sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Rivalidades (In)Esquecíveis #9 Bret Hart vs Goldberg WCW (99/00)

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!



Sejam bem vindos a mais uma edição de "Rivalidades (In)Esquecíveis".

Para esta edição, a #9, decido voltar ao fim da década de 90 e inicio da década de 00. Uma rivalidade marcante, mas talvez tenha ficado marcada pelos piores motivos. Mas isso será analisado lá mais para o fim.

Introdução:


Após a sua chegada ao World Championship Wrestling (WCW) em Novembro de 1997, Bret Hart viu-se perdido na companhia, devido a políticas que consumiam a promotora que em tempos tinha um futuro muito promissor. Inseguros e sem saber como utilizar da melhor forma Bret Hart, durante muitos meses este ficava sentado em casa durante muitos PPV’s, vendo-se desperdiçado pela companhia.


Iniciando-se em Setembro de 1997, um novo wrestler de nome Bill Goldberg, chegava e arrancava em grande ritmo, atingindo quase as 200 vitórias seguidas. Goldberg ganhou o WCW United States Championship e o WCW World Championship em 1998, isto num espaço de três meses entre ambos. Mas no entanto perdeu o WCW World Championship no Starrcade para o Kevin Nash.

O inicio… conturbado:

Em 1999, tanto Bret Hart como Goldberg não tinham nada para fazer, nem nada previsto. Goldberg tinha acabado a rivalidade com Bam-Bam Bigelow e a sua rivalidade com os New World Order tinha ficado esquecida.

Já frustrado com o seu papel na companhia, Bret Hart lança um desafio a Goldberg no episódio do Monday Nitro de 24 de Maio.


Esta é provavelmente uma das coisas mais memoráveis que Bret fez para a companhia, fazendo Goldberg “morder o isco” e atacar Bret com o spear. No entanto, após o spear, ambos os homens ficaram estendidos, mas Bret levanta-se primeiro. Ele levanta a sua camisa para revelar uma placa de metal que tinha deixado Goldberg KO com o spear aplicado.


Infelizmente, o ímpeto por um angle tão bom como este não foi capitalizado devido à trágica morte do irmão de Bret, Owen Hart, no PPV Over The Edge da WWF em Maio de 1999. Bret só voltaria a companhia em Setembro desse mesmo ano.

A continuação:

Não levaria muito tempo para o assunto Bret/Goldberg voltasse de novo. Na noite seguinte ao Halloween Havoc no dia 15 de Outubro, Bret conseguiu uma derrota rara para Goldberg num episódio do Nitro, que fez com que Bret avançasse no WCW World Championship Tournament para coroar um novo campeão.

Enquanto Goldberg continuou a sua rivalidade na altura com Sid, Bret ganhou o WCW World Championship pela primeira vez na sua carreira, num combate clássico contra Chris Benoit no WCW Mayhem.


Nesta altura, Bret e Goldberg eram amigos e formaram equipa para conquistar o WCW World Tag Team Championships no dia 7 de Dezembro no Monday Nitro, onde ganharam aos Creative Control. O seu reinado no entanto não durou muito, pois no Monday Nitro de 13 de Dezembro, perderam para os Outsiders.

Seis dias depois, no Starrcade Bret iria defender o seu WCW World Championship contra Goldberg num combate muito antecipado. Contudo após alguns minutos no combate, Bill Goldberg aplica um Side Kick a Bret. Efectivamente este golpe causou um grande traumatismo em Bret e iria por termo à magnífica carreira do “Hitman”.


O fim do combate foi como que um “remake” do Montreal Screwjob. Varios árbitros ficaram KO. Após Bret sofrer o traumatismo, a luta continuou, mas tudo desencadeou quando Bret aplicou o Figure-Four Leg Lock no canto do ringue. Bret estava da parte de fora e consegue-se ver a sua cara de sofrimento com a cabeça no chão.


