sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Weekly Wrestlers #23 | Análise e Nova Votação

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!

Mais uma semana a contar os vossos votos e mais uma semana com um ranking totalmente novo sobre os Superstars masculinos e femininos que mais marcaram esta semana, de acordo com vocês.

Como funciona este espaço? É simples!
> Vocês (leitores do Wrestling Notícias) mandam na votação, pois cada comentário que deixem conta como um voto, seja um lutador, lutadora ou até uma equipa que mais se destacam no decorrer desta semana
> Têm até DOMINGO À NOITE para deixar os vossos votos nos comentários > Caso haja empates durante o decorrer da contagem de votos, nós teremos uma última palavra para decidir quem fica em determinado lugar
> Têm ATÉ 5 ESCOLHAS (INCLUSIVE) para deixar no comentário nesta publicação
> Os lutadores/lutadoras/equipas escolhidos por vocês, têm de ser quem vocês acham que marcou mais esta semana no wrestling (seja na WWE, TNA, ROH, Independentes, Lucha Libre, Nacional ou Puroresu)

O vosso voto conta e, como prova, vejam lá se este nosso/vosso ranking é descabido:

Há 2 semanas:

3º Lugar

Ambrose não estava muito bem-disposto. O seu título cheirava esquisito e parece que também não gosta muito de interferências de Wyatts nos seus assuntos. Que lá pediu a Shane McMahon que lhe desse logo a víbora do grupo, Randy Orton. Decisão precária mas dois pontos: Ambrose está bem a marimbar-se para isso; a Wyatt Family está uma bagunça quase em implosão. E cabia ao lunático saber capitalizar isso.

Nova semana, novo desentendimento entre Randy e Luke Harper, nova derrota de Randy Orton. Novo estrilho ali armado e Bray Wyatt já teve que recorrer a medidas um pouco mais extremas, mais físicas. Não, não está tudo bem no seio daquela família que parece tão normal e funcional. O Ambrose, esse é que se esquivou bem!
________________
Parece que pode sair da escuridão e da vergonha depois da última humilhação. E até convém, visto que está a chegar a Royal Rumble. E anunciou-se então. Brock Lesnar ganha coragem e comparece no Monday Night Raw! Ou talvez não, era o que indicava Paul Heyman na abertura do programa. Mas encham lá o ringue de homens ambiciosos e com muito paleio e vêem se ele está ou não.

Que se lixe lá a vergonha, ele viu ali muita coisa para arremessar ao ar, acaba por ser mais forte que ele! Brock Lesnar retorna ao Raw e fá-lo à maneira Lesnar: dando cabo de toda a gente, atirando toda a categoria de corpos ao ar e fazendo uma limpeza à casa à sua habitual maneira. Sem precisar de fazer mais do que isso. Assim até já parece um Lesnar mais Lesnar que aquele do Survivor Series...
________________
A malta deve preferi-lo, e com muita razão, a partir tudo em ringue do que propriamente a falar. Mas olhando para o seu papel mais passivo neste passado Impact Wrestling, se calhar até se pode apreciar a sua acção desta vez. Parece que o homem tem jeito para fazer main events!

Com a candidatura ao título ganha, muito arduamente, Lashley chama Eddie Edwards para o desafiar e avisar que o conto de fadas dele ia acabar de uma vez por todas. O desafio lançado é bombástico: na próxima edição - especial "Genesis" - combaterão num "Iron Man" de 30 minutos! Eddie Edwards aceitou de muito bom grado e isto já promete! Ainda para mais com todo o agite e clima que se instalou no final do segmento!
________________
Se alguém ainda duvidar das "primonishuns" de Broken Matt Hardy, está mesmo habilitado a ser DELETED! É ver o que lhe valeu uma neste passado Impact. No combate "Race for the Case" que veio substituir o "Feast or Fired" mantendo o emprego a todos, resgatando o "Open Fight Night" e deixando todos confusos quanto ao significado dos números, todos lutavam por uma mala qualquer que os tirasse dali e lhes desse alguma coisa.

Menos o nosso rompidinho. Esse estava fixado numa, muito simplesmente porque já anda a ter premonições - escrever "primonishuns" é mais engraçado - durante os combates e viu potencial naquela mala, que o seu irmão recuperou. Jeff revela mais tarde: tinha o número 1! Os Broken Hardys saem desta edição do Impact Wrestling com... alguma regalia que ainda naõ sei bem qual é. Mas saem vitoriosos!

Há 3 semanas:

7º Lugar

Já vimos tanta feud a começar e a acabar daquela habitual maneira discreta, em que as coisas transitam naturalmente. Já quantas vezes vimos uma feud a acabar anunciada com um combate para esse propósito? E quantas feuds tiveram duelos e "parlays" pelo meio? Pois, o certo é que também não vimos por aí muitas Superstars como Jack Gallagher. Aliás, nunca vi um assim e isso é óptimo.

Porque Gallagher é óptimo e, juntamente com Aryia Daivari, deu um fantástico combate "I Quit". Perdão, "I Forfeit". Outro exclusivo. Combate muito bom que também teve a sua dose saudável de entretenimento e onde Gallagher chegou a ser dominado por bastante tempo. Vale o auxílio de três guarda-chuvas! Gallagher sai vencedor do combate e vencedor da rivalidade. Como um autêntico cavalheiro, como sempre! Mais de Jack Gallagher, por favor!

