domingo, 21 de maio de 2017

WWE Backlash 2017 | Preview

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


O programa das terças-feiras da WWE (Smackdown Live) apresenta mais uma edição do seu PPV exclusivo a ser transmitido na WWE Network chamado WWE Backlash, no qual terá como destaque a defesa do WWE Championship, em que o atual campeão Randy Orton defende contra o pretendente indiano que nunca teve uma oportunidade como esta, Jinder Mahal.

Para além disso, também conta com a defesa dos United States Championship, em que o campeão Kevin Owens defende contra AJ Styles e ainda a oficial estreia de Shinsuke Nakamura no ringue do Smackdown Live contra Dolph Ziggler. Tudo isto e muito mais...

O card para este evento é o seguinte:

CARD

WWE Championship Match
Randy Orton © vs. Jinder Mahal (c/ The Singh Brothers)

United States Championship Match
Kevin Owens © vs. AJ Styles

Singles Match
Shinsuke Nakamura vs. Dolph Ziggler

Six-Woman Tag Team Match
Becky Lynch, Charlotte Flair & Smackdown Women's Champion Naomi vs. Welcoming Committee (Natalya, Carmella & Tamina)

Smackdown Tag Team Championship Match
The Usos (Jimmy & Jey Uso) © vs. Breezango (Fandango & Tyler Breeze)

Singles Match
Sami Zayn vs. Baron Corbin

Singles Match
Luke Harper vs. Erick Rowan

KICKOFF SHOW

Singles Match
Tye Dillinger vs. Aiden English


APOSTAS

Para apostar, basta clicar na palavra a seguir: AQUI

PREVIEW


Kickoff Show



Singles Match
Tye Dillinger vs. Aiden English

Chris JRM – Bom, não é das histórias mais profundas na programação do Smackdown. Não há Simon Gotch, não há Vaudevillains, Aiden English resgata a sua velha gimmick de cantor.

Pensem o que quiserem, markei um bocadinho para isso, velho fã do "Artiste". Tye Dillinger vai continuando a ascensão lenta no midcard até encontrar algo mais concreto. Ansiamos por isso.

English vai ao Backlash tentar vingar a choradeira que Dillinger lhe provocou. Diz que o choro de English é uma provocação a Mauro Ranallo. Pouco sei mas não digo nada, é tudo tolo para aqueles lados.

O combate dificilmente passará dos cinco minutos, é um mero aquecimento, para boas reacções a Dillinger em Chicago. Não há qualquer razão para que o "Pefect 10" não volte a ganhar.

Vencedor: Tye Dillinger

Pay-Per-View



Singles Match
Luke Harper vs. Erick Rowan

Miguel Santos – A situação em que estão a colocar Harper e Rowan é ingrata para o desenvolvimento da carreira de ambos no Smackdown Live. São atletas com grande potencial, que poderiam estar a ter outro destaque. Ao invés, parece que ficaram retidos no passado, uma vez que a Wyatt Family já terminou há algum tempo e, ainda assim, insistem em retomar esta história.

Apesar da história ser pouco interessante, o que me cativa no combate é a exibição de ambos, que tenho a certeza que vai ser boa. Para vencer, aposto em Luke Harper por dois motivos: primeiro, para colocar um ponto final da história; segundo, porque tem mais potencial que Rowan e merece ter um destaque maior no plantel do Smackdown.

Vencedor: Luke Harper

Chris JRM – Pouco desenvolvimento para uma rivalidade que tinha por onde ser bem mais aprofundada. Com Bray Wyatt já no outro barco, as sobras da família tentam encontrar a sua posição no card. E como os vestígios dessa "família" ainda são fortes e são o que os ainda movem, é essa animosidade entre ex-irmãos que os leva a combater. Afinal qual deles era realmente o melhor?

Saltemos a frente a unanimidade de que é o Luke Harper, já todos sabemos mas temos que nos focar na história. Tecnicamente são iguais e Rowan tem uma vitória significativa sobre Harper num Smackdown.

