sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Rivalidades (In)Esquecíveis #16 | The Undertaker vs Kane (Parte II) 2003/2004

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


(The Undertaker vs Kane)

Sejam bem vindos a mais uma edição de Rivalidades (In)Esquecíveis!

Para esta semana quis trazer a continuação de uma das primeiras rivalidades aqui retratadas.

Retrospectiva:

Essa rivalidade saiu na edição #2, The Undertaker vs Kane em 1997/1998. Aqui nesta edição falou-se de como tudo aconteceu desde o inicio. O que se passou quando eram simplesmente duas crianças, dois irmãos e o que levou Kane a querer vingança do seu irmão. Como Kane se estreou na WWE com a sua sede de vingança e os seus objectivos que eram nada mais nada menos que destruir o seu irmão, The Undertaker.

Esta primeira parte da rivalidade terminou no PPV Unforgiven: In Your House a 26 de Abril de 1998. Para este PPV, um combate especial. O primeiro Inferno Match da história.

(The Undertaker vs Kane - Inferno Match)

Mas uma coisa era certa. Independentemente do vencedor desse combate, a história entre ambos estaria longe de acabar. De facto, ainda era o inicio.

A segunda parte desta rivalidade, irá revelar como se desdobra esta guerra destrutiva entre duas das forças mais dominantes no mundo do wrestling.

Podem ler a primeira parte da rivalidade clicando na imagem em baixo.

(Rivalidades (In)Esquecíveis #2 The Undertaker vs Kane (Parte I) 1997/1998)

Continuação:

Nesta altura, The Undertaker e Kane perceberam exactamente o quão perigoso era o outro. Eles batalharam mais vezes após os primeiros confrontos épicos que tiveram, no entanto não chegavam nem perto ao nível de agressividade e do teor pessoal dos primeiros confrontos.

Parecia até que tinham deixado isso tudo para trás. Voltaram a lutar um contra o outro, mas no fundo seria apenas isso. Uma luta de wrestling. Uma luta de wrestling competitiva, mas mais nada. Sem objectivos nenhuns em concreto, para lutarem. Chegaram ao ponto em que acabariam por lutar lado a lado, formando os Brothers of Destruction.

(Brothers Of Destruction Tag Team Champions)

Apesar de todo o ódio pessoal de um para o outro e toda a animosidade, conseguiram arranjar maneira de co-existir e como resultado, até conquistaram o ouro na divisão Tag Team. Era inspirador, ver como dois monstros como eles, após terem passado o que passaram um com o outro, a eficiência com que trabalhavam juntos com um objectivo em mente. Vencer!

Mas isto não seria para sempre.

Todo aquele ódio, toda aquela destruição, todo aquele horror de 1998 iria ser derramado de novo e voltar no Survivor Series em 2003. Quando todos pensavam que os Brothers of Destruction se contentavam apenas em ser irmãos, Kane chocou o mundo, mostrando que não era bem assim.

Antes de avançar, só deixar aqui o seguinte. Nesta altura, Undertaker já tinha mudado muito. Por altura dos primeiros confrontos com o seu irmão Kane, era conhecido como “Lord of Darkness” e “Ministry of Darkness”. Mas depois Undertaker tornou-se mais “humano”. Surgindo como “American Bad Ass” e de seguida como “Big Evil”. E o “Big Evil” iria durar até ao Survivor Series de 2003.

(The Undertaker - Big Evil)

O fim dos Brothers of Destruction – Survivor Series:

Por esta altura, Undertaker estava em rivalidade com Vince McMahon. Undertaker estava a competir pelo WWE Championship contra Brock Lesnar. Isto aconteceu no No Mercy e foi um Biker Chain Match. Undertaker acabou por perder o combate devido a interferência de McMahon e isto levou à sua rivalidade que iria culminar no Survivor Series em um Buried Alive Match.

Não era só The Undertaker que estava diferente. O seu irmão, Kane também tinha passado por mudanças. A meio do ano de 2003, Triple H tinha proposto um acordo a Kane para este se juntar aos seus “Evolution”. No entanto o co-general manager do Raw Steve Austin disse a Kane que se este rejeitasse a proposta de Triple H, Kane iria defronta-lo pelo World Heavyweight Championship.

