segunda-feira, 30 de abril de 2018

What an IMPACT! #10 - Redenção

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Olá a todos e bem vindos a mais um 'What an IMPACT!'. Como todoa a gente sabe, o Impact realizou um PPV no passado dia 22 de abril, o Redemption. Esta semana irei dar a minha perspetiva sobre tudo aquilo que aconteceu no evento.

DRAGO VS AEROSTAR

Combate de abertura que merecia melhor performance por parte dos lutadores. Vimos muitos erros que não deveriam ter acontecido, o que prejudicou muito a qualidade do combate. Estava ansioso por este combate, mas à medida que foi acontecendo, fui perdendo fé no mesmo até chegar ao ponto de não me interessar mais. Foi uma desilusão devido à execução, o que para início de um PPV não é nada bom, pois não fiquei confiante que o resto do evento fosse corresponder às expectativas.

IMPACT WORLD TAG TEAM CHAMPIONSHIP
LAX vs ELI DRAKE & SCOTT STEINER

Não se podia esperar um clássico aqui e de facto não o foi. A grande atração da presença de Steiner foi bem aproveitada, criando um combate que no final de contas até foi interessante, juntando a um final surpreendente que pode criar novas oportunidades à divisão de equipas. Quem diria que Scott Steiner iria ser campeão em 2018? O combate foi o começo de uma história que já se revela interessante: Onde anda Konnan? Quem é o King?
Apesar de me apanhar de surpresa, esta mudança de campeões é um ponto positivo.

TAIJI ISHIMORI VS BRIAN CAGE VS DJZ VS TREVOR LEE VS DEZMOND XAVIER VS EL HIJO DEL FANTASMA

Combate no estilo da X-Division que definitivamente correspondeu às expectativas. O único problema com este combate é o facto do vencedor não receber nenhum prémio como por exemplo uma oportunidade futura ao título da X-Division. Brian Cage saiu vencedor como esperado e este combate seria uma boa oportunidade para o colocar como sério candidato ao X-Division Championship. Aliás, acredito que ter Brian Cage como campeão pode elevar a divisão. É suposto não haver limites da X-Division, por isso porque não colocar um lutador não considerado cruiserweight

TAYA VALKYRIE VS KIERA HOGAN

Combate sem muito interesse que serviu de propósito para apresentar Tessa Blanchard. É bom adicionar mais lutadoras à divisão, quanto mais variedade, melhor, senão acaba por parecer sempre a mesma coisa e isso fica desinteressante muito rápido. Estou ansioso para saber o que poderá a Tessa trazer à divisão que seja diferente de tudo o que temos visto até agora.

IMPACT X DIVISION CHAMPIONSHIP
MATT SYDAL VS PETEY WILLIAMS

Combate curto para aquilo que prometia ser. É bom ver que se aposta em combates individuais e em histórias e desenvolvimento de personagens na X-Division, já que normalmente nos PPV's o título fica em jogo em combates com várias pessoas, por isso este combate veio quebrar um pouco a rotina e também veio dar algum interesse extra à divisão. Tenho pena do combate não ter sido mais longo e com mais construção, seria algo completamente diferente do que se tem visto desta divisão nos últimos anos. Sydal retém o título como esperado e mantém-se no topo da divisão, exatamente onde merece estar.

HOUSE OF HARDCORE RULES
OVE VS EDDIE EDWARDS & MOOSE & TOMMY DREAMER

Sem dúvida que se esperava um combate violento e assim foi. Com este combate vimos um novo lado de Eddie Edwards, muito mais agressivo e vingativo, algo que ajuda na progressão da sua personagem, já que desde a saída de Davey Richards que Eddie estava 'parado no tempo'. Esta nova versão de Eddie pode dar grandes momentos aos Impact, fazendo dele uma estrela maior do que já é. Estava à espera que a rivalidade acabasse com este combate, mas pelos vistos irão continuar com estes embates, algo que ao início me deixava reticente, mas que agora me deixa intrigado com o futuro de todos os intervenientes.

IMPACT KNOCKOUT'S CHAMPIONSHIP
ALLIE VS SU YUNG

Sinceramente não gostei deste combate, a começar pela construção do mesmo até ao resultado final. Não gostei que Su Yung fosse candidata ao título assim tão rápido após estrear na empresa. O combate em si não foi nada de especial, bastante razoável até. O ponto positivo que tiro daqui é o facto de Allie se manter como campeã. 

IMPACT WORLD CHAMPIONSHIP
AUSTIN ARIES VS PENTAGON JR. VS FENIX

Chegamos ao combate da noite. Sem dúvida o melhor combate de todo o evento, mas outra coisa não se esperava da atração principal. Grande exibição dos três lutadores que mostraram o seu talento ao mais alto nível. Antes do combate eu apostaria numa vitória do Austin Aries, mas na verdade foi Pentagon Jr.  a levar o título para casa, o que prova mais uma vez que as coisas estão a mudar na empresa. Foi uma surpresa ver Aries a sofrer a derrota neste combate, mas ao mesmo tempo criou-se uma onda de interesse em ver Pentagon como campeão. Combate muito bom para fechar o evento, com um acontecimento que criou curiosidade por parte dos fãs.

No geral o evento foi muito bom, teve momentos bons e momentos maus, mas no final tudo encaixou bem. Tivemos novos campeões de equipas e um novo campeão mundial, combates de grande nível, outros nem tanto. O objetivo deste evento era obter a redenção que há muito se esperava e na minha opinião isso foi alcançado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

1 comentário(s):

Manuel Victor Victor disse...

Acho que foi o melhor ppv do impact de 2013 para cá