segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

A Alternativa Fenomenal #40: Wrestle Kingdom XI

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Saudações a todos e bem-vindos ao primeiro Alternativa Fenomenal de 2017. Tal qual no ano passado, nesta edição realizarei a antevisão daquele que é considerado o maior evento do calendário da New Japan Pro Wrestling, bem como o primeiro pay-per-view do ano, o Wrestle Kingdom, agora em sua décima primeira edição.

Este ano teremos 11 combates, sendo 8 title matches, incluindo mais um combate pelo Ring of Honor World Championship e a já tradicional New Japan Rumble. Então, sem mais delongas, vamos a uma rápida análise dos combates;


Obs: Como é de meu costume, lutadores japoneses terão seus nomes listados no sentido oriental de leitura (sobrenome primeiro, nome depois).

Pré-Show



New Japan Rumble
Tenzan Hiroyoshi vs Nagata Yuji vs Nakanishi Manabu vs Jushin Thunder Liger vs Tiger Mask vs Taguchi Ryusuke vs TBA

Para o pré-show do evento teremos a já clássica New Japan Rumble, em sua 3ª edição, onde 15 lutadores se degladiarão num sistema de combate que mescla o Royal Rumble da WWE com a Aztec Warfare da Lucha Underground (entradas em intervalos de tempo fixos, e eliminações por pinfall submissão, ou jogando o oponente por cima da terceira corda).

Até agora, apenas seis competidores foram confirmados: Taguchi Ryusuke, sempre engraçado em seus combates, e os veteranos Tenzan Hiroyoshi, Nakanishi Manabu, Jushin Liger, Tiger Mask e o vencedor da primeira edição da Rumble, Nagata Yuji.

Com certeza surpresas acontecerão neste combate, e qualquer um poderá alcançar a vitória. Como já foi vencedor de uma edição da NJ Rumble, Nagata continua sendo candidato a uma nova vitória, da mesma que Jado, vencedor do ano passado e que pode ser um participante surpresa este ano. Porém, o vencedor também poderá ser Taguchi, pois o mesmo já teve a experiência de quase sair vencedor no ano passado, e acredito que uma vitória aqui será o ponto para que ele retorne ao midcard da New Japan. Então, desta vez apostarei em Taguchi Ryusuke como vencedor da Rumble.

Card Principal



Special Singles Match
Tiger Mask W vs Tiger the Dark

Com certeza algo que pode confundir os leitores aqui é a presença de mais dois lutadores a usando a máscara de Tiger Mask. Entretanto, para esclarecer dúvidas, este combate vem como uma promoção à série em anime Tiger Mask W (no futuro, se os leitores desejarem, posso fazer uma edição dedicada à animes que falem sobre wrestling), pondo os dois personagens rivais da animação para se degladiar na vida real.

Mas quem seriam os lutadores por baixo das máscaras? Por baixo da máscara do herói Tiger Mask W estará Ibushi Kota, conhecido por todos por sua participação no WWE Cruiserweight Classic e no NXT, e sob a máscara de seu rival Tiger the Dark estará o lutador da Ring of Honor ACH.


Apesar de ser uma gimmick match pouco convencional, considerando os competidores que estarão por baixo da máscara, podemos esperar por um excelente combate repleto de high-flying e velocidade. Já que se trata de um combate baseado em uma animação, dificilmente o herói sairá perdedor, portanto, estarei apostando em vitória de Tiger Mask W.



Singles Match
Juice Robinson vs "The American Nightmare" Cody Rhodes

Combate que marcará um encontro inusitado entre dois ex-WWE. De um lado Juice Robinson, anteriormente conhecido como CJ Parker no NXT, que tal qual na antiga empresa atua aqui como um jobber, ou competindo em tag matches no low card dos eventos. Do outro temos Cody Rhodes (ou só Cody, já que a WWE detém os direitos sobre o sobrenome fictício de seu pai), que passou algumas semanas na TNA, e logo em seguida saltou para a RoH e sua parceira New Japan.

