sábado, 31 de dezembro de 2016

NJPW Wrestle Kingdom 11 | Retrospectiva de Katsuyori Shibata/Hirooki Goto no PPV

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Um dos eventos mais importantes e anuais produzido pela New Japan Pro Wrestling irá ocorrer no tradicional dia 4 de Janeiro chamado Wrestle Kingdom 11, no qual conta com a defesa do IWGP Heavyweight Championship, em que o campeão Kazuchika Okada defende contra o vencedor do torneio anual G-1 Climax 26, Kenny Omega.

Para além disso, também conta com a defesa do IWGP Intercontinental Championship, em que o campeão Tetsuya Naito defende contra Hiroshi Tanahashi e ainda a defesa dos NEVER Openweight Championship, no qual o campeão Katsuyori Shibata defende contra Hirooki Goto. Tudo isto e muito mais...

O card para este evento é o seguinte:

______________________________________________
Card


IWGP Heavyweight Championship Match
Kazuchika Okada © vs. Kenny Omega

IWGP Intercontinental Championship Match
Tetsuya Naito © vs. Hiroshi Tanahashi

NEVER Openweight Championship Match
Katsuyori Shibata © vs. Hirooki Goto

IWGP Jr. Heavyweight Championship Match
KUSHIDA © vs. Hiromu Takahashi

IWGP Heavyweight Tag Team Championships
Three-Way Tag Team Match
Guerrillas Of Destiny (Tama Tonga & Tanga Loa) © vs. CHAOS (Tomohiro Ishii & Toru Yano) vs. Great Bash Heel (Togi Makabe & Tomoaki Honma)

ROH World Championship Match
Kyle O'Reilly © vs. Adam Cole

Singles Match
Cody vs. Juice Robinson

NEVER Openweight Six-Man Tag Team Championships
Four-Way Gauntlet Match
David Finlay, Ricochet & Satoshi Kojima © vs. Bullet Club (Bad Luck Fale, Hangman Page & Yujiro Takahashi) vs. CHAOS (Jado, Will Ospreay & YOSHI-HASHI) vs. Los Ingobernables de Japon (BUSHI, EVIL & SANADA)

IWGP Jr. Heavyweight Tag Team Championship Match
The Young Bucks (Matt & Nick Jackson) © vs. Roppongi Vice (Beretta & Rocky Romero)

Singles Match
Tiger Mask W vs. Tiger The Dark

Pre-Show
New Japan Rumble Match
Confirmados: Yuji Nagata, Manabu Nakanishi, Hiroyoshi Tenzan, Jushin "Thunder" Liger, Tiger Mask & Ryusuke Taguchi

__________________________________________________
Retrospectiva de Katsuyori Shibata e Hirooki Goto no PPV




Seja como rivais ou parceiros, as histórias de Katsuyori Shibata e Hirooki Goto na NJPW sempre estarão entrelaçadas. De certo já causaram muita dor um para o outro, mas o que são algumas lesões e concussões entre caras que são amigos desde o colegial?

Shibata foi o NEVER Openweight Champion durante o ano inteiro praticamente, desde o WK10. Recentemente ele se desentendeu com seu antigo amigo que deixou ele de lado meses atrás para se juntar ao grupo CHAOS; e agora eles irão se enfrentar no maior evento do ano... de novo.


Hirooki Goto

> Idade: 37 anos
> Grupo: CHAOS
> Finisher: GTR (Go To Rest)
> 11 participações no WK 
> Recorde no WK (Vitórias-Derrotas-Empates): 6-5-0
> Conquistas no WK:
  - IWGP Heavyweight Tag Team Championships (com Katsuyori Shibata; 2015)

A história de Goto no WK começou antes mesmo do evento ter esse nome; em 2004 (o nome Wrestle Kingdom só passou a ser usado em 2007; no entanto o maior evento do ano da NJPW ocorre no dia 4 de janeiro no Tokyo Dome desde 1992).

O evento Wrestling World 2004 abriu com a vitória de Hirooki Goto sobre Naofumi Yamamoto (conhecido hoje como Yoshitatsu, todos devem se lembrar de sua passagem pela WWE) em um combate rápido. Nada de muito especial, mas ao menos ele começou com uma vitória, o que não condiz tanto com o resto de sua carreira.

Goto só fez seu retorno para o evento em 2006; no Toukon Shidou Chapter 1, onde lutou ao lado de Hiroshi Nagao, Osamu Nishimura, Takashi Iizuka, Tatsumi Fujinami e Toru Yano. O time perdeu para Daisuke Sekimoto, Kamikaze, Kohei Sato, Riki Choshu, Takashi Uwano e Yoshihito Sasaki.

Essa foi uma daquelas lutas que ocorrem só para não deixar pessoas de fora do evento. Até agora as aparições de Goto não foram muito relevantes, mas isso mudou, pois em 2006 ele fez sua excursão para os EUA e o México, e retornou como um membro importante da companhia, como acontece com praticamente todos os lutadores japoneses.

