terça-feira, 28 de março de 2017

Wrestlemania 33 | (2ª Parte) 33 combates que não devem ser esquecidos

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Wrestlemania é um evento anual histórico da World Wrestling Entertainment que atrai a atenção de quase todos os fãs (sejam casuais ou não) de wrestling e como é óbvio em qualquer evento histórico, há sempre combates que não devem ser esquecidos.

Seja pelos bons ou maus momentos, a realidade é que esses combates marcaram a equipa do Wrestling Notícias e visto que estamos a entrar na 33ª edição deste evento, a equipa toda escolheu 33 combates (sejam bons ou maus) que os marcaram enquanto fãs de wrestling. Já vimos na 1ª parte, 11 desses combates, vamos passar para a 2ª parte com mais 11 combates!

ATENÇÃO Isto não é um top 33 de combates, mas sim uma lista de combates que ficaram na memória de cada um dos elementos da equipa deste site, portanto é normal que possamos deixar escapar um ou outro combate.

Wrestlemania VI

WWF Intercontinental & WWF Championship Match
The Ultimate Warrior vs. Hulk Hogan



Se há um Combate que marcou a minha infância, foi sem duvida alguma este mesmo, um Clássico no verdadeiro sentido da palavra! Numa altura em que o Hulk Hogan era o “John Cena” da velha geração, (sendo um “Super-Homem” Invicto), e carregava mais uma vez o Título de Campeão Mundial, o Ultimate Warrior veio trazer uma nova Luz à WWF, e com o seu desafio, a forte possibilidade do começo de uma Nova Era.

Não me consigo recordar de mais nenhum Combate em que um “Face” Vs “Face” (Bom Vs Bom) tivesse funcionado tão bem, foi como se tivessem dividido o Público ao meio matematicamente, consegue-se sentir a Magia na Atmosfera como se estivéssemos também lá presentes! O “Ultimate Challenge” foi com certeza um Combate Histórico, Incrível, e Imperdível para qualquer verdadeiro fan de Wrestling!!!

Por DannyHell

Wrestlemania XII

Hollywood Backlot Brawl
"Rowdy" Roddy Piper vs. Goldust (c/ Marlena)




Não acho que a ciência ou a medicina possam explicar a obsessão que Goldust desenvolveu por “Rowdy” Roddy Piper, mas ela rendeu um dos combates mais insanos e divertidos que já ocorreram na Wrestlemania.

Aconteceu de tudo um pouco nesta contenda, que começou com os dois lutando no estacionamento, mas que de repente virou uma perseguição automobilística. Apenas passada mais de uma hora que ambos voltam para a arena e novas bizarrices ocorrem.

O trecho final é aquele que vem a ser o mais “memorável”, quando o “Bizarre One” resolve beijar Piper, e faz o mesmo ter um ataque de raiva que termina com Goldust tendo sua roupa arrancada, exibindo as roupas íntimas mais ridículas já vestidas por um lutador. Com essa humilhação, restou ao antigo “Prince of Perversion” fugir, com sua valet Marlena tentando cobrir suas “partes”, enquanto “Hot Rod” comemorava sua vitória.

Apesar de ter sido um combate de lowcard, e ter um desenvolvimento bastante bizarro, esta foi sem dúvida uma das lutas mais engraçadas da Wrestlemania, e mesmo aqueles que dão maior importância à qualidade técnica irão conseguir se divertir com ela. Apenas tenham cuidado para não se traumatizar com a visão de Goldust em seus trajes íntimos.

Por Diego Meira

Wrestlemania XII

WWF Championship

60-Minute Iron Man Match
Bret Hart © vs. Shawn Michaels



Um dos motivos deste combate entrar na lista, além dos mais óbvios como a qualidade dos lutadores e toda a rivalidade que foi construída até o combate, é que este foi o primeiro Iron Man Match da história da WWE sendo um tipo de match inovador e exigindo de quem participa tanto fisicamente quanto tecnicamente para que se mantenha em um bom nível em toda a hora de combate que é a grande estipulação.

