sexta-feira, 23 de setembro de 2016

A Alternativa Fenomenal #37: Diversão em Primeiro Lugar

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!






Saudações a todos, e bem-vindos a mais uma Alternativa Fenomenal. Hoje apresentarei a vocês uma das mais inusitadas companhias independentes dos Estados Unidos, que mescla a lucha libre ao estilo americano de wrestling, e adiciona a tudo isto uma dose gigantesca de humor: a hilária Chikara Pro. Sem mais delongas, passemos ao texto;


A história da Chikara começou nos idos de junho de 2000, quando após ser liberado de seu contrato de desenvolvimento com a WWF, o lutador Tom Carter, conhecido na cena independente como Reckless Youth, começou a ter a ideia de abrir uma escola de wrestling com seus colegas Don Montoya e Mike Quackenbush, onde planejavam ensinar não só o estilo americano, como também outros famosos estilos de combate, como lucha libre e puroresu. O nome que escolheram para essa escola foi Impact Wrestling (que apesar da coincidência, nada teve a ver com a nomeação do show semanal da TNA).

Entretanto, Montoya acabou desistindo de financiar o projeto da escola, deixando Mike e Youth sozinhos na empreitada. Eles decidiram seguir em frente, mas optaram por mudar o nome original, já que ele representava algo que os três haviam criado. Dois anos depois, em janeiro de 2002, enfim a The Wrestle Factory é fundada na cidade de Allentown, Pennsylvania, e em sua primeira classe, estavam lutadores como UltraMantis, Mister Zero e Hallowicked, que se tornariam ícones da empresa no futuro. 

                                           Seção de treinamento conduzida na, agora, Chikara Wrestle Factory



Em maio, a escola é expandida em uma promotora, que teria o objetivo de apresentar os estudantes e lhes dar experiência em eventos, nascendo assim a Chikara Pro. O primeiro show da nova companhia aconteceu em 25 de maio, e além dos estudantes e dos treinadores principais (Quackenbush e Youth), o evento também contou com a presença de vários conhecidos indy wrestlers da época, como CM Punk, Colt Cabana, Chris Hero e antigo colega dos fundadores, Don Montoya.

Logo nesse primeiro evento, puderam ser vistos alguns traços diferenciados da Chikara, como o uso dos termos típicos da lucha libre para indicar o alinhamento de seus wrestlers, divididos em rudos (heels) e tenicos (faces), com Hallowicked e Ichabod Slayne como os rudos de topo, e Quackenbush, Youth e Ultra Mantis como os tecnicos de topo.


                                      Mike Quackenbush, fundador da Chikara e treinador-chefe da Wrestle Factory


Em 2002, a empresa teve um grande revés, quando ativistas da cidade de Allentown processaram a companhia pela realização de eventos fora da Wrestle Factory, afirmando que a Chikara cometia inúmeras irregularidades. Isso levou a que a companhia ficasse proibida de apresentar seus shows fora de sua escola de treinamento, e acarretou o cancelamento de várias apresentações marcadas pelo mês de outubro. Durante esse hiato, a empresa lançou edições em vídeo de alguns de seus antigos shows, e permitiu que seus lutadores competissem na parceira IWA-MS.

A situação envolvendo o local de realização de seus eventos só foi resolvida quando a companhia fez um acordo com a St John's Lutheran Curch, que permitiu que os eventos da Chikara fossem realizados nas dependências da igreja. A partir daí, a empresa começou a operar num esquema de "temporadas", mantendo esse estilo de calendário até hoje. Também, a partir de 2005, a Chikara passou a se apresentar na New Alhambra Arena (atual 2300 Arena), em Philadelphia, Pennsylvania, antiga arena da ECW, quando iniciou uma parceria com a CZW.




Um ponto interessante sobre a Chikara, é o tipo de produto que a companhia oferece. Apesar de vários estilos diferentes de combate aparecerem em seus espetáculos, e de lutadores de todo o cenário independente competirem, a companhia apresenta shows recheados de comédia em suas lutas, prezando por manter um ambiente completamente "family-friendly" e que permita que qualquer um assista os eventos (tática diferente da Hoodslam, por exemplo, que também faz shows mais voltados à comédia, mas voltados ao público adulto). Além disso, como na lucha libre, mulheres e homens competem juntos no ringue e podem disputar títulos entre si.


                      Ex-Chikara Grand Champion Princess KimberLee e a vencedora da Young Lion's Cup 2014, Heidi Lovelace


A empresa também é bastante ativa nos meios sociais e na internet. O Smart Mark Videos, famosa distribuidora de vídeos de wrestling, realiza as vendas das verões em vídeo de seus eventos (todos a preços bastante convidativos). A companhia também possui desde 2008 um programa semanal na internet, o Chikara Podcast-A-Go-Go, com a apresentação de entrevistas e combates diversos. Além desses, a Chikara também produz ippv's desde 2007, porém seu primeiro ippv transmitido ao vivo ocorreu apenas em 2011, quando é transmitido o High Noon, evento que coroou o primeiro Chikara Grand Champion.




