sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

ROH Final Battle 2016 | Preview

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


A Ring Of Honor apresenta o seu último PPV habitual e anual de 2016 chamado Final Battle, onde como destaque teremos a defesa do ROH World Championship, no qual Adam Cole defende contra o seu grande rival Kyle O'Reilly e a pedido deste último, poderemos ver um "No-DQ Match" para acabar esta rivalidade de uma vez por todas.

Para além disso, também conta com as finais do torneio para coroar os primeiros ROH 6-Man Tag Team Champions, no qual os novos e renovados The Kingdom enfrentam a equipa de Lio Rush, KUSHIDA e Jay White e ainda a defesa de tanto o ROH World Television Championship como os ROH World Tag Team Championships. Tudo isto e muito mais...

O card para este evento é o seguinte:

________________________________________________________________________

Card

ROH World Championship Match
Adam Cole © vs. Kyle O'Reilly

ROH World Television Championship
Four-Corner Survival Match
Marty Scurll © vs. Will Ospreay vs. Dragon Lee vs. Bobby Fish

ROH World Tag Team Championship Match
The Young Bucks (Matt & Nick Jackson) © vs. The Briscoes (Mark & Jay Briscoe)

ROH 6-Man Tag Team Championship Tournament Finals Match
Lio Rush, KUSHIDA & Jay White vs. The Kingdom (Matt Taven, T.K. O'Ryan & Vinny Marseglia)

Singles Match
Cody vs. Jay Lethal

Grudge Match
Colt Cabana vs. Dalton Castle (c/ The Boys)

Singles Match
Silas Young vs. Jushin "Thunder" Liger

6-Man Tag Team Match
Motor City Machine Guns (Chris Sabin & Alex Shelley) & Donovan Dijak vs. The Rebellion (Caprice Coleman, Kenny King & Rhett Titus)


________________________________________________________________________

Para deixarem as vossas apostas com a possibilidade de ganharem um prémio no final da temporada, é deixar um comentário no seguinte link: http://wrestlingnoticias.blogspot.com/2016/12/wn-apostas-2016-season-2-roh-final.html

________________________________________________________________________

PREVIEW




6-Man Tag Team Match
Motor City Machine Guns (Chris Sabin & Alex Shelley) & Donovan Dijak vs. The Rebellion (Caprice Coleman, Kenny King & Rhett Titus)

Diego Meira - Não faz muito tempo que Caprice Coleman juntou-se aos All Night Xpress de Rhett Titus e Kenny King para formar a The Cabinet, um trio com uma proposta um pouco politizada, para conquistar os novos RoH 6-Man Tag Titles. Entretanto, os dias mais jocosos e animados da Cabinet acabaram assim que os mesmos foram eliminados do torneio que coroaria os campeões.

Após a eliminação, uma nova face surgiu aos três, que passaram a se intitular The Rebellion e começaram a agir de forma mais intensa e séria, causando vários problemas tanto nos shows da RoH onde competiam, como nos que não competiam. Isso levou a que uma certa dupla que busca a ordem de volta à companhia, desejasse os enfrentar, sendo esta tag team os Motor City Machine Guns.

Alex Shelley e Chris Sabin reuniram-se novamente este ano, e desde então tem sido uma das principais forças da divisão de tags da Ring of Honor, entrando em colisão com o Bullet Club, a Addiction e outros grupos. Agora, ambos tomaram para si o papel de defender a ordem na companhia e assegurar que haja futuro para ela e para as futuras estrelas da mesma, entre elas Donovan Dijak seu parceiro contra os Rebellion.

Para este combate, estarei apostando no time de Shelley, Sabin e Dijak, mas considerando que Donovan é heel, e os Rebellion prometeram que “os outros” apareceriam no futuro, não se surpreendam se o combate terminar com os MCMG destruídos no centro do ringue.

Leo C - O angle dos MCMG tentando recrutar jovens para… alguma coisa não me parece tão má ideia, mas me pergunto como um heel como o Dijak se encaixa aqui. Não espero nada além de um combate decente. Shelley, Sabin e Dijak devem vencer.