Wrestlemania por si já é uma grande oportunidade de vermos grandes combates mas este evento se tornou especial por esta luta e com o excelente card daquele ano que possuía talentos como Stone Cold Steve Austin, Undertaker, Ultimate Warrior e Roddy Pipper, esta luta se destacar se tornaria algo ainda mais inesperado.

Após exatos uma hora, um minuto e cinquenta e dois segundos de combate HBK se sagra campeão do WWF Championship com a sua marca registada o Sweet Chin Music, sendo o único pinfall do combate que teve ao longo de toda a sua extensão bons momentos e spots que são emocionantes. A luta em si não é só um marco, um "wrestlemania moment" mas uma revolução no quesito combate dentro do universo da WWE e esta modalidade vem sendo usada até os dias atuais inclusive na divisão feminina da companhia.

Por Ricken

Wrestlemania 13

WWF Intercontinental Championship Submission Match
Árbitro Especial: Ken Shamrock
Bret Hart vs. Steve Austin



Há 20 anos e 2 dias aconteceu este combate, e que combate… Podíamos falar sobre este combate sem sequer falar do combate em si, mas apenas no que este mudou no produto da empresa de Vince McMahon. A feud que por si só foi excelente.

Preparada ao pormenor começou cerca de 8 meses antes da Wrestlemania 13, culminando num primeiro combate no Survivor Series de 1996 depois de Austin, logo após ter vencido o King of The Ring, ter desafiado Bret enquanto este estava inativo.

Sem esquecer que no Royal Rumble, Austin vence o Rumble match depois de ter sido eliminado por Bret Hart mas sem os árbitros notarem a eliminação, regressou ao ringue e venceu, apesar de lhe ter sido retirado o title shot na Wrestlemania.

Fora do Kayfabe o planeado era HBK vs Bret Hart pelo titulo na Wrestlemania com o Hitman a vencer, mas Shawn Michaels parece não ter gostado da ideia e decidiu, ao que muitos acreditam, ter fingido estar lesionado ficando assim o titulo livre. No entanto a WWE optou por Sycho Sid ir para a Wrestlemania como campeão.

Durante todo o desenrolar desta feud já se podia notar que tínhamos entrado numa nova era da empresa e a Wrestlemania 13 ia mostrar isso mesmo. Há varias coisas neste combate que são inesquecíveis e marcantes para a época. Algo que já me tinha esquecido e relembrei ao rever este combate é o quão bom era Stone Cold Steve Austin na arte do selling, sempre a vender muito bem os ataques de Bret ao seu pescoço e ao seu joelho, sem overselling mas sempre com um ar devastador.

O publico estava excelente e já era um publico ao estilo da Attitude Era, ouviam-se apupos ao heel e vaias ao face ao mesmo tempo que o contrário, levando a um Double Turn.

A personagem de Bret Hart não se encaixava com a era em que estávamos a entrar e a WWE decidiu arriscar, Bret Hart dominou o combate e limitou-se a atacar os pontos fracos de Austin.

Bom, a vitoria de Bret Hart foi limpa, mas ao invés de termos Austin a desistir vimo-lo desmaiar cheio de sangue enquanto Hart não parava por nada a submissão ao ponto do arbitro convidado ter de interferir.

Bom as ramificações deste combate no futuro são imensas o combate e a feud foram um dos pontos mais importantes no inicio da Attitude Era. A mudança de Bret Hart levou a uma nova faceta nunca antes vista na personagem e o publico ganhou motivos para o vaiar deixando o spot para um novo top babyface na empresa, não esquecendo que 12 meses depois Bret perdeu para Shawn Michaels e abandonou a companhia.

O "Face turn" de Austin projetou-o para o topo da empresa e tornando-o na lenda que conhecemos hoje e tornando-o na maior estrela do Wrestling depois de Hulk Hogan. Por isso meus amigos sem duvida alguma que este é dos combates mais importantes da historia da Wrestlemania tanto dentro como fora do ringue.

