quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Killswitch Engage #15 | Lucha Underground Season 3

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!



“Como é que vou querer ser lembrado?”

Esta é a melhor frase para descrever o enorme trabalho que o Lucha Underground tem feito desde que começou o primeiro episódio. Sejam bem-vindos a mais uma edição especial do Killswitch Engage e como devem saber hoje é dia do início da 3ª temporada de um dos programas mais inovadores no mundo do wrestling.

Lucha Underground já está na 3ª temporada de episódios e é um daqueles programas que os fãs de wrestling sabem que nunca mais se irão esquecer (mesmo que acabe) pois o estilo e forma deles apresentarem o wrestling é completamente fora da caixa, misturando a parte das histórias como se fosse uma série de televisão, juntamente com o wrestling apresentado, dá uma combinação mais que perfeita.

E muitas vezes a grande vantagem da Lucha Underground para muitos dos programas que são gravados com muito tempo de antecedência é o facto de não haver muitos “spoilers” por aí e das histórias por norma serem construídas através dos segmentos que ninguém consegue prever e uma temporada deste programa culmina com 2 ou 3 episódios especiais no qual se apelida de Ultima Lucha e é a partir daqui que quero deixar todos os leitores atualizados.



Os irmãos Cueto

Desde o dia um que Dario Cueto foi o presidente e dono do Lucha Underground e é talvez das personagens mais intrigantes deste programa, devido à sua personalidade, aos conceitos inovadores que anuncia, entre muitos outros aspetos que o fazem gostar no momento em que aparece, mas que o fazem odiar logo no momento a seguir.

Exemplo disso (agora falando na 2ª temporada) foi na Ultima Lucha Dos ter prometido uma “Única Oportunidade” ao vencedor de um mini-torneio de 4 lutadores e depois o vencedor (que foi o Son of Havoc) teve de ainda enfrentar outro lutador graças à mente brilhante de Dario. Outro exemplo foi numa altura em que esteve ausente e quando regressou, no “Aztec Warfare 2” adicionou mais um participante a esse combate à última da hora que foi o seu irmão.

Por falar em irmão, Matanza Cueto tem sido o destaque da 2ª temporada, tendo combates violentos contra homens da sua altura e perigosos como ele (Cage e Mil Muertes) e desde o “Aztec Warfare 2”, ainda ninguém conseguiu tirar o Lucha Underground Championship das mãos dele e nesta 3ª temporada promete ocorrer a mesma coisa.



O crescimento de Sexy Star

Se há razão para o Lucha Underground ser tão único e tão diferente, é por causa das mulheres e o exemplo mais que perfeito é a conhecida Sexy Star que teve no início da 2ª temporada alguns problemas, mas acabou esta mesma temporada a segurar um título muito importante do programa, o Gift of The Gods Championship.

Os problemas que Sexy Star teve com Mariposa e Marty “The Moth” Martinez no início desta temporada levaram a que Sexy estivesse mais tímida e não estivesse no seu estado normal, mas a partir do momento em que começou a batalhar os seus demónios, a sua atitude regressou e isso possibilitou a que ela e Mariposa tivessem dos combates mais intensos deste programa num “No Mas Match” (uma espécie de “I Quit Match”) em que Sexy iria prevalecer.

Chegando ao Ultima Lucha Dos, Sexy Star entraria no “7-Way Match” para determinar o novo Gift of The Gods Champion juntamente com os seus grandes rivais desta temporada, Mariposa e Marty e acabou por chocar todo o mundo, obtendo o título que lhe dá um bilhete imediato por uma oportunidade pelo Lucha Underground Championship.



Novas estrelas criadas

Um programa (seja série ou outra coisa qualquer) precisa sempre de apresentar aos poucos estrelas novas para que os fãs fiquem de olho neles e os apoiem no futuro. E o Lucha Underground já apresentou uma quantidade de novas caras.

PJ Black por exemplo (ex-Justin Gabriel) entrou na 2ª temporada como um lutador que não ia unir-se com alguém, mas acabou por ajudar Jack Evans e rapidamente os dois tornaram-se numa equipa a temer e para quem já viu o Justin Gabriel no ringue, sabe o que é que PJ Black consegue fazer num estilo deste género.