No fim Bret ia aplicar o Sharpshooter a Goldberg, já com Roddy Pipper no ringue, já que não havia árbitros para continuar o combate. Antes de o golpe ser devidamente aplicado, Roddy Pipper interrompe e da por terminado o combate, acabando por declarar Bret como vencedor, mesmo sem Bill Goldberg ter desistido.


O fim:

Na noite seguinte, no Monday Nitro, Bret deixa o seu título vago e lança um desafio a Goldberg para ambos lutares no main event pelo título de uma maneira justa, um contra um. Segundo Bret Hart, esta luta serviria para mostrar ao público e a todos quem era o melhor.


No entanto com o decorrer da luta surgem Scott Hall e Kevin Nash a descer para o ringue com tacos de Basebol nas mãos com o intuito claro que irem para cima de Goldberg. Bret consegue faze-los parar, mas apenas para ser ele, o próprio Bret a atingir violentamente Goldberg com um dos tacos. Os três continuam a massacrar Goldberg, até que Jeff Jarrett se junta a eles para a “festa”.

Como resultado deste ataque, Hart conseguiu recuperar o seu WCW World Championship e a NWO foi restaurada (agora com o nome de NWO 2000) com Bret Hart, Scott Hall, Kevin Nash e Jeff Jarrett, concretizando assim mais um famoso Heel Turn do “Hitman”.


Tentativa de reavivar a rivalidade:

Em Janeiro, Goldberg saia de cena devido a lesão e Bret Hart estava oficialmente retirado dos ringues. Mas apesar disso, a WCW reavivar a rivalidade em 2000.

No episódio do dia 28 de Agosto do Monday Nitro, Bret vira-se contra Goldberg depois de este ter trazido Vince Russo para um deserto para o enterrar. Naturalmente, quando Goldberg virou as costas, Bret atinge violentamente Goldberg com uma pá.


A última aparição de Bret na WCW dia 6 de Setembro no Thunder onde ele confrontou Goldberg com uma promo sobre a lesão que este lhe tinha infligido 9 meses antes e que isso tinha sido a razão para Bret se retirar dos ringues.

Notas finais:

- De facto, esta é uma das rivalidades mais desapontantes de toda a história da WCW. Todo o potencial que tinha, pelos próprios performers e a própria companhia não soube aproveitar e capitalizar os momentos chave;

- É obvio que não tem que se culpar a trágica morte de Owen Hart por esta rivalidade não ter corrido bem. Apesar do grande spot da placa de metal que Bret usou em Março de 1999, a rivalidade não evoluiu por ai, não aproveitando o impacto causado. Goldberg começou uma pequena rivalidade com Kevin Nash, sem razão nenhuma aparentemente e um combate com Sting no Spring Stampede e Slamboree respectivamente;

- Quando Bret regressa à companhia, em vez de seguir logo atrás de Goldberg, perde para Lex Luger no Havoc sem razão nenhuma e depois ganha o título e entra de novo em rivalidade com Goldberg. Booking sem lógica pela parte da promotora;

- Se tudo corre-se conforme o planeado com a reformulação dos NWO e Goldberg a persegui-los, muito provavelmente Goldberg teria ganho o título em Junho de 2000;

- O combate entre ambos nos Starrcade foi muito mau e ter como final o Screwjob foi de mau gosto. Se eles simplesmente tivessem feito um combate com um vencedor de forma limpa e lutado uns 15 minutos, penso que teria sido um grande combate;

- No fundo ficamos com uma rivalidade que deveria ter sido memorável e tinha todas as capacidades para o ser, mas ao invés disso, para os fãs da WCW ficou um grande amargo na boca e a própria WCW uma óptima oportunidade para fazer dinheiro.

Quais os momentos que guardam desta rivalidade?

Acham que a empresa poderia ter capitalizado mais o ímpeto dos wrestlers?

Mas o mais importante de tudo, para vós…

Esta é uma rivalidade Esquecível ou Inesquecível?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):