sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Rivalidades (In)Esquecíveis #6 Mr Perfect (Curt Hennig) vs “The Nature Boy” Ric Flair (WWF 92/93 e WCW 97)

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!



Ora cá estamos para mais uma edição de Rivalidades (In)Esquecíveis.

Para a edição #6 tinha já algumas em mente, mas optei por esta em particular, por me ser muito especial. Desde que comecei esta rubrica semanal que queria escrever sobre Mr Perfect (Curt Hennig) e pensei, que melhor rivalidade para o primeiro texto que esta?

Introdução:


Durante o ano de 1990 e 1991 Mr Perfect batalhou diversas vezes pelo Intercontinental Heavyweight Championship. Em Abril de 1990 venceu Tito Santana num torneio pelo Vacant IC Title. Quatro meses depois no SummerSlam perdeu para The Texas Tornado.

Dia 19 de Novembro voltou a recapturar o IC Title graças a interferência de Ted DiBiase. Essa luta foi gravada e só passou na televisão a 15 de Dezembro desse mesmo ano num episódio de WWF Superstars of Wrestling.


Perfect deteve o Intercontinental Heavyweight Championship até Agosto de 1991 quando perdeu para Bret Hart no SummerSlam. Mr Perfect teria de se retirar para tratar as suas lesões no cóccix e outras mais.

Após perder o título, Perfect iniciou a sua recuperação pelas suas lesões e ficou afastado dos ringues durante cerca de um ano e meio. E é aqui que entra Ric Flair!

O Inicio e primeiro confronto:

Durante o seu tempo de recuperação, Perfect manteve-se sempre dentro da WWF, tendo varias funções, entre as quais como comentador Heel no WWF Superstars of Wrestling.

Durante o ano de 1992, Mr Perfect começou a acompanhar Ric Flair como seu Manager. Perfect esteve presente quando Flair ganhou o Royal Rumble e tentou ajuda-lo a manter o WWF title na Wrestlemania 8. Durante esse período de tempo Flair deteve duas vezes o WWF World Heavyweight Championship.

Quase a chegar ao fim desse ano, perto do Survivor Series, a relação entre os dois começa a dar uma volta… para o pior!

Em Novembro de 1992, The Ultimate Warrior saiu da companhia, ao que levou Randy Savage a ficar sem parceiro para o combate no Survivor Series. O combate seria Randy Savage e The Ultimate Warrior vs Ric Flair e Razor Ramon, mas sendo assim, Savage já não tinha parceiro.

Nessa altura, Savage encontra o parceiro ideal… Mr Perfect. Mas este recusa-se a juntar a Savage para lutar contra Flair e Razor.

As coisas vão mudando lentamente e após uma promo de Bobby Heenan (o seu antigo manager) em que este disse que Perfect já não era capaz de lutar ao mais alto nível e exigiu que Perfect seguisse as suas ordens e fizesse o que Heenan lhe dizia para fazer.

Mr Perfect imediatamente a seguir, olha para a câmara e aceita a proposta de Savage, isto para espanto e ar incrédulo de Heenan, que a seguir dá um estalo a Perfect ao que este responde entornando um jarro cheio de água na cabeça de Heenan.

Perfect então diz que está de volta aos ringues como parceiro de Randy Savage para o Survivor Series.

No combate e apesar de alguma falta de confiança de parte a parte, Mr Perfect e Randy Savage ganham por desqualificação.

O auge – Episodio Nº3 do RAW:

O confronto seguinte deu-se no Royal Rumble em Janeiro de 1993. No combate com o mesmo nome (Royal Rumble Match) Mr Perfect eliminou Ric Flair.

Mas estava destinado que o próximo confronto seria marcante. Tão marcante que perdura até aos dias de hoje e assim continuará.


Perfect e o “Nature Boy”, Ric Flair não cabiam os dois na mesma companhia nesta altura, então foi agendado o combate Mr Perfect vs The Nature Boy Ric Flair, cuja estipulação seria “Loser leaves WWF” (perdedor abandona a WWF).

Esse combate aconteceu na noite seguinte ao Royal Rumble e foi no episódio Nº 3 do programa Raw!


Nesse dia, os fãs presentes no recinto foram presenciados com um verdadeiro clássico. O primeiro combate clássico da história do Raw entre estes dois grandes lutadores técnicos, arriscando-me a dizer, dos dois melhores de sempre.


Mr Perfect venceu o combate levando a isso, que o derrotado Ric Flair abandonasse a empresa.


Mas esta… não seria a última vez que os dois se confrontavam!!

O reencontro:

The Nature Boy Ric Flair abandona assim a WWF e prossegue a sua carreira no World Championship Wrestling (WCW), enquanto Mr Perfect continua na WWF até ao fim do ano de 1996.

Quando Perfect sai da WWF, tem um interregno de alguns meses, mas em Junho de 1997 regressa ao activo. Dia 30 de Junho de 1997, Curt Henning (Mr Perfect. Como a WWF tinha os direitos sobre o nome “Mr Perfect”, este passou a usar o seu verdadeiro nome, Curt Hennig) estreia-se no WCW Nitro.




Na semana seguinte, Ric Flair aproveitando o facto de Hennig estar perto dele, faz-lhe uma proposta. Flair queria recrutar Hennig para os Four Horseman, mas este parecia não estar muito comprometido com essa ideia. Corria também os rumores de que os New World Order (NWO) queriam recrutar Curt Hennig.

No entanto dava a entender que Hennig dava preferência aos Horseman, visto que se juntou a Ric Flair e os dois derrotaram os NWO Buff Bagwell e Scott Norton. Mas no fim do show, Hennig negou que se teria juntado aos Horseman.