Singles Match
Silas Young vs. Jushin "Thunder" Liger

Diego Meira - Um combate com pouca construção, baseado nos problemas que Silas Young teve ao longo das semanas anteriores, onde o “Last Real Man” esteve muito próximo de obter vitórias contra o campeão mundial Adam Cole e o contender ao título Kyle O’Reilly.

Logo após perder para Kyle, Silas é entrevistado e resolve zombar de um fã que estava vestido como Jushin Liger, lançando o desafio ao lendário lutador para um combate, onde provaria que ele não passava de um “idiota que se comporta como uma criança”.

Dificilmente creio que Liger saia derrotado hoje, até porque Young questionou a própria integridade da gimmick do “Thunder”, e com certeza a lenda japonesa não deixará isso barato, sendo nele que irei apostar.

Leo C - Uma das muitas coisas boas sobre o personagem de Silas é que ele pode começar a implicar com qualquer wrestler imaginável e a coisa faz sentido. Qual seria a reação dele à Jushin Liger além de puro nojo? Young deve vencer. Provavelmente vão tentar colocar essa vitória como a “grande vitória” que ele busca nos últimos meses, não é o caso pois se trata de Liger em 2016, mas se trabalharem bem posteriormente coisa interessante sai daqui.



Grudge Match
Colt Cabana vs. Dalton Castle (c/ The Boys)

Diego Meira - Colt Cabana e Dalton Castle não são exatamente o exemplo mais ortodoxo de tag team que a RoH pode apresentar, mas eles conseguiam ser uma dupla bastante divertida, especialmente pelo alto carisma de ambos os lutadores. Entretanto, tudo que é bom dura pouco, e após algumas vitórias e derrotas alternadas, Cabana decide que o melhor seria que ambos tomassem seus próprios rumos separadamente.

Durante este anúncio de seu desejo de seguir sozinho, Colt recebe um pedido de abraço de Dalton, para mostrar que estavam se separando, mas ainda continuavam amigos. Mas eis que o lutador de Chicago mostra sua verdadeira face, aplicando um low blow no “Party Peacock” e atacando os Boys.

Com este ataque, ficou marcada uma grudge match, onde poderá ser possível ver toda a extensão desta nova atitude de Colt Cabana, bem como um possível lado menos “festeiro” de Castle, que continua ressentido com as ações do ex-parceiro. Porém, mesmo que conte com a ajuda dos Boys, não creio que Dalton conseguirá superar o estilo de heel de Cabana, sendo no lutador de Chicago em quem apostarei.

Leo C - Até que eu gostei do angle que preparou essa match exceto alguns detalhes meio absurdos, Cabana sendo heel é algo diferente e acho que tem potencial. Espero uma vitória do Dalton aqui, nada mais justo que um novo midcarder em ascensão ter uma vitória sobre um veterano respeitado no maior show do ano. Não faço ideia se a match vai ser muito boa, mas ruim também não deve ser.



Singles Match
Cody vs. Jay Lethal

Diego Meira - Combate muito esperado que marcará a estréia em pay-per-view de Cody Rhodes na RoH. Atualmente também membro da TNA, o ex-WWE Intercontinental Champion estará enfrentando um adversário de peso logo em seu primeiro confronto: Jay Lethal.

Desde que perdeu o RoH World Title que Jay vem buscando manter-se no rastro do cinturão e permanecer relevante na companhia, tendo tentado várias vezes reconquistar o ouro que Adam Cole lhe tirou, mas não obtendo sucesso. E eis que agora lhe surge este interessante desafio de ser o primeiro oponente de Rhodes em ppv.

Considerando esta ser a estréia de Cody, não creio que ele sairá derrotado aqui, ainda mais porque uma vitória sua não descredibilizaria Lethal. Portanto, é o novo GFW Nex-Gen Champion que creio que será o vitorioso.

Leo C - Depois de assistir algumas matches do Cody desde sua saída da WWE, posso afirmar que não me interesso nem um pouco por isso. Ele se mostrou um wrestler competente, mas nada mais. Lethal é bom, mas não sei se ele consegue tornar água em vinho aqui. Quem sabe? Quanto ao vencedor, eu apostaria no Lethal, pois não acho que o Cody fica muito tempo na empresa.



