sábado, 14 de janeiro de 2017

Rivalidades (In)Esquecíveis #13 | Trish Stratus vs Mickie James (WWE - 2005 a 2006)

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


(Trish Stratus vs Mickie James)

Sejam bem vindos a mais uma edição de Rivalidades (In)Esquecíveis!

Num destes dias, estava a pensar em fazer um artigo sobre uma rivalidade feminina e a primeira que me veio logo à cabeça foi precisamente esta. Alguns ainda se deverão lembrar, outros nem por isso, mas o facto é que para mim, a nível pessoal, foi das últimas grandes rivalidades femininas que a WWE produziu. Foi das últimas da lenda Trish Stratus e foi o elevar de uma personagem que tinha tudo para ser a futura top heel da companhia, Mickie James.

Desde já fica a informação que esta não é uma rivalidade PG :)

Em plena altura da “Ruthless Aggression Era” havia duas top stars na divisão feminina, já com um legado muito importante, e acho que é seguro dizer que seriam Lita e claro, Trish Stratus.

O inicio:

Trish Stratus era WWE Women’s Champion apesar de uma ausência de quase 4 meses devido a lesão. No entanto a WWE nunca retirou o título a Trish. Quando regressou de lesão, dia 12 de Setembro de 2005 como Babyface, Trish aliou-se a Ashley Massaro para confrontar Candice Michelle, Victoria e Torrie Wilson, as chamadas Vince’s Devils.

(Trish Stratus)

Nesta história entra também Mickie James que se estreou a 10 de Outubro. Mickie estreou-se como sendo uma fã obcecada por Trish. Ao inicio tudo bem, Trish aceitou bem Mickie, se bem com algumas reservas até chegaram a fazer equipa e combater em alguns Tag Team Matches, mas Mickie sempre a manter-se como a fã obcecada de Trish.

(Mickie James)

O primeiro PPV (Pay Per View) desta rivalidade foi no Taboo Tuesday a 1 de Novembro de 2005. Uma Battle Royal pelo WWE Women’s Championship, mas com uma “estipulação” especial. Neste PPV os fãs votavam para determinar certos aspectos dos combates, como adversários para um determinado lutador, votar em estipulações para um determinado combate, etc. Para esta Battle Royal, todas as lutadoras teriam de lutar em lingerie, estipulação que obteve 43% dos votos.

Para este WWE Women’s Championship Lingerie Battle Royal lutaram Ashley, Candice Michelle, Victoria, Maria, Mickie James e Trish Stratus que assim tentava defender o seu título.

Mickie começa por salvar Trish de ser eliminada após Victoria a tentar eliminar. As eliminações continuaram até estar no ringue Victoria, Mickie e Trish. Quando Victoria tentou eliminar Trish, Mickie veio em sua salvação e para salvar a sua heroína eliminou Victoria e ela própria, permitindo assim que Trish continua-se como Women’s Champion.

(Taboo Tuesday - Battle Royal pelo WWE Women's Championship)

Durante o evento de tributo a Eddie Guerrero ouve mais uma Battle Royal, desta vez ganho por Melina. Isto levou a uma mini rivalidade dentro da que já existia quando Melina, acompanhada por Mercury e Nitro (MNM) raptaram Trish Stratus para a forçar a um combate pelo Women’s Championship no Survivor Series.

Para o Survivor Series Melina seguiu acompanhada por Mercury e Nitro e Trish subiu ao ringue acompanhada pela sua fã obcecada Mickie James. Trish Stratus acabou por ganhar o combate, mas no fim, Mickie agarrou no Championship pela primeira vez. Talvez um teaser para o que se viria a passar… Até ao fim do ano de 2005 Trish e Mickie continuariam a fazer equipa por diversas vezes o que levaria a Mickie se ir tornando cada vez mais obcecada por Trish, a ponto de por vezes parecer assustador a sua obsessão, mas sempre de um modo em que nos mantinha sempre a ver o que se seguiria o que Mickie iria fazer a seguir.

(Survivor Series - Trish Stratus C/Mickie James vs Melina C/Mercury & Nitro)

O primeiro confronto – New Year’s Revolution:

Estávamos agora a caminho do PPV New Year’s Revolution, mas antes disso, no episódio do Raw de 26 de Dezembro viu-se um segmento de bastidores com Trish e Mickie onde Mickie repara num visco no tecto e ao tentar chegar lá beija Trish Stratus. Trish assustada com o que tinha passado, sai a correr da sala onde estavam. Isto já revelaria um outro lado da obsessão de Mickie James por Trish Stratus. Agora, alem de fã obcecada, passaria também a ter o desejo de ter Trish, levando esta rivalidade a passar a haver a obsessão sexual.

