segunda-feira, 9 de abril de 2018

PPV Review - NXT Takeover: New Orleans

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!

Gargano bateu Ciampa num combate candidato a melhor do ano; Adam Cole primeiro campeão da América do Norte; Shayna Baszler e Aleister Black também conquistam títulos



Data: 7 de abril de 2018
Arena: Smoothie King Center
Localidade: New Orleans, Louisiana




Ladder match pelo NXT North American Championship:
Adam Cole vs. EC3 vs. Killian Dain vs. Lars Sullivan vs. Ricochet vs. Velveteen Dream
Killian Dain e Lars Sullivan foram os primeiros a exibir a sua força, tentando resolver o assunto de uma forma mais terrestre, mas depressa Ricochet abriu as hostilidades no que a high-flying diz respeito.
Sullivan voltou a utilizar a técnica da força para se exibir em grande plano durante largos minutos durante o combate, mas Cole, EC3, Ricochet e Velveteen uniram esforços para o derrubar do topo de um escadote.
Depois da exibição de força de Sullivan, surgiu a Superkick party de Adam Cole e a Diving Elbow fest de Velveteen Dream. EC3 e Killian Dain também tiveram os seus momentos de brilho. Ricochet também tentou dar um ar de sua graça, mas acabou por cair nas garras de Sullivan e Dain.
Num dos spots da noite, Sullivan derrubou um escadote em que Ricochet estava no topo, mas este último aproveitou o facto de ser projetado para uma zona em que havia alguns adversários e teve o discernimento para se lançar para cima deles em Moonsault. Ricochet deu mais uma vez espetáculo através de um Shooting Star Press em EC3 quando este estava deitado num escadote, mas acabou por ver o seu bom momento terminar após ser plantado por Velveteen num escadote.
Pouco depois, Sullivan voltou à carga, ao projetar EC3 para cima de Velveteen Dream, que por sua vez estava deitado num escadote montado entre o ringue e uma mesa de comentadores, partindo dessa forma o objeto. Dain não quis ficar atrás e acabou por fazer algo parecido, mas fazendo uso de Cole e Ricochet.
Assim sendo, ficou fácil perceber que Dain e Sullivan iam tentar decidir entre si quem levava o título para casa, mas EC3, Adam Cole e depois Velveteen Dream e Ricochet aproveitaram a indefinição para também procurarem a sorte. Contudo, Cole plantou EC3 e Dream tratou de Ricochet, deixando o ringue mais uma vez apenas para Dain e Sullivan. Sullivan parecia que estava a levar a melhor, mas Ricochet interrompeu-lhe a escalada para o título. Contudo, Cole fez o mesmo a Ricochet, subiu o escadote e capturou o cinturão.
Vencedor: Adam Cole (primeiro campeão)
Nota: 9/10


NXT Women's Championship:
Ember Moon (c) vs. Shayna Baszler
Ember Moon entrou no duelo a todo o gás, mas ficou atordoada sempre que foi ao encontro do strong style de Shayna Baszler. Moon dominou grande parte do combate, mas sentiu sempre dificuldades sempre que caiu nas submissões de Baszler, tendo mesmo perdido por essa via, ao ficar KO após uma espécie de Coquina Clutch.
Vencedora: Shayna Baszler (nova campeã)
Nota: 4,5/10


NXT Tag Team Championship e Dusty Rhodes Tag Team Classic trophy:
The Undisputed Era (Adam Cole e Kyle O'Reilly) (c) vs. The Authors of Pain (Akam e Rezar) vs. Roderick Strong e Pete Dunne
Segundo combate para Adam Cole no espaço de uma hora, agora com mais a perder, pois entrou para defender os títulos de tag team da The Undisputed Era, e logo frente a duas equipas. O recém-coroado campeão da América do Norte entrou enfaixado na zona do abdómen, e depressa serviu de alvo para os The Authors of Pain, que o plantaram numa mesa de comentadores.
Sem o companheiro de equipa, Kyle O’Reilly procurou sobreviver numa contenda em que os The Authors of Pain se mostraram dominantes durante um largo período.
A dada altura, Pete Dunne estava bem encaminhado para dar a vitória à sua equipa, mas Roderick Strong traiu o parceiro e ofereceu o triunfo aos The Undisputed Era, que ainda estavam privados de Cole.
Vencedores: The Undisputed Era (Adam Cole e Kyle O'Reilly)
Nota: 6,5/10