Taya… inicialmente especulava-se que Melina iria juntar-se a Johnny Mundo depois do que aconteceu na 1ª temporada, no entanto, devido a algumas divergências nos bastidores, eis que Taya é quem fica ao lado do Johnny Mundo (ex-Johnny Nitro) e têm sido uma dupla a temer, tanto que foi graças à ela que Mundo conseguiu finalmente capturar um título nesta 2ª temporada do programa, que foi os Lucha Underground Trios Championships. Para além disso, esteve envolvida numa rivalidade com a Ivelisse que acabou com uma vitória de Taya no Ultima Lucha Dos, graças à Catrina (mais à frente será explicado).

El Dragon Azteca Jr e Black Lotus… para quem não conhece Lotus, esta foi Savannah na WWE (como apresentadora) e a verdade é que a personagem dela é das mais misteriosas deste programa, pois não se sabe de que lado está, pois foi ela que matou o pai de El Dragon Azteca Jr na 1ª temporada deste programa por achar que foi ele que matou os pais dela. No entanto, El Dragon Azteca Jr procura resolver todos estes mistérios e vingar-se de quem a matou, seja Lotus ou os irmãos Cueto e vai ser curioso como irá agir nesta nova temporada.

Joey Ryan… o senhor inspector que procura dar cabo da vida de Dario Cueto. Para quem não conhece Ryan, este homem foi motivo de muito falatório por ter aplicado um “Hip Toss” simplesmente com os seus tomates. No entanto, no Lucha Underground é simplesmente o inspetor que procura todas as ferramentas para prender Dario Cueto. Vai ser curioso como nesta 3ª temporada ele vai agir, pois um dos seus aliados já foi descoberto por Dario e quem conhece a personagem de Dario, sabe bem que ele quando quer encontrar algo, irá utilizar todos os meios (até os mais sujos) para encontrar.

Kobra Moon, Daga e Night Claw… uma estranha e dois dos participantes no combate pelo Gift of The Gods Championship no Ultima Lucha Dos. Enquanto que um se estreou neste combate e não se sabe nada sobre o homem (Night Claw), o outro (Daga) tem andado a ser perseguido por alguém que também é muito misteriosa (Kobra Moon). Apesar de tudo, vai ser interessante como o programa irá continuar a destacá-los.

Menções honrosas são Mariposa e Marty Martinez (que também têm tido um grande destaque nesta temporada e para não falar que Mariposa produziu um dos combates mais memoráveis desta temporada contra Sexy Star) e Famous B (que procura sempre pelo cliente que lhe dê mais dinheiro e para esta nova temporada parece ser Dr. Wagner Jr.)



Lucha Underground Trios Championships

Já se falou no crescimento de Matanza como Lucha Underground Champion e no crescimento de Sexy Star que levou-lhe ao Gift of The Gods Championship, mas os Trios Titles tiveram um grande destaque nesta temporada, sendo trocado por várias vezes entre várias combinações, onde no Ultima Lucha Dos acabou com Fénix, Aerostar e Drago a conquistarem os títulos.

Vimos Johnny Mundo (com Taya) a juntar-se a Jack Evans e PJ Black para formar um trio espetacular cheio de truques sujos… isto tudo já no final da temporada, mas no início desta temporada a rivalidade entre o trio dos Disciples of Death e o trio improvável de Ivellise, Son of Havoc e Angelico continuaria em altas com este último trio a serem os primeiros a terem um 2º reinado com os títulos.

No entanto devido a uma lesão de Angelico, Havoc e Ivelisse tiveram de procurar um substituto para defender os títulos num torneio, que acabou por ser Johnny Mundo, mas os problemas entre Taya e Ivelisse já existiam e foi isso que custou os títulos a Ivelisse e Havoc, mas acabou por ser o ponto de ajuda para Mundo, eliminando Fénix da equipa de Jack e PJ, permitindo a Mundo entrar nessa mesma e serem o trio mais sujo do torneio.

O que reserva a 3ª temporada para estes títulos? Não se sabe, mas uma coisa é já garantida, o primeiro Triple Crown Champion foi coroado nesta temporada e o seu nome é Fénix!



Nunca esquecer Catrina

Continua a ser das personagens mais intrigantes neste programa, pois nunca se sabe o que podemos esperar da misteriosa e sedutora Catrina (ex-Maxine da WWE) e quando andava numa batalha contra Dario Cueto por poder no templo do Lucha Underground, por vezes perdia o controlo do seu monstro Mil Muertes.