O verdadeiro destaque aqui é este primeiro combate de Cody como membro do Bullet Club, tendo sua entrada no grupo sido anunciada no começo deste mês, além de obviamente ser sua primeira luta na NJPW.


Não há muito o que se discutir aqui, esta lutas servirá para apresentar Rhodes ao público casual da New Japan e ver como ele se comporta combatendo em um estilo diferente do praticado na WWE. Como seu adversário é um jobber estabelecido, dificilmente ele perderá a luta, sendo no agora "American Nightmare" que estarei apostando.



NEVER Openweight Championship
Shibata Katsuyori © vs Goto Hirooki

Praticamente sinônimo de NEVER Openweight Champion, Shibata Katsuyori tem pela frente um adversário bastante interessante: seu antigo parceiro de tag e melhor amigo, Goto Hirooki.

Shibata teve um ano muito bom em 2016, tendo conquistado o NEVER Title em três ocasiões, mantendo reinados sólidos com o cinturão. Seu maior revés deu-se em novembro, quando no Power Struggle ele sofre uma inacreditável derrota para EVIL e perde seu título, o reconquistando 10 dias depois.

Já Hirooki, teve um 2016 bastante infrutífero. Apesar de começar o ano com vitória sobre Naito Tetsuya, no Wrestler Kingdom X, o "Aramusha" sofreu derrotas em sua oitava tentativa de conquistar o IWGP Heavyweight Title de Okada, no New Beggining in Osaka. Em março, ele também perde a final da New Japan Cup, desta vez para Naito, e após ser salvo dos Ingovernables de Japón pelo "Rainmaker", ele enfim aceita a insistente proposta de Okada para se juntar a Chaos.

Mesmo com seus novos companheiros, Goto não conseguiu obter nenhuma grande conquista no resto do ano. Conseguiu chegar na final do G1 Climax, mas perdeu para Kenny Omega, e na World Tag League (onde competiu junto a seu colega de stable Ishii Tomohiro) ele nem sequer conseguiu avançar para as finais, inclusive perdendo para Katsuyori no torneio.

Cinco dias depois dessa derrota, Goto consegue sua revanche ao vencer Shibata em outra tag team match, realizando em seguida o desafio pelo NEVER Title, que foi oficializado apenas dois dias depois.


Considerando o histórico que envolve estes dois, vermos um duelo bastante pessoal, especialmente porque Shibata não foi muito favorável à entrada de seu ex-parceiro na stable de Okada. Entretanto, como Katsuyori é um campeão difícil de ser derrotado, dado seu estilo extremamente duro no ringue, acredito que ele conseguirá reter seu cinturão neste embate, sendo nele que estarei apostando.



IWGP Jr Heavyweight Tag Team Championships
The Young Bucks (Matt e Nick Jackson) © vs Roppongi Vice (Rocky Romero e Beretta)

Este combate pode ser o fim da linha para a Roppongi Vice. Desde antes de entrarem na Super Jr Tag League, que Rocky Romero e (Trent) Beretta começaram a demonstrar algumas desavenças, e mesmo tendo conseguido alcançara vitória no torneio, não é certo que ambos continuarão juntos caso saíam derrotados no WK11.

Quanto aos Young Bucks, estes não poderiam estar melhor. Com um reinado já longo com os IWGP Jr Tag Titles (com o adicional de serem a primeira dupla a conquistar os cintos 5 vezes), no final de setembro eles conquistam os RoH World Tag Team Titles, numa impressionante Ladder War, no All-Star Extravaganza VII.


Não há muito o que se pensar neste caso, pois como o Bullet Club está envolvido, a possibilidade de interferência é muito grande, além dos RPG Vice estarem aparentando uma separação. Por isso, apesar de ser um admirador do trabalho de Rocky e Trent, estarei apostando nos Young Bucks para reterem os cinturões.