ROH 6-Man Tag Team Championship Tournament Finals Match
Lio Rush, KUSHIDA & Jay White vs. The Kingdom (Matt Taven, T.K. O'Ryan & Vinny Marseglia)

Diego Meira - E nesta noite será realizada a final do torneio que coroará os primeiros RoH World 6-Man TAg Team Champions de sempre. De um lado, a equipe mista de Lio Rush (substituindo o lesionado ACH), e dos lutadores da New Japan, Jay White e Kushida, a equipe considerada a sensação do torneio, que venceu os Briscoes e Yano Toru, e a Cabinet para avançar à final.

Do outro, os renovados Kingdom, sob a liderança de Matt Taven, com T.K. O’Ryan e Vinny Marseglia completando o trio, também extremamente fortes no torneio e conseguindo vitórias sobre o Bullet Club e o Team CMLL.

Não tenho dúvidas que será um combate bastante duro, e que dado o tempo certo poderá até ser um dos melhores do evento. Quanto aos vencedores, aposto nos Kingdom, aproveitando todo o momentum obtido pela nova encarnação do trio, que espero que venha a ter um reinado longevo como campeões.

Leo C - Outro spotfest no evento (não estou reclamando, é um show da ROH afinal de contas) para as finais do torneio dos trios titles. Entre um novo time que a empresa vinha prometendo a meses e três caras aleatórios, incluindo um que nem trabalha para essa empresa; não é muito complicado adivinhar o vencedor. O Kingdom até que tem sido interessante por enquanto e vamos ver se isso vai durar durante o reinado deles como 6-man tag champions.



ROH World Tag Team Championship Match
The Young Bucks (Matt & Nick Jackson) © vs. The Briscoes (Mark & Jay Briscoe)

Diego Meira - Se há uma dupla com força na RoH neste momento, esta seria The Young Bucks. Vindos de uma expressiva vitória no Ladder War 6, onde conquistaram os cinturões da RoH, os também IWGP Jr Tag Team Champions, enfrentam neste combate antigos conhecidos da empresa, e rivais de longa data: os Briscoes.

Não é segredo para ninguém que Jay e Mark seguem há um bom tempo numa cruzada para alcançar o seu nono reinado como campeões de duplas, saindo sempre como a equipe perdedora em suas tentativas. Entretanto, agora eles veem uma boa chance de voltar a conquistar o ouro, alcançando um bom momentum ao vencer times como a Addction de Kazarian e Christopher Daniels.

O combate, entretanto, pode vir a ser um tanto difícil para os irmãos Briscoe, pois além das artimanhas já conhecidas dos Bucks, o Bullet Club sempre está junto quando o assunto é proteger seus títulos, e muito possivelmente “Hangman” Adam Page poderá aparecer para ajudar seus colegas.

Mesmo assim, como costumo fazer, estarei apostando nos Briscoes, tanto por serem a equipe com mais experiência no combate, como por achar que este é o momento mais oportuno para lhes dar um novo reinado, visto que os irmãos Jackson já possuem outro ouro para se vangloriar.

Leo C - Pessoalmente, a match que mais aguardo, como mark oficial dos Briscoes. Quanto a star power, essa é sem dúvida a maior luta disponível atualmente para a tag division da ROH, então nada mais justo que colocá-la no maior show do ano. Apesar de estar torcendo para Dem Boys; acredito que os Bucks retêm, pois por alguma razão são super populares e o reinado deles ainda não durou quase nada.



ROH World Television Championship
Four-Corner Survival Match
Marty Scurll © vs. Will Ospreay vs. Dragon Lee vs. Bobby Fish

Diego Meira - Um dos dizeres mais famosos da WWE é que “em live events, tudo pode acontecer”. E quem diria que isto se aplicaria tão bem na Ring of Honor?

Recém-chegado da New Japan, Will Ospreay iniciou sua jornada pela “Rainha das Indys” enfrentando Bobby Fish pelo TV Title, na Reach for the Sky Tour, e incrivelmente vencendo o “Infamous One”, que vinha sofrendo bastante nas mãos de Adam Page e seus amigos do Bullet Club.

