quinta-feira, 17 de maio de 2018

Overrated ou Underrated #74 - Dana Brooke

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Sejam bem-vindos a mais uma edição do Overrated ou Underrated. Na última edição foi analisado No Way Jose. Na edição desta semana, vamos analisar a estaticista da Titus Worldwide.

Apresentando agora o espaço para quem nunca leu uma edição ou simplesmente não está recordado da essência de um Overrated ou Underrated.

Underrated – Alguém que é subvalorizado ou não têm o devido reconhecimento seja aos olhos da industria do wrestling ou até dos fãs.

Overrated – Precisamente o contrário do ponto anterior. Alguém que é sobrevalorizado e que a industria do wrestling ou fãs dão demasiado crédito por aquilo que faz.

No ponto – Nem toda a gente ocupa um lugar acima ou abaixo daquilo que realmente merece. Existem lutadores que ocupam o lugar que ocupam na industria porque é exactamente nesse sitio que merecem estar e têm também exactamente o reconhecimento que merecem da parte dos fãs.

Por fim, gostaríamos sempre de saber a vossa opinião, quer concordem ou discordem da nossa avaliação sobre o wrestler em questão. Tentem também coloca-lo numa destas três categorias e caso se sintam à vontade podem sempre dar sugestões sobre wrestlers que gostariam de ver neste espaço.



Nesta edição do Overrated ou Underrated, temos connosco Dana Brooke, a estaticista da Titus Worldwide e personificação de uma porn star, segundo o Btaker22.

*********************

Btaker22 (Underrated) – Estamos a falar de uma wrestler ou de uma atriz porno? Ok, agora a sério, é um pouco difícil de entender a forma como tratam a Dana Brooke no main roster. Ela nunca mostrou ser uma wrestler fenomenal, nem perto disso, mas que oportunidades teve ela até agora? Desde que chegou ao main roster que o percurso da Dana Brooke passa por ser o elemento secundário em grupos com a Emma e com a Charlotte Flair, sendo que agora mal tem oportunidades para sequer entrar no ringue, estando a fazer de manager para a Titus Worldwide, um grupo que só serve para a piada e que pouco sucesso também tem.

Na NXT, a Dana Brooke mostrou que estava verde no ringue, mas também mostrou outras coisas que estavam a favor dela. Para já, mostrou que era uma atleta a sério...não só participava em competições de Body Building, o que consequentemente a leva a ser uma das atletas femininas da WWE com mais força, tal como esse mesmo físico é "agradável" de se ver aos olhos, e não me venham dizer que isso já não conta pelo facto de estarmos numa "Women's Revolution". Os "looks" e a forma como uma super-estrela da WWE se apresenta conta sempre, e isto não é só nas mulheres, mas também nos homens.

Agora, nas "big leagues", o que vejo é uma Dana Brooke a tentar esforçar-se para mostrar que vai aprendendo a fazer algo de novo no ringue cada vez que entra no mesmo, mas a continuar a ser imensamente descredibilizada apesar da credibilidade aparente que simplesmente uma atleta como ela podia ter apenas por ter o físico que tem, e é até um pouco esquisito ver a WWE a não tirar proveito disso.

Não estou com isto a dizer que a Dana Brooke merecia ser campeã feminina no main roster neste momento, mas penso que também não merecia o tratamento que tem atualmente, que penso que se deva ao facto de haver uma imensidade de mulheres por onde escolher para tirar partido, e a Dana Brooke acabou simplesmente por nunca ser a escolhida. Mas para mim, se as mulheres do Riott Squad (Ruby, Sarah e Liv) e das Absolution (Mandy e Sonya) merecem uma oportunidade, que evidentemente têm estado a ter, então a Dana Brooke também podia ter a sua, mesmo que fosse pequena, pelo que a considero Underrated.

*********************

Cell (No Ponto) – A ponte entre "body building" e wrestling profissional é extremamente fácil de se atravessar. A ideia, que se ganha no "body building", de que o nosso corpo é um templo que deve ser bem treinado e tratado, dá imenso jeito no wrestling profissional, especialmente na WWE, já que os seus atletas competem quase todos os dias. O que é difícil na travessia desta ponte é aprender a arte do wrestling profissional, aprender a entreter um público, a  conseguir conectar-se com o público, etc. Infelizmente, alguns atletas não conseguem adquirir estes novos conhecimentos, acabando por não conseguirem singrar nesta nova etapa. Dana Brooke é um exemplo de quem tentou fazer esta travessia... e falhou.

Tal como a maior parte das superstars na WWE, Dana Brooke começou na NXT, sendo promovida como uma "body builder" experiente e conceituada (algo que realmente é). Dotada de um atletismo interessante, força fora do normal e de uma beleza enorme, Dana teve combates extremamente curtos e fáceis, talvez para a protegerem, enquanto que se habituava ao wrestling profissional. Algo que demorou muito a acontecer, já que Dana demonstrou sempre alguma fragilidade no ringue, sendo algo trapalhona.

Com isto, não é de estranhar que a maior parte da carreira de Dana Brooke na WWE tenha sido estando acompanhada por outras estrelas. Primeiro com Emma, que foi, sem dúvida, o melhor que Dana fez, dominando praticamente toda a divisão feminina da NXT. Em seguida, Dana esteve com a Charlotte no papel de protegida, um papel que permite o aluno superar o professor, algo que poderia ter acontecido, se  Dana não tivesse falhado todas as oportunidades que teve de se provar. Atualmente, Dana Brooke está na Titus Worldwide, servindo de estaticista do grupo, um papel que a tornou extremamente irrelevante, principalmente, porque a própria Titus Worldwide não tem grande relevância atualmente na WWE.

Dana Brooke é mais um caso de superstar que devia ter estado mais tempo na NXT, a evoluir mais as suas ring e mic skills. Subiu demasiado cedo ao main roster, sendo que, em palcos maiores, as suas falhas começaram a surgir de maneira mais descarada. Neste momento, com um plantel feminino tão bom a nível de qualidade, é difícil de Dana voltar a conseguir ser relevante sozinha. Com as subidas que acontecem, no mínimo, anualmente, Dana Brooke já perdeu o comboio várias vezes, e, cada vez mais, vai ficando para trás em relação às suas colegas.

Muita gente vai considerar Dana overrated e, a verdade, é que se ela tivesse a roubar a oportunidade a alguém, eu consideraria essa hipótese. Mas, como não acho que seja esse o caso, vou ser simpático e considerar que está no ponto.


*********************

Chegamos ao fim desta septuagésima quarta edição, mas voltaremos como sempre para a semana com mais um lutador a ser analisado. Agora, queremos saber a vossa opinião. Será que a "Total Diva" é:


OVERRATED?

Ou

UNDERRATED?

Ou

QUE ESTÁ NO PONTO?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

3 comentário(s):

Chris JRM disse...

Já mostrou a falta de jeito em ringue. É algo que se melhora, sim e enquanto não o sabemos, não vejo mal no que estejam a fazer com ela. Têm-na usado e com algo com que se pareça divertir. Por mim, está no ponto.

- disse...

quem?

muito esta secção dedica tempo a wwe...porque não um pouco mais de Impact & Lucha, pessoal?

pensem nos fans mais velhos!

Luís Borges disse...

"Impact & Lucha"

Isso é o quê?