quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

A Alternativa Fenomenal #39: Mega-Stables (Parte 2)

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!









Saudações a todos, e bem-vindos a mais uma Alternativa Fenomenal. Há algum tempo atrás, escrevi um texto onde tratava sobre supergrupos de wrestlers que denominei como mega-stables. Apesar de muitos leitores e colegas de blog terem entendido minha intenção com o texto, percebi que vários outros leitores acabaram não entendendo muito bem o ponto que discorri no texto, e acredito que isso tenha se dado a falta de explicação sobre o que seria esse conceito de mega-stable que eu utilizei.

Sendo assim, decidi dar continuidade ao tópico, e hoje voltarei a falar sobre estes supergrupos de lutadores, apresentando mais três stables que se encaixam na categoria abordada, bem como enfim explicando o que é este conceito que esto usando nestes dois artigos. Sem mais delongas, vamos ao texto;


Apesar do que o nome sugere, o conceito de mega-stable que estou aplicando aqui não se refere exclusivamente à importância que o grupo possua na história do wrestling (apesar de quase todas as facções citadas nos artigos terem gozado de grande notoriedade durante o período em que estiveram, ou estão, ativas), e sim ao seu tamanho. 

Nos meus textos, chamo de mega-stable toda e qualquer associação de wrestlers que ao longo de sua vida tenha possuído número de integrantes superior a 15 lutadores/managers. Por isso, várias stables tais como The Four Horsemen, Aces & Eights, Great Bash Heel, Main Event Mafia, entre muitas outras não foram, nem poderão ser citadas aqui (porém nada impede que sejam tratadas em artigos específicos sobre cada uma, ou em um artigo que compile várias stables influentes).

Como falei, a maior parte destes grupos acabou por alcançar notoriedade nas empresas onde atuaram, se envolvendo em storylines de topo e possuindo vários reinados de campeão entre seus integrantes. Entretanto, alguns destes grupos acabaram por não alcançar tanta importância assim, mesmo com uma quantidade massiva de membros. Das stables que citarei hoje, duas alcançaram grande influência e uma teve uma vida ativa bastante modesta.

Dadas essas explicações iniciais, são estas as facções que abordarei hoje:


Immortal (TNA) - Mesmo já tendo tratado um pouco deles em um artigo anterior (que pode ser lido aqui), por demanda popular, aqui está a única mega-stable da história da TNA.

Os primeiros passos para o surgimento destes supergrupo foram dados em 17 de junho de 2010, quando Abyss realiza um heel turn sobre Hulk Hogan afirmando que "eles" estavam chegando e apareceriam no Bound for Glory, em 10 de outubro. Depois, ele atacou o então campeão mundial Rob Van Dam para tentar trazer o TNA World Title para essas pessoas que o controlavam. Neste meio tempo, Sting começou a acusar Hulk e Eric Bischoff de estarem tramando algo, e para evitar que eles fizessem alguma coisa,  ele iniciou rivalidades com Jeff Jarrett e Van Dam para conquistar o título da TNA.

Juntos ao "Icon", Kevin Nash e "The Pope" D'Angelo Dinero também tentaram expôr os planos de Bischoff e Hogan, e esta situação culminou com uma 6-man tag team match entre os três lutadores e a equipe de Hogan, Jarrett e Samoa Joe no Bound for Glory. O "Hulkster" entretanto não participou do combate devido a uma cirurgia nas costas, fazendo com que Eric tornasse a luta uma handicap match.

No BFG, dois combates tiveram importância plena na formação da mega-stable. Primeiro, no handicap match, o "Double J" realiza um turn sobre Samoa Joe o abandonando no ringue contra os três oponentes, o que resultou na sua derrota. No main event, o TNA Title estava em jogo numa 3-way match ente Kurt Angle, Jeff Hardy e Mr Anderson (o título ficou vago devido aos ataques em RVD). Perto do final da luta, quando Angle acidentalmente acerta o árbitro e entra em discussão com Anderson, resultando nos dois caídos no chão, Eric vem ao ringue com uma cadeira para causar uma interferência, sendo impedido por Hogan que fez um retorno surpresa.




