domingo, 24 de julho de 2016

Forgotten Superstars #65 | O Sidekick de Lord Tensai

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Saudações a todos os leitores do Wrestling Notícias! Estamos aqui para mais um Forgotten Superstars, onde escolhi falar de alguém que os fãs quase não se lembram, apesar de ter sido uma figura recente na WWE, no início desta década e colocando-se na empresa durante quase dois anos.

Ele passou pela FCW e NXT, além de acompanhar um lutador antigo da WWE que tinha voltado do Japão. Este país, aliás, é onde o nosso homem se formou, e onde continua até hoje, fazendo as suas exibições.

Então, vamos aos fatos sobre ele!

Quem é? - Kazma Sakamoto, nascido em Tokyo, no Japão. Na WWE, ele foi conhecido apenas por seu sobrenome. Sua formação foi essencialmente no Kaientai Dojo, treinado por Taka Michinoku. Sua carreira começou em 2003, e durante os seus primeiros anos, teve o seu mentor como um dos principais rivais.

Em 2005, ele fez parte de sua primeira stable, Kinnoutou, juntamente com Kengo Mashimo, que se tornou rapidamente dominante na K-DOJO, tornando-se os primeiros Strongest-K Tag Team Champions da empresa. Mashimo e Sakamoto seguraram os títulos até 2006, depois de ganharem também os títulos de UWA e UWF Intercontinental Tag Team Championship e unificá-los com o título de duplas da K-DOJO.

Em 2007, ele disputou o Strongest-K Championship pela primeira vez contra o seu antigo aliado Mashimo, e perdeu. Sakamoto ainda seria campeão de duplas mais uma vez naquele ano, ao lado de Ryota Chizuken, mantendo o título por um mês. Aquele ano também marcou a saída de Chizuken da K-DOJO e o fim da Kinnoutou.

Em 2008, Kazma entrou em uma stable chamada OMEGA, e juntamente com MIYAWAKI, conseguiu o mais uma vez o título de duplas com um terceiro parceiro, mantendo o título desde o fim de junho, até o mês de agosto.

Em 2009, já fora da OMEGA, Sakamoto, juntamente com Mashimo e outros aliados, na stable Monster Plant. Nesse ano, ele derrotou finalmente Taka Michinoku, para obter o Strongest-K Championship, seu primeiro título individual na carreira. Ele o manteve por 10 meses, entre outubro de 2009 e agosto de 2010.

Em 2011, ele perseguiria os títulos simples e de duplas da organização, sem sucesso, para que, no verão daquele ano, pudesse assinar com a WWE, e deixar a K-DOJO em setembro.

O que ele fez na WWE? - O que posso adiantar é que, infelizmente, a sua carreira na WWE não foi tão notável quanto na K-DOJO, apesar de se obter mais dados de Sakamoto lutando e atuando em solo americano.

Seu debut foi em dezembro de 2011, na FCW, para se adaptar ao wrestling americano, ao lado de um ex-companheiro de K-DOJO, Jiro (Hiroshi Takizawa). Eles perderam para Big E Langston e Nick Rogers. Entre o fim de 2011 e o início de 2012, todas as lutas de Sakamoto resultaram em derrotas na FCW. Como esta, contra Dean Ambrose.


Em março de 2012, Sakamoto foi apresentado ao main roster, como um manager e seguidor de (Lord) Tensai (Jason Albert). Constantemente, Sakamoto ajudava Tensai, interferindo em seus combates. A partir de junho, ele começou a sofrer ataques do lutador, com as derrotas que se acumulavam, e em setembro, ele foi mandado para a NXT.


Ele não teve muito mais sorte na brand amarela de desenvolvimento, entretanto. Seu debut em janeiro de 2013, foi uma derrota para Adrian Neville, passando por derrotas contra Conor O'Brian (em uma handicap match onde Sakamoto se aliou com Briley Pierce), e em uma Battle Royal para decidir o principal desafiante para o NXT Championship.

Seu contrato foi terminado em maio de 2013.

Ele poderia ter feito mais na WWE? - O que se pode dizer é que, talvez, Sakamoto tenha sofrido um pouco com a adaptação ao pro-wrestling americano. Entretanto, o japonês ofereceu a Tag Team Match do ano da K-DOJO em 2013, logo depois de ter saído da WWE, ao lado de Kengo Mashimo. Se a grande potência americana não conseguiu aproveitar isso de alguma forma, algo saiu enormemente errado. Isso sem falar no potencial individual do lutador, também, em lutas independentes que ele fez, exibindo o puroresu japonês pelo mundo.


Então, vamos aos fatos sobre ele:

  • Formado no puroresu: Que o Japão é uma das escolas mais tradicionais do ramo, isso todos estamos cansados de saber. E quando foi permitido a Sakamoto utilizar-se disso, sempre mostrou coisas interessantes no ringue. Infelizmente, os seus dados pré-WWE são escassos, porém, suas lutas pós-WWE nos ajudam a ver um pouco do que ele poderia ter sido.
  • Química de duplas: Ele foi campeão de duplas 4 vezes na K-DOJO (3 vezes pré-WWE e 1 vez pós-WWE), com três parceiros diferentes. E ele parece sempre funcionar muito bem em grupos e stables. Isso poderia ser melhor aproveitado (principalmente com a recente vinda de wrestlers japoneses para a empresa, como Hideo Itami e Shinsuke Nakamura).
  • Agilidade in-ring: Em suas lutas, Kazma Sakamoto costuma utilizar de sua intensidade para dar mais credibilidade, usando toda a sua resiliência e seus movimentos rápidos para fazer com que seja credível o fato dele bater um adversário maior. Ele não teve chances de fazer isso na WWE, porém ele o fez em outros lugares.
Enfim, Sakamoto não teve absolutamente nada, nenhuma chance sequer, de fazer algo de valor na WWE. Ele poderia ter sido bem sucedido, se ao menos tivessem criado algo mais consistente para ele. Mas o fato é que nunca saberemos disso.

Dessa forma, terminamos mais um Forgotten Superstars, meus caros! Não se esqueçam de deixar suas opiniões, como sempre.

Um grande abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

0 comentário(s):