terça-feira, 15 de novembro de 2016

Weekly Wrestlers #13 | Análise e Nova Votação

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!

Mais uma semana a contar os vossos votos e mais uma semana com um ranking totalmente novo sobre os Superstars masculinos e femininos que mais marcaram esta semana, de acordo com vocês.

Como funciona este espaço? É simples!
> Vocês (leitores do Wrestling Notícias) mandam na votação, pois cada comentário que deixem conta como um voto, seja um lutador, lutadora ou até uma equipa que mais se destacam no decorrer desta semana
> Têm até DOMINGO À NOITE para deixar os vossos votos nos comentários > Caso haja empates durante o decorrer da contagem de votos, nós teremos uma última palavra para decidir quem fica em determinado lugar
> Têm ATÉ 5 ESCOLHAS (INCLUSIVE) para deixar no comentário nesta publicação
> Os lutadores/lutadoras/equipas escolhidos por vocês, têm de ser quem vocês acham que marcou mais esta semana no wrestling (seja na WWE, TNA, ROH, Independentes, Lucha Libre, Nacional ou Puroresu)

O vosso voto conta e, como prova, vejam lá se este nosso/vosso ranking é descabido:

Há 2 meses:

5º Lugar

Campeões com lesões ultimamente parecem o pão nosso de cada dia, ou o susto nosso. Mas felizmente, o caso de Becky Lynch não era grave e um combate em PPV no qual não pôde comparecer, pôde apenas ser adiado. E até lhe deram bom terreno, perto da sua origem, em Glasgow, no passado Smackdown.

Defendeu o título, como agendado, contra Alexa Bliss que continuava a sua onda de domínio, que já tinha vindo a mostrar ao longo das últimas semanas. Até parecia mesmo encaminhada para ser a nova Women's Champion do Smackdown, mas a Irlandesa acabou por tomar a melhor e sair vencedora. Mas como eles adoram a palavra "controversial" e usá-la até à exaustão, há que lhe justificar o uso: o pezinho de Alexa Bliss estava na corda no momento da sua derrota. E já temos aí conversa para as próximas semanas...
________________
Tinha tudo encaminhado para umas estupendas semanas, depois de sair vitoriosa daquele tremendo Hell in a Cell e de já ter o cinto na sua posse pela terceira vez. Mas há sempre inconvenientes.

Primeiro, é surpreendida com uma parceira à força no Survivor Series, que ela não julgava estar apta: a sua velha amiga Sasha Banks. E segundo, num 6-Woman Tag, fica na equipa derrotada... Sem ninguém para culpar, por ter sofrido o pin de Bayley. Vale-lhe a postura de Campeã que, mesmo com dificuldade, fintava todos os cânticos direccionados a Bayley e impunha-se no ringue como rainha. Nem todos concordam, mas nada lhe mexe a confiança...
________________
Jericho continua, felizmente, no centro das atenções e o que ainda é assunto de conversa é a sua amizade conturbada e, para muitos, duvidosa com Kevin Owens. Ambos se consideram co-capitães da equipa no Survivor Series e Y2J vai mais longe, chegando por vezes a dizer que ambos são o Universal Champion. Gosta de esticar a corda. Paleio tem ele para isso e nós gostamos bem dessa sua característica.

Mas, como em todas as equipas, existem as picardias, as divisões dentro do seio de uma equipa. Tudo o que origine um Fatal 5-Way entre futuro parceiros à força no main event do Raw. Após a missão falhada de recrutar Braun Strowman para a família "Chris & Kevin" - só conseguiu um lugar na lista - Jericho teve que dar ao físico para combater outros 4 - 3, vá, ele e Owens ainda foram amigalhaços - até ser atraiçoado por esse mesmo amigo atordoado a roubar-lhe uma vitória essencial. Ficamos à espera da sua futura reacção. Owens na lista?

Há 2 semanas:

5º Lugar

Teve um main event no Raw tão atarefado como os outros, menos frutuoso que o seu rival e Campeão. Mas teve direito a uma luzinha de ribalta a pairar sobre ele, mesmo com uma derrota no Hell in a Cell e um Jericho a assombrá-lo. Foi anunciado como membro final da equipa Raw para o Survivor Series, para desgosto dos BFFs com quem rivaliza.

