quarta-feira, 26 de abril de 2017

[REVIEW] Wrestling Portugal (WP) - Batalha dos Campeões

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


No passado dia 9 de Abril, o Wrestling Portugal (WP) promoveu no Centro Shotokai de Queluz um evento denominado "Batalha dos Campeões". Neste evento, além de um card muito interessante no geral, foi definido um main event histórico para o wrestling nacional, que pôs frente a frente os campeões nacionais do WP, Luís Salvador, e da Associação Portuguesa de Wrestling (APW), "O Fantástico" David Francisco.


O evento iniciou-se com "O Fantástico" David Francisco a ser chamado ao ringue, para uma boa ovação do público. Enquanto o Campeão Nacional da APW falava da sensação de estar de volta e do seu combate, aparece Zé de Manteigas, para fazer o "cash-in", com a mala "Manteiga no Banco". 

Este divertido segmento, incluiria Manteigas a segurar o Título Nacional da APW, por David Francisco se considerar incapaz de o defender naquele momento.
O clima humorístico terminaria com a entrada de Luís Salvador para as últimas palavras e a clássica foto entre os campeões. 

Este segmento inicial, que vem já sendo hábito nos shows do WP é, a meu ver, bastante importante para despertar e manter o interesse do público no main event, sobretudo quando este é tão relevante como a Batalha dos Campeões.

Candidato principal ao Título Nacional do WP
Three Way Dance Match
Bruno "Bammer" Brito vs Kelly vs Bernardo Barreiros


Antes de mais relevar que este foi um combate Three Way Dance, isto é, similar ao Thriple Threat, mas consistindo em eliminações, e não apenas num pinfall ou submissão. Os três atletas acabariam por levar a cabo um combate interessante, com spots de destaque para os três.

A atleta feminina do WP acabaria por ser a primeira eliminada, após uma prestação algo à quem da de Bammer e Bernardo, e de sofrer uma Bammer Bomb, seguida de Vader Bomb.
Com Bammer e Bernardo no ringue o combate ganharia nova dinâmica e o antigo Campeão Nacional do WP acabaria por vencer por submissão, após aplicar um STF, a condizer com os chants do público.

No final, Bammer referiu esperar que Luís Salvador vencesse o main event, para que ele pudesse iniciar a sua reconquista e um novo reinado de mais 7 anos enquanto Campeão Nacional.

João Quaresma vs Marcos Vitória


No combate que o opôs a João Quaresma, o "Veterano" Marcos Vitória voltou a demonstrar uma excelente ligação com o público, que aos poucos parece alterar o sentimento que por ele nutre. O jovem lutador que, segundo o próprio já lutou no Japão, ofereceu a Quaresma uma t-shirt com a palavra aluno, mas foi o próprio Marcos que parece ter recebido uma lição de chain wrestling.

No final, Marcos Vitória somou a sua quinta derrota consecutiva, após um combate simples e com bom ritmo, e foi convidado a abandonar os shows pelo booker do WP, Afonso Malheiro.

Após os insistentes chants do público, e dos pedidos do lutador, Marcos recebeu uma última oportunidade, mas a mesma está dependente de uma vitória obrigatória na Batalha Final.

É interessante de notar que a gimmick de Marcos Vitória se tem vindo a tornar uma das mais caraterísticas e bem aceites dos shows do WP, e mesmo apresentando uma prestação sólida no ringue, é o carisma de Vitória que tem assumido o papel de destaque.

No Disqualification Match
Bruno "Korvo" Almeida vs Duarte Silva 


Num combate sem desqualificações, Bruno "Korvo" Almeida pretendia vingar-se finalmente de todos os imprevistos que as intervenções inesperadas de Duarte Silva e, sobretudo, do seu misterioso amigo lhe têm vindo a causar. Para o conseguir, Korvo utilizou todo o arsenal de armas possíveis dentro do Shotokai, fazendo todo o público levantar-se ao atirar Duarte contras as cadeiras. Desencadearam-se um conjunto de spots fantásticos envolvendo cadeiras, tabuleiros, escadotes, trampolins e carrinhos de supermercado. 

