sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Rivalidades (In)Esquecíveis #3 | Randy Orton Vs Christian (2011)

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!



Sejam bem-vindos a mais uma semana de Rivalidades (In)Esquecíveis.

Esta semana irei falar de uma rivalidade pouco falada e discutida, mas que segundo alguns artigos que já tive oportunidade de ler, está bem referenciada entre as melhores rivalidades deste século.

Estou a falar-vos de Randy Orton Vs Christian que decorreu durante o ano de 2011.

Introdução:

Christian nunca foi um main eventer. Basicamente os pontos altos da sua carreira na WWE são com a sua parceria com Edge em que foram inovadores quanto ao estilo, como a nível de performances em combates especiais. Uma das suas especialidades é sem dúvida as Ladder Matches, em que ambos como equipa, pegaram nessa estipulação e a levaram ao topo e que está e estará sempre presente nas nossas memórias.

Muitos podem criticar a afirmação acima feita, sim, mas é verdade.

Enquanto Edge andou muitas vezes pelo main event e top cards, sendo um múltiplo campeão da WWE, Christian nunca conseguiu subir realmente a esse patamar depois da separação de ambos.

Conquistou vários títulos no mid card, mas nunca esteve no topo. Pelo menos até esta altura. 2011!

Edge era o World Heavyweight Champion na altura enquanto Christian e Alberto Del Rio batalhavam para serem o candidato principal ao título. Del Rio então vence Christian para ir atrás do título mundial.

Até que no dia 11 de Abril no Raw acontece uma das despedidas mais marcantes de sempre. Edge, no meio do ringue com o seu título anuncia a despedida precipitada. Não podia competir mais devido a inúmeras lesões sofridas ao longo da sua grande carreira.

Assim sendo o World Heavyweight Championship tinha ficado vago. Seria suposto Edge vs Del Rio acontecer no Extreme Rules num Ladder Match. É aqui que entra em acção Christian no Main Event.

Del Rio Já tinha o seu lugar garantido nesse Ladder Match e no Smackdown! aconteceu uma Battle Royal para determinar o adversário de Del Rio para competir pelo título deixado vago por Edge. Christian ganha essa Battle Royal.

O inicio:

1 De Maio de 2011, Extreme Rules. História estaria a ser feita em breve. Ladder Match pelo World Heavyweight Championship entre Christian e Alberto Del Rio. Nunca Christian tinha estado tão perto de atingir o tão prestigiado ouro na WWE. Apesar de ter merecido chegar a este ponto, tudo apontava que fosse Del Rio a sair vitorioso.

O fim do combate foi algo épico, com Del Rio a chegar ao cimo da escada, Christian consegue impedir que Del Rio chegue ao título. Com este fora do ringue Christian sobe o escadote e já com Edge quase a entrar no ringue, Christian chega ao topo do escadote e retira o título. Mais que merecido e contra todas as probabilidades.


Christian tornou-se assim o primeiro lutador a conquistar os títulos principais da NWA, ECW e World Heavyweight Championships.

Foi a sua primeira grande vitória e título de singles na sua carreira e o momento que muitos acreditavam que o poderia catapultar para o topo do card.


No Smackdown! a seguir ao Extreme Rules entra Randy Orton nesta rivalidade. Christian acabado de vencer o seu primeiro grande título e Orton como o predador que é vai atrás dele, desafiando-o para um combate pelo título. Christian ainda todo massacrado e dorido do brutal Ladder Match que acabara de ter dias antes contra Del Rio, aceita o combate. Pior decisão que tomou.

Christian fez um springboard to topo das cordas e foi apanhado por um RKO de Orton. Três segundos depois, Randy Orton vencia e era o World Champion. Segundo World Champion em poucos dias.


Um Christian desanimado vai para os balneários a pensar se teria cometido o erro de aceitar e ver o título que tanto lhe custou a ganhar, fugindo das mãos daquela maneira, tão pouco tempo depois de o ter ganho.