Devido a cirurgia, Hogan estava de muletas, e Bischoff discutiu com ele, tomando um dos apoios de Hulk e tentando atacar Anderson. Hardy encarou Eric pegando a outra muleta do "Hulkster", numa tentativa de  pará-lo, mas logo revelou suas intenções ao atacar Angle, sendo acompanhado por Bischoff que o ajudou a atacar Anderson, lhe garantindo a vitória e o título. Ao fim desta luta, revelou-se que "eles" ao qual Abyss se referia eram o próprio, Hardy, Hogan, Bischoff e Jarrett.

No Impact seguinte ao BFG, Jeff anuncia o nome do grupo, Immortal, em alusão a um dos vários apelidos de Hogan, que voltou a usar o codinome "Hollywood"de sua época de NWO. Eric revelou que tudo foi um plano para tomarem controle da TNA, e ele inclusive fez Dixie Carter assinar (sem que a presidente soubesse) documentos que passavam o controle da empresa para ele e Hogan. Além disso, na mesma noite, os Fourtune de Ric Flair se juntaram à Immortal, fechando a formação inicial do grupo com 10 integrantes.




A primeira mostra de dominância do grupo veio no Turning Point, em novembro, quando os membros da stable venceram todos os combates em que estavam envolvidos. No Impact seguinte ao pay-per-view, Hulk deu a Hardy um novo cinturão mundial que ele chamou TNA Immortal Championship, e era personalizado aos gostos do campeão. Entretanto, Dixie Carter retornaria em 25 de novembro afirmando que por decisão judicial em seu favor, estava retomando o controle da companhia e suspendendo o "Hulkster" indefinidamente. Isso levou que os Immortal partissem em busca de todos os títulos da companhia para contrabalançar a decisão de Carter.


                                        Hulk Hogan entregando o novo TNA Immortal Championship a Jeff Hardy


No Genesis, em janeiro de 2011, eles praticamente conseguiram isso, quando seus membros conquistaram os demais cinturões masculinos da TNA, e RVD não conseguiu derrotar o estreante Matt Hardy, onde a vitória lhe daria uma chance ao título da TNA de Jeff Hardy. No main event, Anderson derrota Matt Morgan (recentemente expulso do grupo) e se torna contender ao TNA Title. Para se aproveitar do cansaço do "Asshole", Bischoff coloca-o para combater pelo cinturão de Hardy naquele mesmo momento, mas graças à interferência de vários lutadores, Anderson derrota o "Enigma" e se torna campeão mundial.

Um grande problema surgiu para os Immortal em fevereiro, quando os Fourtune abandonam o grupo, afirmando que iriam impedir que Bischoff destruísse a TNA tal com fez com a WCW. Entretanto, a stable recuperou seu momentum após Hardy reconquistar o título mundial de Anderson, com a ajuda do novo membro Hernandez, no Against All Odds, e Ric Flair abandonar seus antigos protegidos para se juntar a mega-stable.




Em março Hogan retorna, e como ganhou a batalha judicial contra Carter, obtém o controle completo sobre a empresa, com o revés de que na noite de seu retorno, Sting derrota Hardy e se torna campeão mundial. Isso levou ao infame "Incidente do Victory Road" que comentei no começo do ano. Após este ocorrido, no Impact seguinte ao ppv, Jeff foi declarado expulso da Immortal e Bully Ray assumiu seu posto. Na mesma noite, Gunner (na época um dos guarda-costas da stable) se tornou TNA TV Champion.

A guerra contra a Fourtune seguiu, e o grupo acumulou várias derrotas além da perda de seus seguranças Murphy e Rob Terry, excluídos do grupo por ineficiência. Enquanto isso, Tommy Dreamer é forçado a entrar para a Immortal, e Chris Harris é chamado para se juntar a Matt Hardy e tentar derrotar a Beer Money de seu ex-parceiro James Storm. Essa tentativa falha, e poucos dias depois, tanto Harris como Dreamer saem da TNA. Além disso, Bischoff resolve declarar guerra contra a X-Division e faz com que Abyss se torne o novo campeão da divisão ao derrotar Kazarian no Impact de 9 de julho. Para contrabalancear, na semana seguinte Gunner perde seu TV Title para Eric Young.


                                                              Abyss como X-Division Champion


Em junho, como parte da parceria com a AAA, Jeff Jarrett se torna AAA Mega Champion, na Triplemania XIX, ao derrotar El Zorro, e Bischoff ajuda Mr Anderson a derrotar Sting e se tornar TNA Champion novamente, com o "Asshole" entrando oficialmente para a stable na semana seguinte. No Destination X, em 10 de julho, Abyss perde o X-Division Title para Brian Kendrick, e no Impact seguinte, Anderson perde o TNA Title de volta para Sting.