Mas Korvo não dominou todo o combate, graças à vantagem numérica de Duarte e o seu parceiro mascarado. Essa vantagem quase seria letal, não fosse a intervenção de Luís Mira, que com um taco de golfe obrigou o mascarado a abandonar o combate.

O combate viria a terminar em tributo a The Undertaker, com Korvo a conseguir a contagem de três após um Tombstone Piledriver. No final, este lembrou que em 19 anos de wrestling nunca teria tido uma opotunidade pelo título e que 2017 seria o ano do Korvo.

Após uma história fabulosa com Duarte Silva, que envolveu o público de Queluz desde o início, das constantes prestações sólidas e da enorme experiência, é mais que justo, e eu diria quase "obrigatório", que o nome de Bruno "Korvo" Almeida seja incluído na corrida pelo título.

Luís Mira vs Gonçalo Cardoso



O recém estreado Gonçalo Cardoso teve um clássico combate de desvantagem de pesos contra Luís Mira, onde aplicou uma série de moves como suplexes, powerslams e um spinebuster. Mas no final, seriam a agilidade e a resitência de Luís Mira, a valer-lhe a sua terceira vitória consecutiva, após um Bullseye.

Um combate interessante, com Luís Mira a ter uma prestação sólida, como as que tem vindo a apresentar, e Gonçalo Cardoso a demonstrar um desempenho superior ao esperado para alguém com a sua experiência, apesar de algumas falhas de menor.

No final do combate, a entrevista do vencedor seria interrompida pelo lesionado Ramón Vegas na plateia que acabaria, mais tarde, por atacar Luís Mira pelas costas com uma corrente, anunciando o frente a frente entre ambos para dia 4 de Junho, na Batalha Final. 

Luís Mira e Ramón Vegas conseguiram, efetivamente, criar uma sequência de acontecimentos, com todas as provocações e o angle da lesão, ao longo dos últimos eventos, que coloca bastante hype neste combate, que se espera um final memorável para a época de ambos os atletas.

Assinatura do Contrato para o combate de Marcos Vitória na Batalha Final



Conforme acordado com o booker Afonso Malheiro, Marcos Vitória subiu ao ringue para assinar o contrato para o seu derradeiro combate na Batalha Final, sem adversário definido. Zé de Manteigas ainda surgiu e tentou assinar o contrato, mas foi Bernardo Barreiros quem o fez, tornando-se oficialmente o rival do "Veterano".

Mais um must see para a Batalha Final, dada a prestação de Vitória durante a época, será de esperar que ele não fique afastado na próxima, mas será alguém com o destaque de Bernardo Barreiros o seu primeiro derrotado? Espero ansiosamente por saber.

Combate pelos Títulos Nacionais do WP e da APW
"O Fantástico" David Francisco vs Luís Salvador


Num main event histórico para o wresling nacional, David Francisco e Luís Salvador apresentaram um combate muito disputado e imprevisível. Ambos os campeões estiveram sempre equiparados, quando, após derrubar o árbitro acidentalmente, e safar-se de Salvador, "O Fantástico" encheu a mão com pó, que estava do lado de fora do ringue. Mais tarde, usou o pó para atordoar o Campeão do WP, evitando um Log Off, e conseguindo aplicar um Spotlight Drive para a vitória.


Com o caráter histórico que este combate tinha, esperava-se algo mais elaborado, com uma diversidade maior de momentos cruciais e bons spots, por um lado. Por outro a sua simplicidade e o final controverso, abrem o espaço necessário para tornar este reinado de David Francisco uma fonte interessante de confrontos, com Luís Salvador a ter direito a desforra após a derrota injusta, Bruno "Bammer" Brito com um lugar de candidato principal, e ainda estando a decorrer o ano do Korvo.

Além disso, o booking do WP tem mérito por ter, efetivamente, surpreendido os presentes. Antes do combate, o feeling geral era o de que Salvador ganharia de certeza, e a vitória do "Fantástico" foi o fator surpresa do show.

O evento foi interessante e contruiu uma base muito coesa para o culminar de diversas rivalidades na "Batalha Final", no dia 4 de Junho. O merecido final para a epóca também ela meritória do WP que conseguiu, com os seus recursos, levar a cabo bons eventos, com uma frequência incrível e fidelizar um público.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):