sábado, 2 de julho de 2016

Opinião Pacifica #1 - Uma Formula de Sucesso

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Bons dias amigos e amigos, o meu nome é Marco Paz e sou o vosso analista de hoj... espera, algo aqui está mal. Ah! É verdade, eu já não sou o vosso analista (que pena, com tanto que eu gostava de este nome). Agora sou o vosso cronista. Como podem ver, tenho um novo espaço, com um nome todo catita a condizer com o meu apelido e uma imagem toda janota, feita por mim no Paint. Qual Photoshop qual que! Quem sabe mexer em Paint faz igual ou mais que os mestres do editing do PS! 

Bem, passando a coisas sérias, hoje é a primeira edição deste meu novo espaço do qual eu estou muito contente por ter a oportunidade de ter. Este vai ser, basicamente, um espaço onde vou dar a minha opinião sobre aquilo que me apetecer escrever. Se me apetecer escrever sobre o estado atual do wrestling, faço-o. Se apetecer-me escrever sobre pasteis de nata e bolos de arroz, também o faço. Por isso, esperem uma panóplia de temas por estas bandas, mas sempre relacionados com wrestling, obviamente (estou para ver como vou relacionar pasteis de nata e bolos de arroz com wrestling, já me lixei).

Hoje venho-vos falar de um tema que surgiu-me quando estava a ver o Dominion da New Japan Pro Wrestling. O Main Event desse show foi um combate bastante bom entre duas das pessoas mais overs no Wrestling Japonês neste momento: o Ace da companhia, Kazuchika Okada, e o novo Top Heel da companhia, o Ingobernable, Tetsuya Naito. Ora, este combate tem uma história bastante curiosa. Estes dois já se tinham defrontado pelo IWGP Heavyweight Title antes, no Wrestle Kingdom 8, onde Okada venceu. Este combate era para ter sido o Main Event do evento que é a Wrestlemania da NJPW, mas devido a uma votação dos fãs, este combate passou para sub-main event e o combate pelo IWGP Intercontinental Title entre Shinsuke Nakamura (ou Swagsuke Ninjamura como eu gosto de lhe chamar) e Hiroshi Tanahashi, foi o Main Event do PPV. Ora, e porque que isto aconteceu? Porque os fãs sentiam que Naito estava a ter um Push ao Main Event da companhia demasiado cedo e que este não estava minimamente preparado para tal. 

Passamos dois anos e uns meses para a frente, e Naito é o campeão da companhia. Naito foi rejeitado, apupado tremendamente pelos fãs quando era a aposta da companhia para ser o próximo grande fã. Lembra-vos alguém? Um certo samoano com um look de uma Porn Star? Já chegaremos lá. Ora bem, os fãs fizeram pressão na companhia e esta cancelou o push a Naito, fazendo este não ser o Main Event do WK8 e perder o combate pelo titulo. De seguida, Tetsuya, que era uma versão menos carismática e menos habilidosa em ringue do Hiroshi Tanahashi (uma outra razão pela rejeição dos fãs, a falta de originalidade na personagem em si), foi passar uns tempos ao México, numa tour, e foi lá que magia aconteceu. Naito juntou-se a La Sombra (hoje conhecido como Andrade "Cien" Almas) e formaram a Stable "Los Ingobernables", fazendo assim um heel turn no México. Tempo depois, Naito volta à NJPW e trás consigo as características de "Ingobernable" que adquiriu na CMLL. Este começa a ganhar um grande hate por parte dos fãs, mas desta vez, é um hate pretendido, um hate necessário pois Naito agora é um Heel e está a ficar extremamente over com os fãs.


No Invasion Attack, Naito tem uma chance pelo IWGP Heavyweight Title de Okada, como teve à dois anos atrás. Mas desta vez, Naito entra no combate como o favorito do publico. Naito foi aplaudido pelo publico e Okada estava a ser apupado fortemente. Algo sem precedentes no Puroresu, um heel estava muito mais over que a cara da companhia. E Naito conseguiu ganhar o titulo nessa noite, chegando assim ao topo da montanha, desta vez, como heel. Algo que não conseguiu fazer como Babyface.

