãos e seja ele bom ou vilão (na prática é algo ali no meio) conquistou-nos a todos.

Há vários talentos do NXT que sobem ao roster principal e perdem a força que tinham no programa de desenvolvimento de talento, mas Elias fez o oposto, de estrela pouco cativante e bastante à deriva, passou a ser uma estrela cintilante no RAW.

Elias merece ganhar o título, contudo o reinado de Seth Rollins está a ser demasiado bom para terminar tão cedo. Espero que conquiste este título num futuro próximo, só não será este Domingo.

Vencedor: Seth Rollins (AINDA CAMPEÃO)



Smackdown Women's Championship Match
Carmella © vs. Asuka

Derik Costa – Uma luta que se fossemos comparar um tempo atrás o resultado seria lógico, mas recentemente as coisas mudaram, mesmo Asuka ainda tendo uma melhor performance de combate, Carmella ainda pode ganhar recebendo ajuda das IIconics ou de forma suja.

Se Asuka vencer não será uma surpresa, e se Carmella vencer não será também, porque afinal Carmella demonstrou muita coragem durante a rivalidade para enfrentar Asuka.

Vencedora: Carmella (AINDA CAMPEÃ)

Fábio Santos – O "booking" de Carmella tem sido muito interessante tanto na última fase com a mala do MITB como agora está atualmente como Smackdown Women's Champion e por muito que a achem "má" no ringue, os fãs não se podem esquecer que em 2009/10/11 haviam piores lutadoras que foram campeãs.

Mas aqui vendo a lógica do que tem acontecido, parece que a WWE tem-se esquecido um pouco da invencibilidade de Asuka desde que ela chegou ao Smackdown, perdendo num combate de equipas na sua estreia (culpa da Becky), mas também não tendo o destaque que ela tem tido no Raw...

A óbvia aposta seria dar o título a Asuka de imediato, mas a WWE tem apostado na Carmella demasiado chegando ao ponto de dar uma vitória limpa sobre a mulher que deu a primeira derrota a Asuka na WWE (Charlotte Flair) e portanto não me admirava que dessem a vitória a Carmella hoje!

Eu sinto que a qualquer momento a WWE possa estar a construir uma Asuka vs. Charlotte Flair parte II para o SummerSlam e portanto brevemente a Carmella irá ficar sem o título na minha opinião e esta noite poderá ser aquela em que Asuka se torna na nova campeã.

Vencedora: Asuka (NOVA CAMPEÃ)



Raw Women's Championship Match
Nia Jax © vs. Ronda Rousey

Rodolfo Durão – Nia Jax conseguiu coroar o seu trajecto como lutadora da WWE no maior palco de todos, Wrestlemania, frente a Alexa Bliss. No Backlash conseguiu voltar a vencer Bliss, numa bela desforra. Agora decidiu marcar uma forte posição, surpreender tudo e todos e desafiar Ronda Rousey para quele que será o seu primeiro combate individual na WWE, e logo com título em jogo.

Ronda tem afirmado que ninguem acreditava que esta seria a primeira lutadora de Judo Americana a vencer uma medalha Olimpica e assim foi nos Jogos Olimpicos de 2008 em Pequim (medalha de bronze), que ninguém acreditava que poderia ser a ultima campeã feminina de peso galo da Strikeforce e a primeira campeã feminina no mesmo peso da UFC, a verdade é que conseguiu todos estes feitos.

Na WWE, o talento e a sorte não são os unicos factores a ter em conta para poder levar a melhor a actual campeã feminina do RAW mas de forma a continuar este belo trajecto profissional e a impulsionar a carreira daquela que é uma das contratações mais sonantes de semprepor parte da WWE, acredito que Rousey irá capturar de imediato este título. Pode parecer prematuro, é um facto, mas após estreia positiva na Wrestlemania e mais dois meses de treino penso que esteja pronta.