(Mickie James beija Trish Stratus)

Convem referir que umas semanas antes, Mickie James tinha competido contra Victoria para determinar quem seria a primeira contender ao Championship de Trish e que foi ganho por Mickie. Isto já levaria a rivalidade a outros patamares e confrontos.

New Year’s Revolution chegaria a 8 de Janeiro de 2006 e o primeiro confronto entre Trish e Mickie.

Aqui nesta altura já se via Mickie a imitar de certa forma Trish ao usar as suas manobras. De destacar que apesar de Mickie James ser nova na WWE, já se ouvia cânticos “Let’s go Mickie”, tendo em conta também que Trish Stratus já era uma lutadora respeitada por todos e já uma “veterana”. Isto prova que o booking até agora tinha sido bom e que ela tinha sido bem elevada.

Foi um combate competitivo e agressivo e em que Mickie usa o Stratusfaction (finisher de Trish Stratus) e depois tenta usar o Mick Kick mas Trish conseguiu evitar o golpe, aplicando de seguida o Chick Kick para ganhar o combate e reter o título.

(New Year's Revolution - WWE Women's Championship Trish Stratus vs Mickie James)

Continuação – A mente perturbada de Mickie James:

Apesar de Mickie perder o combate, continuava a sua paixão por Trish por mais uns tempos, mas no entanto, Trish já não estava a aguentar e fartou-se, pedindo a Mickie que se afasta-se, que precisava do seu espaço.

Depois disso surgiu o Royal Rumble, onde Mickie James lutou contra Ashley com Trish Stratus como árbitro convidado. Mickie ganhou um combate após um powebomb destruidor. Mas o verdadeiro “angle” aconteceu antes de o combate acontecer, quando Mickie puxa Trish à parte e diz que a ama, mas Trish rejeitou-a… isto levaria a rivalidade a um outro nível.

(Royal Rumble - Mickia James vs Asley - Trish Stratus árbitro convidado)

Mais tarde e após Trish ter pedido a Mickie que esta se afasta-se, as duas ainda se juntaram para mais um combate tag team.

Num episódio do Saturday Night Main Event, o par de Trish Stratus e Mickie James uniu-se para defrontar Victoria e Candice Michelle. Após a vitória e para celebrar, Mickie ia dar um beijo a Trish, mas esta rejeitou e então ai, Mickie James ataca Stratus violentamente, gritando na cara dela “Do you love me now?” (Amas-me agora?).

(Saturday Night Main Event - Trish Stratus & Mickie James vs Victoria & Candice Michelle)

Um dos heel turns mais antecipados. Todos sabiam que um dia iria acontecer, mas ninguém conseguia prever quando iria acontecer. O facto de Mickie interpretar este papel tão bem, foi um regalo. Mickie parecia uma miúda de 13 anos após ser rejeitada e furiosa com essa rejeição.

O caminho para a Wrestlemania XXII:

Mickie James seria então colocada para defrontar Trish Stratus pelo WWE Women’s Championship na Wrestlemania XXII.

Mas antes de chegarmos a esse momento, no episódio do Raw de 20 de Março, aparece um embrulho gigante em cima do ringue. Então surge a música de Mickie e ela sobe ao ringue e pelo que aparente, ela tem uma prenda para Trish Stratus. Trish também aparece antes de Mickie revelar o que está no embrulho, o que se revela ser uma grande surpresa para ela.

Mickie James tinha raptado Ashley uns temos antes e revela que o que está no embrulho gigante é precisamente Ashley. Mickie ameaça que ataca Ashley se Trish entrar no ringue. Este é um dos melhores segmentos desta rivalidade e que demonstra o quão psicopata é a personagem de Mickie. Trish então entra em ringue e ataca Mickey e tenta soltar Ashley, mas Mickie com um forearm na cara de Trish acaba por a impedir. Depois James aplica um DDT a Trish, beija-a novamente e deixa as duas estendidas no ringue indefesas.

(Trish Stratus confronta Mickie James)

Finalmente chegamos à Wrestlemania, o maior evento do ano. A isto junta-se uma das melhores rivalidades já vistas na divisão feminina e a busca pelo WWE Women’s Championship.