Por Sérgio Y2J

Wrestlemania XIX

WWE Championship Match
Kurt Angle © vs. Brock Lesnar



Quando me foi sugerido apresentar combates de Wrestlemania que deveriam ser vistos, o primeiro que me lembrei foi este. Recentemente num outro artigo meu revisitei esta fase e esta rivalidade e voltei a aperceber-me da “grandiosidade” deste combate. E por duas razões!

Primeiro porque, lá está, tem Kurt Freaking Angle! Um lutador que vivia uma das melhores fases da sua carreira e talvez uma das melhores rivalidades. Um mestre do wrestling técnico, um wrestler… perfeito? Talvez sim. E todos os créditos para ele porque foi para este combate com o seu pescoço literalmente feito num oito. Após este combate, Kurt Angle foi submetido a uma cirurgia pois se não a sua carreira corria sérios riscos.

Por outro lado tinha Brock Lesnar. E ele é outra das razões pela qual queria trazer este combate. Se não estou em erro esta foi a primeira Wrestlemania em que Lesnar participa, e que participação. Acredito que a maioria, ou muitas pessoas se recordem de Lesnar apenas desde que regressou em 2012, mas o que queria realmente mostrar é que Lesnar nem sempre foi só Suplex’s e F-5. O talento dele era inequívoco e isso está provado neste combate.

Acredito que a primeira ideia que vem à cabeça de todos quando se fala neste combate é o botch do Shooting Star Press em que ele poderia ter ficado com lesões permanentes, mas em vez disso, foi apenas um traumatismo que não o impediu de acabar o combate, e continuar a aparecer no Smackdown!

Eu prefiro lembrar este combate pela sua qualidade, grande qualidade de wrestling!

Por Dead Wyatt

Wrestlemania XX

World Heavyweight Championship
Triple Threat Match
Triple H © vs. Chris Benoit vs. Shawn Michaels



Um combate que foi firmado por dois grandes pilares: a rivalidade entre Shawn Michaels e Triple H, que corria de forma intensa, e a intrusão de Chris Benoit no meio dela. Como o "Rabid Wolverine" havia vencido o Royal Rumble, ele tinha o direito de escolher competir por qualquer um dos títulos mundiais da companhia, e acabou optando pelo World Heavyweight Championship de HHH, criando tensão não só com o campeão, mas também com seu eterno amigo/rival.

O combate entre eles não seguiu totalmente o padrão dos 3-Way matches porque HBK e Benoit mal conseguiam cooperar e Triple H se aproveitava disso para enfraquecê-los. Várias vezes a vitória parecia chegar para um, mas sempre esta era evitada por algum dos outros.

O clímax do combate acontece quando Chris consegue evitar um "Sweet Chin Music" e mandar Michaels para fora do ringue, apenas para ser atacado pelo "King of Kings" com um "Pedigree". Mas eis que Benoit consegue evitar mais um finisher e aplica seu "Crippler Crossface" no campeão.

Por mais de um minuto HHH tenta sair da submissão, mas acaba por enfim desistir, dando a Chris Benoit o maior momento de glória de sua carreira. Ao fim do combate, seu amigo de longa data Eddie Guerrero, que havia retido seu WWE Championship contra Kurt Angle, aparece e ambos se abraçam num dos momentos mais memoráveis e bonitos da história da Wrestlemania, que terminou com os dois campeões juntos no ringue, comemorando suas vitórias.

Por Diego Meira

Wrestlemania 21

Money In The Bank Ladder Match
Edge vs. Christian (c/ Tyson Tomko) vs. Shelton Benjamin vs. Chris Jericho vs. Chris Benoit vs. Kane



Assim como tantos outros combates que foram introduzidos no Wrestlemania o Money in The Bank Ladder Match foi, até se tornar um pay per view temático da programação da WWE após a Wrestlemania XXVI, um dos combates que eram tradição no "Grandest Stage of Them All" era este que todo o ano trazia entre 6 a 8 lutadores que disputariam em uma ladder match um contrato por uma title match a hora que eles desejassem por um ano.