No entanto o outro co-general manager do Raw, Eric Bischoff insistiu que no caso de Kane perder o combate contra Triple h, Kane perderia a sua mascara. Kane aceita a oferta de Stone Cold e desafia Triple H para um combate pelo título no Madison Square Garden. Triple H ganha o combate após interferência dos seus companheiros dos Evolution e retêm o título. Por fim, Kane finalmente tira a mascara e revela ao mundo o seu rosto maléfico.

(Kane após retirar a mascara)

Voltando ao Survivor Series 2003,The Undertaker vs Vince McMahon em um Buried Alive Match. Para se vencer este combate, o lutador tem que literalmente enterrar o seu adversário, metendo-o numa cova e tapar com areia.

(The Undertaker vs Mr McMahon - Buried Alive Match)

Mr McMahon tinha vindo a desrespeitar completamente Undertaker e era altura para Vince ser enterrado. The Undertaker brutalizou e dominou o maníaco McMahon desde o soar da campainha para o inicio do combate e estava perto de conseguir a vitória decisiva, mas quando McMahon estava já dentro do buraco e Undertaker preparava-se para o enterrar, surge uma explosão da parte de cima do palco que mandou o “American Bad Ass” para o chão.

A seguir à explosão surgiu Kane que atacou Undertaker que estava confuso. Não sabia o porquê de Kane o estar a atacar. Com isto, Kane atirou Undertaker para a “cova” e permitiu que McMahon o enterra-se vivo, conseguindo assim a vitória no combate.

(Kane enterra The Undertaker vivo)


(Survivor Series - The Undertaker vs Mr McMahon - Buried Alive Match)

Kane iria depois explicar os seus actos, e o porquê de ter atacado o seu irmão. Kane veio dizer que ele e The Undertaker eram dois monstros. Quer fosse lutando os dois lado a lado, ou um contra o outro. Eles eram monstros impiedosos juntos.

Excepto que, Undertaker tinha mudado. Tinha-se tornado um ser humano normal e Kane simplesmente não suportava isso. Ele não podia, e não iria permitir que aquele que um dia chamou de irmão, se tinha tornado uma pessoa normal.

O regresso do… Deadman:

Mas The Undertaker iria voltar. Ele começou a “caçar” o seu irmão só como um Deadman consegue fazer. The Undertaker soltou os seus jogos psicológicos para atormentar Kane, algo que já não se via à alguns anos, o que significava que o plano de Kane tinha resultado, mas tinha resultado contra ele.

Um desses jogos psicológicos aconteceu no Royal Rumble de 2004. Kane estava no combate e de repente toca os sinos da música de Undertaker. Kane distrai-se e é eliminado por Booker T.

(Kane eliminado por Booker T no Royal Rumble Match 2004)

Isto iria continuar até à Wrestlemania XX. Não havia mais American Bad Ass, ou Big Evil… o Deadman estava de volta. E estava de volta para vir atrás de Kane.

Na Wrestlemania XX iria tudo começar de novo.

(Cartaz oficial para o combate The Undertaker vs Kane na Wrestlemania XX)

De repente ouve-se um familiar “OOOOHHHHH YESSSS” e o Madison Square Garden quase vai abaixo com a chegada de Paul Bearer. Bearer iria conduzir as criaturas da noite de Undertaker pela rampa até ao ringue enquanto Kane olhava com descrença, não acreditando nos que os seus olhos viam.

(Entrada de The Undertaker com Paul Bearer na Wrestlemania XX e Kane incrédulo)

Até este preciso momento, Kane sempre acreditou que Undertaker não voltaria depois de ter ajudado McMahon no Survivor Series. Sempre pensou que o seu irmão estaria enterrado e nunca mais voltava, mas voltou.

A campainha toca para o inicio do combate e Kane é forçado a olhar nos olhos do seu irmão. Kane não acreditava, não estava a acreditar que o homem que ele tinha enterrado vivo poderia voltar do túmulo. Kane da uns passos em frente até Undertaker, ainda inseguro se seria real ou não.