Ora, agora vejamos outro exemplo. Em 1996, um jovem samoano (não, ainda não vamos falar do dos cabelos negros e longos, calma) chamado Rocky Maivia, faz o seu debut na WWE no Surviver Series. O jovem, babyface, haveria de receber um push muito cedo na sua carreira. Conseguem adivinhar o que aconteceu? Os fãs não gostaram do push que Maivia estava a receber, sendo que achavam que este era muito verde para o tipo de push que estava a receber. Ora, eles tinham toda a razão (e ainda bem que o fizeram), Rocky não estava minimamente preparado para um push ao Upp-Midcard e ao Intercontinental Title que, naquela altura, ainda era um titulo que significava alguma coisa. Ele acabou por ganhar o titulo, tirando-o a um tipo com um nome esquisito, com muitos H's e tal, e o publico ficou ainda mais contra Rocky, passando os chants de "Rocky Sucks" para "Die, Rocky, Die".

Tudo isto mudou quando Rocky voltou de uma lesão e fez um heel turn, juntando-se assim aos Nation of Domination e mudando o seu nome para apenas "The Rock". O publico continuou a odiar The Rock, mas desta vez era um ódio muito, muito diferente. Era um odio de reação do que Rock estava a fazer como heel. E assim, uma das maiores estrelas de sempre do wrestling nasceu e cresceu. Eventualmente The Rock iria sofrer um Face Turn e tornar-se a estrela mais popular da companhia a par de Stone Cold Steve Austin.


Vejemos só mais um exemplo para vocês perceberem bem aquilo que eu estou a tentar alcançar aqui. No final de 2014, um dos trios mais famosos da história da WWE haveria de debbutar. Mas, ao contrario do que possam pensar pelo o que eles são agora, este trio não foi muito bem recebido. Estou a falar claramente dos New Day. Big E, Kofi Kingston e Xavier Woods juntaram-se para formar um grupo que no inicio parecia ser uma especie de ripoff dos Nation of Domination, mas depois de uns tempos separados, o grupo estriou-se oficialmente em final de novembro com a gimmick de pastores gospel, como aqueles que cantam e rezam nas igrejas americanas a quais os negros vão e assim. Logo desde o debbut, a gimmick foi um autentico falhanço. O publico odiou e rapidamente os New Day foram esquecidos e renegados para o fundo da divisão de tag team. Era impossível negar o grande talento individual de cada um dos membros do trio, mas simplesmente eles não tinham uma boa gimmick e o publico odiou-os. 

Foi só cerca de 8 meses depois que os New Day conseguiram dar a volta à situação, sendo que começaram a agir como heels e começaram com um chant que viria a mudar por completo a carreira deles: "New Day Rocks!". O publico começou a interagir fortemente com o trio, modificando o chant para "New Day Sucks!", algo como aconteceu com Kurt Angle, e eles rapidamente chegaram ao topo da divisão de tag team como a equipa mais popular do momento, mesmo como heels. Os New Day receberam liberdade de serem eles próprios e de pastores de uma igreja gospels passaram a um grupo de quase nerds que entram vestidos como as personagens do Dragon Ball e com cornos de Unicórnio na cabeça e a sair de uma caixa de cereais gigante. Assim como aconteceu com Naito que recebeu liberdade para trabalhar a sua personagem e incorporar atributos do heel mexicano com um heel japonês para criar uma personagem quase de Anime, um vilão com uma história que justifica as suas ações e com qual é fácil identificar-se. Assim como The Rock virou as costas aos fãs que desejaram que este morre-se, acusando-os de racismo e tornando-se num dos mais carismáticos lutadores dos anos 90 e 00 no processo.


Acho que mais ou menos já conseguiram perceber onde quero chegar. Parece que existe uma especie de "Formula de Sucesso" que quando usada como deve de ser, cria estrelas de imensa dimensão no wrestling. Quando um wrestler face estiver a ser rejeitado pelos fãs por algum motivo, pega-se nele, dá-se-lhe um motivo, faz-se um heel turn, dá-se liberdade à pessoa para trabalhar a sua personagem e puff, temos alguém que consegue conectar-se com o publico e que consegue, mesmo sendo heel, arrancar aplausos do publico. Vamos agora olhar para a atualidade (sim, é agora que vamos falar "do outro").


Roman Reigns é a aposta da WWE para o futuro da companhia. Roman Reigns é o escolhido para ser o face e a cara da WWE nos próximos anos. Mas existe um grave problema que todos conhecemos: os fãs não gostam de Roman. Acontece aqui o mesmo que aconteceu com Rock, com Naito e com os New Day, mas numa escala MUITO MAIOR, porque, por esta altura, Roman já foi campeão mundial de pesos pesados da WWE por 3 vezes, foi duas vezes main event da Wrestlemania, onde numa delas conquistou o titulo e é já uma das caras da companhia. A "esta altura do campeonato", já é muito tarde para virar Roman Heel. Mesmo que a empresa tenha a ideia de o fazer, nesta altura já é "fixe" odiar Reigns, por isso, este nunca será aplaudido pelos fãs... ou não? Vejamos um ultimo exemplo.