O surgimento deste combate, uma ideia dada por nada menos que Chris Jericho, sempre proporciona momentos de emoção não só no pay per view mas como uma surpresa que pode acontecer em qualquer momento do ano.

A primeira Money in the Bank ocorreu com a participação apenas de lutadores do Raw e estrelas de alto nível como Chris Benoit, Shelton Benjamin, Christian, o próprio Chris Jericho, Kane e Edge (este ultimo sendo o vencedor e o primeiro "Mr. Money in the Bank").

Este tipo de combate pode ser considerado inesquecível por diversos motivos, mas principalmente porque a partir daquele ano, o Money in the Bank passou a ser o grande momento de muitos lutadores que estavam ainda em crescimento na WWE.

Vencedores como CM Punk (vencedor duas vezes), The Miz e Daniel Bryan tiveram suas afirmações para o main event através deste combate e o momento de cash in foi sempre umas das grandes surpresas que a WWE planejava para os seus fãs em sua programação.

Por Ricken

Wrestlemania 21

WWE Championship Match
John "Bradshaw" Layfield © vs. John Cena



A primeira WrestleMania a que assiti! Lembro-me muito bem, como se tivesse sido ontem. Vim a correr do cinema porque não queria perder a WrestleMania que ia dar na SIC Radical. O combate que eu queria mais ver era o combate pelo título da WWE. Numa rívalidade muito entretida e emocionante, vimos Cena a dar a JBL aquilo que nós espectadores queríamos: uma valente sova.

Mas isso não seria fácil, tendo em conta que JBL era o campeão e um milionário, logo tinha muito bons ajudantes como Orlando Jordan. A rivalidade foi tão intensa que chegaram a "queimar" o spinning belt dos Estados Unidos que Cena criou. E naquela altura, jovem incrédulo a acreditar ainda na veracidade do Wrestling fiquei possesso. Assisti ao combate de John Cena contra JBL como se fosse a final da Liga dos Campeões Europeus ou de um Mundial de Futebol.

JBL deu tudo, Clothesline From Hell, Big Punt, joelhadas na cara, murros fortíssimos, tudo para que conseguisse manter o reinado histórico! Contudo, não foi suficiente. Cena levantava-se determinado, queria ganhar, queria mostrar que era o mais forte. E eu, incrédulo torcia por Cena. E tal qual Songoku ajudado pela energia de todos os fãs da altura, Cena levanta JBL para aplicar o FU, para a vitória. Fiquei satisfeito! O meu preferido, da altura, tinha ganho!

Por PyroMANiac

Wrestlemania 21

World Heavyweight Championship Match
Triple H (c/ Ric Flair) © vs. Batista



Este foi o combate que ditou o inicio do fim dos Evolution, a ambição de Triple H levou a que o Batista trair os evolution e colocar-se uma posição principal ao vencer o Royal Rumble do mesmo ano.

Foi a minha segunda Wrestlemania, mas será sempre um dos melhores combates que vi em Wrestlemanias. O inicio da feud entre ambos começa aqui, foi um combate com uma construção incrível, cheio de momentos para recordar. Quem não se recorda da entrada de Triple H com os Motorhead a fazerem um live show?! Ou o momento de um único finisher que terminaria com o match (Algo que é raro não termos nos dias de hoje), já que Batista só precisou de evitar o Pedigree e se tornar pela 1ª vez o campeão mundial com o seu famoso Batista Bomb.

E como não poderia faltar num Main Event e combate de Triple H ele acaba por sair a sangrar, momentos que hoje dificilmente teremos. Sem duvida que é um Main Event para recordar com os tops Superstars do RAW a terminar a noite.

Por Rodrigo Sylva

Wrestlemania XXVI


Career vs. Streak No-DQ, No-Count-Outs Match
Shawn Michaels vs. The Undertaker



Se no primeiro combate entre Undertaker e Shawn Michaels na Wrestlemania, superioridade era o principal tema, redenção seria o deste segundo combate. HBK ficou obcecado com a ideia de uma revanche contra o "Deadman" por julgar que ele conseguiria quebrar a streak, mas as recusas do então World Heavyweight Champion apenas pioravam a situação.

