domingo, 28 de agosto de 2016

Forgotten Superstars #70 | Os gêmeos ignorados e o fim

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Saudações a todos os leitores do Wrestling Noticias. Estamos aqui com o Forgotten Superstars de número 70. E dessa vez, não falaremos de apenas um lutador, mas de dois, que costumam trabalhar como dupla.

Estamos com dois irmãos, que passaram sem muita notoriedade na WWE e se firmaram mais nas promotoras independentes, do que em qualquer outro lugar. Dessa forma, mesmo alguns fãs que viveram a Ruthless Agression Era pouco se lembram deles, pois a aparição de ambos no roster principal foi de fato, curta.

Então, vamos aos fatos sobre eles.

Quem são? - Mike e Todd Shane, nascidos em Galesbourg, Illinois. Conhecidos no cenário independente como "The Shane Twins", na WWE, tiveram o nome de The Gymini. Mas não foi apenas na WWE que eles tiveram momentos, de certa forma... "marcantes". Não necessariamente no aspecto positivo da palavra.

Eles foram treinados na escola de wrestling de Dean malenko, na Flórida, e realizaram o seu debut na IPW Hardcore Wrestling, em 1998, onde eram conhecidos como "Phi De Kappa U". Entre 98 e 2003, eles tiveram em sua posse o título de duplas da companhia, por cinco vezes. Inclusive, o último reinado, eles conquistaram após derrotar ninguém menos que os Road Warriors.

Entre estes anos, eles também disputaram em outras promotoras independentes, como a CZW. Em janeiro de 2001, Mike conquistou o IPW Hardcore Wrestling TV Championship, enquanto seu irmão se recuperava de uma lesão. 

Em julho de 2001, os dois unificaram os títulos de duplas da NWA Florida e os da IPW, para se tornarem Florida Unified Tag Team Champions. Aliás, o ano de 2001 foi bastante proveitoso para os irmãos, com ampola promoção em eventos independentes de maior calibre.


Assim como no ano de 2002, onde conquistaram o JAPW Tag Team Championship. Isso os levou eventualmente, a ganhar os NWA World Tag Team Titles um mês depois, o que os levou para a TNA. Mas lá, eles foram conhecidos como "The Johnsons", sendo Mike conhecido Richard "Dick" Johnson, e Todd como Rod Johnson. Mas a gimmick que utilizaram para eles, foi digamos... bem constrangedora. O vídeo mostra bastante disso.


O fato é que algumas semanas depois, eles perderam os títulos, quando a TNA conseguiu direitos exclusivos sobre os belts, e não os deixariam nas mãos de lutadores das indies.

Durante o ano de 2004, eles trabalharam pela NWA Florida, e juntamente com Rod Steel, Ron Niemi e Steve madison, formaram o 911 Incorporated, que ganhou quatro títulos de duplas, enquanto estiveram juntos, dentro da NWA Florida.

O que eles fizeram na WWE? - O sucesso dos irmãos não passou mais despercebido pela WWE, que os contratou em janeiro de 2005 para que ficassem no território de desenvolvimento da OVW. Posteriormente, foram enviados para a DSW, onde ficaram o resto do ano, conhecidos como "The Regulators".


Em janeiro de 2006, eles foram apresentados ao SmackDown!, como pupilos de Simon Dean, em uma gimmick de bodybuilders. Assim, nasciam Jake (Mike) e Jesse (Todd), os Gymini. Eles foram contratados por Dean para destruírem Paul London e Brian Kendrick.


Eles apareciam na maioria das vezes, no Velocity, confrontando jobbers, durante seu início, até abril, quando ganharam maior exposição. Eles dominaram a tag division da brand azul, até que Todd passou por uma lesão. E quando este se recuperou, os irmãos voltaram para a DSW, onde ganharam um título de duplas no fim de 2006. Porém, em janeiro de 2007, eles foram liberados pela WWE.