No Hardcore Justice, em agosto, Kurt Angle fez um heel turn e juntou-se à Immortal após vencer Sting pelo TNA Title com o uso de uma cadeira trazida por Hogan. Ele se justificou dizendo que recebeu informações de que Dixie Carter sabia da relação entre sua ex-mulher Karen e Jeff Jarrett, e por não ter lhe revelado nada, ele destruiria os jovens talentos da TNA e impediria que ela retornasse ao poder. Uma semana após a entrada de Angle, Anderson é expulso do grupo.




Seguindo Anderson, Matt Hardy também sai da stable, mas devido a ser despedido da empresa, após ser preso por dirigir intoxicado. No Impact de 6 de outubro, Sting mostra uma gravação mostrando Hogan insultando os fãs da companhia e provando que ele não estava para se aposentar como estava aparentando, o que faz Hulk aceitar enfrentar o "Icon" pelo controle da empresa no BFG. Uma semana depois, Abyss realiza um turn e sai da Immortal.

No BFG, Sting vence Hogan e consegue devolver o controle da empresa para Dixie Carter, com o "Hulkster" realizando um face turn e salvando Sting do ataque dos demais membros da Immortal. Na semana seguinte, Angle perde o TNA Title para James Storm, e em dezembro, como resultado de perder uma Steel Cage match para Jeff Hardy, Jeff e Karen Jarrett são demitidos por Sting, que havia sido nomeado o novo GM do Impact.




O fim da stable começou em fevereiro de 2012, quando Garrett Bischoff, filho de Eric, saiu do grupo e entrou em feud com seu pai e Gunner, e Bully Ray não conseguiu obter o TNA Title no Against All Odds. Em março, Scott Steiner é demitido da TNA, e em abril, após a equipe da Immortal perder o Lehtal Lockdown para o time de Garrett Bischoff, Eric Bischoff é forçado (em storyline) a sair da companhia, encerrando em definitivo a stable.




Durante sua vida ativa, a Immortal teve um total de 22 integrantes, que conseguiram 11 reinados como campeões.



Los Perros del Mal (CMLL/AAA) - Uma das principais stables heel do México, os Perros del Mal tiveram seu início em 2004, no Consejo Mundial de Lucha Libre. Nesta época, a principal atração da CMLL era a rivalidade entre o trio heel de Pierroth Jr, Vampiro (o mesmo da Lucha Underground) e Tarzan Boy contra a equipe face de Negro Casas, Hijo del Perro Aguayo e Shocker. Um dos principais pontos desta feud, foi uma Six Man Steel Cage match onde o último lutador no ringue teria seu cabelo raspado. Devido a um plano dos heels, Aguayo vence Casas por último e uma hostilidade entre ambos começa.




No prosseguimento da feud, Vampiro acabou se lesionando em um combate contra Máscara Sagrada e teve que ser substituído pelo estreante Hector Garza, que veio da AAA.  Pouco tempo após a chegada de Hector, Aguayo realiza um turn sobre Casas e une-se ao recém-chegado, sendo acompanhado pouco tempo depois por Tarzan Boy. Devido a um comentário de Tarzan, que disse que eles só poderiam confiar em quem nasceu no norte do México, o grupo assumiu o nome de La Fúria del Norte.

Semanas depois, ocorre a primeira adição ao grupo, quando El Terrible se une a eles após trair Shocker. O grupo começou a receber bastante atenção devido a seu estilo covarde e suave, e logo estavam se tornando a principal stable heel da Consejo Mundial. Porém, problemas surgiram quando Hector, que também era lutador da TNA na época, foi preso no Texas por porte ilegal de esteróides, e deportado para o México. A TNA demitiu o wrestler, que passou a combater unicamente na CMLL como parte da La Fúria.


                                                 Hector Garza e Hijo del Perro Aguayo já como Los Perros del Mal


A primeira conquista do grupo deu-se em 19 de novembro, quando Garza, Tarzan e Terrible derrotaram Rayo de Jalisco Jr, El Canek e Black Warrior para se tornarem CMLL World Trios Champions. Entretanto, em setembro de 2006, eles tiveram seus títulos retirados, pois não realizaram nenhuma defesa dos mesmos nesses quase dois anos de reinado.

