terça-feira, 18 de abril de 2017

[TRADUÇÃO] O que é que aconteceu com o Piledriver?

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!

O que é que aconteceu com o Piledriver?


É um golpe tão bom que parece o perfeito golpe final. E é um grande golpe de referência para ambos os lutadores masculinos e femininos.

Para aqueles que não conhecem, o Piledriver é quando um lutador agarra num adversário, vira-o de cabeça para baixo e depois larga-o numa posição sentado ou de joelhos. Quando aplicado, o lutador manda a cabeça do adversário contra o tapete.

Normalmente, o golpe começa como se fosse aplicar uma “Powerbomb”, só que em vez de mandar as costas do adversário contra o tapete, envia-se a cabeça do adversário contra o tapete.

Acabei de descrever o Piledriver básico e há mais de 20 variações deste golpe, no qual o mais famoso desses é o Tombstone Piledriver do Undertaker.



("Wild" Bill Longson a aplicar um Piledriver)

É dito que o golpe foi inovado por Wild Bill Longson. Ele era o “heel” que trabalhava em St. Louis nos anos 40. Longson reformou-se em 1960 depois de ter caído de um cavalo e ter partido o seu pélvis.

Ao crescer e observar a WWE (na altura era chamado de WWF e sim estou muito velho), eu lembro-me de ver o golpe ser aplicado em todas as alturas por homens como Paul Orndorff, Jerry Lawler, Bret Hart e os Brain Busters.

A razão pelo qual não vemos o Piledriver no Raw ou até mesmo na Wrestlemania por exemplo, é porque é um dos golpes mais perigosos no mundo do wrestling profissional.

Para aplica-lo corretamente, a cabeça do adversário tem de estar entre as pernas, mas não precisa de ficar saliente. Se ficar bem dobrado, a cabeça será protegida quando o lutador se senta no tapete a aplicar o golpe.

Se a cabeça não ficar propriamente presa entre as pernas, quando o lutador vai para se sentar, a cabeça absorve o impacto total do golpe e isto pode provocar lesões muito sérias que eu creio que 6Black já escreveu antes.


O Piledriver é a razão pelo qual Stone Cold Steve Austin teve de retirar do ringue em 2003.

Em 1997, ele esteve no lado errado de um Piledriver aplicado de forma imprópria acidentalmente por Owen Hart. O golpe paralisou Austin por momentos, mas ele conseguiu na mesma terminar o combate.

Visto que ele era uma grande estrela, Austin não podia estar fora do ringue muito tempo para curar a lesão a 100%. Ele teve cirurgia no pescoço em 1999, foi-lhe dito para se retirar em 2002 e ele realmente retirou em 2003.

Em 2000, todos da WWE foram proibidos de usar o Piledriver e os únicos homens que podiam usar eram The Undertaker e Kane. A WWE acredita que eles possuem a força necessária para aplicar o golpe de forma segura.

O Piledriver também está banido em outras companhias nos Estados Unidos, México e no Reino Unido. É também ilegal de acordo com as Regras Unificadas das Artes Marciais Mistas e isto mostra que a WWE é popular em muitos outros países para além dos Estados Unidos, tal como a NBA já se espalhou por todo o mundo.


O que é assustador sobre o Piledriver, pelo menos para mim, é que já levei com o golpe várias vezes e não, eu não era um lutador profissional. Era um miúdo estúpido.

Quando era um pequeno Hulkamaniac, o meu vizinho e eu fazíamos wrestling todo o tempo e o meu golpe final era um “Figure-Four Leg Lock”. O dele era o Piledriver.

Eu lembro-me de magoar… bastante. A carpete no quarto do meu amigo não perdoava muito e olhando para trás, eu tive sorte de nunca ter ficado lesionado a sério.

É por isso que a WWE nos diz… “Não tentem isto em casa!”


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):