Vencedora: Ronda Rousey (NOVA CAMPEÃ)

Tiago Esperança – Este combate faz-me puxar pela cabeça, por um lado porque não acho que seja bom acabar já com a run da Nia, nem seja o momento ideal para a Ronda ganhar o título. Por outro a Ronda é aquilo que podemos chamar do Brock da Divisão Feminina, e é possível que a ponham a vencer.

No entanto creio que a Nia vai vencer com possíveis interferências da Natalya a trair a Ronda ou da Stephanie McMahon depois de a Ronda lhe ter "partido o braço" na RAW depois da Wrestlemania.

Vencedora: Nia Jax (AINDA CAMPEÃ)



Singles Match
Roman Reigns vs. Jinder Mahal

Carlos Reis – Ora bem, este combate é o chamado combate para encher alheiras. Isto porque, não temos títulos em jogo, não temos oportunidades para nada e é claramente a única forma que a WWE encontrou de colocar o público do lado do Roman.

A questão é que este PPV da WWE será realizado em Chicago e se em New Jersey já foi o que foi com o combate entre o Roman e o Joe, fará neste. Mas ok, se tem de ser tem de ser, que ganhe o Roman e que ganhe algum ímpeto para o que virá para o seu Futuro recente.

Vencedor: Roman Reigns

Cláudio Rocha – O combate que sinceramente nem vou ter curiosidade de assistir. Depois de termos um começo de rivalidade um pouco estranho (e para encher chouriços com os dois), espero que a rivalidade fique por aqui…

Tenho quase a certeza que Reigns ganha para não ferir a sua imagem de quase “super-homem”, mas em termos pessoais gostaria de ver o Jinder a ganhar (só porque acho que tem piada como ele tem evoluído nos últimos tempos). Mas acabará por ser, provavelmente, mais 1 combate de preparação para o Reigns voltar a ser campeão.

Vencedor: Roman Reigns



Women's Money In The Bank Ladder Match
Lana vs. Natalya vs. Alexa Bliss vs. Charlotte Flair vs. Ember Moon vs. Becky Lynch vs. Naomi vs. Sasha Banks

Btaker22 – E pela terceira vez as mulheres vão estar envolvidas num combate de escadotes para decidir a Miss Money In The Bank, sendo que este ano surgem vários cenários interessantes tanto de uma brand como de outra. Sou da opinião que cada brand vai ficar com uma mala, e esta é a mala para a RAW vencer, mas não quero deixar de falar das possibilidades das atletas da Smackdown Live.

Acho que não tinha piada nenhuma ver a Charlotte Flair a vencer isto. Apesar de ela ter estado a ser mal utilizada após a Wrestlemania, o período onde ela devia estar melhor, visto que fez história ao ter acabado com a streak da Asuka, tenho a certeza que facilmente voltará a ser uma top contender e não precisa da mala para isso.

Não me parece ser a altura da Naomi, e certamente não é a da Lana, mas podia ser a da Becky Lynch. Esta superstar anda há seculos perdida na Smackdown sem nenhuma storyline a sério, apesar de ser uma das babyfaces mais apoiadas pelo público e esta sim, merecia ganhar a mala, mas sabemos que isso provavelmente não irá acontecer.

Na RAW temos várias opções. A Ember Moon poderá ser muito grande na divisão feminina no futuro, mas não acredito que lhe confiem já um Money In The Bank, antes de perceberem exatamente se ela tem uma conexão com o público.

Não me parece que seja a altura para a Alexa Bliss vencer após ter sido campeã recentemente, e todos os rumores apontam para a vitória da Natalya, de forma a fazer cash in na Ronda Rousey na mesma noite e começar uma storyline.

É muito óbvio, e se calhar é mesmo isso que vai acontecer, mas a minha aposta final vai para Sasha Banks, porque já estou a imaginar os possíveis segmentos backstage entre a Bayley e a Sasha onde a Bayley tem inveja por não ter a mala da Sasha, e a lixar variadas tentativas de cash in da amiga, sem querer.