No começo de 2006, Aguayo e seu pai Perro Aguayo Sr entram em uma feud com Cién Caras e Máscara Año 2000, de onde saem vitoriosos. Após o encerramento dessa feud, Perro Jr decidi criar um novo grupo, combinando a La Fúria com o grupo La Família de Tijuana (Nicho el Millionário, Dámain 666 e Halloween) e outros heels da companhia. A esse grupo ele deu o nome de Los Perros Del Mal, e estes foram a principal stabel heel da companhia pelo resto do ano.


                                      Perro Aguayo Jr, Hector Garza e Mr Águila com CMLL World Trios Champions


Em 2007, novas conquistas foram realizadas pelos PdM, quando em fevereiro Aguayo Jr, Mr Águila (Essa Rios na WWE) e Garza conquistam os CMLL World Trios Titles novamente, e em abril Águila, Damián e Halloween conquistam os Mexican National Trios Championships. Os títulos mexicanos permaneceram com o grupo até agosto, quando foram conquistados por El Sagrado, Volador Jr e La Sombra (atual Andrade "Cién" Almas no NXT).

Em maio de 2008 entretanto, um problema contratual com Hijo del Perro fez com que os PdM perdessem seus mundiais de trios, pois Perro Jr, Águila e muitos dos membros da stable decidiram sair da CMLL e fundar uma companhia independente. Em dezembro, a empresa, nomeada Perros del Mal Producciones realizou seu primeiro show, recebendo tentativas de retaliação por parte da Consejo Mundial, que entretanto, resolveu por deixá-los em paz depois de poucas semanas.


                                   Logotipo dos Perros del Mal, também usado como logo da PdM Producciones


Em junho de 2010, na Triplemania XVIII, os Perro del Mal iniciam uma storyline de invasão na AAA, que culminou em sua entrada para a mega-stable La Sociedad (que foi tratada no primeiro artigo sobre mega-stables). Em dezembro também começou a lendária feud entre os Perros e os Psycho Circus, quando Damián 666, Halloween e X-Fly encerram a streak de vitórias de 3 anos dos palhaços. Foi justamente contra os Psycho Circus que os PdM tornaram-se os primeiros AAA World Trios Champions, quando na Triplemania XIX, Damián, Halloween e X-Fly derrotam os PC em uma Hardcore Trios match.

Apesar da vitória na Triplemania e da conquistas dos cinturões de trios, após sucessivas derrotas para os PC, a rivalidade encerra-se em outubro de 2011, no Héroes Inmortales, quando Damián, Halloween e Nicho el Millionário perdem uma Mask vs Hair match contra os palhaços e tem seus cabelos raspados. Em novembro, Hector Garza, que ainda estava na CMLL, vai para a AAA e se junta aos Perros, sendo seguido pouco tempo depois por Texano Jr, que logo saiu da PdM para criar a stable El Consejo.




Em março de 2012, os PdM enfim perdem os AAA Trios Titles para os Psycho Circus, enquanto Perro Aguayo Jr vence o torneio Rey de Reyes, derrotando Jack Evans na final. Na mesma semana, Damián 666, Bestia 666, Halloween e X-Fly anunciam sua saída da stable, sendo substituídos depois por Taya Valkyrie, Ted Hart, Trauma I e Trauma II. Um mês depois, Halloween acaba por retornar ao grupo.


                                                                                Los Perros del Mal em 2012


Em agosto, Perro Jr enfrenta El Mesías, na Triplemania XX, pelo AAA Mega Championship, mas acaba sendo derrotado, após Hector Garza acidentalmente lhe acertar com uma cadeirada. Isso levou à expulsão de Garza dos PdM, poucos dias depois. Em outubro, Hector acabaria por abandonar o wrestling para combater um câncer de pulmão, vindo a infelizmente falecer em maio de 2013.

Em agosto de 2013, após uma rivalidade de um ano contra Cibernético, Aguayo começa a demonstrar sinais de um face turn, quando ele se coloca ao lado do "Main Man" contra sua antiga stable La Secta. Após alguns meses de aliança, Hijo del Perro é atacado, em novembro, por seus colegas de grupo Psicosis e Daga, que não aceitaram sua amizade com Cibernético, completando seu turn. Porém, no mês seguinte, é revelado que tudo não passou de um plano dos três para enganar Cibernético, e em seguida, eles anunciam que se juntaram a stable La Nueva Sociedad.

