domingo, 10 de julho de 2016

Forgotten Superstars #63 | Árbitro, GM e Superstar

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Saudações a todos os leitores do Wrestling Notícias! Estamos aqui para mais uma edição do Forgotten Superstars e com mais um recém-demitido da WWE nos últimos dois anos, graças à opinião de vocês!

Neste caso, o homem sobre o qual trataremos hoje, é alguém que já fez um pouco de tudo no ringue. Ele começou atuando dentro do ringue, passando para a arbitragem, e depois, com o apoio dos chefes da empresa, foi alçado a GM, para no fim, voltar aos ringues e sair da companhia.

Então, vamos aos fatos!

Quem é? - Tyler Kluttz Warner, nascido em Tega Cay, na Carolina do Sul. Ele é mais conhecido pelos fãs da WWE como Brad Maddox. Ele começou a sua carreira na OVW, sob o nome de Brent Wellington, tendo o seu debut em uma vitória, envolvido em uma Eight-Man Tag Team Match. Juntamente com Galvin Garrison e Moose, ele formou a stable Theta Lambda Psi. 

Depois de uma derrota pelo título da OVW no fim de 2008, contra Aaron "The Idol" Stevens (Damien Sandow), ele passou a adotar uma gimmick de necrófilo e o nome de "Beef". Sua stable se separou em abril de 2009 e pouco tempo depois, em julho, ele ganhou seu primeiro título em julho de 2009, o OVW Television Championship contra Jamie Olivencia, segurando o título por 45 dias. 

Em fevereiro de 2010, ele conseguiu o título maior, o OVW Heavyweight Championship, sendo campeão por 90 dias. Pouco tempo depois de largar o título, foi anunciado que ele iria assinar um contrato de desenvolvimento com a WWE.

O que ele fez na WWE? - Na FCW, onde iniciou em agosto de 2010, ele assumiu o nome Brad Maddox, Seus debuts em live events e na TV foram de derrotas para Tyler Reks e Tito Colon. Sua primeira vitória viria apenas em 2011, contra Percy Watson e Rickie Steamboat. Mas depois disso, passou a ter vitórias expressivas, ganhando os títulos de duplas da FCW ao lado de Briley Pierce, mas perdendo o cinturão tempos depois por causa de uma lesão de seu companheiro. Durante este tempo, tiveram sucesso em algumas defesas.


Em junho de 2012, ele ganhou o FCW 15 Championship e também ganhou o título de duplas da FCW ao lado de Rick Victor, sendo o campeão final de ambos os cinturões, visto que a FCW se tornou a NXT como a brand definitiva de desenvolvimento da WWE.

Em agosto de 2012, ele teve acesso ao roster principal da WWE, mas como árbitro. Um dos seus destaques foi ter interferido no main event entre CM Punk e Ryback, no Hell in a Cell daquele ano.


Desde então, ele começou uma storyline que constava em ser aceito pela WWE de qualquer forma, Então, ele fez alguns acordos com pessoas como Vince McMahon, Vickie Guerrero e Booker T, para ganhar uma vaga no roster como lutador de fato, em troca de uma vitória contra fortes oponentes, como Ryback, Randy Orton, Brodus Clay, The Great Khali, Sheamus, e perdendo para todos eles.


Isso durou até a revelação de uma filmagem onde Paul Heyman trabalhava em conjunto com a Shield, o que rendeu uma dura retaliação da stable contra Maddox, até que John Cena, Sheamus e Ryback interferiram.

Ao revelar isso para as autoridades, Maddox foi "premiado" por Vickie Guerrero, para se tornar o Assistente de Supervisão da Raw. Cinco meses depois, Vicke foi demitida, e por via da votação dos fãs, Maddox assumiu o lugar de General Manager do Raw.

Como GM, ele fez uma atuação como guest referee, em um combate entre Daniel Bryan e Wade Barrett, onde ele deu uma vitória por contagem rápida com este último, antes do SummerSlam de 2013. Ele se colocou às ordens de Vince McMahon e Triple H, trabalhando para a Authority e para Randy Orton, colocando os rivais dele, como Dolph Ziggler e Big Show, para enfrentar a Shield em handicap matches.

Entretanto, Maddox era mais visto como um joguete para a Authority, na storyline, visto que, ao querer reafirmar a sua posição sobre Randy Orton, Kane e Vickie Guerrero o interromperam, e Triple H o colocou em uma No Disqualification Match contra Orton, na qual o Viper atacou Maddox visceralmente.

Durante o fim de 2013 e início de 2014, ele competiu com Kane para ver quem era o melhor gestor da Raw, até se unir a ele e ajudá-lo contra CM Punk. Maddox ainda participou da Andre The Giant Memorial Battle Royal, sem sucesso.


Ele seria GM do Raw até maio de 2014, por desafiar as ordens de Triple H que tinha proibido membros da Shield em qualquer lugar do ringside, e fez com que Dean Ambrose e Roman Reigns fossem guest commentators na semana anterior à sua "demissão" da Authority.

Maddox ficou ausente da televisão pelo resto de 2014, apenas atuando nos house shows, retornando em abril de 2015, em um segmento de backstage com Kane e Seth Rollins. A partir de agosto, ele começou a se unir com Adam Rose em eventos ao vivo. Ele atuou também com duas personagens diferentes naquele mês, perdendo ambas para Zack Ryder.

Sua última participação televisionada na WWE foi em novembro de 2015, no Main Event, perdendo ao lado de Adam Rose, para os Usos. Poucos dias depois, ele foi liberado da WWE, depois de usar a expressão "cocky pricks", em uma dark match.

Ele poderia ter feito mais na WWE? - Pelos títulos que ele conseguiu no passado, em territórios de desenvolvimento, talvez ele pudesse ter tido a parte de wrestling mais desenvolvida. De qualquer forma, ele tinha uma atuação boa o suficiente para se manter como um heel que irritava as pessoas.

Dessa forma, vamos às suas melhores características:

  • Aparência: Algo vendável no wrestling profissional, querendo ou não, Brad tinha um bom look, o suficiente para construir uma imagem em sua volta.
  • Mic Skill: Sua mic skill era deveras interessante. Ele deveria ser articulado, como General Manager, e o fez, de maneira convincente.
  • Química de Duplas: Ele teve uma maior formação em equipes, no desenvolvimento. Ele poderia ter trilhado melhor por esse caminho, para ser utilizado efetivamente na divisão de duplas da WWE.
Não tivemos muito o que ver das habilidades de Maddox dentro do ringue. Mas tivemos certas ocasiões em que pudemos ouvi-lo. Maddox, agora pretende utilizar sua experiência nas independentes. Se ele será bem sucedido, só o tempo dirá.

Este foi mais um Forgotten Superstars, meus caros! Não se esqueçam de comentar e deixar suas opiniões, como sempre.

Um grande abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

3 comentário(s):

Diego Meira disse...

Eu gostava de ver o Maddox em ação. As mic skills dele eram bem convincentes, e ele sabia lutar direito. Espero q possa continuar sua carreira em outra companhia.

- disse...

TNA?

Prankster disse...

''ele passou a adotar uma gimmick de necrófilo''

WTF
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/26/71/e0/2671e0601faf3b43874e061ff665e3e2.jpg