Na verdade, penso que depois de participar em tantos combates históricos, está na altura de ela vencer um, ainda por cima depois de ter renovado contrato com a WWE. Para além do mais, a mala já tem literalmente o nome dele.

Vencedora: Sasha Banks

Fábio Santos – Finalmente temos o "Money In The Bank Ladder Match" feminino que deveria ter sido construído o ano passado desta forma... 4 estrelas do Raw e outras 4 do Smackdown, todas elas a batalhar pela mala cobiçada na WWE, em que a qualquer momento podem aparecer no Smackdown ou no Raw e fazer o "cash-in" da mala.

Para ser honesto, há aqui escolhas que parecem ser óbvias à primeira vista e por estarem numa fase de irrelevância que justifica-se a vitória neste combate. Para mim há 2 que são aquelas que devem vencer o combate... Ember Moon ou Becky Lynch.

Como muitas pessoas acreditam na vitória de Becky Lynch, eu vou virar-me para a Ember Moon por uma simples razão... Asuka! Seguindo a minha lógica na previsão de Carmella vs. Asuka em que esta última torna-se campeã hoje para haver Charlotte Flair vs. Asuka no SummerSlam, não me admirava que já tivessem a transitar a rivalidade da Ember vs. Asuka para a WWE.

Vamos ser honestos, a estreia de Ember no Raw foi boa, mas não se sente que ela esteja no programa certo e visto que tem aqui uma oportunidade para brilhar (que acredito que esta seja a sua casa), para mim poderá ser a vencedora desta "2ª edição" deste combate em PPV.

Vencedora: Ember Moon

José Pedro Barbosa – Um combate que tem alguns possíveis desfechos. Se quiserem utilizar a Natalya para uma Storyline com a Ronda Rousey pelo título, esta mala pode trazer o ingrediente necessário para um Heel Turn que todos esperamos a qualquer momento.

Por outro lado, e é por aqui que eu gostaria que a WWE fosse, a mala deve ser usada para elevar alguém ou repor alguém no main-event da sua divisão que não faz nada há imenso tempo. Aqui surgem dois nomes que me saltam à vista: Ember Moon e Becky Lynch. Penso que as outras participantes no combate não precisam da mala para subir o seu estatuto, exceto talvez a Lana, que simplesmente não está preparada para este spot...

Vencedora: Becky Lynch

PyroMANiac – Um combate com várias possibilidades e sem uma história bem definida até lá chegar, ao contrário, por exemplo do MITB dos homens, onde vários elementos do combate envolveram-se em combates e histórias em vésperas de chegar ao PPV.

Das várias lutadoras que estão neste combate, há que retirar Lana e Naomi da possibilidade de ganhar a mala. Sejamos realistas, nenhuma das duas lutadoras que referi merece, nem faria muito sentido dar-lhes a oportunidade de lutar pelo título feminino de uma das brands.

Honestamente, gostava que fosse Becky Lynch a ganhar a mala do MITB, até por ter sido quem ficou mais perto o ano passado, mas também por ser quem mais necessita neste momento. Becky não tem uma storyline definida na SD desde que Alexa era a campeã. Por isso seria bom que a irlandesa ganhasse.

Porém, a maioria dos rumores tem dado Natalya como vencedora do MITB feminino e a fazer o cash-in no próprio evento, tornando o combate de Nia Jax vs Ronda Rousey num 3-Way, aproveitando para fazer o pin na campeã, não prejudicando assim Rousey. E de facto, se pensarmos bem, é o que faz mais sentido e que daria uma boa storyline para o futuro.

Vencedora: Natalya

Rodolfo Durão – Este será o terceiro combate Money in The Bank feminino após estreia no PPV do ano passado e desforra no Smackdown, ambos ganhos por Carmella (o primeiro com final bastante controverso).