Em fevereiro de 2014, o grupo teve mais uma adição com a chegada de Black Warrior, mas em março perde Psicosis (que não renovou com a AAA) e Daga, que saiu para formar seu próprio time, La Anarquía, junto a Eterno e Steve Pain. Em agosto, Aguayo inicia uma rivalidade com Alberto El Patrón (Alberto Del Rio na WWE), ao atacar Alberto e seu pai Dos Caras no começo da Triplemania XXII. Esse ataque levou a um combate entre eles no Héroes Inmortales, em outubro, onde ele junto a Texano venceram a equipe de El Patrón e El Mesías.




Enquanto Perro Jr rivalizava com Alberto, novas adições foram feitas à stable, com o retorno de Daga, em julho, e a entrada de Joe Líder em setembro. Em novembro, foi a vez do AAA Mixed Tag Team Champion Pentagón Jr se juntar ao grupo, para já em dezembro, conquistar junto a Líder os AAA World Tag Team Titles, ao vencerem os Güeros del Cielo (Angélico e Jack Evans) no Guerra de Títanes.

Em março de 2015 no entanto, veio o pior golpe para o grupo. Durante uma tag team match onde combateu Xtreme Tiger (Tigre Uno na TNA) e Rey Mysterio Jr, junto a Manik (TJ Perkins na WWE e indys), Hijo del Perro Aguayo sofre um acidente na aplicação de um 619 de Mysterio, e vem a falecer devido a um severo trauma cervical. Sem seu líder e fundador o grupo começa a se desfazer, restando apenas quatro lutadores: Daga, Pentagón, Taya e Líder.




Em dezembro do mesmo ano, Angélico e Evans conseguem reaver os títulos de duplas dos PdM, e em fevereiro de 2016, Pentagón abdica do Mixed Tag Team Title, após vencer sozinho seus colegas Taya e Daga, visto que não possuía uma parceira e esta era sua primeira defesa em dois anos de reinado. Em março, o "Homem sem medo" conquista o AAA Latin American Title, e mantém o mesmo até julho, quando na Triplemania XXIV, Taya o trai permitindo que Johnny Mundo conquiste o cinturão. Isso também marcou a saída da canadense da stable.




Até hoje, o legado dos PdM segue sendo defendido por Daga, Líder e Pentagón, que continuam em busca dos títulos de duplas da AAA. No total, considerando suas encarnações na AAA, CMLL e Perros del Mal Producciones, 34 lutadores integraram o grupo, tendo sido conquistados 11 títulos pelos seus membros.



Raven's Nest (ECW/WCW/TNA) - Um dos casos mais interessantes envolvendo stables, a Raven's Nest passou por três empresas e diversas encarnações, sendo sempre liderada pela lenda Raven. A mega-stable foi criada em janeiro de 1995, apenas alguns dias após a estréia de Raven na ECW, tendo sido apresentado por Steve Richards como um reforço para sua feud contra Tommy Dreamer.

Steve veio a se tornar o primeiro membro da Nest, sendo seguido por Johnny Hotbody e Tony Stetson, que o consideravam a "voz de sua geração". Com sua formação inicial fechada, o primeiro triunfo do grupo veio em março, após os quatro membros derrotarem Dreamer em uma Gauntlet match.

Em abril, no Three Way Dance, ocorreu a primeira mudança na stable, quando Raven expulsa Hotbody e Stetson e os substitui pelos Pitbulls (Gary Wolfe e Anthony Durante). Ele também aproveita o evento para explicar seu problema com Tommy Dreamer, dizendo que quando crianças, ambos foram para um acampamento de verão, onde ele namorou uma garota chamada Beulah McGillicuty após a mesma ter sido rejeitada por Dreamer devido a sua aparência. No main event do show, ela realiza sua estréia, ajudando o "Disfunctional Martyr", junto a Richards, a vencer Tommy.




Com Beulah adicionada ao grupo, a rivalidade entre Raven e Dreamer seguiu, e no episódio de 20 de junho do ECW Hardcore TV, a Raven's Nest ataca violentamente Luna Vachon, aliada próxima do "Innnovator of Violence", além de quebrar vários dedos das mãos de Tommy. Duas semanas depois, a stable consegue seu primeiro ouro, quando Richards e Raven derrotam os Public Enemy (Rocco Rock e Johnny Grunge) para se tornarem ECW World Tag Team Champions.

