segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

NJPW Wrestle Kingdom 11 | Retrospectiva de Kazuchika Okada/Kenny Omega no PPV

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Um dos eventos mais importantes e anuais produzido pela New Japan Pro Wrestling irá ocorrer no tradicional dia 4 de Janeiro chamado Wrestle Kingdom 11, no qual conta com a defesa do IWGP Heavyweight Championship, em que o campeão Kazuchika Okada defende contra o vencedor do torneio anual G-1 Climax 26, Kenny Omega.

Para além disso, também conta com a defesa do IWGP Intercontinental Championship, em que o campeão Tetsuya Naito defende contra Hiroshi Tanahashi e ainda a defesa dos NEVER Openweight Championship, no qual o campeão Katsuyori Shibata defende contra Hirooki Goto. Tudo isto e muito mais...

O card para este evento é o seguinte:

______________________________________________
Card


IWGP Heavyweight Championship Match
Kazuchika Okada © vs. Kenny Omega

IWGP Intercontinental Championship Match
Tetsuya Naito © vs. Hiroshi Tanahashi

NEVER Openweight Championship Match
Katsuyori Shibata © vs. Hirooki Goto

IWGP Jr. Heavyweight Championship Match
KUSHIDA © vs. Hiromu Takahashi

IWGP Heavyweight Tag Team Championships
Three-Way Tag Team Match
Guerrillas Of Destiny (Tama Tonga & Tanga Loa) © vs. CHAOS (Tomohiro Ishii & Toru Yano) vs. Great Bash Heel (Togi Makabe & Tomoaki Honma)

ROH World Championship Match
Kyle O'Reilly © vs. Adam Cole

Singles Match
Cody vs. Juice Robinson

NEVER Openweight Six-Man Tag Team Championships
Four-Way Gauntlet Match
David Finlay, Ricochet & Satoshi Kojima © vs. Bullet Club (Bad Luck Fale, Hangman Page & Yujiro Takahashi) vs. CHAOS (Jado, Will Ospreay & YOSHI-HASHI) vs. Los Ingobernables de Japon (BUSHI, EVIL & SANADA)

IWGP Jr. Heavyweight Tag Team Championship Match
The Young Bucks (Matt & Nick Jackson) © vs. Roppongi Vice (Beretta & Rocky Romero)

Singles Match
Tiger Mask W vs. Tiger The Dark

Pre-Show
New Japan Rumble Match
Confirmados: Yuji Nagata, Manabu Nakanishi, Hiroyoshi Tenzan, Jushin "Thunder" Liger, Tiger Mask & Ryusuke Taguchi

____________________________________________________
Retrospectiva de Kazuchika Okada e Kenny Omega no PPV




Kazuchika Okada tem dominado a New Japan desde que retornou dos EUA em 2012. Nesse curto período, venceu o G1 Climax duas vezes e o IWGP Heavyweight Championship quatro vezes e já está entre os 4 homens com mais tempo cumulativo como campeão. Sem dúvidas, nesse curto período já se tornou um nome que será lendário na New Japan.

No entanto, nesse ano Okada tem um desafio novo. Um homem que foi para a New Japan com um objetivo em mente; estar no topo. Omega definitivamente também está determinado a se estabelecer com um dos maiores nomes do wrestling, ter uma das melhores lutas de todos os tempos e, mais importante, se tornar IWGP Heavyweight Champion.

Kenny Omega

> Idade: 33 anos
> Grupo: Bullet Club
> Finisher: One Winged Angel
> 3 participações no WK
> Recorde no WK (Vitórias-Derrotas-Empates): 1-2-0
> Conquistas no WK: 
   -IWGP Jr. Heavyweight Championship (2015)

Apesar de estar no "main event" do evento, Omega é um dos lutadores presentes no WK11 com o menor histórico no Tokyo Dome. Ele estreou no show em 2011, no WKV, num combate de equipes "dark" ao lado de Taichi contra Koji Kanemoto e Ryusuke Taguchi. Parece irrelevante? Pois é mesmo. Omega não era nem um lutador da NJPW em tempo integral. Seu time saiu derrotado de um combate preliminar.

Na sua próxima edição, as coisas já foram um pouquinho diferentes. Ele assinou um contrato com a New Japan e se juntou ao Bullet Club como um Junior Heavyweight (também conhecido como Cruiserweight em outras empresas) no fim de 2014 e, no WK9 em janeiro de 2015, Kenny derrotou Ryusuke Taguchi pelo IWGP Junior Heavyweight Championship.