As boas previsões aumentam bastante este ano, pois se no ano passado todos estávamos na espectativa em relação ao que estas meninas podiam fazer este ano já sabemos que sabem dar conta do recado.

Ember Moon ainda agora chegou e já é forte canditata, tem estado fantástiva, é um talento irrepreensivel dentro do ringue, Charlotte tem um estatuto intocável e poderia ganhar este combate todos os ano que eu não me admiraria, Alexa Bliss tem sido de longe a melhor campeã feminina dos últimos anos seja no Raw seja no Smackdown, a Natalya era cativante como vilã e continua a ser cativante como melhor amiga de Rousey, a Naomi continua a provar que merece estar presente no que toca ao título feminino e a Sasha Banks é definitivamente a lutadora numero 1 do Universo WWE.

Resta-me referir Lana, a maior surpresa deste combate, e a verdade é que tem estado a surpreender todos pela positiva. Se Rusev Day tem sido um sucesso porque motivo não iria Lana Day ser também? Lana conquistou-nos a todos bem primeiro que Rusev, se bem que não foi pela sua capacidade dentro dos ringues mas sim pela sua beleza e carisma.

Deixou para o fim a minha aposta pessoal, Becky Lynch, a Irlandesa Ruiva, primeira campeã Feminina do Smackdown que pouco tem feito desde então, ou melhor dito, poucas oportunidades lhe têm dado.

Becky é carismática e muito boa performer, venceu de forma sólida Charlotte a semana passada e pode acumular vitórias semana após semana, algo que nem eu nem qualquer fã se importaria de ver. Está na altura de recuperar este grande talento e não há oportunidade melhor que aqui.

Vencedora: Becky Lynch



Men's Money In The Bank Ladder Match
Samoa Joe vs. Kevin Owens vs. Bobby Roode vs. Braun Strowman vs. The Miz vs. Rusev vs. Finn Bálor vs. Um Membro dos New Day (Kofi Kingston, Big E. ou Xavier Woods)

Btaker22 – Depois da minha antevisão do combate feminino de Money In The Bank, sabemos então que este seria o Money In The Bank da Smackdown Live. Claro que o Braun Strowman pode ser vencer isto, e nem ficaria chateado, mas será mesmo essa a única forma que encontram de dar o Universal Title ao Braun?

O homem que atualmente é bookado da forma mais forte, e que literalmente domina na semana anterior todos os seus adversários do lado da RAW precisa mesmo de uma mala para vencer? Duvido... O Bobby Roode e o Kevin Owens podem ser ser uma surpresa mas tendo em conta aquilo que têm estado a fazer, não vejo neles as maiores hipóteses. Claro que o Finn Bálor devia vencer isto e depois destronar o Brock Lesnar como Demon, utilizando a mala, mas tal como a Becky Lynch, também sabemos que isto não vai acontecer.

Fora o Rusev, onde vejo poucas hipóteses de vencer, todos as outras superstars da Smackdown podem ter uma enorme chance. Samoa Joe estará na rota de colisão com o título em breve, não tenho dúvidas disso, portanto para quê dar-lhe a mala se podem facilmente torná-lo campeão pela via normal?

Nem sei qual das membro dos New Day irá entrar, provavelmente o Big E, mas seria uma grande surpresa e algo refrescante se esse dito cujo vencesse, e parece-me ser um cenário bem possível. Apesar disso, tenho de dizer que o The Miz se apresenta como a melhor opção aqui.

Não há ninguém mais merecedor de voltar à luta pelo WWE Championship do que o The Miz, e ao contrário do Samoa Joe, este sim, faria magia com a mala tendo em conta a sua personagem de cobarde, e abriria portas para os melhores cenários...nomeadamente cenários em que uma rivalidade entre ele e o Daniel Bryan pelo título da WWE fosse possível, portanto a minha aposta tem de ir para o A-Lister.