No Hardcore Heaven, em julho, os campeões defendem seus títulos com sucesso contra Vachon e Dreamer, porém no mesmo evento os Pitbulls deixam o grupo, sendo substituídos pelos Dudley Boyz (Bubba Ray e D-Von Dudley). Na Wrestlepalooza, em agosto, Cactus Jack (Mick Foley) entra para o grupo, após trair Dreamer, e os Pitbulls em uma 8-Man Tag Team match.






A rivalidade com os Pitbulls segue, e em setembro, no Gangstas Paradise, eles derrotam Raven e Richards pelos cinturões. Um mês depois, a Nest reavê seus títulos, mas perde-os na mesma noite para os Public Enemy. No November to Remember, Jack e Raven perdem no main event para Tommy e Terry Funk, mas o grupo recebe mais um integrante, com The Blue Meanie juntando-se como um lacaio de Steve Richards.

No Holiday Hell, em dezembro, Raven derrota Dreamer e se torna number one contender ao ECW World Title, tendo sido derrotado pelo campeão The Sandman na mesma noite. Além disso, os Dudleys saem da stable devido a uma confrontação com Richards. No House Party, em janeiro de 1996, Beulah anuncia que está grávida de Tommy Dreamer, que ataca os membros da Nest e vem até seu encontro. Isso marcou a saída de McGuillicuty do grupo.

Em 27 de janeiro, o "Disfunctional Martyr" apresenta sua nova valet, Kimona Watanaya e na mesma noite, com a interferência massiva da Nest, ele conquista o ECW World Championship de Sandman. Isso levou a uma polêmica rivalidade, onde Raven usou de muito jogos mentais com o ex-campeão, como fazer uma lavagem cerebral em sua ex-mulher e seu filho para que estes entrassem para a Nest. Além disso, no High Incident, em outubro, A Raven Nest "crucifica" Sandman ao prende-lo numa cruz e colocar uma coroa de arame farpado em sua cabeça. Devido a este segmento, Kurt Angle cortou suas ligações com a ECW, e a estréia em pay-per-view da companhia foi adiada.




Em outubro, no Ultimate Jeopardy, Raven e Brian Lee deveriam competir contra Tommy Dreamer e Sandman, com o ECW World Title em jogo. Como foi anunciado que o campeão não poderia não tinha condições de combater, Richards foi posto como substituto, tendo sofrido pin por parte de Sandman, que reconquistou o cinturão. Isso fez com que Raven e Steve criassem uma animosidade crescente, que culminou com um turn e a saída de Richards em dezembro. Além dele saíram Blue Meanie e Super Nova, encerrando assim a Raven's Nest.

Raven tinha conquistado de volta o ECW Title no começo de dezembro, ao derrotar Sandman em um Barbed Wire match no Holiday Hell, seguindo com o título até abril de 1997, quando foi derrotado no Barely Legal por Terry Funk. A saída do lutador da ECW deu-se em julho, na Wrestlepalooza, ao perder um "Loser Leaves ECW" match contra Tommy Dreamer, sofrendo o primeiro pin de sua carreira na ECW.


                                Raven como ECW Champion junto a Stevie Richards, Blue Meanie e Kimona Watanaya


No final do mesmo mês, ele retorna para a WCW (onde competiu antes de sua passagem pela ECW), e começa uma pequena storyline onde ele vinha para os shows e assistia-os da primeira fila, entrando em confronto com lutadores sem qualquer aviso ou motivo. Com o passar das semanas, um pequeno grupo de lutadores começou a aparecer junto a ele, e este grupo foi a segunda encarnação da Raven's Nest, conhecido como The Flock.

Designado como um grupo de excluídos sociais e misantropos (pessoas que possuem ódio contra a humanidade), os membros da Flock se vestiam com a mesma indumentária de Raven e o sempre o acompanhavam em suas agressões. Dentre seus integrantes estavam nomes como Perry Sarturn, Chris Kanyon, Billy Kidman, Steve Richards, Scotty Riggs e Horace Hogan, entre outros. Porém, diferentemente da Nest, Raven se comportava de forma mais controladora e abusiva com os membros da Flock.