E a razão para a sua inclusão é muito simples, por muito que tal não agrade aos supostos co-Campeões Universais: a equipa precisa dele. Fora esses dois, há unanimidade nisso. E mesmo que não tenha tido muito sucesso no main event - eram cinco, desculpa-se - há um novo factor a causar burburinho e que coloca muitos olhos atentos sobre ele: há ali uma nesga que permita uma reunião com Roman Reigns? É que já no combate pareciam prontos para matar saudades!
________________
Dolph Ziggler faz o perigoso desafio. Que uma estrela do Raw o enfrente, pelo título Intercontinental, no Survivor Series. Sami Zayn acha-se perfeitamente apto. Também eu. Também nós. Mas a Stephanie McMahon não e não podia dizê-lo de melhor maneiro do que recorrendo à humilhação e emasculação porque se ela não o faz provavelmente perde a força e o poder e desvanece-se em pó.

E achava que o melhor candidato seria Rusev que tem feito vida de perder para o Roman Reigns e levar do Goldberg. Lá acha ela e obrigou-os a competir pelo spot no PPV. O que vale é que Sami Zayn não é rapaz de fugir a desafio e foi capaz de superar a tarefa difícil. Derrotou Rusev e já está no card do Survivor Series. Celebremos. Stephanie, temos pena.
________________
Com um bónus. Um "featuring". Ou, se calhar, nunca a Wyatt Family esteve tão completa antes. É que não foi nenhum grandalhão novato, nenhum Erick Rowan retornado, nenhum gajo de barbas grandes só porque o estilo combina. O novo reforço é mesmo Randy Orton. Seja mesmo uma aliança ou apenas jogos mentais prolongados, para já Bray Wyatt tem muito fruto a tirar desta aliança.

E esta entrada neste meio da tabela já inclui Randy Orton como membro. E o lugar foi facilmente conquistado após uma vitória num 6-Man Tag contra Dean Ambrose, Kane e o grande James Ellsworth que teve que descer do seu lugar de glória para sair derrotado por um Sister Abigail do tenebroso Bray Wyatt. Ambos Bray e Randy estão na equipa Smackdown do Survivor Series e Luke Harper não andará longe, com certeza. Eu, se fosse aos meninos do Raw, punha-me a pau...
________________
Não se pode acusar Prince Puma de falta de coragem, nada disso. Já foi ao Inferno e voltou, muito graças a Mil Muertes, mas isso só o parece ter feito perder o medo. Remodelou-se como um tipo mais obscuro. Mesmo que um pouco picado por Vampiro, há mesmo um fogo dentro dele que o levou a desafiar Muertes para um Grave Consequences, a demente versão de um Casket Match do Lucha Underground.

E lá foi ele outra vez ao Inferno aprender umas coisas porque ele parecia tudo menos um "underdog" nesta brincadeira onde chegou a desfrutar da violência, a dominar Mil Muertes e a quase vencer. Mas acontece que Mil Muertes não é bem propriamente um gajo normal. Não é alguém a quem se aleije e ele se renda. Este não visita o Inferno, este vive lá e ainda deve ser dono de uns quantos condomínios e alguns terrenos para novas construções maquiavélicas. Logo, assim que conseguiu a aberta, saiu por cima e derrotou Prince Puma com bastante imposição e ainda algum simbolismo extra: Puma fechado no mesmo caixão onde Konnan foi visto pela última vez. Assustador como sempre, uma tremenda vitória para Mil Muertes, num dos combates de maior destaque desta semana.
________________
Nós somos uns chatos que temos acesso às coisas antes de acontecerem. Mas no mundo menos chato, o Impact Wrestling era hackeado e invadido por três misteriosos indivíduos mascarados, cujas identidades ainda nos eram desconhecidas. É aí que temos que fingir que não somos uns chatos e não sabemos porque não deixou de ser um grande momento, na passada edição do Impact Wrestling.

Após uns devaneios com os Hardys - que custaram a memória ao Broken Matt - nem deixam o pobre Eddie Edwards festejar a sua vitória e retenção de título sobre Eli Drake. Leva logo com três gajos mascarados que escolhem aquela hora para fazer as revelações. O primeiro - que Josh e Pope perguntaram quem era - era o conhecido e perigoso Eddie Kingston, bom amigo de um "alumn" da TNA, Homicide. O segundo era mais familiar e já não o víamos há um tempo: Bram. O melhor fica para o fim, o mais lendário da seita. O "cowboy" James Storm a não reagir muito bem à sua suspensão, de acordo com a última vez que os vimos. São estes os DCC e prometem causar muita confusão no panorama actual da TNA! Têm a nossa atenção!