Controlo esse aproveitado por King Cuerno que a meio da temporada quis levar a alma de Mil Muertes para o Inferno para que pudesse vingar de tudo o que Catrina lhe tem feito, nomeadamente a parte de Catrina usá-lo para chegar ao topo e passar por cima.

No entanto, Mil Muertes derrotou e dominou King Cuerno num “Death Match” na Ultima Lucha Dos, mas nesse mesmo evento, Catrina iria revelar que há problemas que nunca foram esquecidas e ajudou Taya a vencer Ivelisse, quando esta estava a caminho da vitória.



Pentagón Dark

Outro que sem dúvida que está na boca dos fãs é o carismático Pentagón Jr. que nesta 2ª temporada só teve um objetivo, que era conquistar o Lucha Underground Championship mas esta personagem obscura dele apareceu quando ele regressou de um ataque violento que Matanza Cueto fez a Pentagón que o colocou em estado ausente durante um bom bocado.

Mas o mais chocante nesta nova personagem foi mesmo a revelação que fez quando atacou o seu “suposto” mentor, Vampiro ao pé da mesa de comentadores e anunciou a todo o mundo que a partir do Ultima Lucha Dos, Pentagon Dark é o mentor de Vampiro, trocando os papéis neste anúncio que deixou os fãs a especular.

Porque motivos teria Pentagón de fazer o que fez ao seu próprio antigo mentor? E será que o foco pelo Lucha Underground Championship ainda continua na mente de Pentagón Dark?



O entusiasmo da 3ª Temporada

Chegando ao fim deste resumo especial, apenas há que dizer que certamente existem aqui histórias muito intrigantes que poderão dar a reviravolta nesta 3ª temporada e acabará por haver sempre um ou outro lutador que se destaque mais que outros.

Como podem ver, na Lucha Underground consegue haver muitos momentos especiais, que nem numa crónica eu consiga resumir, porque quase de certeza que terei esquecido de uma história ou outra da 2ª temporada, mas a verdade é que isso é muito bom, pois significa que há diversificação e há múltiplas histórias que eu e muitos fãs anseiam por ver na próxima temporada.

- Será que Catrina e Ivelisse vão resolver os seus problemas de uma vez por todas? 
- Irá o reinado dominante de Matanza Cueto continuar nesta temporada? 
- Irá Sexy Star ser a primeira lutadora a chegar ao topo da Lucha Underground? 
- Agora que Dario Cueto já descobriu que o andam a investir, será que irá descobrir quem o anda a investigar?

Eu poderia estar aqui o dia inteiro a numerar questões, mas a realidade é que o bonito do pro-wrestling é como uma série ou novela qualquer, em que os fãs estão sempre a especular o que irá acontecer a seguir e os produtores do programa estão sempre a arranjar maneiras interessantes de dar a volta à história e é isso que espero nesta 3ª temporada, pois a frase inicial desta crónica de hoje é sem dúvida aquilo que este programa tem feito e com muito sucesso no meu ver, pois é um produto completamente fora da caixa!

Como é hábito nesta minha rubrica deixo sempre uma pergunta para todos os leitores e como tal, espero que tenham gostado desta edição especial e despeço-me com a seguinte questão:

Ansiosos pela 3ª temporada do Lucha Underground?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

5 comentário(s):

|Styles| disse...

Muito bom artigo! Para mim, que apesar de gostar muito do estilo do Lucha Undergound, não acompanhei com muito detalhe a última temporada, acaba por fazer uma óptima prespectiva do que aí vêm... e promete!

Manuel Victor Victor disse...

Gostei mais da 1 temporada e não gostei muito do Matanza cueto espero que ele perca logo o título para pentagon Jr.

Diego Meira disse...

Ótimo texto sobre a LU. Atualmente é o programa q mais chama minha atenção, e tenho total certeza q eles continuaram a ser o melhor show de wrestling dos últimos tempos.

Ricken The Experience disse...

Parabéns pelo excelente artigo eu não conheço muito sobre a LU e isso me elucidou bastante sobre quem são os grandes destaques à acompanhar por lá

Anónimo disse...

Sim, estou ansioso. Mas eu tenho praticamente a mesma opinião sobre o Manuel a respeito de ter gostado mais da primeira temporada. Talvez porque era diferente, novo e fora do comum. E espero que a terceira seja muito boa.