quarta-feira, 13 de junho de 2018

A Alternativa Fenomenal #45: Lucha Underground Season 4 - Refrescando a memória

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!







Saudações a todos, e bem-vindos a mais uma Alternativa Fenomenal. Nem parece que fazem mais de 6 meses desde que a terceira temporada da Lucha Underground encerrou-se, com mais uma edição magnífica do Última Lucha. Foi um tempo de espera complicado, que deixou muitos ansiosos por ver uma continuação da série/show que conseguiu cativar o público com seu estilo único de transmitir estórias e com seus combates de alta qualidade.

Porém, essa espera está finalmente terminando, com a quarta temporada da LU chegando no dia 13 deste mês, onde poderemos voltar a acompanhar Pentagón Dark, Johnny Mundo, Drago, Mil Muertes, Matanza e todos os demais integrantes do Templo em uma trama que está ascendendo a níveis "divinos" (peço perdão pela piada medíocre). E como sabemos que a temporada passada já ocorreu há um tempo razoavelmente longo, venho nesta edição para relembrar a todos os principais fatos da terceira temporada, para nos prepararmos para o que virá nesta semana. Sendo assim, vamos ao texto;




A morte de Dario Cueto


O começo da temporada mostrou Dario Cueto saindo da prisão para retornar ao Templo, depois que a equipe da capitã Marie Vazquez o prendeu no final do Última Lucha Dos. Seu retorno veio junto com a ameaça de seu "superior" de que ele seria morto caso fizesse alguma besteira novamente. Enquanto mantinha seus negócios costumeiros como GM do Templo e tentava manter a soberania de seu irmão Matanza como campeão da LU, Dario também seguia com planos que envolviam poderes antigos e a busca por um recipiente que pudesse os manter sob controle.

Este recipiente foi definido após o torneio Battle of the Bulls, que terminou com Brian Cage como vencedor. O que ele não contava, é que o "Machine" se tornaria completamente dependente da "Gauntlet of the Gods" e até mesmo mataria o conselheiro Delgado, seu supervisor na organização. Tal fato fez com que o agente Winter, do FBI, se tornasse seu novo supervisor, e este não parecia muito feliz com os acontecimentos em torno d Gauntlet. Cueto então fez o possível para que um novo portador fosse definido, mas as coisas acabaram não saindo totalmente da forma como ele planejou, o que fez a paciência de seu líder se esgotar.




Assim, na última parte do UL3 vimos Winter atirar com uma pistola no GM, sem nenhum remorso, e dizer que alguém iria substituí-lo no Templo. Dario, agonizando, ainda faz uma ligação telefônica, que descobriu-se depois ter sido feita para seu pai, mas acaba desmaiando e (no que deixou-se entendido) morrendo.

Com a saída de uma figura como Dario Cueto do panorama da LU, uma lacuna bastante grande acaba se abrindo, pois ele era a representação perfeita da autoridade heel, tendo até mesmo ganhado um dos WON Awards de Dave Meltzer devido a seu excelente trabalho. Resta saber se o novo "jefe" vai ser tão competente quanto Dario foi.



A derrocada de Drago


Drago começou a temporada da LU como Trios Champion, junto a seus amigos Aerostar e Fénix, no que parecia ser a equipe perfeita. Entretanto, o seu destino acabaria sofrendo um bruta alteração ao longo da temporada.

Passados alguns meses bastante calmos para o "Homem do Inframundo", o passado dele bateu à porta do Templo com a chegada de Kobra Moon e da Reptile Tribe, tribo a qual Drago pertencia. Após a vinda de Moon, o luchador começou a ser assediado pela mesma e seus comparsas, Pindar e Víbora, para retornar à tribo e cumprir seu destino como general. Ele veementemente se negava, até que a mesma enfim conseguiu influenciá-lo e fazê-lo voltar a seu lugar de origem.




Assim, Drago acaba traindo seus colegas Fénix e Aerostar, e se junta aos répteis, tornando-se Trios Champions junto com eles e assumindo uma postura mais submissa a Moon e letárgica para com os demais lutadores. Porém, sua situação ainda iria piorar, devidos aos vários fracassos que a Tribe acumulou ao longo dos meses, culminando com a perda dos cinturões de Trios para a equipe nada funcional de The Mack, Dante Fox e Killshot no Última Lucha Trés.