Agora espero um combate ameno de duração curta a média, que não aquecerá nem arrefecerá assim tanto o público, a não ser que os deixem tentar alguma louqueira e eles afinal até queiram mesmo aprofundar a rivalidade a partir daqui, em vez de a culminar aqui.

Há-de se desenrascar. Vejo muito booking 50/50 nesta história, logo ficaria surpreendido se não fosse uma desforra com sucesso para Luke Harper. Surpreendido e, confesso, um pouco perturbado.

Vencedor: Luke Harper



Singles Match
Sami Zayn vs. Baron Corbin

Diego Meira – Um combate que pode até ser visto como um mero filler no card deste evento, mas que possui grandes chances de ser algo muito bom. A capacidade de Sami Zayn de se portar como o “underdog definitivo” dos tempos atuais é incontestável, bem como sua qualidade em ringue.

Entretanto, em sua passagem pelo SD Live, ele não tem obtido resultados muito expressivos, acumulando derrotas em momentos importantes e ficando um pouco preso no midcard.

Do outro lado, Baron Corbin está visivelmente sendo desenvolvido para se tornar main eventer num futuro próximo. E apesar de alguns percalços no caminho, seu singelo push tem mostrado que o jovem pode assumir o posto de top heel da brand azul um dia.

O grande problema aqui, é que qualquer um deles que perca sairá bastante prejudicado. Zayn não obtém uma grande vitória a um bom tempo, inclusive começando a ser taxado de jobber por alguns. Uma derrota a mais para ele acabaria prejudicando ainda mais sua imagem, e minando suas chances de conquistar prestígio no SD.

Já o “Lone Wolf” teria uma mácula expressiva em seu push, ao perder para alguém com “menor qualificação” que ele neste momento, podendo jogá-lo um pouco mais para trás na fila de chances por títulos.

Sendo assim, acredito que Baron Corbin deva obter a vitória, pois sua elevação ao main event (que tem sido muito bem trabalhada por sinal) não deve ser prejudicada com derrotas em combates menos importantes.

Vencedor: Baron Corbin



Smackdown Tag Team Championship Match
The Usos (Jimmy & Jey Uso) © vs. Breezango (Fandango & Tyler Breeze)

FaBiNhO – O que é uma vitória vinda do nada pode fazer para aquecer a divisão de equipas do Smackdown... eu gosto da união de Breeze e Fandango e a personagem deles pode parecer controversa ou virada para outros lados, mas eles como equipa são interessantes!

Se não tivessem como equipa, onde é que eles estariam individualmente? Basta pensar nisso que a 1ª resposta seria "jobbers", no entanto como equipa podem funcionar e aos poucos e poucos vão surpreendendo, mas ainda não deve ser hoje que obtêm títulos...

Os campeões The Usos pelo contrário necessitam desta vitória para continuar a ganhar importância, pois os New Day estão a chegar ao Smackdown Live e sabemos que quando chegarem, vão logo para o topo da divisão se for preciso!

Vencedores: The Usos (Ainda Campeões)



Six-Woman Tag Team Match
Becky Lynch, Charlotte Flair & Smackdown Women's Champion Naomi vs. Welcoming Committee (Natalya, Carmella & Tamina)

Miguel Santos – A história que levou a este combate tem sido interessante e confesso que estou curioso pelos próximos desenvolvimentos. A Welcoming Committee formou-se com a chegada de Charlotte ao Smackdown, por via do Superstar Shake Up. Imediatamente, Natalya, Carmella e Tamina juntaram-se, reclamado o sentimento de injustiça por Charlotte ter um combate pelo título, enquanto qualquer uma das três foi riscada dessa hipótese.

Começaram a atacar Charlotte, que rapidamente teve a ajuda de Naomi e de Becky Lynch. As três atletas uniram-se, de modo a enfrentar a nova equipa do Smackdown.

Para este domingo, as expetativas estão altas e destaco o facto de todo o plantel feminino disponível estar a ser utilizado, o que é um ponto a favor na divisão da marca azul.

