terça-feira, 5 de julho de 2016

A Alternativa Fenomenal #34: Última Lucha Dos

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!




Saudações a todos, e bem-vindos a esta edição extra do Alternativa Fenomenal. Hoje, tal como no ano passado, farei a antevisão ao principal evento da Lucha Underground, o seu season finale conhecido como Última Lucha, agora em sua segunda edição. Desta vez, o evento terá quatro horas de duração, divididos em 3 episódios que fecharam a segunda temporada do programa. Serão ao total 8 combates distribuídos entre esses episódios, e grandes rivalidades estarão se concluindo, bem como "grandes oportunidades" serão dadas no evento. Então, sem mais delongas, vamos ao texto;


OBS: Os resultados do evento já estão disponíveis para serem vistos Internet afora, pois este já foi gravado. Entretanto, não irei colocar NENHUM spoiler dos resultados dos combates.




"Unique Opportunity" Tournament
Brian Cage vs Texano vs The Mack vs Son of Havoc

Um dos últimos combates adicionados ao UL2, é também aquele que mais atiça a curiosidade dos fãs, pois envolve mais uma das "unique opportunities" de Dario Cueto. No episódio da semana passada, o GM chama os quatro integrantes deste torneio (que apesar de tudo, não sabemos se será num formato de torneio mesmo) e diz que devido aos seus trabalhos estava disposto a colocá-los na disputa daquela que seria a maior "unique opportunity" na história da LU.

Mas quem deles seria o maior beneficiado com a vitória? Cage e Havoc tiveram seu destaque durante a temporada, com o "Machine" se tornando Gift of the Gods Champion (e mantendo uma breve, porém excelente rivalidade com Chavo Guerrero), e o mascarado mantendo por um bom tempo o cinturão de Trios Champion. Porém, ambos perderam os cinturões e as vantagens que vinham com eles (especificamente o caso de Cage, que perdeu o combate pelo LU Championship proporcionado pelo Gift of the Gods), se mantendo um pouco afastados dos holofotes.

The Mack teve certo destaque na temporada, especialmente na rivalidade entre Sexy Star e Mariposa, onde por várias vezes o luchador salvou Star dos ataques do irmão de Mariposa, Marty Martinez, também mantendo uma pequena rivalidade com o mesmo, mas não tendo outros feitos de destaque ao longo do show. Já Texano, teve como único ponto alto da temporada, a participação no primeiro combate pelo Gift of the Gods Championship do ano, que foi vencido por Chavo Guerrero, mantendo-se fora de tela por algum tempo.

Em termos práticos, se esta oportunidade for um combate direto pelo LU Title, creio que Cage e Texano sejam os mais beneficiados, pois eles são os que possuem o status mais próximo de main eventer entre os 4 participantes, e um combate adicional pelo cinturão iria reacender o momentum perdido por eles neste final de temporada. Óbvio que Mack e Havoc se beneficiariam bastante de um combate pelo título principal, e a conexão deles com os fãs só ajudaria a impulsioná-los para uma possível vitória.

De forma franca, qualquer um deles pode vir a se tornar vencedor, com Cage e Texano sendo os mais beneficiados com a vitória. outro ponto interessante é o fato de ser um combate entre 4 babyfaces, então um heel turn também pode ocorrer. Com certeza, a disputa mais imprevisível do evento.





Singles Match
Black Lotus vs El Dragón Azteca Jr.

Esta luta poderia ser considerada quase como um Grudge Match devido ao teor pessoal que a rivalidade entre estes dois possui. Lotus surgiu como alguém procurando vingança pela morte dos pais, e segundo Dario Cueto, estes teriam sido assassinados pelo homem conhecido como El Dragón Azteca. Ao final da primeira temporada ela concretiza sua "vingança" matando o suposto assassino com a ajuda de Cueto, e passando a agir como sua guarda-costas pessoal por algum tempo.

Neste meio tempo, os fãs são apresentados a um jovem que era discípulo de Azteca e que agora aparecia como protegido de Rey Mysterio, tendo herdado a máscara e o nome de seu mentor, e buscando vingança contra aquele que pôs fim a vida deste. E aqui entra a astúcia e as artimanhas de Dario, que não só conseguiu colocar na cabeça de Lotus, que Dragón Sr. era o assassino de seus pais, como também convenceu Dragón Jr de que a moça fez tudo por nenhum motivo plausível, e que ele tinha todo o direito de obter sua vingança.

No final das contas, esta luta define-se mesmo com esta palavra: vingança. Se algum deles virá a descobrir sobre as armações de Cueto, ninguém sabe, mas que eles estarão dispostos a derrotar um ao outro da forma mais decisiva possível, isso já é totalmente certo. E como curiosidade, esta será a primeira vez que Black Lotus lutará na LU, então aguardem para descobrir o que a antiga Savannah na WWE pode fazer no ringue.