Inicialmente Raven e seus asseclas eram considerados "agentes livres sem contrato", até que o WCW Comissioner J. J. Dillon lhes assegurou contratos, com Raven especificando que seus combates aconteceriam com suas regras próprias, sendo que combates onde valiam as "Raven Rules" eram basicamente combates sem desqualificações. As "Raven Rules" valiam para combates que envolvessem quaisquer membros da Flock.




O primeiro ouro do grupo veio em novembro, quando Saturn derrotou Disco Inferno numa edição do Monday Nitro para se tornar WCW World Television Champion. Esse reinado durou um mês, tendo ele perdido o cinturão de volta para Inferno em outra edição do Nitro.

A próxima conquista da Flock veio apenas em abril de 1998, quando no Spring Stampede, Raven venceu Diamond Dallas Page (com quem estava em uma pequena feud após atravessar uma mesa em consequência de um Diamond Cutter, no Uncensored, durante uma Triple Threat match que também contou com Chris Benoit), para se tornar WCW United States Champion. Esse reinado, entretanto, durou apenas um dia, e no Nitro seguinte Goldberg conquistou o cinturão.




A perda do título americano fez com que o "Disfunctional Martyr" entrasse em conflito com todos os membros da stable, culpando especialmente Saturn pela derrota. Isso levou que Perry realizasse um face turn e abandonasse o grupo, mas continuasse em feud com Raven para que ele libertasse seus antigos companheiros. Após vários combates com a estipulação de que aqueles que perdessem para Perry seriam expulsos do grupo, Saturn enfrenta o líder da stable no Fall Brawl, em setembro, com a estipulação de que caso ele vencesse os Flock seriam libertados do jugo de Raven. Graças a ajuda de Billy Kidman, Perry derrota seu antigo líder, e a stable é desfeita.

A Flock ainda iria se "reunir" mais uma vez em março de 1999, quando Saturn e Raven se juntaram em uma feud para enfrentar Chris Benoit e Dean Malenko dos Four Horsemen. Em maio, numa Triple Threat Tag Team match, os Flock conseguiram os WCW World Tag Team Titles, ao vencer Malenko e Benoit, bem como os campeões Rey Mysterio e Billy Kidman.




No Monday Nitro do dia 31 de maio, seguindo uma lesão de Raven, o também ex-membro da Flock Chris Kanyon substitui o "Disfunctional Martyr" para defender os Tag Team Titles junto a Saturn contra a equipe de DDP e Bam Bam Bigelow, porém, Kanyon trai Perry e permitindo que os desafiantes conquistassem os títulos. Esse momento efetivamente marcou o fim de qualquer envolvimento de Raven com os membros da Flock.

Ao retornar para a WCW, Raven formou outra stable, chamada Necro Ward, junto a Vampiro e os Insane Clown Posse (Violent Jay e Shaggy 2 Dope), que pouco tempo depois teve seu nome alterado para The Dead Pool. Entretanto, a vida desta encarnação da Nest foi curta, pois em agosto o lutador pede sua liberação da WCW por estar insatisfeito com a direção que a empresa tomava. Após sua saída, Great Muta foi adicionado ao antigo grupo, que então mudou de nome para The Dark Carnival e seguiu ativo até 2000.


                                            Os membros da Dead Pool: Raven, Vampiro e a Insane Clown Posse


A próxima encarnação da Nest surgiu na TNA, em abril de 2003, sob o nome de The Gathering, servindo como aliados na rivalidade entre Raven e o então NWA World Champion Jeff Jarrett. A primeira integrante do grupo foi Alexis Laree (Mickie James), seguida por Julio Dinero e CM Punk, que agiam como grandes fãs do ex-lutador da ECW. Após vários combates contra Jarrett, a Gathering iniciou uma feud com os Disciples of the New Church (Brian Lee, Slash, Sinn e Father James Mitchell), enfrentando a stable por quase um ano.




O grupo começou a chegou ao fim logo no fim do ano, quando Laree saiu da TNA para se juntar a WWE, e Punk e Dinero realizarem um turn sobre Raven, em dezembro. Mesmo com essa traição, os dois seguiram usando o nome The Gathering, realizando uma aliança com James Mitchell e entrando em feud com seu antigo líder. A Gathering chegou ao seu fim em março de 2004, quando Punk optou por retornar para a Ring of Honor e Dinero foi demitido da TNA.