Como a história está no seu começo e, precisamente, por estar curioso quanto a próximos desenvolvimentos, prevejo a vitória da Welcoming Committee, no que espero ser um bom combate.

Vencedoras: Welcoming Committee (Natalya, Carmella & Tamina)

FaBiNhO – Não é muito comum (pelo menos para mim que já vejo wrestling há mais de 10 anos) ver a WWE dar tanto destaque a um combate de múltiplas mulheres como tem sido nestas últimas semanas.

Antigamente, era anunciado um 10-Diva, 12-Diva ou até se fosse preciso um 14-Diva Tag Team Match e só lhes davam 5 a 7 minutos (se tanto), mas como é óbvio estamos numa era completamente diferente e com uma mente mais aberta, especialmente quando a estrela principal feminina é a Charlotte Flair!

A rivalidade tem sido interessante de ver, mas sinceramente quero que a Charlotte Flair continue a brilhar como a vilã que ela sabe ser, daí que acho que a Welcoming Committee vai obter a vitória graças a uma provável traição de Charlotte a uma das parceiras, também para fortalecer o grupo...

Vencedoras: Welcoming Committee (Natalya, Carmella & Tamina)



Singles Match
Shinsuke Nakamura vs. Dolph Ziggler

Cell – É difícil fazer a antevisão deste combate, considerando que o papel do Dolph nestes últimos quatro meses é, claramente, de elevar talentos. Juntando a isso, este é o primeiro combate televisionado, no main roster, para Nakamura. Por isso, prefiro fazer um outro tipo de antevisão, já que o vencedor é óbvio.

Metam-se no lugar de Ziggler. Vocês são escolhidos para, constantemente, elevar talentos, embora tenham o talento para muito mais. Chato, não é? Agora, imaginem que foram escolhidos para ser o primeiro adversário e elevar o Nakamura. O Nakamura!

Aquele lutador que na WWE é visto, certamente, como uma mina de ouro por se aproveitar. O papel do Ziggler passa de “elevar talentos” para “elevar minas de ouro”, porque um mau inicio no main roster pode danificar uma carreira, até a do Nakamura.

Respeito máximo para o Dolph Ziggler por estar a conseguir criar segmentos interessante e engraçados contra um adversário que apresenta algumas dificuldades no inglês (embora seja ouro no micro) e contra um adversário que todos os fãs sabem que Ziggler tem 0% de hipóteses de ganhar.

No futuro, espero que o Ziggler tenha um prémio por estar a fazer um excelente trabalho nesta rivalidade, automaticamente perdida, com Nakamura.

Vencedor: Shinsuke Nakamura

Dead Wyatt – A estreia oficial em combates de Nakamura no main roster da WWE. Por tudo o que implica e por achar que Nakamura irá ser construido como main eventer a partir daqui (se já não está a acontecer) prevê-se a sua vitória.

E que melhor adversário ele poderia ter para começar no Smackdown Live. Ele e Dolph Ziggler irão dar espetaculo e provavelmente será o combate da noite e quem sabe um dos candidatos a combate do ano, porque se lhes for dado tempo para mostrar aquilo que são capazes de fazer, tanto a um como a outro, existe essa possibilidade. E possivelmente será o Main Event do show.

Vencedor: Shinsuke Nakamura



United States Championship Match
Kevin Owens © vs. AJ Styles

PyroMANiac – Não tenham dúvidas, este vai ser o combate da noite, do mês e possivelmente um dos candidatos a melhor do ano. Pelo menos não lhes falta potencial para tal. Embora a história, que tem sido desenvolvida no SmackDown Live! não seja super interessante, o facto de serem dois excelentes wrestlers faz com que perdoemos isso.

Quanto ao vencedor, tenho de pensar bem, porque a gimmick que Owens tem mostrado, embora não seja a mais interessante, faz sentido com o US Championship. O Face of America tem tido uma run que desde logo devia ter sido melhor bookado.

A vitória no Payback de Y2J não faz sentido. Owens devia ter-se mantido como campeão e destruído Jericho. Já Styles, após ter vencido o combate por uma oportunidade pelo título, não tem tido algo de especial para o destacar. Não que seja necessário, afinal é o “Phenomenal One”.