Foi uma luta relativamente agradável, apesar de estar repleta de comédia, como a memorável ocasião na qual Omega sodomiza Taguchi com uma bandeira. Omega pode ter se tornado campeão, mas foi na divisão de Juniors, e esse nunca foi o objetivo dele na NJPW.


No WK10 em 2016, Kenny perdeu o cinturão que ganhou no ano anterior para KUSHIDA. Foi um combate muito bom que marcou duas coisas: a solidificação de KUSHIDA como o “ace” da divisão Jr. Heavyweight e o fim da passagem de Omega por essa divisão.

No dia seguinte, Kenny Omega expulsou AJ Styles do Bullet Club, se tornou o novo líder e anunciou que ia subir para a divisão Heavyweight. Pouco tempo depois Kenny Omega venceu o IWGP Intercontinental Championship, no entanto ele perdeu o cinturão para Michael Elgin logo antes do torneio G1 Climax, algo que muitos consideraram uma surpresa.

Durante o G1, a maioria das conversas sobre Omega não destacavam sua boa performance, mas tratavam dos rumores de que Omega perdera o Intercontinental Championship pois estava de saída da empresa num futuro próximo, teoricamente para se juntar à WWE.

No entanto, esses boatos só aumentaram a surpresa de todos no fim do Climax. No último dia de competição do Bloco B, Kenny Omega derrotou o grande favorito para vencer o torneio inteiro, Tetsuya Naito, não apenas garantindo passagem para a final mas também proporcionando um dos melhores combates do ano.


Na final do torneio, Kenny derrotou o notório perdedor de longa data Hirooki Goto e se tornou o primeiro "gaijin" (lutador que não é japonês) a vencer o G1 Climax. Em uma ascensão surpreendente, Omega vai de perdedor numa luta pelo IWGP Jr. Heavyweight Championship para desafiante pelo IWGP Heavyweight Championship no "main event" do Wrestle Kingdom 11!

É muito justo dizer que só agora Omega está atingindo o seu potencial completo. Quando assinou com a NJPW, o que Kenny queria era se tornar o gaijin principal da empresa, tomando o lugar do antigo líder do Bullet Club AJ Styles e possivelmente sendo uma estrela ainda maior que ele.


No Wrestle Kingdom 11, no Tokyo Dome, ele terá essa chance. Ele vai estar no "main event" contra um dos melhores, o IWGP Heavyweight Champion, Kazuchika Okada. Vai ser a maior participação de Omega no Tokyo Dome e não só isso, como o dia mais importante da vida dele.

Kazuchika Okada

> Idade: 29 anos
> Faction: CHAOS
> Finisher: Rainmaker Lariat
> 8 participações no WK
> Recorde no WK (Vitórias-Derrotas-Empates): 3-5-0
> Conquistas no WK: Nenhuma

O histórico de Okada no Wrestle Kingdom já é diferente. O começo é semelhante; Okada debutou no WKIII em 2009 em uma "dark match", onde ele e seus parceiros Mitsuhide Hirasawa e Nobuo Yoshihashi perderam para Milano Collection AT, Minoru Tanaka e Taichi Ishikari.

No ano seguinte estava na primeira luta do evento, mas também estava no lado perdedor de uma 6 man tag junto de Jushin Liger e Koji Kanemoto contra Mitsuhide Hirasawa, Super Strong Machine e Wataro Inoue. No WKV em 2011, ele e Hirooki Goto perderam para Takashi Sugiura e Yoshihiro Takayama.

Esse começo modesto é comum à todos os lutadores japoneses, pois no início de suas carreiras sempre passam pela fase de “young lion”, um lutador novato com "attire" simples que sempre perde, com raríssimas exceções.



Depois disso, os lutadores vão para uma excursão em outros países e voltam como competidores normais. Foi isso que aconteceu com Okada em 2011: foi de excursão para a TNA e voltou no fim do ano como o “Rainmaker”, demonstrando uma personalidade muito arrogante.

Para Okada, o WKVI foi um divisor de águas. Com seu novo personagem, ele derrotou YOSHI-HASHI em uma luta... meio ruim, na verdade. Mas, no fim do show, ele interrompeu a comemoração após a vitória do IWGP Heavyweight Champion Hiroshi Tanahashi e o desafiou para um combate pelo cinturão no mês seguinte.