Sim, o homem que vocês vêm aqui em cima que parece que acabou de ter uma trombose na cara é John Cena. O homem mais popular da WWE desde The Rock e Stone Cold Steve Austin. John Cena, o líder da "Cenation", sofreu aqui à uns anos, do mesmo problema que Roman está a passar por agora. Não é que Roman e Cena sejam maus wrestlers, porque ambos já o mostraram vezes e vezes sem conta que conseguem ter combates de qualidade, mas as suas personagens são aborrecidas e repetitivas e os fãs simplesmente fartam-se disso. Um herói tem que perder devez em quando, um herói também tem que sair por baixo... mas este não é o caso de Cena e Roman. Eles até podem ficar temporariamente por baixo, mas eventualmente vão dar a volta por cima e acabar sempre por sair por cima em qualquer feud em que entrem. 

Cena era a pessoa mais apupada dentro do roster da WWE. Mesmo contando com os heels, Cena era a pessoa com a maior reação na empresa, fosse ela boa, ou má. Maioritáriamente era má. E porque? Porque Cena era mau em ringue? Não. Apesar de muitos acusarem de Cena só ter 4 moves e ser mau em ringue, o seu currículo de combates provam o contrario. Porque ele não prestava no mic e/ou não tinha carisma? Obviamente que não, Cena é dos melhores talkers que a WWE já teve. Porque a Gimmick era má? Não é que fosse má, mas era repetitiva. E eu falei nisto ainda à pouco quando falei no Naito, a repetitividade e falta de originalidade no que toca à gimmick. 

Qual é o elemento comum em todos estes babyfaces que acabaram por ser rejeitados pelo publico? A repetitividade e a falta de originalidade. Vamos admitir, é muito mais fácil ser-se heel do que ser-se face no Wrestling, mas existem várias gimmick que um face pode ter para ficar over com o publico. Se continuarem a apostar no mesmo "white meat babyface" ou no "badass, all vs one" babyface, é normal que o publico se canse. Foi o que aconteceu com Naito, uma copia rasca de Tanahashi na altura. Foi o que aconteceu com Rocky Maivia, uma copia das personagens que a WWE apresentava nos anos 80, ainda por cima num periodo em que o wrestling estava a mudar e pedia-se personagens mais maduras. Foi isso que aconteceu com os New Day, que ameaçaram levar a personagem por um caminho muito mais maduro, com Xavier a ser uma especie de Malcom X, e acabaram por ser mais uma gimmick "racista" e "estereotípica" do povo negro. Foi o que aconteceu com John Cena, que acabou por ser repetitivo, feud após feud após feud, tentavam vender a ideia de que Cena era sempre o Underdog quando todos sabíamos que ele no final ativava os seus poderes de SuperCena e CenaWinsLol. E foi o que aconteceu com Roman Regins quando a WWE decidiu criar um filho de quatro das personagens mais famosas de sempre no wrestling: The Rock, Stone Cold Steve Austin, John Cena e Daniel Bryan. 


A diferença entre John Cena e todos os outros, é que este "hate" por parte dos fãs não veio numa fase inicial da carreira, mas sim quando este já era um nome mais que estabelecido na companhia e em que a WWE necessitava de uma cara para carregar a companhia nos anos que se esperavam. Ou seja, dar um heel turn a Cena como os fãs pediam, era eliminar uma das maiores fontes de rendimento da companhia: o merch vendido ao fã casual. Quando a WWE já tinha criado estrelas que pudessem segurar a companhia a nivel de vendas para turnar Cena Heel (CM Punk e Daniel Bryan), já não podiam. John Cena já era a cara da companhia, já era um dos maiores símbolos da empresa, não só como wrestler, mas como personalidade. John Cena é para a WWE como Stephanie ou Shane ou até Hunter são, figuras, personalidades da empresa. Mas com Roman é diferente. Ainda é cedo.

Roman "apenas" tem 5 anos de se ter debbutado na companhia. Sim, já é uma das principais figuras da companhia, mas isso nada quer dizer. Se Seth Rollins fizer um eventual Face Turn, que acredito que estará para breve, pois acredito que o "Crossfit Jesus" andará ocupado com HHH nos próximos tempos, acredito que isso liberta Roman para ser o top heel da companhia. Mas será isso realmente necessário? Ora vejamos, Roman tem melhorado imenso nos utlimos tempos, tem dado bom combate atrás de bom combate e com esta recente ligeira mudança de atitude, parece que alguns fãs começaram a simpatizar mais com ele (sendo eu um deles). 