Na edição de 25 de Agosto do WCW Nitro, Ric Flair deixou claro e de uma vez por todas que queria Hennig nos Four Horseman. Sendo assim, no show e para tentar seduzir Hennig, Flair trouxe Arn Anderson para falar com Curt. Este segmento é um dos mais memoráveis na história do Nitro e uma promo clássica de Arn Anderson. Esta foi a promo onde Anderson oferece a Hennig o seu lugar nos Four Horseman. Considerando ser uma grande honra e um grande segmento por parte de Anderson, Curt Hennig aceita a oferta e torna-se membro dos Four Horseman.


The Four Horseman iriam defrontar os NWO no Fall Brawl 1997 num War Games. Nas semanas que antecederam o evento, dava a entender que os Horseman estavam unidos e todos a remar para o mesmo objectivo que era derrotar os NWO no evento.

O novo confronto:

Destacar que antes do combate no Fall Brawl, Hennig foi atacado alegadamente pelos NWO, mas este ataque não foi testemunhado pelas câmaras.

Então Hennig surge a caminhar para o ringue a queixar-se da alegada agressão, mas como se viu de seguida, tudo não passou de uma simulação e Henning traiu os Four Horseman para se juntar à NWO.


Algemou os restantes Horseman à jaula e atacou Ric Flair esmagando a cabeça deste com a porta da jaula.


Isto iria iniciar uma autêntica guerra entre os dois lutadores nos próximos dois meses.

Na noite seguinte no Nitro, Hennig ainda adicionou mais “sal” nas feridas de Flair ao entrar em ringue com o seu robe, dando-o depois a Hollywood Hogan.

Hennig iria conquistar o seu primeiro WCW Championship, ganhando a Steve McMichael e tornando-se assim WCW United States Champion.

O fim:

Ric Flair não voltaria à televisão até 6 de Outubro, quando neste dia e após Hennig defender o United States Championship contra Chris Benoit, desceu a rampa até ao ringue a persegui-lo. Flair atacou a NWO e continuou a perseguir Curt Hennig sem antes dar a entender que este andava à caça para procurar vingança.

Os dois combateram então no dia 26 de Outubro no Halloween Havoc. Neste combate Flair ainda conseguiu ter alguma vingança, mas perdeu o combate por desclassificação, após usar o United States Championship em Hennig.

Na noite seguinte em mais um episódio do Nitro, Hennig atacou Flair, quando o Nature Boy estava a lutar contra Randy Savage usando o United States Championship.

Nos episódios seguintes do Nitro, Hennig e Flair atacaram-se mutuamente, causando desclassificações nos seus combates.

Voltaram a se enfrentar no dia 23 de Novembro no World War III com o WCW United States Championship em jogo e sem desclassificações.


Um bom combate em que Hennig saiu vitorioso após usar o US Championship na cabeça de Ric Flair.


Este combate no Halloween Havoc marcava o fim da rivalidade entre Curt Hennig (Mr Perfect) e The Nature Boy Ric Flair.

Hennig era viciado em esferóides e analgésicos o que, segundo o seu pai, contribuíram para a sua queda e a sua morte.

Curt Hennig faleceu a 10 de Fevereiro de 2003 no seu quarto de hotel, quando ainda pertencia à TNA. No relatório clínico, Hennig sofreu uma intoxicação de cocaína.

Notas finais:

- A química entre Mr Perfect e Ric Flair era notória. Fica-se com um sabor amargo por Ric Flair ter saído da WWF na altura. Possivelmente a rivalidade, se acontecesse seria ainda mais memorável e recordada. Por outro lado, será que os dois teriam aquele grande combate? Questões que não se podem responder com exactidão, mas para sempre ficará aquele combate;

- Mr Perfect nesta altura estava no seu pico como performer. Se não tivesse sido as lesões, a sua carreira poderia ter sido diferente e até mesmo ter conquistado um título mundial na WWF;

- Jogada de mestre por parte da WCW, aproveitando o facto de que Ric Flair já pertencer a promotora, aquando da chegada de Curt Hennig e juntar os dois numa rivalidade muito física e também ela marcante;

- Uma nota importante também e relativa ao caracter de Ric Flair. Quando este assinou pela WCW em 1993 e abandonou a WWF, Flair cumpriu a sua promessa de colocar Mr Perfect "over";

- Uma rivalidade pessoal para mim. Uma memória que guardo até hoje e guardarei sempre é aquele fantástico combate no episódio Nº3 do Raw. Vi esse combate em 93 quando via wrestling pela primeira vez. O meu fascínio foi tanto por este desporto que comecei a acompanhar regularmente na época. Eu na altura com os meus 10/11 anos pensava que tudo era real (na minha mente de criança ainda) e este combate ficou-me para sempre marcado. E ainda hoje quando me perguntam sobre um dos melhores combates a que assisti, este sem dúvida que é um deles.

Mr Perfect ficou-me na mente e este personagem me cativava. Ver ele a aplicar o Perfect Plex era fantástico, e até hoje, é um dos meus favoritos. Por seu lado, o “selling” de Ric Flair era fenomenal.

Que memórias têm em relação a Mr Perfect e Ric Flair nestas duas rivalidades distintas?

Ficando estas perguntas no ar, e enquanto esperamos pela próxima edição, vos deixo outra pergunta, porque é sempre importante saber se para vós…

Esta é uma rivalidade Esquecível ou Inesquecível?


R.I.P. Curt Hennig
(Mr Perfect)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

1 comentário(s):

nWoMember disse...

Muito bom.Não tive a sorte de acompanhar wrestling nessa altura, só comecei a acompanhar a partir de 2001.
Portanto este artigo deu para ficar a saber da história entre o dois.