Tal revés fez com que Pindar fosse assassinado pelo novo membro da Tribo, Daga (que se tornou um interesse amoroso para Kobra), e Drago passou a ser mantido preso junto à líder da facção. O futuro parece ser bastante negro para o mascarado, mas quem sabe nesta quarta temporada ele não consegue sua liberdade e poderá voltar a voar pelos céus como um autêntico dragão.



A guerra pela manopla dos deuses


Como citado anteriormente, Dario Cueto seguia um plano de sua organização, que consistia em trazer de volta à vida uma entidade de poderes monumentais, com a capacidade de destruir o mundo como conhecemos. Para tal, era necessário encontrar um hospedeiro que se mostrasse forte o suficiente para aguentar o poder deste deus, e a forma de achá-lo foi uma Best of 5 Series entre os dois melhores espécimes disponíveis no Templo.

Assim, vimos Texano Jr e Brian Cage se enfrentarem em cinco combates, com o "Machine" vencendo a série e recebendo o artefato. Cage então se torna completamente dependente da manopla, usando-a sempre que podia e enfurecendo-se ao menor sinal de que alguém estava se aproximando desta. Embriagado pelo poder, ele começa a se tornar o recipiente perfeito para a entidade, mas nem mesmo ele contava com o interesse de outras partes no objeto.




Catrina também começou a se interessar pelo poder fornecido pela manopla, e incitava Mil Muertes a tomá-la para si. A capitã Vazquez, que descobriu-se ser uma imortal e parente da guardiã de Muertes, também mostrava preocupação para com estes acontecimentos, receosa de algo acontecesse, e usava Cortez Castro (ou agente Reyes) para averiguar o andamento dos fatos. Jeremiah Crane, antigo conhecido de Catrina entrou na briga não só para manter a Gauntlet para si, mas também para arruinar os planos de seu antigo interesse amoroso, se envolvendo em brigas constantes com Muertes.

Os três luchadores começaram a se engalfinhar em combates quase que o tempo inteiro, disputando o controle da Gauntlet, cuja posse definitiva iria ser dada ao vencedor de um 3-Way match entre eles no UL3. Porém, para a surpresa de todos, King Cuerno, que estava sumido desde a temporada anterior, volta ao final do combate, acaba com Muertes e Crane, e rouba a manopla para si, adicionando-a a sua coleção de troféus.

King Cuerno provocando Catrina após roubar a manopla


Para esta nova temporada fica a dúvida sobre quais serão os planos de Cuerno com o artefato, e que ações os demais envolvidos tomarão, especialmente a organização de Cueto.



O Mundo pertence a Johnny


Johnny Mundo prometia desde o primeiro episódio da LU que seria o grande rosto da companhia, e conquistaria o LU Championship. Tal fato veio a ser realizado apenas na terceira temporada do programa, e o caminho para isto não foi menos tortuoso do que ele esperava.

Após um heel turn e a criação de sua própria stable, a World Wide Underground, Johnny conseguiu se tornar Trios Champion junto a PJ Black e Jack Evans  na segunda temporada, mas isso não satisfez seu desejo de grandeza. Ele então passou a perseguir o Gift of the Gods Championship, na terceira temporada, pois isso lhe daria uma chance direta pelo cinturão (visto que Dario Cueto não estava disposto a deixá-lo tentar destronar Matanza).




Johnny obtém o cinturão após vencer Sexy Star, a então campeã, com a ajuda de sua futura esposa Taya Valkyrie, que passou a ser uma pedra no caminho de Star em quase tudo que a mascarada fazia. Com seu prêmio em mãos, Mundo esperou o melhor momento para fazer seu "cash-in", e este veio quando Star havia acabado de conquistar o LU Title ao vencer o Aztec Warfare III. Novamente com a ajuda da WWU, o "(insira um dia da semana aqui) Night Delight" afinal subiu ao ponto mais alto do Templo e se tornou sua face.