Para Roman ter realmente ter sucesso, têm que deixar de tentar fazer de Roman o The Rock 2.0, ou o SCSA 2.0, ou o Cena 2.0 ou até o Daniel Bryan 2.0, mas têm que fazer dele o Roman Reigns 1.0. Um Heel turn e a utilização da tal "Formula de Sucesso" poderá ajudar nisso, pois já vimos que no passado resulta (e muito bem), mas Roman, para deixar de ter tanto hate pelos fãs e ficar over com estes, principalmente com os Hardcore Fans, tem que se tornar nele próprio. 

E vocês? Também acham que existe algum tipo de "Formula de Sucesso" que cria estrelas do dia para a noite? Acham que Roman Reigns alguma vez irá ficar over com os fãs? Acham que Portugal poderá ganhar o Euro 2016 só com empates? Deixem as vossas opiniões nos cometário! Este foi o "Opinião Pacifica" desta semana, digam o que acharam e debatam, de forma saudável, exponham as vossas opiniões que eu vou estar atento e responder-vos ao que puder. Não deixem de passar na minha pagina de Facebook, a Wrestling Ratings, uma pagina dedicada a reviews de shows de wrestling! Bem, estou no ir pessoal, fiquem bem e não percam a próxima edição da "Opinião Pacifica", porque nós... TAMBÉM NÃO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

4 comentário(s):

Diego Meira disse...

Sinceramente, não acho q tenha mais jeito pra contornar a falha q a WWE cometeu com o Roman. O real problema foi não ter deixado ele percorrer o caminho do midcard (como todos os outros citados fizeram), e não ter dado a ele alguma liberdade nas promos (ou pelo menos alguém q saiba escrever promos de verdade, não aquele velho caduco q acha ser a salvação do wrestling).

Mas no q diz respeito ao Cena, eu discordo completamente. Suas promos são extremamente previsíveis e monótonas, e seus combates só são bons quando ele luta com alguém bom. Mesmo q ele tenha aprendido golpes novos, ainda erra muitos deles e como não tem tempo pra treinar direito, não creio q isso vai mudar.

André Ribeiro disse...

Uma luta não é apenas definida pelo número de moves de um worker ou por haver x ou y botches. Cena raramente falha em PPV e tem onde têm hábito dar bons combates e é especialmente boss em manipular crowds e aproveitar-se de ser um gajo polarizante - coisa que falta ao Reigns e faz com que ele afunde. Se não é o resultado que se quer ou se está cansado da história do ' heroi supera barreiras' não significa que o combate não tenha sido bom ou que a história contada pelos perfomers no ringue nao tenha sido awesome, simplesmente booking foi mau e deveria ter em conta que o público está saturado desse tipo de desfechos e histórias. Mas depois também é isso que gera grandes reacções quando os Punks, Bryans e Rollins vencem Cena.

Pá, há sempre uma solução - pode é nunca ser descoberta. Seria boa ideia dar-lhe um turn, mas mais que isso é para por momentos de forçar tanto o wrestler como Main Eventer, porque é isso que têm causado tanta frustração e revolta da parte dos fãs.

Sim, Portugal vai vencer o Euro com uma streak de empates.

vitor oliveira disse...

Excelente artigo Marco, concordo com sua opinião

Marco Paz disse...

André, tocas-te ai num ponto que eu acho bastante importante. O Cena é super protegido no seu booking, sim, todos sabemos disso. Mas isso só torna muito, muito especial quando o pessoal consegue vencer o gajo limpo. O Kevin Owens, o ano passado, só com uma vitória limpa contra o Cena, já estava com um hype do caraças e o pessoal já o via como uma das caras da empresa. Mas o Roman não é nem nunca será o Cena, por isso, tem que se encontrar um outro caminho para ele.

Diego, falas ai numa coisa que eu concordo e muito. O Roman não percorreu o caminho do mid card e eu sinto que esse é o grande problema de algumas das personagens que aparecem na WWE e os metem logo no ME. Aconteceu o mesmo com o Sheamus em 2009 e aconteceu o mesmo com o Del Rio em 2011. Acho que tem que existir um processo de adaptação do publico à personagem antes de a meterem com o titulo e esse processo é uma passagem pelo mid ou upp-midcard.

Obrigado pela participação pessoal! :D