NEVER Openweight Six-Man Tag Team Championships
Four-Way Gauntlet Match
David Finlay, Ricochet & Kojima Satoshi © vs Los Ingovernables de Japón (Bushi, EVIL & Sanada) vs Chaos (Jado, Will Ospreay & YOSHI-HASHI) vs Bullet Club (Bad Luck Fale, Takahashi Yujiro & "Hangman" Adam Page)

O princípio deste combate deu-se no último dia da World Tag League, quando os Ingovernables de Japón derrotaram a equipe de Tenzan Hiroyoshi, Nagata Yuji e Kojima Satoshi, fazendo pin em Kojima. Com essa vitória, os Ingovernables sentiram-se no direito de desafiar Kojima e seus parceiros Ricochet e David Finlay pelos NEVER Six-Man Tag Titles, e a NJPW oficializou o desafio, acrescentando alguns extras ao combate.

Em vez de enfrentarem apenas os campeões, os Ingovernables terão que competir numa Gauntlet match que também vai contar com um trio da Chaos (o experiente YOSHI-HASHI, o meteórico Will Ospreay e um dos mentores da Chaos, Jado, substituindo Ishii Tomohiro) e um trio do Bullet Club (Bad Luck Fale e Takahashi Yujiro, sempre disputando estes cinturões, agora juntos ao "Hangman" da RoH, Adam Page).

Sinceramente falando, não vejo um vencedor claro para este combate. Apesar dos NEVER Six-Man Tag Titles não serem títulos de grande força na empresa, todos os competidores tentarão obtê-los para acrescentar prestígio à suas facções (ou a si mesmos, caso os campeões retenham), especialmente os Ingovernables de Japón. E justamente por achar que eles podem utilizar-se de algum plano especial, que estarei apostando neles como vencedores.



IWGP Tag Team Championships
Three-Way Tag Team Match
The Guerrillas of Destiny (Tama Tonga & Tanga Roa) © vs Great Bash Heel (Makabe Togi & Honma Tomoaki) vs Chaos (Yano Toru e Ishii Tomohiro)

Outro combate com um build-up interessante. Os Great Bash Heel e os Guerrillas of Destiny se enfrentaram duas vezes este ano, e em ambas os G.O.D saíram vencedores, inclusive retirando de Makabe e Honma os IWGP Tag Titles. No World Tag League, quis o destino que ambas as equipes se enfrentassem na final do torneio, e enfim a GBH derrota os membros do Bullet Club, desafiando-os pelos cinturões, em seguida.

Enquanto isso, Yano Toru retornava de sua passagem vitoriosa na Pro Wrestling NOAH e requereu se juntar à luta pelos títulos de duplas junto a Ishii Tomohiro, que já estava bookado para lutar pelos títulos de trios da empresa. No dia 17 de dezembro, Yano e Ishii atacam tanto a GBH como os G.O.D. e roubam os IWGP Tag Titles dos irmãos tongoleses, sendo assim aceitos no combate pelos cinturões no WK11, que se tornou um 3-Way match.

Para já, eu não creio que Yano e Tomohiro se tornem campeões, pois tiveram muito pouco tempo para se envolverem com os outros times, que já estão em uma "rivalidade" mais solidificada. E se consideramos o placar entre os GBH e os G.O.D., as coisas apontam para uma nova vitória de Makabe e Honma, para se vingarem da perda dos cinturões no Invasion Attack. Então, é na Great Bash Heel que estarei apostando.



IWGP Jr Heavyweight Championship
Kushida © vs Takahashi Hiromu

O combate pelo título dos Jr Heavyweight envolve duas estrelas em ascenção no cenário do puroresu atual. Kushida teve um 2016 incrível, com um reinado de 9 meses com o título dos juniors, e a vitória na Super J-Cup. Mesmo depois de ter perdido seu cinturão em setembro, para Bushi, ele recupera o mesmo no Power Struggle, cimentando sua condição como o "ace" da divisão. Porém, no PS um novo desafiando lhe foi apresentado.