Eles poderiam ter feito mais na WWE? - Definitivamente, a gimmick deles não funcionou no main roster. Eles são conhecidos como uma das 10 duplas mais maçantes que a WWE já teve. Entretanto... será que a culpa foi apenas deles? Afinal de contas, eles tiveram bastante sucesso anteriormente.

De qualquer forma, vamos aos fatos que os atraíram para a WWE.

  • Físico convincente: Era bom para a WWE ter uma dupla com um visível vigor físico. Isso os tornaram atraentes, para o que a empresa pensava na época.
  • Anos de estrada: Eles tiveram muito tempo de atuação como dupla. Fizeram debut juntos, e raramente lutaram em separado, apenas no caso de lesão de um dos irmãos. Era uma tag orgânica, natural.
  • Experiências em televisão e em várias independentes pelo mundo: Antes de irem para a WWE, eles passaram pela TNA. Não da melhor maneira, mas passaram. Além disso, lutaram por vários cantos, no Japão, e na América Latina. Isso deu a eles grande vivência na atividade,
Enfim, os Gymini não vingaram na WWE, pois eram considerados "chatos". Mas seu desempenho anterior à WWE gera dúvidas. De fato, pareciam ser só mais uma tag genérica. Mas será que se dariam bem com outra gimmick? Com outra abordagem? Os vídeos deles estão aí para que nós possamos tirar nossas conclusões.

___________________________________________________

Bom, gente. Queria reservar este espaço final para um aviso, como já tinha dito na edição anterior. Este é o último Forgotten Superstars que será escrito em minha autoria. Eu não sei se este espaço continuará com outra pessoa (desde já, deixo o espaço livre para quem quiser assumir), ou se outra série de artigos tomará o seu lugar.

Infelizmente, projetos de minha vida pessoal me chamam para fora deste blog. Porém durante o tempo que fiquei aqui, há mais de um ano fazendo parte desta staff, eu me senti muito satisfeito em dar uma outra visão sobre os superstars da WWE, de promover a história dos "vencidos", e não dos vencedores. Algo um pouco fora da curva, diferenciado, ao se tratar da empresa dos McMahon.

Desde 2011, mais ou menos, sou um leitor deste blog. E continuarei sendo. Mas desde meados de 2015, tive oportunidade de participar disso, graças ao meu grande amigo Diego Meira, autor da Alternativa Fenomenal, e também ao Fabinho, que permitiu que eu desenvolvesse o meu trabalho aqui. A vocês dois, o meu maior agradecimento.

E também deixo o meu obrigado a alguns leitores que passaram por aqui e me ajudaram a construir este quadro. Yahtzee, Vitor Oliveira, Sandro Castanho e vários outros. Se eu esqueci alguém, desculpem-me, mas considerem-se saudados por mim, também. Vocês fizeram este quadro. Saibam disso.

E aqui, eu deixo o blog, em uma marca redonda de 70 artigos. Espero que vocês tenham aproveitado este tempo. E agora, voltarei a ficar do lado dos leitores, sempre acompanhando este blog, e deixando uma boa sorte, para o belo trabalho que nossa staff faz.

Portanto não é um adeus. Mas sim, um até logo, até o próximo PPV, o próximo encontro de chat, a próxima hora em que passarmos juntos.

Um grande abraço! E nos veremos em breve!

Obrigado por tudo, pessoal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

3 comentário(s):

Diego Meira disse...

É um pouco triste saber q você não vai mais poder continuar a trazer as histórias dos menos favorecidos da WWE, mas eu fico bastante satisfeito de poder ter proporcionado a você a chance de escrever um dos quadros mais bem-quistos do blog, e do qual você obviamente tem orgulho.

Espero q o FS possa continuar a existir, mesmo q tenhamos q esperar você poder voltar pra junto da equipe. Obrigado por trazer mais um pouco de informação sobre a luta livre q tanto gostamos, e vejo você por aí, meu velho. :)

PS: Ninguém merece a gimmick q esses dois tiveram na TNA. ¬¬

Anónimo disse...

Boa Sorte na vida!

vitor oliveira disse...

Obrigado pela pela citação, e Boa Sorte nos projetos futuros