NXT Championship:
Andrade "Cien" Almas (c) vs. Aleister Black
Início combate muito intenso, com uma feroz troca de strikes entre os dois lutadores, com vantagem para o candidato principal. Contudo, o campeão utilizou a sua matreirice e Selena Vegas para encontrar uma forma de controlar o perigoso adversário.
Gradualmente, os golpes foram aumentando de impacto. Aleister Black esteve próximo de alcançar a vitória, mas Andrade Almas conseguiu chegar com um pé às cordas. O campeão também esteve próximo do triunfo, depois de um Double Knee, mas Black resistiu. Almas repetiu a dose, mas contra um dos cantos, e tentou complementar os danos com um Hammerlock DDT, mas Black não deixou.
Black respondeu com um voo para fora do ringue, mas quando se pensava que estaria na mó de cima, Almas conseguiu aplicar o Hammerlock DDT. Aí pensou-se que seria o fim, mas não passou da near fall. Em seguida, Selena Vegas voltou a tentar interferir, mas falhou o alvo e Aleister Black aproveitou a situação para aplicar um Black Mass vitorioso.
Vencedor: Aleister Black (novo campeão)
Nota: 7,5/10


Unsanctioned match:
(Se Johnny Gargano ganhar, será readmitido no NXT; Se Tommaso Ciampa ganhar, Johnny Gargano será banido do NXT)
Johnny Gargano vs. Tommaso Ciampa
Autêntico grudge match entre dois ex-melhores amigos que agora se odeiam. Sem escrúpulos, Ciampa retirou parte do colchão que rodeia o ringue e tentou aplicar um Suplex nessa zona, mas Gargano resistiu. Ideia parecida voltou a ter Ciampa pouco depois, mas desta vez executando o Suplex a partir de uma mesa de comentadores para o tal colchão que rodeia o ringue.
O The Sicilian Psychopath tentou terminar o duelo com contornos de humilhação, procurando fazer com que Gargano desistisse, mas este resistiu e encontrou forma de sair das submissões, uma vez que chegar às cordas de pouco ou nada valia.
Depois de diversas tentativas de parte a parte para projetar o adversário na tal zona de cimento exposta devido à ausência do colchão, Gargano conseguiu plantar Ciampa através de um Powerbomb, num momento holy shit que deixou os fãs boquiabertos. De volta ao ringue, Gargano ganhou uma disputa pela posse de uma canadiana e atingiu Ciampa por várias vezes.
Ainda não satisfeito, Gargano expôs o metal num dos cantos do ringue, mas acabou por ser ele mesmo a lá embater de cabeça. Aí Ciampa partiu para uma série de golpes que quase lhe deram a vitória, mas que nunca passaram da near fall.
Gargano respondeu e tentou chegar à vitória através de uma submissão, mas Ciampa colocou-lhe os dedos nos olhos e interrompeu a manobra, perante os cânticos “Fuck you Ciampa!”. Imediatamente a seguir, Ciampa prendeu-se a Gargano através de uma fita e ambos protagonizaram uma slugh fest. Gargano parecia estar a levar a melhor, mas Ciampa interrompeu-lhe o bom momento com um pontapé onde dói mais. O The Sicilian Psychopath tentou arrumar o assunto com um Project Ciampa, mas o assentamento não passou da near fall.
Perante a frustração de Ciampa, aproveitou Gargano para aplicar alguns dos seus principais golpes. No entanto, depois de uma série de Superkicks, também esbarrou numa near fall.
À procura de mais impacto, ambos subiram à corda superior para tentarem um golpe que sentenciasse o combate. Ciampa conseguiu o tal golpe, um Project Ciampa a partir da corda superior, mas Gargano não deixou que o pin fall chegasse ao fim. Novamente frustrado, Ciampa abdicou da proteção metálica no joelho para infligir mais danos em Gargano, mas este atingiu-o com a tal proteção no joelho.
No final, Gargano parecia hesitar em acertar com uma canadiana em Ciampa, sentindo remorsos, mas perante a resistência do ex-melhor amigo aplicou-lhe um Gargano Escape com recurso à proteção metálica, fazendo Ciampa desistir no centro do ringue.
Vencedor: Johnny Gargano
Nota: 9,5/10













Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):