(Wrestlemania XXII - WWE Women's Championship Trish Stratus vs Mickie James)

Antes do combate, é mostrado um vídeo que nos faz relembrar e recordar toda a rivalidade até então, mostrando o grande build up que ouve até chegar a esta altura e vê-se a loucura da psicopata Mickie James.

Um combate que teve de tudo, e até teve o inesperado, o que não se pensava ver dentro daquele ringue. Um combate duro, também técnico e já descrito como um dos melhores combates até a data da divisão feminina.

Trish tem a maior ofensiva no inicio do combate onde se viu uns chops e até tentar o Chick Kick fora do ringue, mas acabou por atingir o poste do ringue. Mickie depois começa a trabalhar a perna lesionada de Trish a maior parte do combate.

(Mickie James e Trish Stratus)

O momento mais controverso chegou quando as duas estavam no meio do ringue, Trish ia tentar o Stratusfaction, mas Mickie desvia-se e de repente agarra com a mão as partes íntimas debaixo de Trish. Esta fica como que em choque e de seguida Mickie leva a mão a boca para lamber os dedos, mostrando o que esta queria de Trish, alem do seu Women’s Championship. Este sem dúvida foi um momento Wrestlemania. Não vos sei dizer se estava planeado acontecer, mas o modo como Mickie interpreta a personagem é fascinante.

(Mickie James)

Mickie acaba por aplicar o One Chick, ou como ela gostava de lhe chamar, o Mick Chick na cabeça de Trish para a vitória e teríamos uma nova Women’s Champion. O reinado de 448 dias de Trish Stratus como WWE Women’s Champion tinha chegado ao fim.

(Wrestlemania XXII - WWE Women's Championship Trish Stratus vs Mickie James)

A continuação e o fim:

A desforra acabou por acontecer no Backlash em que se viu Mickie reter o seu Championship. Mas infelizmente Trish Stratus tem uma lesão legítima num spot onde Mickie atira Trish para fora do ringue e esta desloca o ombro.

(Backlash - WWE Women's Championship Mickie James vs Trish Stratus)

Trish esteve em reabilitação durante seis semanas, mas continuava ter aparições na televisão.

Stratus regressou aos ringues a 26 de Junho e teve um combate para o WWE Women’s Championship contra Mickie James, mas perdeu. Este foi o ultimo confronto entre as duas, terminando assim a rivalidade.

(Mickie James e Trish Stratus)

Notas finais:

- Realmente foi uma pena a lesão de Trish ter acontecido. Penso que tinha pernas para andar e mais para se fazer durante mais umas semanas;

- Todo o build up foi óptimo. Isto levou a ser uma das melhores rivalidades da divisão feminina na WWE e por consequente levou a um dos melhores combates na Wrestlemania. Levou algum tempo até ao primeiro combate “a sério” entre as duas, mas foi necessário. Sinto que não ouve pressa em acelerar as coisas e isso levou a que a rivalidade fosse bem construída;

- O papel de Mickie James. Simplesmente fantástica. De recordar que esta foi a primeira rivalidade de James ao chegar à WWE. Em certas alturas nos seus combates com Trish Stratus, o publico gritava e apoiava James, chegando a uma parte na Wrestlemania onde até vaiaram Trish o que até não deixa de ser um pouco incompreensível visto que Trish já era uma lutadora respeitada e com carreira afirmada;

- Trish Stratus teve um reinado que acabou na Wrestlemania após 448 dias como campeã. A WWE não poderia ter escolhido melhor forma de acabar esse reinado e entregar o Women’s Championship a alguém que trabalhou tão bem para o obter.

- Para uma nota final queria dizer para verem os videos. Por vezes explicar por exemplo as atitudes de Mickie James é complicado por palavras, mas nos videos da para ter uma ideia de como era a sua personagem e o modo como agia. Vale a pena.

Acompanharam este período da WWE?

Mickie James foi a escolha certa para acabar com o reinado e Trish Stratus?

Espero que tenham gostado de ver/rever esta rivalidade e por último, para vós…

Esta é uma rivalidade Esquecível ou Inesquecível?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

2 comentário(s):

Anónimo disse...

Inesquecível.

A storyline foi uma versão reciclada e melhorada de Sable e Tori no Road To Wrestlemania XV.

Melhor luta de mulheres na história da Wrestlemania em geral. Boa luta de boas lutadoras e de lutadoras boas.

Italo Silva disse...

Faça a rivalidade do Taker com o Randy Orton