Semanas depois aconteceu o rematch. No PPV Over The Limit Randy Orton vs Christian pelo Championship. Christian volta a perder.

Aqui uma pequena (grande alteração) nas atitudes de Christian. Com a derrota que sofreu o Captain Charisma começa a revoltar-se. Os primeiros passos para um Heel turn pois o seu psicológico começava a ficar afectado.


Ele reclamou e protestou contra as decisões do árbitro nesse combate e exigiu uma desforra para o PPV de Junho o Capitol Punishment.

No entanto, no Smackdown! de 3 de Junho, Christian foi o árbitro convidado da luta pelo World Championship entre Orton e Sheamus. Orton ganhou essa luta, mas de seguida foi atacado por Christian que assim, finalmente fazia o Heel turn que não acontecia desde 2005.

Seguiu-se o PPV Capitol Punishment a 19 de Junho e mais um capítulo de Christian vs Orton.

Aqui Orton dominou quase o combate inteiro e só perto do final, Christian conseguiu equilibrar. Christian faz o Spear (após a despedida de Edge Christian começou a usar o Spear como tributo ao seu grande amigo) a Orton, mas não consegue o pin.

No fim viu-se Orton a aplicar o RKO a Christian, conseguindo assim a vitória. No fim do combate Christian foi reclamar com o árbitro, porque segundo ele, a sua perna estava sobre a corda e assim a contagem deveria ter sido interrompida, mas veio Orton que lhe acertou com o cinto de campeão na cara e o deixou KO.


Daqui até ao próximo embate, no PPV Money In The Bank (MITB) muito se falou de regras e ilegalidades. Verdade que Christian já perdera vários combates por ter sido prejudicado e assim a estipulação para o MITB seria que Randy Orton perderia o título caso fosse desclassificado.

Assim sendo, a confiança de Christian de que iria finalmente voltar a ganhar o World Championship estava em alta. Ele no fundo sabia que podia arrancar o título a Orton e com isto ser o lutador mais esperto também.

O auge: Money In The Bank & SummerSlam


Um dos melhores PPVs do ano. Uma noite que muitos não esquecem. No entanto este combate ficou um pouco “esquecido” por entre tantos outros muito bons.

Christian e Randy Orton tiveram um grande combate. Quase a se tornar um clássico não fosse o fim como foi. Mas foi o necessário e acima de tudo, foi o ideal para continuar a rivalidade.

A estipulação para este combate foi de que se Orton fosse desclassificado ou se houvesse má decisão do árbitro, Christian ganharia o título.

O combate viu Christian constantemente a provocar Orton para ver se este enlouquecia e partia para o extremo para se desqualificar. Inclusive, no inicio do combate Christian leva uma cadeira de aço para o ringue e vira as costas a Orton para ver se este o atacava. Orton conseguiu ir resistindo mas só até certo ponto.

O fim do combate viu Orton a tentar o RKO em Christian, mas este apoiou-se no canto do ringue e cuspiu na cara de Orton. Isto deixou-o enfurecido levando a Orton perder a cabeça e dar um pontapé na virilha de Christian, desclassificando-se assim.

Christian, o novo World Heavyweight Champion!


Após Orton perder o título, atacou Christian chegando ao ponto de lhe aplicar dois RKO’s em cima da mesa dos comentadores espanhóis.

SummerSlam:

Após o fantástico MITB a rivalidade continua e no Smackdown! de 29 de Julho, Triple H marca a desforra pelo World Championship. Seria a 14 de Agosto no maior evento do verão, o SummerSlam num No Holds Barred.


Sendo um No Holds Barred (sem desclassificações), Christian já não se podia esconder. Já não teria a vantagem que tanto precisou para vencer no MITB. Previa-se um combate extremo o que se veio a comprovar com muitos bons spots onde os lutadores aproveitaram ao máximo a estipulação do combate.

Foram usados vários objectos entre os quais, os mais usuais como cadeiras de aço, mesas e escadotes, e outros como as latas do lixo.


