quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

WWE Smackdown Live 05.12.2017 | Vídeos + Resultados

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Este episódio do Smackdown Live (transmitido todas as terças-feiras) tem como destaque um combate entre o atual United States Champion Baron Corbin e um dos seus pretendentes ao título no Clash of Champions, Bobby Roode

Para além disso, também estão confirmados os seguintes combates/segmentos:
  • The New Day (Kofi Kingston, Xavier Woods e Big E.) vs. Rusev e Aiden English
  • Smackdown Women's Champion Charlotte Flair vs. Tamina
  • The Bludgeon Brothers (Harper e Rowan) em ação novamente

Vídeos




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

9 comentário(s):

Anónimo disse...

mic skills destas divas = lol

gimmick delas = 0 (a Carmella então é um vácuo gigante de carisma)

Anónimo disse...

"a Carmella então é um vácuo gigante de carisma"

Ela compensa noutras qualidades , ai se compensa lol

Anónimo disse...

ou seja, 0% como wrestler....obrigado por compensares.

uma mschif, uma gail kim, uma rosemary, mercedes martinez....todas limpam o chão com essa bimba.

gostas de wrestling?

não.

gostas de "sports entertainment" que feito para "homens" "barbudos" de 6 anos de idade.

Anónimo disse...

^

Deixa de ser demagogo. A TNA teve o Beautiful People como um dos seus principais destaques no passado. Ou você realmente acha que o público total da Spike TV assistia esse grupo por causas de suas habilidades no Wrestling? LOL!

Sobre a Carmella:

Sim, é verdadeiro o comentário de que ela não tem muito carisma.

Ao mesmo tempo, ela ficou mais bonita e atraente usando maiô como ring-attire. Principalmente em um período que praticamente não existe "Sex Appeal" nos shows, o que é simplesmente ridículo. Mas é o resultado da PG/PC/SJW/Falso Puritanismo dos dias de hoje.

https://i.redd.it/q6dslad5ozgz.jpg

Anónimo disse...

Falando um pouco sobre essa questão, minha juventude foi passada no Reino Unido, em pequeno ia assistir com meu pai os espectaculos , foi o meu primeiro contacto, acredita que não havia lutas de mulheres? E mt poucas mulheres mesmo envolvidas no show, havia sim muitas senhoras assistir , muitas até de alta sociedade e de alguma idade que vibravam com aquilo , outro mundo onde os eventos principais por norma eram compostos por homens altos e gordos , que mal se mexiam em ringue mas que eram estrelas na altura, isto em finais de 70, inicio dos anos 80. Só tive cotnacto muitos anos mais tarde com o wrestling americano e daquilo que me lembro das mulheres não era nada de relevante, mas sim portadoras de grandes implantes de silicone que faziam questão de os mostrar.
As pessoas falam muito , mas conhecem pouco, existiam antigamente companhias de wrestling femininas , mas esta mistura a tempo inteiro de mulheres a cometirem em shows que antigamente eram de homens tem 20/30anos , perdoem me se sou da velha guarda , mas empresas como a wwe não ligam muito para essas atletas e embora muitas tenham qualidade eles continuam a usar como forma de explorar as suas sensualidades e afins, embora entenda que a tna tem uma melhor divisão cenas como o regresso da taryn terrel só reforça o que eu digo .

Anónimo disse...

Taryn Terrell é uma das mulheres que mais utilizaram sua beleza física no Wrestling recentemente. Além disso, ela tem talento para atuar na televisão. Lamento não vê-la mais na indústria.

https://www.instagram.com/p/BbDhJfwDLnB/?taken-by=iamtarynterrell

Sobre mulher siliconada:

- 1999 WCW/WWF TV Ratings draws in competitive segment (Source - WON 11/8/99):
1. Sable +4.46
2. Goldberg +4.29
3. Gorgeous George +3.54
4. Tori +3.38
5. Hall +3.36
6. Hogan +3.18
7. Sting +3.10
8. Ivory +3.00
9. Stephanie McMahon +2.79
10. Vince McMahon +2.68
11. Sid +2.65
12. Ric Flair +2.55
13. David Flair +2.54
14. Savage +2.43
15. Nash +2.34

+1.00 means on average when person was featured on the show, the audience increased by .1 ratings point (115,400 viewers).

Anónimo disse...

Taryn Terrell é incrivel , linda de morrer , e talvez a mais sensual de todas essas moças do mundo do wrestling, tirando isso é tambem uma tremenda actriz e tem bastante carisma , e tambem cumpre em ringue

Anónimo disse...

Eu acho interessante essa história de revolução feminina da WWE atualmente. Vou analisar algumas mudanças:

1) Aumento o número de mulheres no roster

Quantidade não significa qualidade. Aumentar o roster não representa necessariamente uma melhoria e sim pode resultar em um inchaço demasiado. Conhecendo a atual equipe de escritores da companhia, eu tenho a estar ao lado daquele que argumenta contra o inchaço.

2) Personagens

É uma extensão do primeiro, pois envolve a equipe criativa. Quantas mulheres do Main Roster você poderia definir exatamente o seu personagem?

Olhe o caso de Sasha Banks, por exemplo. Ela sempre diz ser a "Boss", mas o que ela realmente fez ou faz para legitimar seu personagem de TV? Ser chefe é ser patrão e dominante em um determinado lugar.

Ela é a atual campeã? Não

Ela é a maior campeã? Não

Ela é a maior estrela da divisão? Não

Ela lidera alguma stable? Não

Ela manda em alguém? Não

Se existe alguém que pode ser chamada de Boss na WWE é Stephanie McMahon, por razões óbvias. Além da Paige agora.

3) Tempo de lutas

O fato de uma luta ter vinte minutos não significa necessariamente ser boa ou que ela precisa ter necessariamente esse tempo de duração.

Aumentar o tempo de duração de lutas, aliás, pode mascarar os problemas de desenvolvimento de histórias. E é algo que consigo enxergar em geral na companhia.

Anónimo disse...

4) Qualidade de lutas

Seguindo o terceiro quesito, é evidente que elas melhorariam, pois as mulheres nos Estados Unidos começaram a entrar mais nas academias de Pro Wrestling nos últimos vinte anos. No entanto, o fato de ter boas lutas não representa um show completamente bem executado.

A IWC adora elogiar o "workrate" como "evolução" do produto, mas o interesse pelo Wrestling nos EUA diminuiu consideravelmente nas últimas duas décadas. Existe um silêncio geral. É como se estivesse um grande elefante branco na sala, mas as pessoas preferem fingir que não estão vendo, logo não querem discutir com profundidade o assunto.