Por fim, em 2015, a empresa criou a Chikaratopia, um serviço de streaming online com seus eventos anteriores, e que desde julho do mesmo ano começou a transmitir o Journey Into Chikara, seu novo programa semanal, também exibido no canal da companhia no YouTube.

A companhia também é conhecida por suas várias parcerias com companhias independentes japonesas, em especial com companhias de joshi puroresu, como a Ice Ribbon, a JWP, e a Sendai Girls' Pro Wrestling, bem como empresas predominantemente masculinas, como a Dragon Gate e a Osaka Pro Wrestling, o que fez a empresa contar com a participação de nomes como Great Sasuke, Aja Kong, Kana (Asuka no NXT), Ibushi Kota, Toyota Manami, entre outros.




Por fim, convém falar mais um pouco sobre a Chikara Wrestle Factory, a escola preparatória da companhia, onde seus lutadores são formados. Como citado antes, a escola foi fundada em 2002 por Quackenbush e Reckless Youth, que agiram como treinadores-chefes até 2004, quando Youth deixou a companhia, sendo substituído por Chris Hero. Em 2005, a escola se mudou para a New Alhambra Arena juntado-se à escola de treinamento da CZW e tornando-se a CZW/Chikara Wrestle Factory, numa parceria que durou até 2007, quando as escolas se separaram e a CWF voltou para Allentown.


                                                         Visão exterior da Chikara Wrestle Factory


De 2007 a 2011, Claudio Castagnoli (Cesaro na WWE) juntou-se a escola para substituir Hero como treinador, e após sua ida para a companhia de Vince McMahon, Mike Quackenbush tornou-se o treinador-chefe responsável por todas as turmas. Em 2014, a escola volta a ser sediada na agora 2300 Arena, em Philadelphia, permanecendo lá até hoje. Além de ensinarem os mais variados estilos de wrestling, a escola também forma managers, valets e árbitros, bem como possui a participação de convidados famosos como Terry Funk, CM Punk, Marty Jannetty, Jorge Rivera, entre outros, como palestrantes.

A companhia oferece três títulos para disputa entre seus lutadores, cada qual com seu próprio "modo de operação". São eles:


Chikara Grand Championship - Apesar de ser o principal título da empresa, o Grand Championship foi o último cinturão criado pela companhia, em fevereiro de 2011, tendo sido recompensado ao vencedor de um torneio com um estranho método de participação.

Os lutadores que desejassem integrar este tornei inaugural deveriam conseguir votos de seus colegas, e aqueles que tivessem mais votos, entrariam na disputa (os lutadores não podiam votar em si mesmos). 16 lutadores foram escolhidos para o torneio, que teve como vencedor e campeão inaugural Eddie Kingston.




O que realmente é inusitado, entretanto, é a forma de definir os desafiantes ao título. Para um wrestler ter direito a um combate pelo Grand Championship, ele deve vencer três combates seguidos nos eventos da empresa, onde caso perca um combate, deve voltar a competir até obter as três vitórias necessárias. Atualmente, o título está nas mãos de Hallowicked, o único lutador com dois reinados com o cinturão.

                                      Atual Chikara Grand Champion, Hallowicked, na época de seu primeiro reinado



Chikara Campeonato de Parejas - Criado em 2006 com prêmio da terceira edição do torneio Chikara Tag World Grand Prix, os cinturões de duplas da companhia foram os primeiros a receberem a estranha regra de três vitórias seguidas para a obtenção de uma title shot, modelo que foi utilizado posteriormente para o Chikara Grand Championship. O título, como o nome sugere, segue regras tradicionais de lucha libre para suas defesas, sendo estas sempre realizadas em combates de melhor de três.

Os campeões inaugurais (e vencedores do terceiro TWGP) foram os Kings of Wrestling (Claudio Castagnoli e Chris Hero), enquanto os atuais campeões são os Moustache Mountain (Tyler Bate e Trent Seven).


                                                     Moustache Moutain, atuais Campeones de Parejas



Young Lion's Cup - Criado em 2002, o Young Lion's Cup é um torneio inicialmente destinado a lutadores com baixa experiência profissional (só estavam qualificados para competir wrestlers com menos de 50 lutas profissionais no currículo), mas depois modificado para que apenas lutadores com menos de 25 anos de idade pudessem competir.




Ao vencer uma das edições do torneio, o lutador recebe um troféu que deve ser defendido como um título comum até que o próximo torneio ocorra. Ao se tornar campeão, ou perder o título, o wrestler em questão não pode mais participar o torneio ou receber novas shots ao troféu, o que fez com que todos os campeões possuíssem um único reinado, diferindo apenas no número de dias que passaram com o título em mãos.

O primeiro Young Lion's Champion foi Hallowicked, em 2002, e o atual portador do título é ThunderFrog. Como curiosidade, em 2014 Heidi Lovelace tornou-se a única mulher a se tornar campeã do torneio, derrotando Missile Assault Ant nas finais.