Provavelmente os leitores não reconhecerão Takahashi Hiromu por este nome, mas sim por sua alcunha de Kamaitachi, sob a qual competiu pela CMLL, onde teve uma rivalidade muito elogiada contra Dragon Lee, e pela Ring of Honor, onde se tornou parceiro de Christopher Daniels e Kazarian, os Addiction.

Logo em seu retorno no Power Struggle, já como um lutador estabelecido e experiente, Takahashi realiza um desafio a Kushida pelo cinturão Jr, e um mês depois, ele se junta aos Ingovernables de Japón para alcançar seu objetivo. O combate entre ambos torna-se inevitável depois que, em 16 de dezembro, Hiromu e Naito Tetsyua derrotam Kushida e Tanahashi Hiroshi numa tag team match, com Takahashi fazendo o pin no campeão. Pouco depois a luta é marcada.

Eu particularmente não confio nem um pouco nos Ingovernables, e sei bem que algum deles (talvez Sanada ou Bushi) possam aparecer para interferir e dar a vitória para Hiromu, que já é tratado como uma estrela pela empresa. Entretanto, acredito que ainda seja cedo para já dar-lhe o cinturão, além de Kushida ainda estar com um reinado muito curto. Portanto, estarei apostando no campeão para reter seu título.



IWGP Intercontinental Championship
Naito Tetsuya © vs Tanahashi Hiroshi

O co-main event do WK11 representa um choque entre uma estrela há muito consolidada e uma que se renovou por completo no ano passado. Tanahashi passou o começo de 2016 perseguindo o título Intercontinental, vago após a saída de Nakamura Shinsuke para a WWE. Nesse período, seu rival foi o novo líder do Bullet Club, Kenny Omega, que o derrotou no New Beggining in Niigata para se tornar IC Champion. Em junho, eles teriam uma revanche, mas uma lesão de Hiroshi o afastou da luta, e em seu lugar, Michael Elgin competiu e se tornou campeão.

Nesta altura, Elgin começa uma rivalidade com Naito Tetsuya e seus Ingovernables de Japón, contando depois com a ajuda de seu parceiro de duplas, Tanahashi. O "Ingovernable" enfrentaria Michael pelo cinturão em setembro, no Destruction in Kobe, e com a ajuda dos Ingovernables, ele consegue o cinturão, que mantem até hoje.

O desafio para o WK11 veio no Power Struggle, logo após Naito derrotar Jay Lethal para reter seu cinturão. O "Ace of the Universe", que havia derrotado o membro dos L.I.J. Sanada no mesmo dia, aparece e desafia Tetsuya para um novo combate pelo cinturão, e o campeão prontamente aceita.

Não é novidade nenhuma para os fãs de wrestling que Hiroshi é a estrela de maior renome na New Japan. Chamado por alguns de "John Cena japonês", o lutador encabeçou 8 main events do Wrestle Kingdom, e inda hoje é considerado o grande ace da empresa. Entretanto, desde que se tornou o "Ingovernable", Naito vem subindo tanto em popularidade quanto em importância na empresa e no wreslting em geral, conseguindo até mesmo a façanha de ser eleito o MVP do ano no puroresu pela Tokyo Sports, prêmio que desde 2010 sempre era dado para Tanahashi ou seu eterno rival Okada.

Outro ponto interessante decorre do fato de que das cinco participações anteriores de Naito no WK, ele não conseguiu vencer nenhum de seus combates. Porém, apesar de parecer ser um indício ruim para o campeão atual, essa parece ser a oportunidade perfeita para cimentá-lo como uma das maiores estrelas atuais da companhia, não só dando-lhe seu primeiro triunfo no maior evento da NJPW, como também o fazendo vencer sua estrela mais popular.


Portanto, acredito que Naito Tetsuya sairá do Tokyo Dome como campeão e como próximo grande ace da New Japan.