A primeira luta de Goto no Wrestle Kingdom após sua volta foi no WKII em 2008, contra ninguém menos que a lenda; Great Muta. Mesmo os que conhecem pouco de puroresu devem reconhecer o nome, pois o homem teve passagens pela WCW no fim dos anos 80 e foi membro da NWO Japan nos anos 90.


Apesar de Goto ter tido a honra de lutar com um de seus heróis de infância, esse combate demarcou bem como seria a carreira dele: foi colocado em um grande combate, mas foi derrotado. Apesar disso, o ano de 2008 foi um ano bom na sua carreira; se juntou à equipe RISE e teve grande sucesso na forma de uma vitória no G1 Climax.

No Wrestle Kingdom III em 2009, Goto não desafiou o IWGP Heavyweight Champion. Para fãs novos a vitória no G1 de 2008 poderia sugerir isso, mas isso só ocorre desde 2012. Goto desafiou o campeão após sua vitória, mas foi no meio de 2008 mesmo, e outra vez ele perdeu para Keiji Mutoh (cujo alter-ego é o Great Muta).

Apesar de não estar no holofote principal, Goto, ao lado de seu companheiro na RISE Shinsuke Nakamura, obteve uma grande vitória na penúltima luta do WKIII sobre a lenda Mitsuharu Misawa e Takahashi Sugiura, representantes da empresa Pro Wrestling NOAH.

No ano seguinte, o tema do Wrestle Kingdom IV era NJPW vs NOAH. Goto representou sua empresa ao desafiar o GHC Heavyweight Champion da NOAH, Takashi Sugiura; que ele havia derrotado no WKIII. No entanto, como Goto costuma fazer em grandes matches, ele perdeu.

Em 2011, Goto continuou com seus problemas com a NOAH no Wrestle Kingdom V. Ao lado de Kazuchika Okada (que na época era apenas um “young lion”), ele perdeu para Yoshihiro Takayama e Takashi Sugiura novamente. Mas fiquem tranquilos, pois em 2012 Goto finalmente virou essa maré de azar quando derrotou Sugiura no Wrestle Kingdom VI!

Hirooki Goto e Karl Anderson (sim, aquele Karl Anderson), conhecidos como Swords & Guns, venceram a World Tag League no final de 2012 e desafiaram os IWGP Heavyweight Tag Team Champions, o Killer Elite Squad (Davey Boy Smith Jr. e Lance Archer) no WK7 em 2013. Como se trata de Goto em uma luta importante, eles foram derrotados.

Já em 2014, a história foi um pouco mais alegre. Nesse ano, Goto lutou no WK8 com ninguém menos que... Katsuyori Shibata! A história da luta basicamente era que, para esses dois, era um sonho lutar com o melhor amigo no maior evento do ano, e foi exatamente isso que aconteceu. Certamente um momento inesquecível, e Goto venceu essa luta.


Um ano depois, Goto e Shibata realizaram o seu outro sonho: lutar lado a lado no maior evento do ano. Os melhores amigos, conhecidos como Meiyu Tag, venceram Karl Anderson e Luke Gallows do Bullet Club pelos IWGP Heavyweight Tag Team Championships no WK9, o primeiro cinturão que Shibata venceu na NJPW.


Claro, como ambas divisões de combate de duplas da New Japan costumam ser ruins (especialmente pelo “booking”) e estamos falando de Goto aqui, eles perderam os cinturões depois de um mês para Anderson e Gallows, totalizando 0 grandiosas defesas.

Em 2016, Goto teve uma vitória sobre Tetsuya Naito no Wrestle Kingdom 10, se vingando dos Ingobernables, o grupo que infernizou a vida de Goto na segunda metade de 2015. Goto aproveitou toda a empolgação dessa vitória perdendo para Okada em uma luta pelo IWGP Heavyweight Championship no mês seguinte.



Goto desafiou pelo IWGP Heavyweight Championship 8 vezes e perdeu todas. Depois dessa última derrota para Okada seguida de uma derrota na New Japan Cup, Goto adotou a filosofia “se não pode derrota-los, junte-se a eles” e se juntou ao grupo de Okada, CHAOS, em março desse ano.

No WK11, Goto irá desafiar seu velho amigo Shibata pelo NEVER Openweight Championship, depois de obter um pinfall sobre ele em um combate de equipes recente. Será que, agora que ele está na CHAOS, Goto irá conseguir uma vitória no maior evento do ano?

Katsuyori Shibata

> Idade: 37 anos
> Grupo: New Japan Seikigun
> Finisher: PK (Penalty Kick)
> 8 participações no WK 
> Recorde no WK (Vitórias-Derrotas-Empates): 4-4-0
> Conquistas no WK: 
   - IWGP Heavyweight Tag Team Championships (com Hirooki Goto; 2015)
   - NEVER Openweight Championship (2016)

 Shibata teve uma carreira um pouco diferente do tradicional, apesar do começo ser normal. Na sua estreia no Tokyo Dome no Wrestling World 2002, Shibata e Wataru Inoue perderam para Masahito Kakihara e Masayuki Naruse na primeira luta do evento. Nada de notável.