Ele tenta vencer o Royal Rumble, e participar da Elimination Chamber, mas falha em ambas as tentativas. Desesperado pelo combate, ele então custa o WHC a Taker na Chambr match, e enfim recebe sua revanche, sob a condição de que sua derrota implicará no fim de sua carreira. Para acrescentar foi decidido que esta luta seria sem desqualificações nem count-outs.

A luta acontece e temos um show completo. O momento mais memorável da contenda acabou sendo sua passagem final, quando Undertaker durante sua característica "taunt", para antes de passar seu dedo pela garganta, e apenas observa o caído Shawn.

O "Mr Wrestlemania" consegue ficar de joelhos e faz a "taunt" de Undertaker, dando-lhe um tapa em seguida. Isso faz com que a raiva do "Phenom" floresça novamente, e ele aplica um terceiro e último "Jumping Tombstone Piledriver" enfim vencendo e aumentando sua sequência de vitórias para 18-0.

Antes de sair do ringue, porém, Taker mostra todo o respeito por seu adversário, levantando-o, e cumprimentando-o por seu esforço e deixando que o "Heartbreak Kid" pudesse ter seu último momento com os fãs. Encerrou-se assim, de forma totalmente digna, a carreira do homem dito um dos melhores wrestlers de sempre.

Por Diego Meira

Wrestlemania 30

Singles Match
Se Bryan vencer, será adicionado ao combate entre Batista e Randy Orton pelo WWE Championship
Daniel Bryan vs. Triple H



A carreira de Daniel Bryan como competidor ativo da WWE acabou bem antes do esperado, infelizmente, porém já rendeu um dia especial que ficará na memória de todos os fãs que o presenciaram: Wrestlemania 30. E essa noite abriu com Daniel Bryan enfrentando o homem que empesteou sua vida por meses antes do show; o COO da WWE Triple H. O vencedor enfrentaria Randy Orton e Batista pelo WWE title no final do evento.

O combate pode ter sido o primeiro dessa edição da WM, mas foi o mais longo e muito possivelmente o melhor. Triple H mostrou que apesar da idade ainda tem habilidade para proporcionar bons combates, enquanto Daniel Bryan outra vez mostrou porque diziam que ele era o melhor do mundo.

Bryan consegue uma vitória difícil após um Knee Plus em uma das maiores lutas de sua vida. Claro, só aconteceu pela saída de CM Punk da WWE o que deixou Triple H sem combate na WM daquele ano, mas ainda rendeu um belo momento.

Por Leo C.

_________________________________

Com isto, apresentamos mais 11 combates nesta 2ª parte que certamente estarão também na memória dos leitores do Wrestling Notícias.

Que combates vocês nunca mais esquecerão deste evento? Deixa um comentário e quem sabe se não será um dos combates a aparecer na última parte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

2 comentário(s):

vitor oliveira disse...

Boas escolhas. Um dos combates que não está na lista e que não esqueço (fora Taker vs HHH no HIAC) é o encontro entre The Rock e Cena na Mania 28 um grande combate onde estava torcendo pelo Cena

Anónimo disse...

PyroMANiac,

Como um grande fã de John Bradshaw Layfield, fico contente que você gostou tanto de Cena vs. JBL pelo WWE Title na Wrestlemania 21 ao ponto de ter comparado com a final da Liga dos Campeões. É um belo elogio.

A WWE construiu JBL como um forte WWE Champion em 2004/5. Ele venceu Eddie Guerrero, Big Show, Undertaker, Kurt Angle e Booker T. Após bater todos esses grandes nomes, a companhia decidiu colocar o cinturão no novato John Cena. Vendo hoje, foi o melhor para os negócios.

Como o próprio CM Punk admitiu no Twitter, JBL nunca teve medo de colocar os novatos Over nos shows, além de Edge. E não foi diferente na Wrestlemania 21.