Mas como “tudo pode acontecer”, eis que dois dias depois, Will enfrenta seu antigo rival da PROGRESS, Marty Scurll, e o “Villain” ganha o cinturão televisivo, sendo o terceiro campeão em menos de uma semana.

Somados a estes lutadores, temos o elemento surpresa, Dragon Lee. Atual portador do CMLL World Lightweight Title, Lee competiu contra Fish, quando o mesmo ainda era TV Champion, em um Proving Ground match, de onde saiu vencedor garantindo uma chance ao título televisivo. O mexicano não é um desconhecido dos fãs da RoH, visto que ele já travou combates com os membros da Addiction (em especial Kamaitachi), mas este será seu combate mais importante na empresa.

Olhando friamente para os competidores, Lee é o que possui, a meu ver, a menor chance de vencer o cinturão. Fish já manteve o título por um tempo razoável, então talvez não seja interessante que ele o retome tão rapidamente. Isso leva a Scurll e Ospreay, que travaram grandes rivalidades na Inglaterra, e que creio serem os lutadores que permanecerão na disputa pelo título.

Como Marty é o campeão há pouco tempo, será nele que estarei apostando, até porque uma nova troca de campeão acabaria sendo ruim para o título, que estaria mudando de mãos pela terceira vez em menos de um mês.

Leo C - Deve ser uma match divertida; apesar de um bocado aleatória. Provavelmente vai ser uma spotfest; apesar de não fazerem muito o meu tipo são interessantes de vez em quando. Depois de toda a zona com o TV title no Reino Unido fica bem evidente que o Scurll retém. Também não sou grande fã dele, mas veremos se haverá um character work interessante com ele na ROH.



ROH World Championship Match
Adam Cole © vs. Kyle O'Reilly

Diego Meira - Possivelmente aqui veremos o desfecho de uma das rivalidades mais pessoais da história recente da RoH. Adam Cole e Kyle O’Reilly entraram juntos na companhia e foram por um bom tempo parceiros na dupla Future Shock. Cada um viria a seguir seu próprio caminho, com Cole integrando os Kingdom e Kyle como parte da reDRagon, mas eles sempre viriam a se encontrar e a rivalizar.

Porém, o nível da rivalidade mudou bastante desde que Adam entrou para o Bullet Club. Sempre que possível, ele interferia nos combates por título do “Violent Artist” fazendo-o perder oportunidade após oportunidade, e depois de se tornar o atual campeão mundial, sempre contava com seus colegas do BC para atrapalhar a vida do antigo parceiro.

Não creio que neste caso as coisas saíram diferentes. Por mais que os membros da stable estejam ocupados com seus próprios combates, é praticamente certo que veremos o Bullet Club novamente interferir em favor de Adam Cole, e caso isso se confirme, ele será o vencedor. Contudo, também corre a possibilidade de O’Reilly ganhar, visto que esta será a “batalha final” entre eles.

Por enquanto, eu prefiro ir por um caminho que considero o mais previsível, e apostarei em vitória de Cole e na manutenção ode seu reinado, mas não fiquem surpresos se Kyle O’Reilly sair deste evento como o novo (e merecido, diga-se de passagem) campeão mundial.

Leo C - Os dois já tiveram vários combates na sua feud eterna e posso dizer que, dos que vi, nenhum desapontou. O build para essa “edição” foi razoável; partindo de um grande angle na match de Kyle contra Lethal, mas que desde então perdeu bastante vapor. O vencedor de certo será O’Reilly; não acredito que ele abandone a empresa e se eles realmente querem ele como top babyface não há outra opção além de lhe dar o belt aqui.



PS: Não esquecer que, daqui por umas horas começará a transmissão ao vivo do ROH Final Battle, que contará com o habitual "chat" para podermos conversar e as "streams". Bom PPV para todos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

1 comentário(s):

Anónimo disse...

KKKK Deu pra perceber que o Diego Meira é face e o Leo C é o heel.