                                                O vencedor da edição de 2016 da Young Lion's Cup, ThunderFrog


Além destas premiações, a Chikara também organiza três prestigiosos torneios anuais, bastante importantes na cena independente norte-americana. Estas competições são:


King of Trios - O mais famoso torneio e maior evento anual da Chikara, o KoT é um torneio específico para equipes de três pessoas, sendo normalmente 16 trios competindo (a única excessão foi o torneio de 2008, onde 28 equipes participaram) em três dias de evento. A primeira edição do evento ocorreu em 2007, cujos vencedores foram Mike Quackenbush, Jigsaw e Shane Storm.




Além dos lutadores da Chikara, trios de várias companhias independentes do mundo todo também participam da competição, sendo que desde 2012 equipes totalmente femininas competem no evento que, inclusive, teve como vencedoras da edição deste ano a equipe da Sendai Girls' Pro Wrestling (Cassandra Miyagi, Dash Chisako e Satomura Meiko).


Tag World Grand Prix - Segundo principal torneio da Chikara, o TWGP, como o próprio nome diz, é uma competição especializada em combates de tag teams, com duração de três dias, que ao longo dos anos teve um número variável de competidores e de mudanças  nas suas regras.

Na edição inaugural, em 2003, competiram 12 times com finais no formato de 3-way match (os vencedores inaugurais foram Blind Rage e Hallowicked, os NightShift). Em 2005 e 2006, o número de equipes competindo aumentou para 32, com a final sendo uma tag match normal. Em 2008, o torneio voltou ao formato de 2003, mas as edições de 2013 e 2014 seguiram o formato usado em 2005, porém com 16 equipes competindo, ao invés das 32 daquele ano.

Obs: O vídeo a seguir mostra um dos dias do TWGP de 2014, que foi realizado pela empresa irmã da Chikara, a Wrestling Is Fun!.




Por fim, em 2016, o número de participantes do torneio foi de apenas 8 times, ainda seguindo as regras de 2005, sendo os últimos vencedores a Devastation Corporation (Blaster McMassive e Flex Rumblecrunch).


Rey de Voladores - Único torneio da Chikara voltado à competição individual, o Rey de Voladores é totalmente voltado aos lutadores cruiserweight, com vários do mais famosos wrestlers dessa divisão competindo nas duas noites do evento (apenas a primeira edição ocorreu em noite única).




Oito lutadores competem em duas Fatal 4-Way matches, onde os vencedores avançam para a grande final que coroa o Rey de Voladores. O campeão inaugural do torneio foi Chuk Taylor, em 2007, e o último vencedor, neste ano, foi Aerostar.


A Chikara também é conhecida pelo evento anual Chikara Torneo Cibernetico, cujo combate principal é um Torneo cibernetico, uma 16-man Elimination Tag Team match, com ordem específica de entrada para os lutadores, e que segue as regras de tag matches da lucha libre. Quando todos os membros de uma das equipes são eliminados, os restantes da equipe adversária competem entre si para determinar um vencedor único para o combate.




O primeiro vencedor do Torneo cibernetico foi Jigsaw, em 2004, e o último foi Juan Francisco de Coronado, em 2015.

Por fim, convém citar os nomes de vários famosos alumni e convidados que já competiram pela companhia, com nomes que incluem, Jay Lethal, Adam Cole, Delirious, e vários outros lutadores da Ring of Honor; Sara Del Rey, Brodie Lee (Luke Harper), Pac (Neville), El Generico (Sami Zayn), e outros que atualmente competem pela WWE; ex-TNA's como Amazing Kong, Sonjay Dutt, Amazing Red e Hamada Ayako; além de lutadors da AAA/Lucha Underground e diversas promotoras japonesas, como Aerostar, Drago, Okada, Sanada Seiya, La Parka, Shirai Mio, entre outros.






É certo que hoje muitas pessoas procuram por um produto mais sério e realístico no que se trata de wrestling, entretanto shows de companhias como a Chikara nos fazem lembrar do princípio básico da luta livre: prover entretenimento e divertir o público. Poucas promotoras conseguem criar coisa tão engraçadas como a Chikara, especialmente seguindo o caminho mais "amigável" que eles utilizam, em um show que qualquer um possa assistir, sem se sentir ofendido com nada.

Portanto, com sempre, recomendo aos leitores que procurem conhecer a empresa e, quando possível, assistir a algumas de suas apresentações, mesmo que através de vídeos do YouTube ou outro serviço de vídeo. Também deixo para que falem sua opinião sobre esta inusitada companhia nos comentários. Aproveitem o texto, divirtam-se, e até a próxima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

1 comentário(s):

cadu disse...

A Chikara é sensacional !!!!

Os segmentos no meio das lutas são ótimas, por exemplo, quando Chuck Taylor jogou uma granada imaginária em um dos Ant's...

Sou muito fã... e grande análise!

Um movimento para mais Gimmicks e menos MMA no pró Wrestling