Singles Match
Taya Valkyrie vs Ivelisse Velez

A primeira luta feminina na breve história do Última Lucha, foi adicionada ao card no episódio da semana passada, e segue uma rivalidade que acabou por se tornar algo pessoal entre as duas luchadoras. Ambas se encontraram pela primeira vez quando Ivelisse e Son of Havoc se juntaram, por determinação de Dario Cueto, à Johnny Mundo para tentar reaver os LU Trios Titles que haviam perdido para Rey Mysterio, Prince Puma e Dragón Azteca Jr. Sles falham em reconquistar os cinturões, e após a luta Taya ataca Velez e a deixa estirada junto a Havoc.

Elas voltam a se encontrar no mês seguinte, desta vez como colegas de time numa 12-person tag team match que daria aos elementos da equipe vencedora uma oportunidade de se digladiarem na semana posterior pelo contendership ao LU Championship. Tanto nesta luta como no Six to Survive consequente, as duas luchadoras demonstravam um claro interesse em derrotar uma a outra para provar sua superioridade. Isso chegou a ser explorado na "Parejas Increíbles" Tag Team match onde participaram e onde claramente viu-se que não demoraria muito até que elas resolvessem suas diferenças em ringue.

Neste combate eu não diria que uma possui vantagem sobre a outra. Ambas já se mostraram como lutadoras bastante resistentes, pois já enfrentaram dois dos principais heavyweights da empresa (Mil Muertes e Brian Cage), onde mesmo perdendo os combates, receberam o respeito do público por suas atuações em ringue. Ivelisse ainda tem o retrospectivo mais positivo por ter sido parte dos primeiros Trios Champions da história, enquanto Taya é apenas a valet dos atuais. Entretanto, como citado antes, ela já mostrou que consegue muito bem se virar sozinha e pode sim ser um grande obstáculo para a ex-campeã.

Por este ser o primeiro combate feminino da UL, estarei esperando por uma grande atuação de ambas, de quem tenho plena confiança que usarão suas habilidades ao máximo para definir de uma vez por todas quem é a "Baddest Bitch" na Lucha Underground.





7-Way Elimination Gift of the Gods Championship Match
Sexy Star vs Daga vs El Sinestro de la Muerte vs Marty "The Moth" Martinez vs Mariposa vs Killshot vs Night Claw 

Pela segunda vez nessa temporada, o Gift of the Gods será disputado através da 7-Way Match, sendo esta a primeira a ter caráter eliminatório. De se atentar que Sexy Star competirá pela terceira vez neste combate, sendo a única na empresa a competir em todas as disputas que coroaram um novo GoG Champion. Ao seu lado, Sinestro de la Muerte vem para sua segunda participação no combate, sendo uma das figuras mais imprevisíveis no mesmo, pelo pouco que se viu dele em ringue.

Daga vem para acrescentar sangue novo à disputa, visto que o estreante na temporada da LU consegue sua primeira title match em relativo pouco tempo de estadia na empresa. A curiosidade em sua participação reside no que Kobra Moon, que se mostrou estranhamente interessada nele fará durante a luta, considerando que esta não terá desqualificações.

Já os demais mantiveram-se muito próximos um ao outro nesta temporada. Os irmãos Martinez e Mariposa passaram um bom tempo atrapalhando a vida de Sexy Star, até a mesma conseguir vencer seus medos e derrotar a estranha mascarada em um brutal "No Mas" Match, onde Marty e The Mack interviram em favor delas. Mariposa e Star ainda teriam que conviver por mais um combate, quando competiram no "Parejas Increíbles" Tag Team Match, e venceram Ivelisse Velez e Taya Valkyrie, mas não demonstraram muito interesse em se ajudarem na luta.

Marty e Killshot acabaram por desenvolver uma rivalidade quando após um combate entre eles, que o "Moth" venceu, Martinez rouba as "dogtags" (placas de identificação usadas por militares de vários países, principalmente os Estados Unidos) do mascarado, trazendo para si a fúria do luchador que tentou semana após semana reaver sua propriedade. Ele conseguiria as "dogtags" de volta algum tempo depois, quando Marty deliberadamente as devolve antes de um 6-Man Tag Team Match, junto a Sinestro, enfrentando a equipe de Cortez Castro, Mr Cisco e Joey Ryan, mas logo após o fim da luta, "Moth" volta a roubá-las.

O último lutador no combate é o misterioso Night Claw, membro da tribo azteca dos Jaguares e que recebeu diretamente de Dario Cueto a medalha que o credenciou ao combate. Pouco se sabe sobre o luchador, que nem sequer foi oficialmente apresentado ainda, mas pode-se esperar qualquer coisa deste que é a aposta do GM na luta.