No ano seguinte, as coisas já mudaram um pouco de figura. Shibata, sob uma máscara, se juntou à equipe Makai Club. O grupo, liderado por Tadao Yasuda, era formado por lutadores de MMA que idolatravam Antonio Inoki (fundador da NJPW e, na opinião dele, o maior lutador de wrestling e MMA).

Sob o nome de Makai #4, Shibata e seu parceiro Makai #5 (revelado mais tarde como Mitsuya Nagai) derrotaram Masahito Kakihara e Takashi Iizuka no Wrestling World 2003. No ano seguinte, Shibata e Kazunari Murakami perderam para Takashi Iizuka e lutador de MMA de verdade Josh Barnett no Wrestling World 2004.

Na época, a NJPW sofria muita influência de MMA devido à demência de Antonio Inoki, obcecado por provar que pro wrestlers podiam ganhar de lutadores de MMA, o que levou à um período muito ruim para a empresa. Por isso e outros fatores, Shibata decidiu se desligar da NJPW e se tornou um “freelancer” (wrestler sem contrato que luta em várias empresas).

Enquanto “freelancer”, Shibata teve sua última luta no Tokyo Dome por alguns anos, no Toukon Shidou Chapter 1 em 2006. Em uma batalha intensa e cheia de ódio ele derrotou Hiroshi Tanahashi.

Shibata deixou de ser um pro wrestler no mesmo ano para se dedicar integralmente à uma carreira no MMA até o ano de 2011. Teve um recorde pífio de 4 vitórias e 11 derrotas antes de retornar para a New Japan em 2012, e essa ausência explica como estreou antes do Goto e possui menos aparições no Dome.

Seu retorno ao grande evento foi no WK7 (2013), quando foi derrotado por Togi Makabe. Foi um resultado estranho, pois Shibata estava no meio de um grande "push" antes dessa derrota. Acredita-se que o “booker” da New Japan, Gedo, tenha rancor de Shibata por ele ter abandonado a empresa e por isso não lhe deu tanta ênfase quanto deveria desde a sua volta.

Como já sabem; no Wrestle Kingdom 8 Shibata teve uma luta contra seu melhor amigo Hirooki Goto e no ano seguinte venceu os IWGP Heavyweight Tag Team Championships ao seu lado.


 Desde seu retorno até 2015 Shibata teve várias lutas e rivalidades memoráveis, apesar de nunca ser elevado ao nível de “main eventer”. Isso começa a mudar em 2016, pois no Wrestle Kingdom 10 Shibata derrotou Tomohiro Ishii para se tornar o NEVER Openweight Champion em uma das melhores lutas do ano.



Claro, vencer o NEVER Openweight Championship não quer dizer que se está no topo da empresa, mas é um claro indicativo de que Shibata está finalmente sendo elevado para tal. Ao longo de 2016 teve uma notável rivalidade com os veteranos da NJPW, no fim da qual obteve o seu respeito com uma vitória sobre Yuji Nagata.

A rota de Shibata para o Wrestle Kingdom 11 começou quando ele e Nagata derrotaram Goto e Ishii na World Tag League em dezembro, e Shibata falou o que pensava de seu amigo: ele disse que entrar na CHAOS não fez nenhuma diferença para Goto e que isso não o ajudará em nada a deixar de ser um perdedor quando mais importa.

O cenário do combate entre Shibata e Goto será bem diferente em 2017 do que foi em 2014. Não houve nenhuma traição nefasta ou algo do tipo, mas eles se distanciaram pois um deles fez novos amigos e o outro não acha que foi boa escolha, basicamente.

Isso é algo interessante das rivalidades da New Japan, em grande parte elas são muito simples e realistas. Também é bom lembrar: quando estavam entre as cordas, Shibata e Goto já se matavam quando eram melhores amigos. Imaginem agora!

Poucos dias depois Goto obteve uma vitória sobre Shibata e o desafiou para o combate no Tokyo Dome. Agora a questão é a seguinte; será que Shibata acertou quando disse que Goto continua sendo um perdedor com ou sem a CHAOS ou irá Goto provar que essa foi uma boa decisão e a sua carreira irá mudar de figura?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

2 comentário(s):

vitor oliveira disse...

Esse é um combate que não imagino que será vencedor, mas apostaria no Shibata

André Ribeiro disse...

Tenho bastantes expectativas para este combate, que muito provavelmente será o mais violento de todo o WrestleKingdom deste ano.

Dois amigos que seguiram precursos diferentes no ano passado e que se acabaram por distanciar. Enquanto Shibata teve talvez aquele que foi o seu melhor ano, ao conquistar o NEVER Openweight, ser respeitado e aprender a respeitar a geração mais velha, defender o titulo de pessoal da NOAH e dos reDRagon, Goto teve um ano completamente ao contrário - ao falhar mais uma vez a conquista do IWGP Heavyweight Championship, e perder na final da New Japan Cup e do G1 Climax.
Na NJPW vitórias e derrotas importam e têm inclusive impacto nas personagens dos lutadores, com o Wild Samurai a sofrer durante boa parte de 2016 uma crise de confiança por não conseguir sair vencedor quando há algo realmente em jogo. Portanto, acho que Goto irá finalmente conquistar algo - quando vencer Shibata no maior show anual da NJPW