Em 2006, surgiu a última encarnação da Raven's Nest, quando no Impact de 16 de novembro os lutadores Kazarian, "Maverick" Matt Bentley e Johnny Devine apareceram com visuais totalmente diferentes do normal, vestidos num estilo gótico e chamando a si mesmos de "The New Movement". Após combaterem no Genesis, Raven ressurge revelando-se como líder da equipe cujo nome passa a ser Serotonin. Além disso, os três seguidores recebem novos nomes: Kaz (Kazarian), Martyr (Bentley) e Havok (Devine).


                                                        Os membros da Serotonin: Martyr, Havok e Kaz


Um ponto estranho sobre a Seritonin, era que independente do resultado obtido em ringue pelos integrantes, Raven sempre os acertava com um "kendo stick" após os combates, dizendo que isto era parte de uma programa de desenvolvimento que ele chamava "Tortura Constrói Sucesso". O grupo combatia principalmente em dark matches e pré-shows, e sofria derrotas constantes, além de que, quando combatiam em lutas singulares, usualmente eram tratados como jobbers.




A primeira vitória oficial do grupo veio no Against All Odds, em fevereiro de 2007, quando Kaz e Havok derrotaram o time de Jay Lethal e Sonjay Dutt. Entretanto, insatisfação com os métodos de Raven começaram rapidamente a surgir, especialmente da parte de Kazarian, inicialmente em março, após o "Disfunctional Martyr" quebrar um "Kendo stick" nas suas costas (após uma vitória sobre Havok e Martyr), e depois em abril, no Lockdown, quando ele impediu que a Serotonin atacasse Christy Hemme após perderem para a Voodoo Kin Mafia (New Age Outlaws na WWE).

A saída do lutador deu-se no Impact de 21 de julho, após ele atacar Raven e seus companheiros quando o líder enfrentava Chris Harris. Eles seguiram em rivalidade, e em julho, após derrotar Havok e Martyr em uma 3-Way match que valia um lugar no Ultimate X match a ser disputado no Victory Road, ele é atacado por todos os três membros restantes, levando que ele e Raven combatessem no Hard Justice, em agosto, onde Kazarian saiu vitorioso, encerrando sua feud com a stable.




Ainda no mês de agosto, Martyr é demitido pela TNA, fazendo com que a Serotonin se resuma a Raven e Havok, que por alguns meses realizaram uma aliança com Father James Mitchell e Black Reign, na rivalidade entre Mitchell e Abyss. Raven chegou a enfrentar o "Monster " no Bound For Glory, em outubro, mas perdeu para ele numa Monster's Ball match, que também contou com Rhyno e Black Reign. Após essa luta, ele ficou de fora da TV por algum tempo, deixando apenas Havok como representante do grupo.

O fim da stable veio no Impact de 15 de novembro, quando Havok é "sequestrado" pela Team 3D (Dudley Boyz) como parte da rivalidade entre estes e os Motor City Machine Guns (Chris Sabin e Alex Shelley). Diversos lutadores da X-Division aparecem para ajudar Havok, e após ser salvo, ele apanha um "kendo stick" e começa a atacar seus salvadores, revelando-se como um traidor da divisão que ajudaria Bubba Ray e Devon a destruir a X-Division. Com esse turn, ele volta a usar o nome Johnny Devine e deixa de lado a indumentária e atitudes da Serotonin, mostrando que de fato, o grupo havia acabado.




Considerando todas as encarnações que possuiu, a Raven's Nest teve um total de 44 integrantes, sendo que estes conquistaram apenas 7 reinados como campeões.



Novamente, os leitores puderam perceber como a utilização de stables como as aqui apresentadas pode ser útil em relação a criação de storylines e no estabelecimento de alguns lutadores nas companhias em que atuaram. Mesmo com alguns casos onde pouco sucesso foi obtido (como nas encarnações da Raven's Nest na TNA), quando bem utilizadas as mega-stables podem se constituir em grandes atrativos ao público, podendo até mesmo chegar ao topo das ditas promotoras.

Da mesma forma que no artigo anterior, caso os leitores consigam pensar em alguma mega-stable que não foi citada aqui, podem falar nos comentários, bem como também podem dizer qual delas é sua favorita. Uma boa leitura a todos, um feliz ano novo, e até a próxima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):