Kane iria ainda tocar no seu irmão e num momento que iria destruir todas as dúvidas de Kane, The Undertaker carrega sobre Kane uns fantásticos strikes.

(Kane incrédulo toca em Undertaker)

Numa tentativa para sair deste pesadelo, Kane rola para fora do ringue, mas Undertaker vai logo atrás dele. Kane ainda ia atingir alguns golpes no seu irmão, mas era claro que Undertaker era o agressor nesta ocasião.

(The Undertaker domina o seu irmão, Kane)

The Undertaker iria ficar de pé, com Kane a olhar em choque. Os golpes não afectavam o seu irmão. Undertaker começou a ganhar mais dinâmica quando os golpes poderosos de Kane tinham praticamente impacto zero no seu irmão. The Undertaker a seguir aplica o chockeslam e os fãs sabiam que o fim estava próximo.

(Tombstone Piledriver de The Undertaker em Kane)

The Undertaker iria fazer o sinal e de seguida aplicar o clássico Tombstone Piledriver. Undertaker de seguida faz o pin a Kane e ganha o combate.

(Wrestlemania XX - The Undertaker vs Kane)

Possivelmente terá sido a completa descrença pelo regresso do seu irmão. Talvez até a insanidade de Kane a voltar-se contra ele ou então a vingança de Undertaker tenha sido mais poderosa do que qualquer outro ataque de Kane. Independentemente do que tenha sido, The Undertaker derrotou Kane.

Tudo começou de novo para Kane, mas ele não tinha cumprido a sua missão ainda. O desejo de Kane sempre foi o de destruir Undertaker, e mais uma vez, falhou essa missão.

Os monstros não desistem e Kane não iria desistir assim tão rápido na sua busca pela destruição do seu irmão.

Mas isso, veremos numa edição futura.

(The Undertaker Vs Kane Parte III - Brevemente)

Notas finais:

- Na minha opinião a primeira parte da rivalidade em 97/98 foi a melhor. Teve os melhores combates e teve aquele impacto de se conhecer a história do irmão de Undertaker, Kane. Alem de que nesta altura apenas ouve um combate entre ambos na Wrestlemania XX;

- Apesar disso e de o combate na Wrestlemania não ter sido nada de mais, pois Undertaker controlou completamente o combate, mas o que ressalvo aqui é a maneira como a história foi construída. Kane supostamente enterrou o seu irmão vivo no Survivor Series em 2003, tendo Undertaker desaparecido para sempre. Após isso, todos os teasers de um regresso, todas aquelas “actividades paranormais” como Undertaker faz, fez todos acreditarem que ele voltaria. Todos menos Kane, que até ao combate com na Wrestlemania estava convicto que tinha morto o seu irmão e era impossível ele voltar;

- A maneira como Kane vende o regresso de Undertaker é fenomenal. Talvez um dos melhores momentos de sempre de uma Wrestlemania. Desde a entrada de Paul Bearer, a entrada de Undertaker e mesmo no ringue, Kane passou praticamente o combate inteiro sempre incrédulo como era possível o seu irmão estar ali no ringue;

- Alem do regresso de Undertaker, o regresso de Paul Bearer. Como fãs, estaríamos claro à espera que Undertaker regressasse, mas aquele “OOOHHHH YEEESSSSSS” é arrepiante e adiciona ainda mais adrenalina a todo aquele momento;

- Um facto curioso é que Kane até aqui nunca conseguiu uma vitória sobre Undertaker. Kane já tinha conseguido vitórias sim, mas a fazer equipa com Undertaker nos Brothers of Destruction. Isto claro, alimentaria ainda mais as expectativas para esta rivalidade regressar no futuro e ver como iria se desenrolar e como iria acabar.

E vocês o que acharam? Gostaram desta segunda parte da rivalidade entre o Deadman e o The Big Red Machine?

Qual o melhor momento para vós desta rivalidade?

Por esta semana é tudo e espero que seja do vosso agrado e como sempre, deixo-vos a pergunta…

Para vós, esta é uma rivalidade Esquecível ou Inesquecível?

Este artigo é dedicado à memória de William Moody "Paul Bearer"

(William Moody "Paul Bearer")

Rest In Peace

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):