Vencedor: The Miz

Cláudio Rocha – Este PPV (Money in the Bank), baseia-se, como já referido, em 2 combates (femininos e masculinos) em que o vencedor ganha o oportunidade / contrato de desafiar o campeão em título, da sua brand, para um combate. Com o contrato numa mala, um Ladder Match permite que algum lutador o obtenha e o use durante o ano seguinte.

O combate masculino conta com vários nomes em ter em conta: Braun Strowman, Finn Bálor, The Miz, Rusev, Bobby Roode, Kevin Owen, Samoa Joe e um dos elementos dos New Day (ainda não definido pela equipa). O lutador de momento que tem apresentado melhores performances para obter uma chance contra o campeão é, na minha opinião, o Strowman.

No entanto, o contrato pelo combate pelo título acaba por funcionar como um mega-push para o lutador, não sendo o vencedor bastante evidente nestes combates. Penso que Rusev, Owens, Strowman (por ser demasiado evidente) e 1 dos elementos dos New Day são nomes que saltam das hipóteses mais credíveis.

Desta forma, a minha aposta vai para o Bálor que merece voltar a lutar por um dos grandes títulos e a WWE pode preparar a sua credibilização com calma durante este ano. Além disso ele nunca perdeu o título num combate, o que torna mais merecida está oportunidade.

Vencedor: Finn Bálor

José Pedro Barbosa – Este é o combate mais complicado de prever. Qualquer um dos oito homens que participarão nesta procura incessante por uma mala podem vencer e tirar proveito para a sua personagem.´

Braun Strowman ganhando continua no seu caminho de destruição até ao título. Bobby Roode vencendo pode finalmente usar a mala com veículo para o heel turn que tanto precisa. The Miz, o favorito à vitória, trazia um elemento diferente para a feud com o Daniel Bryan que se augura para o futuro.

Algum dos três membros dos New Day vencendo teriam um alto push como singles stars, sendo o Big E o preferido da WWE. Kevin Owens, um heel desta magnitude vencendo este combate, tendo Sami Zayn e Baron Corbin atualmente no Raw para o ajudar, seria uma dinâmica interessante para trazer ao Raw.

Finn Balor poderia finalmente voltar a lutar pelo título que ele nunca perdeu e sair do limbo que tem andado ultimamente. Samoa Joe tornar-se-ia o monstro do SmackDown e uma ameaça constante ao campeão. E, por fim, Rusev finalmente saía do seu “castigo” e se colocava numa posição que já merece há imenso tempo. Todos merecem, mas só um poderá vencer...

Vencedor: Finn Bálor

PyroMANiac – Vários membros deste combate têm grandes hipóteses de ganhar um dos combates mais importantes da WWE, no entanto, não estamos a falar de Roode, nem do membro dos New Day ainda a ser anunciado. E mesmo Rusev é pouco provável que ganhe.

No entanto, o meu favorito à vitória é Samoa Joe ou Miz, honestamente, acho que são os mais bem colocados à vitória, num combate que deve iniciar com todos os lutadores a atirarem-se a Strowman para o deixar de fora da corrida durante grande parte da duração do mesmo.

Penso que Miz poderá vir a ganhar a mala, aproveitando-se de alguma situação entre Bálor e Strowman que têm andado às turras. Com esta vitória pode estar lançado o Main Event da próxima WrestleMania entre Bryan e Miz, isto se Bryan renovar com a WWE. E este é o grande dilema, que poderá fazer com que Miz não ganhe e seja Joe o escolhido. Veremos… Mantenho, no entanto, a minha aposta em Miz.

Vencedor: The Miz

Rodolfo Durão – Não restam duvidas que combates de escadote são sempre interessantes. Misturam entusiasmo, com acrobacismo, alta tensão, movimentos de alto risco e com factores surpresa.