Há 1 Mês:

3º Lugar

Bem, parece que querem mesmo dar aquela volta total a Dolph Ziggler. Já não é só um tipo frustrado e, ao que parece, nem sequer se vai tornar aquele tipo pomposo que era antes. Para fácil reacção, é colocar Jerry Lawler em Memphis e lá apresentou o seu "King's Court" com Ziggler como convidado. Para ver se descobria alguma coisa. Bem... Descobriu que a jóia de moço gaba-se de provocar um ataque cardíaco a Lawler.

Tudo o que a mãe quer num filho ali mesmo. Não bastava. Teve que elevar a fasquia para bem alto, ao aplicar um Super Kick ao King... No peito. Causando o susto e rápido auxílio - mesmo com tropeções - de JBL. Há Heels e há Heels. Mas nem sempre há um tipo que tenta matar um idoso e ainda se ri da situação. Bem, esse é Ziggler!
________________
O seu regresso ao activo era aguardado. Vítimas dos azares das lesões são muitos e Drew Galloway era o mais recente caso da TNA. Antes de ser forçado à baixa, ia competir pelo novo Impact Grand Championship no Bound for Glory. E ficou com a fome. Especialmente quando afirma que aquele título foi feito para ele.

Muito hype à volta do embate entre Galloway e Moose. Se querem uma noção do hype: ao longo de todo o episódio do Impact Wrestling foi promovido e com as carreiras de ambos na TNA a ser recordadas. Chega ao main event e é disputado num tradicional combate deste cinto, com três rounds. Combate mal administrado, quando deram um round a Moose em que esteve esteve preso numa submissão por muito tempo, perdendo qualquer domínio. Mas o empate era necessário.

Mas que se lixem os pontos. Galloway quer ganhar as coisas à antiga. E à patada. Foi por pin fall e foi com convicção - pronto, um golpe baixo que lhe tirou pontos inúteis deu-lhe vantagem - que se tornou o novo Impact Grand Champion. Como prometera.

Há 3 semanas:

4º Lugar

Não é caso para temermos por ela, ela já deu bastantes provas de que aguenta do mais forte e pesado que atirarem para cima dela. Não é Women's Champion a fazer e receber carícias. Mas por outro lado coitadinha, trancá-la numa jaula! Era o que estava planeado para o main event do Smackdown, a sua defesa do título contra Becky Lynch em que a Irlandesa estava confiante de que estaria finalmente tudo a seu favor.

Uma jaula impede interferências! Claro que sim, basta ver como tem sido... Sempre, há anos. E foi uma interferência mascarada, que até viu a sua revelação, que foi fulcral para a vitória de Alexa Bliss. Precisou da ajudinha? Diz que sim mas saiu da arena ainda Campeã e com uma aliada poderosíssima!
________________
Já matámos saudades dela há pouco tempo. Já a vimos a competir no NXT Takeover: Toronto, frente a Asuka pelo NXT Women's Championship. Mas isso foi só uma entrada. Boa, mas só um aperitivo. Já se falava tanto da sua contratação a tempo inteiro para integrar o plantel do Smackdown e procurávamos todos um buraquinho no card feminino onde ela coubesse. E pronto, as asneiras de Becky Lynch e Alexa Bliss não se podiam ficar por elas e tinha que meter... Luchadoras.

A culpa pode dizer-se que seja de Becky, quem começou a brincadeira e agora tem que levar com isso. É que essa misteriosa Luchadora interferiu no seu histórico combate de jaula pelo título e custou-lhe a vitória. A Irlandesa não se deu com isso e, no mínimo, tinha que saber quem era a marota. Ovação e surpresa para Mickie James! Qual é o assunto? Saberemos. Para já... Bem-vinda de volta, lá como queiras aparecer!

Há 1 Mês:

10º Lugar

Pois, dá para entender que a ideia de enfrentar Chris Jericho na Wrestlemania, com a desculpa de que ambos são co-Campeões, logo nem interessa quem ganha ou perde, sugerida por esse mesmo melhor amigo, não lhe agrada muito. Mas Owens tem outras coisas a ocupar-lhe a mente. Como, por exemplo, o seu adversário do Royal Rumble, atrás do seu Universal Championship, Roman Reigns.

Tinha-o à sua frente no main event do Raw mas num combate onde mal cabia tanto corpo. E que aconteceu porque realmente não cabia tanto corpo no segmento de abertura do Raw: Kevin Owens, Chris Jericho e Braun Strowman enfrentavam Roman Reigns, Seth Rollins e o retornado Sami Zayn. E já disse que nem cabia tanto corpo naquele ringue? É que não dava mesmo, nem dava para acabar o combate em condições ou acabar logo, continuaram a andar à bolachada na rampa ou no palco de entrada.

Quem fecha com um tremendo ponto de exclamação? Kevin Owens. Com uma estrondosa Powerbomb sobre Reigns na mesa dos comentadores. Mensagem enviada, recebida e vista...

Mais um Top 10 concluído, mais uma semana resumida e nós aqui prontos para outra! Já sabem como funciona, comecem já a comentar após o Raw, com aquela ou aquelas estrelas que mais marcou e prossigam ao longo da restante semana. É para continuar a contar, toca a votar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

3 comentário(s):

vitor oliveira disse...

Bobby Roode
Lashlay
Rosemary
Authors of Pain
Christopher Daniels

Chris JRM disse...

Bobby Roode, Authors of Pain, Asuka, Lashley, Rosemary

Diego Meira disse...

Bobby Roode, Bobby Lashley, Rosemary, Christopher Daniels e Asuka