Após vários spots com objectos, o fim do combate viu Christian a cometer um erro que lhe foi fatal. Distraído, saltou do canto do ringue e Orton aplicou um RKO “aéreo” e Christian foi de cabeça contra um escadote. Orton faz o pin, contagem de 3 e recupera o World Championship, finalizando assim esta rivalidade.



Notas finais:

- Até esta altura como já tinha referido, Christian apesar de ter ganho muitos Championships no Mid Card e até de outras promotoras, nunca tinha alcançado o Main Event. Muitos chegaram a dizer que ele não tinha capacidade para tal, e aqui fica a prova de que sim, ele era capaz e até veio tarde;

- Durante muito tempo conhecido como o “Captain Charisma”, Christian desde 2005 que não era Heel. Basicamente actuando como Baby Face, mas desta vez os criativos decidiram por esta viragem, e decidiram bem;

- No MITB Christian tinha que vencer daquela maneira. Entre os vários confrontos foi notório que Orton era superior e a única maneira de Christian vencer seria ir contra as regras, tal como aconteceu;

- Orton saiu superior. Sendo já campeão por diversas vezes, tanto Orton como outros lutadores precisam parecer fortes se o caminho deles é os títulos de topo e neste caso, a trabalhar com Christian, conseguiu isso mesmo. Christian sendo já um veterano respeitado, só deu mais credibilidade a toda esta rivalidade;

- Historicamente falando, as guerras entre Orton e Christian ajudaram esta rivalidade a ser, possivelmente uma das melhores antes do fim da Brand-Split e uma das mais underrated da história da WWE.

Nota menos positiva:

- Possivelmente se não tivesse sido pelo abandono de Edge, Christian não teria chegado ao topo.

De recordar que no Extreme Rules seria Edge vs Del Rio com Edge a defender o título. Após o abandono repentino, a equipa criativa da WWE decidiu colocar Christian na corrida pelo World Title, o que se veio a revelar uma aposta certa.

Chegando ao fim e enquanto esperamos pela próxima edição, o que vos pareceu esta rivalidade?

Como acham que Christian se comportou?

Acham que se Edge não tivesse abandonado os ringues, Christian chegaria ao topo do Main Card?

E acima de tudo…

Para vós, esta rivalidade foi Esquecível ou Inesquecível?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

4 comentário(s):

Anónimo disse...

esquecivel.
Apesar de ter sido boa e a melhor que o SmackDown conseguiu produzir durante os seus ultimos anos antes do fim da brand split.
Os combates foram excelentes mas se o reinado do christian tivesse sido mais logo sem duvida que teria sido inesquecivel.

Quer dizer neste caso até digo, é inesquecivel mas não por motivos positivos. O inesquecivel da rivalidade é o excelente combate no summerslam e ter perdido o titulo no smackdown seguinte.

Anónimo disse...

Última grande feud com o World Heavyweight Champion e tendo que isto foi dos melhores trabalhos de Christian dentro da WWE e que a única coisa melhor que Orton fez depois disto foi o seu trabalho enquanto Authority Champion e a rivalidade com Daniel Bryan até diria inesquecível - mas não acho que chegue a esse ponto.

Recordo isto mais como uma muito bom mas que não conseguiu sair da sombra da grande story que a WWE estava a apresentar na altura com Punk como protagonista

Diego Meira disse...

Não digo ser propriamente inesquecível, mas lembro bem dessa rivalidade como sendo não só a única vez q a WWE apostou no Christian, mas também como uma forma de ver q eles ainda guardavam mágoa dele devido ao seu tempo na TNA.

Se tivessem permitido q ele mantivesse reinados mais longos, talvez ele pudesse provar-se de foram mais eficiente.

vitor oliveira disse...

Apesar de achar que o Christian poderia ter sido valorizado (poderia ter vencido no Capitol Punishment ou ganho por pin no MITB), a rivalidade foi muito boa