Entrando para este combate temos a questão dos New Day, ainda uma incognita, há quem diga que há ultima da hora entrarão os três lutadores, eu cá penso que será apenas Big E, com os restantes membros por perto a fazer estrago se for preciso!

Se por um lado, alguns dos favoritos dos fãs como Finn Balor ou Rusev têm fortes possibilidades de ganhar, e até mesmo os poderosos Braun Strowman e Samoa Joe eu acredito que pela primeira vez na história teremos um vencedor do Money in the Bank pela segunda vez, ou seja, The Miz.

Apenas um lutador fez o "cash in" por duas vezes, Edge, apesar de ter ganho a competição apenas uma vez (na altura Mr. Kennedy apostou a mala contra Edge num combate individual e deu-se mal).

Miz já provou que é aposta segura após longos reinados como campeão intercontinental deixando tanto o RAW como o Smackdown em boas mãos, desta forma acredito que possa garantir a mala e mais tarde derrotar o campeão da WWE (AJ Styles ou Nakamura) colocando-se no ponto de maior foco no programa de terças à noite.

Vencedor: The Miz



WWE Championship
Last Man Standing Match
AJ Styles © vs. Shinsuke Nakamura

Cláudio Rocha – Um dos grandes combates deste evento será, o muito aguardado, AJ Styles vs. Nakamura pelo título da WWE. De forma a determinar, finalmente, um claro vencedor, o combate será um Last Man Standing Match.

Este combate vem no seguimento de uma grande rivalidade que já teve vários combates, desde a Wrestlemania até ao Backlash, passando pelo combate no Greatest Royal Rumble. Este combate deverá finalizar esta rivalidade que está associada a muitos golpes baixos e muitas interferências (desde o heel turn do Nakamura), que deverá ter fim neste combate. No entanto, a WWE poderá decidir prolongar mais esta rivalidade e colocar os dois lutadores a permanecerem no chão os 10 segundos.

Aposto numa vitória do Nakamura, acabando de vez com esta rivalidade e dando um ar fresco ao título. Mas será um combate interessante de ser visto, pois tratam-se de dois dos melhores lutadores da modalidade.

Vencedor: Shinsuke Nakamura (NOVO CAMPEÃO)

Fábio Santos – Se for um combate para terminar este PPV, então tem de ser aquele que resolverá esta rivalidade de uma vez por todas, mas vendo que vão haver dois "Money In The Bank Ladder Matches" com quase o mesmo destaque que este combate, não tenho bem a certeza se este irá fechar o PPV.

A WWE tinha uma rivalidade de ouro em mãos e conseguiu transformá-la numa autêntica treta nestes últimos meses, sendo que o único choque e surpresa foi o "heel turn" de Nakamura pois os combates têm sido muito mal posicionados nos últimos PPV's e é o que acontece quando se tem altas expetativas de algo.

A qualidade de wrestling entre os dois nos combates tem sido bom, apenas a rivalidade e história por trás é que não tem funcionado em nada e se a WWE estiver realmente a planear estender esta rivalidade até ao SummerSlam, por favor que façam algo diferente do que golpes baixos e segmentos de "I don't speak english"!

Para mim, se for para continuar, que dêem o título ao Nakamura e invertam os papéis, pois se esta rivalidade era para ser para só um lado (neste caso do AJ Styles), então mais valia nem terem começado...

Depois disto, espero que a WWE os coloque finalmente no "main-event" e que nem pensem em fazer o que fizeram no Backlash, pois isso então vai ser a "cereja no topo do bolo" pelo lado negativo... vou apostar num ponto final na rivalidade e que o título continue nas mãos do "Phenomenal One", apenas porque o AJ tem outras rivalidades interessantes nos próximos tempos!

Vencedor: AJ Styles (AINDA CAMPEÃO)





PS: Não esquecer que, daqui por umas horas começará a transmissão ao vivo do WWE Money In The Bank, que contará com o habitual "chat" para podermos conversar e as "streams". Bom PPV para todos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):