Entretanto, sua vida de campeão não foi nada fácil. Com desafios de peso vindo na forma de The Mack, Dragón Azteca Jr e Matanza, o grande rival de Mundo foi Rey Mysterio, com quem travou uma rivalidade extremamente pessoal, e que envolveu até mesmo a família de Rey em suas lutas. O combate entre eles ganhou um status de "luta do século", tendo a vitória sorrido a Johnny graças a ajuda de seus asseclas da WWU.





Seu reinado acabou chegando ao fim no Última Lucha Trés, quando Prince Puma enfim reconquistou o título da LU, mandando Mundo de volta ao fim da fila por uma oportunidade ao cinturão. Para esta quarta temporada, Johnny promete que irá a todo custo reaver o que é seu de direito, mas se ele vai ou não voltar a ser campeão, dependerá de como ele fará frente a um certo "Homem sem Medo".



A ascensão e queda de Prince Puma


Prince Puma sempre conviveu com reveses marcantes em sua carreira, desde perder seu título para Mil Muertes no Última Lucha, até falhar em reavê-lo contra Matanza, tempos depois, ou sua derrota para Rey Mysterio no UL2. Ao mundo, o luchador evitava demonstrar qualquer frustração, mas chegou um momento onde este sentimento começou a falar mais alto e a lhe tirar o foco. E uma certa pessoa estava esperando por este momento.

Após ter fracassado com seu pupilo anterior, Vampiro aproximou-se de Puma, aconselhando-o a deixar que suas emoções negativas fluíssem e que ele se permitisse ser dominado pela escuridão para poder voltar a ter dominância. Inicialmente o luchador recusa de todas as formas tal aproximação, mas a continuidade de resultados ruins aliada aos contínuos encontros com a lenda canadense acabaram fazendo Prince sucumbir ao lado sombrio e aceitar Vampiro como seu mentor.




O que vimos a partir daí foi um Prince Puma mais calado, intenso e perigoso que antes. Seguindo fielmente os ensinamentos de seu mestre, Puma começou a alcançar melhores resultados, e conseguiu vencer a Cueto Cup, torneio que o definiu como desafiante ao LU Title no UL3. Porém, sua confiança também subiu a níveis estratosféricos, e este aceita que seu combate contra o campeão Johnny Mundo seja um Title vs Career Match, acreditando piamente que não teria como perder a luta.

O grande dia chega e Puma consegue vencer Johnny, se tornando novamente campeão. Entretanto, Dario Cueto aparece imediatamente após sua vitória e revela que na semana anterior, Pentagón Dark, então Gift of the Gods Champion, havia solicitado o "cash-in" de seu título para enfrentar o vencedor deste combate pelo cinturão. A luta entre estes é iniciada, sendo que Cueto acrescentou que o perdedor seria expulso para sempre do Templo.




Mesmo combatendo de forma heroica, Puma sofre uma traição por parte de Vampiro, que ajuda Pentagón a se livrar de um "630° Senton" e vencer o combate, conquistando seu primeiro reinado com o cinturão. Para o grande Prince Puma, restou apenas a decepção e vergonha da derrota, sendo expulso, em lágrimas, do local onde foi a grande estrela, e deixando para trás a máscara que representou sua trajetória na LU.

Quanto a Vampiro, este parece estar planejando a derrocada de Pentagón também, decidido a seguir as ordens de seu próprio "mestre" e destruir o "Homem sem Medo". Se ele vai conseguir, só o tempo dirá.




Estes são apenas alguns dos principais acontecimentos que presenciamos nesta terceira temporada da LU. Obviamente, muitos outros fatos e situações se desenrolaram além dos que mencionei, e todos possuem sua importância, mas acredito que seja interessante deixar para que os leitores indiquem qual foi seu momento favorito da terceira temporada da LU, e o que mais estão esperando desta quarta temporada, que começará nesta semana.

Lembro a todos que os episódios da Lucha Underground serão trazidos todas as semanas aqui no WN, para que todos nós possamos aproveitar o entretenimento único que apenas esta empresa/série pode proporcionar. Então, aproveitem o texto, o retorno da LU, e até a próxima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

3 comentário(s):

- disse...

sim! não, posso esperar mais!

Manuel Victor Victor disse...

É hj

- disse...

não consigo esperar mais!!!