Porém, faz mais sentido a vitória de Kevin Owens, não só pela sua gimmick, mas para se estabelecer como uma das grandes figuras do SmackDown!, já que AJ Styles é a cara da brand. No entanto, penso que AJ Styles vai vencer a Feud entre estes dois.

Vencedor: Kevin Owens (Ainda Campeão)



WWE Championship Match
Randy Orton © vs. Jinder Mahal (c/ The Singh Brothers)

Btaker22 – Nunca eu pensei estar a fazer a antevisão de um combate que incluísse o Jinder Mahal a lutar pelo título da WWE, nesta altura. Ainda se fosse um daqueles combates random do Kickoff, onde normalmente escrevo 2 linhas sobre o assunto (e que já são 2 linhas a mais do que um combate do Kickoff normalmente merece ser falado...).

De qualquer das formas, embora este push tenha sido completamente "out of nowhere", e sim, pun intended, acho que o Mahal tem feito bem o seu papel...nunca o considerei uma grande espingarda no ringue, nem ninguém que muito se destacasse, mas o que tem feito nas últimas semanas se calhar prova que, dada uma oportunidade, ele até pode ser um pouco mais do que um jobber. Mas campeão da WWE? Para mim, era forçado...

Havia rumores do Rusev poder estar na posição em que o Jinder está neste momento, caso não estivesse lesionado. E agora há também aquela exigência do mesmo a dizer que quer ter uma oportunidade ao título da WWE no Money In The Bank.

Embora ainda fosse um pouco surpreendente, consigo ver mais o Rusev a tirar o título no futuro ao Randy Orton do que o Jinder Mahal, tendo em conta que o Rusev já tem mais provas dadas de merecer uma oportunidade como essas, depois de já ter segurado o título dos Estados Unidos, e ter sido, na maior parte das vezes, até uma superstar interessante de acompanhar.

Se a Smackdown é a land of opportunity, então o Rusev poderá ter grandes hipóteses de tirar o título ao Randy Orton num combate que acharia bastante interessante. Se o Jinder vencer o título neste Domingo, o Inferno gela.

Vencedor: Randy Orton (Ainda Campeão)

Kleber – Se há alguém em que ninguém apostaria como candidato a algum título há algum tempo, com certeza seria Jinder Mahal. Uma rivalidade frustrada contra The Great Khali e um tempo como membro da 3MB era o que podíamos dizer que era o seu legado na WWE. Era, pois agora a situação está bem diferente.

Surpreendentemente recontratado (após derrotar Heath Slater por um contrato com o RAW), ele parecia que seria meramente mais um mid-carder, tendo iniciado uma parceria com Rusev, mas que não foi muito adiante. Até que um Six Pack Challenge surgiu no caminho, e Mahal acabou saindo por cima.

Obviamente que isso tem relação com o investimento da WWE em sua programação na Índia, mas mais do que uma jogada de marketing, a WWE conseguiu fazer Mahal parecer alguém credível a derrotar Orton (mesmo que com a ajuda dos Singh Brothers – ex-Bollywood Boyz).

O push que Mahal vem recebendo está fluindo naturalmente (algo que a WWE não conseguiu fazer com Roman Reigns, por exemplo), tanto que a ideia de Mahal ser o WWE Champion não me soa nada mal, ainda mais levando em conta que o SmackDown é tido como a brand das oportunidades.

Vencedor: Jinder Mahal (Novo Campeão)




PS: Não esquecer que, daqui por umas horas começará a transmissão ao vivo do WWE Backlash, que contará com o habitual "chat" para podermos conversar e as "streams". Bom PPV para todos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

2 comentário(s):

Anónimo disse...

Que card lixo! É por isso que a Brand Split não deveria ter retornado.

Anónimo disse...

A culpa não é da brand split muito pelo contrario.
Mas claro ha sempre fãs da fase 2010-2013 e dos seus magnificos PPV's. lol
O card nem é assim tão mau, só o main event.