Ring of Honor World Championship
Kyle O'Reilly © vs Adam Cole

O ano de 2016 reservou muitas coisas para Kyle O'Reilly e Adam Cole. Desde a dissolução da Kingdom original, até a entrada de Cole para o Bullet Club, ambos estiveram numa guerra extremamente pessoal que veio a girar em torno do RoH World Title, assim que Adam o conquistou, ao vencer Jay Lethal no Death Before Dishonor.

Após muito tempo de preparação e conflitos, eis que Kyle e Adam finalmente tem seu "confronto final" no Final Battle, e enfim o "Violent Artist" consegue vencer e se tornar campeão mundial, numa luta bastante física e que estranhamente não contou com a presença dos colegas de Cole, o Bullet Club.


Desta vez, com a parceria entre as duas empresas, a revanche pelo título foi marcado para o maior palco da NJPW, e com certeza será mais combate intenso. Apesar de poder contar com a ajuda de seus parceiros do BC, acredito que Adam não conseguirá vencer o combate, pois o reinado de O'Rilley ainda é muito curto, e esta rivalidade ainda tem muito para mostrar. Por isso, estarei apostando que o campeão reterá seu título.



IWGP Heavyweight Championship
"The Rainmaker" Okada Kazuchika © vs "The Cleaner" Kenny Omega

O main event do evento tem uma bela semelhança com a disputa pelo título Intercontinental, pois também coloca uma estrela em ascenção contra um dos maiores nomes da New Japan.

Kazuchika reconquistou o IWGP Heavyweight Title no Dominion 6.19, em junho, ao derrotar Naito Tetsyua, marcando seu quarto reinado com o cinturão principal da New Japan. Somando isto a vitória impressionante que o mesmo teve no Wrestle Kingdom X, onde finalmente venceu seu rival Tanahashi, e podemos dizer que o "Rainmaker" teve um ano excelente. porém, seu oponente também teve um grande ano.

Kenny Omega já iniciou o ano se tornando o novo líder do Bullet Club, após a saída de AJ Styles para a WWE, seguindo por sua "graduação" para a categoria heavyweight, onde o mesmo disputou e venceu o IWGP Intercontinental Championship, mantendo-o até junho quando perdeu o título para Michael Elgin. A perda do cinturão não o abalou, e no G1 Climax ele consegue a façanha de se tornar o primeiro estrangeiro a vencer o torneio, ganhando de Goto Hirooki na final.

Enquanto Okada defendia seu título mundial, Kenny precisou defender sua condição como number-one contender, conquistada com a vitória no G1, e após ambos conseguirem manter seus status com sucesso, no começo de outubro o combate entre eles foi marcado para o WK11.

Vencer Kazuchika no Wrestle Kingdom é uma tarefa bastante complicada, e parece ser ainda mais difícil considerando que este é o primeiro combate entre Omega e o atual campeão. Entretanto, o "Cleaner" tem tido um ano meteórico, e este pode ser o momento mais propício para trazer de volta o título principal da empresa para o BC, e ao mesmo tempo, fazer de Kenny seu principal lutador. Some-se a isto o fato de que Omega tem como objetivo defender o título Heavyweight ao redor do mundo, mostrando a força que ele e a NJPW possuem.


Pensando nisso, e mesmo sendo uma aposta arriscada, acredito que Kenny Omega se tornará campeão no Wrestle Kingdom, e que possivelmente seus companheiros do Bullet Club o auxiliarão nesta conquista.



Sendo assim, concluo aqui a previsão dos combates que ocorrerão no Wrestle Kingdom XI. O evento ocorrerá nesta quarta-feira, 4 de janeiro, às 17 horas no horário local (6 da manhã no Brasil e 8 da manhã em Portugal), com replay no dia 7 de janeiro, e como sempre, o Wrestling Notícias o apresentará em sua totalidade, seja por streaming ou por vídeos adicionados posteriormente.

Sendo assim, deixo para os leitores que digam quais são os combates que mais aguardam, e os convido para que assistam este excelente pay-per-view, sempre candidato a melhor show do ano. Boa leitura, aproveitem o show, e até a próxima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):