Há 3 semanas:

10º Lugar

Assinaturas de contratos entre rivais azedos nunca acabam bem. Isto é, acabam sempre em maravilha, nós vemos isto para ver gajos à bulha, mas para o bem-estar físico dos assinantes, não acaba bem. Samoa Joe apenas se precaviu e levou a sua própria mesa para poder assinar o contrato à distância. Medo do que podia fazer ao NXT Champion Nakamura? Medo do NXT Champion Nakamura?

Assinou à entrada do palco, no cimo da rampa. Nakamura podia fazer o mesmo no ringue mas ele é um brincalhão. E um brincalhão chateado. Destruiu aqueles seguranças todos que estavam ali para impor ordem no ringue - como sempre fazem, de facto - e um até foi pela mesa dentro. Mas o Campeão não se esqueceu do que ia lá fazer e assinou o contrato. Nakamura sai daqui com uma perninha por cima e a malta cá espera pelo Takeover: Toronto!
________________
Nada do que por aqui acontece, acontece por acaso. Ou talvez a vitória de Kevin Owens no main event do passado Raw, talvez isso. Mas não importa, como Universal Champion saiu vencedor da tal difícil Fatal 5-Way e mostrou que não é só aquele cinto que lhe dá o direito de se chamar capitão da equipa. Ele realmente domina, mesmo que tenha sempre algumas ajudas. Como a do melhor amigo, que nem foi o caso, aqui o seu co-Campeão - como ele diz - foi a vítima!

Alvo de um Superman Punch muito bem aplicado por Roman Reigns, Owens não tinha outro solo para onde cair senão o corpo de Chris Jericho. Reigns já ia demasiado desamparado e não pôde impedir a situação: a contagem chegou aos três e premiou o Campeão com a vitória. Sobre o seu melhor amigo. Inadvertidamente. Ficou com um ar tão atordoado como quando ganhou aquele cinto que carrega. Mas que importa? Olhando ao papel e aos resultados e ao seu posicionamento aqui no ranking: quem manda nesta equipa do Raw?

Mais um Top 10 concluído, mais uma semana resumida e nós aqui prontos para outra! Já sabem como funciona, comecem já a comentar após o Raw, com aquela ou aquelas estrelas que mais marcou e prossigam ao longo da restante semana. É para continuar a contar, toca a votar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

18 comentário(s):

Filipe Semanas disse...

Hiroshi Tanahashi, Becky Lynch, Alexa Bliss, Sami Zayn, Chris Jericho

Anónimo disse...

Chris Hero, Timothy Thatcher, Katsuyori Shibata

nWoMember disse...

The Miz
The Undertaker
Andrade Almas
Roman Reigns
Seth Rollins

vitor oliveira disse...

The Miz
Sexy Star
Andrade Almas
Seth Rollins
The Undertaker

Diego Meira disse...

Tanahashi Hiroshi, The Undertaker, Sexy Star, Death Count Crew e Matt Hardy.

Carla disse...

Charlotte
Asuka
Samoa Joe
Sexy Star
Chris Jericho

André Ribeiro disse...

DIY,Revival, Shibata,Joe, Chris Hero

JoniFernando13 disse...

Seth Rollins
Roman Reigns
Samoa Joe
Bobby Roode
DIY

Soulsick disse...

Chris Jericho, The Miz, The Undertaker, Bill Goldberg, Asuka

Gonçalo Mateus disse...

Sami Zayn, Mil Muertes, Authors of Pain, Samoe Joe, Seth Rollins

Chris JRM disse...

The Miz, The Undertaker, Sexy Star, DIY, Samoa Joe

Italo Silva disse...

Sexy Star,DIY,Goldberg,Samoa Joe,Undertaker

Anónimo disse...

Wyatt family, Jericho, Goldberg, AJ Styles, Usos.

Kleber disse...

Sexy Star, DIY, Samoa Joe, Authors of Pain, Undertaker

Teddy Picker disse...

DIY, Goldberg, Miz, Samoa Joe, Jericho.

Pablo disse...

Charlotte
Samoa Joe
Hiroshi Tanahashi
DCC
Revival

PyroMANiac disse...

Marty Scrull, Miz, DIY, Samoa Joe, Chris Jericho

FaBiNhO disse...

Katsuyori Shibata
Sexy Star
DIY
DCC
The Miz