Todos duvidavam de Okada, ele mal voltou da excursão, teve um combate ruim e já foi jogado no "main event"... mas deu certo. Ele teve várias lutas excelentes com Tanahashi e outros ao longo de 2012, e se estabeleceu como um dos principais lutadores da New Japan.

Prova disso é a atuação dele no WK7: após vencer o G1 Climax de 2012, desafiou Tanahashi pelo IWGP Heavyweight Championship. Ele não teve sucesso, mas teve uma das melhores lutas do ano e, no segundo show no Tokyo Dome após voltar da excursão, já estava no "main event". A evolução de Okada foi super rápida.



No Wrestle Kingdom 8, Okada, IWGP Heavyweight Champion naquela altura, defendeu seu cinturão contra Tetsuya Naito. Então, teria ele tido dois "main events" consecutivos no Tokyo Dome? Não!

A luta pelo Intercontinental Championship naquele ano foi Hiroshi Tanahashi vs Shinsuke Nakamura e, num caso raro, a NJPW abriu uma votação dos fãs para decidir qual seria o "main event" e Okada vs Naito perdeu. Tanahashi, mesmo que estivesse em outro combate, impediu Okada de ter sua grande vitória no "main event" do Wrestle Kingdom.

Outro ano passa, e a rivalidade entre Tanahashi e Okada continua com força total. Kazuchika Okada venceu o G1 Climax novamente em 2014, e no evento principal do Wrestle Kingdom 9 desafiou Hiroshi Tanahashi pelo cinturão, uma repetição do "main event" de dois anos antes.


A luta foi ainda mais parecida do que o esperado, pois Tanahashi saiu vitorioso de novo! Okada saiu chorando do Dome naquele ano (algo que me fez rir muito, particularmente) e o Tanahashi ainda era o campeão e o “ace” da New Japan. Okada podia ter vencido o IWGP Heavyweight Championship e o G1 Climax várias vezes, mas a vitória no "main event" do Wrestle Kingdom ainda lhe escapava.


As coisas mudaram de figura no WK10 apesar de também não mudarem. Dessa vez, Hiroshi Tanahashi chegou no Tokyo Dome como o mais recente vencedor do G1 Climax para desafiar o campeão Kazuchika Okada. Em uma das melhores lutas de todos os tempos, Okada finalmente teve a grande vitória sobre o seu maior rival no maior show do ano, se estabelecendo como o “ace” da NJPW e retendo seu cinturão.

O WK11 irá ser a maior noite da carreira de Kenny Omega, e apesar da importância não chegar nesse nível para Okada, o evento também é primordial para ele. Será o primeiro Wrestle Kingdom sem o Tanahashi no "main event" em 6 anos, e o primeiro de Okada como o “ace” de fato. Não sei dizer o que vai acontecer, mas sei que esses dois tem potencial para terem um combate que será lembrada por muitos e muitos anos no WK11 dia 4 de janeiro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

1 comentário(s):

André Ribeiro disse...

Mais um óptimo artigo.

Achei a run do Omega como IWGP Jr. Heavyweight Champion uma verdadeira desilusão, apesar dos matches com o KUSHIDA terem sido todos optimos - mas este ano, o Cleaner têm estado em alta desde o mega angle que leva à expulsa do AJ Styles do Bullet Club - e mesmo não sendo o gajo mais consistente da NJPW, como se observou durante grande parte do G1 Climax, sempre foi exigido algo grande - Kenny Omega esteve fantástico e é vê-lo como o primeiro gaijin a tornar-se vencedor do G1 Climax é óptimo...

É incrível aquilo que o Okada já alcançou mesmo não tendo 30 anos. O facto de este ser o primeiro WrestleKingdom do Okada após finalmente derrotar Tanahashi no maior show anual e tornar-se no ás, leva-me a querer que o Rainmaker sairá vencedor - mas ao mesmo tempo, depois de ver Omega a vencer o G1 Climax, não fico nada surpreendido caso o Cleaner chegue ao topo da NJPW.

Acho que tal como o combate pelo titulo Intercontinental, é difícil prever o vencedor com exactidão, mas uma coisa parece garantida : Kenny Omega sairá como um verdadeiro Main Eventer do Dome, perdendo ou ganhando.
Resta agora esperar que Kota Ibushi não esteja muito tempo como Tiger Mask e em 2017 inicie uma rivalidade com o seu antigo parceiro