No combate em si, também pode-se esperar que qualquer um saia vencedor. Marty possui a clara vantagem física, mas todos os seus oponentes são atletas ágeis e de grande técnica, o que pode retirar um pouco de seu favoritismo. Também, Sexy Star e Sinestro de la Muerte já possuem experiência neste combate, o que pode os beneficiar no que toca a estratégia que utilizaram. Por fim, ainda temos o elemento surpresa da luta, Night Claw, que estreará no evento e do qual podemos esperar de tudo. Mas o que se pode ter certeza, é que claramente esta será uma das contendas mais interessantes a ocorrer no evento.





Deathmatch
King Cuerno vs Mil Muertes (c/ Catrina)

E chegamos ao provável fim da história entre os dois caçadores da LU. Desde o começo desta temporada, quando foi Gift of the Gods Champion, que King Cuerno deseja enfrentar Mil Muertes para acrescentar o gigante à sua coleção de troféus. E após a derrota dele para Matanza no Graver Consequences Match, ele consegue realizar seu desejo, mantendo o cadáver do "Homem das Mil Mortes" em lugar de destaque no seu quarto de conquistas.

Mas, para sua grande surpresa, eis que Mil surge novamente durante o Six to Survive Match, atacando-o e fazendo com que ele fosse eliminado e perdesse a chance pelo LU Title (fato ocorrido após Catrina usar de seus estranhos poderes para reviver o gigante mais uma vez). Pouco tempo depois eles voltam a se enfrentar e Cuerno consegue alcançar a vitória, o que deixou tanto Muertes como Catrina extremamente irritados. Então, no mesmo dia, ela decide falar com Dario Cueto e exige uma revanche contra o "Hunter", tendo convencido o GM a marcar uma Deathmatch entre eles.

Não preciso dizer que este será o combate mais violento da UL2 (talvez possa ser equiparado ou superado apenas pela disputa do LU Championship), e que Muertes possui vantagem aqui. Além de ser fisicamente muito mais forte que Cuerno, ele já competiu e venceu a primeira Deathmatch da história da empresa, onde aplicou uma das Powerbombs mais incríveis já vistas em Fénix, além de que seu estilo mais pesado de combater também poderá influenciar bastante o andamento desta luta.

Já Cuerno irá depender de toda sua técnica e agilidade para tentar vencer o gigante, da mesma forma que fez no episódio da semana passada. O uso liberado de armas também pode se mostrar útil ao "Hunter" uma vez que ele parece ser bastante adepto ao uso das mesmas. Porém, interferências de Catrina podem muito trazer a derrota final ao luchador das Highlands.

Se procuram algum combate que venha a manter o espírito hardcore que a LU costuma trazer em algumas de suas contendas, este é o lugar. E podem ter certeza que violência não faltará aqui.





Lucha Underground Trios Championship Match
PJ Black, Johnny Mundo & Jack Evans © vs Drago, Fénix & Aerostar

Muito da rivalidade construída para este combate decorreu do desenrolar de estórias separadas que envolveram os membros das duas equipes. Jack Evans começou o ano em rivalidade com Drago, e após obter vitória sobre o mascarado, resolveu que deveria se intitular "Dragon Slayer". Isso acabou continuando até depois da estréia de PJ Black, que resolveu se unir a Evans para atacar Drago na "locker room" do Templo. Para o azar deles, Aerostar retorna e passa a ajudar seu velho amigo contra os dois heels, que inclusive perdem para os mascarados no primeiro Nunchuk Match da história.

A união de Fénix a Black e Evans veio por decisão de Dario Cueto, durante a realização do segundo Trios Tournament, quando os mesmos conseguem chegar às finais, mas são derrotados pelos eventuais campeões Rey Mysterio, Prince Puma e Dragón Azteca Jr. Um mês depois, eles teriam uma nova chance pelos cinturões, mas o trio acaba sofrendo uma "substituição", quando Johnny Mundo resolve atacar Fénix e tirá-lo de ação, completando a equipe heel que conquistou e mantém o cinturão de Trios.

E na última semana, Fénix tenta derrotar Mundo no primeiro combate 1-on-1 que realizam na companhia, tendo sido derrotado pelo "Wednesday Night Delight" e posteriormente atacado por todos os Trios Champions (e Taya Valkyrie). Por sorte, seus colegas Drago e Aerostar, junto a Ivelisse Velez, aparecem para salvá-lo e eles conseguem chegar até o UL2 com algum momentum em mãos.

Este será o combate que com certeza terá o maior apelo visual entre todos. Seis dos melhores high-flyers do mundo se encontraram para uma luta que sem sombra de dúvidas será frenética, rápida e atlética. Os faces com certeza estarão muito motivados para tentarem enfim derrotar seus desafetos de longa data, e os campeões não devem estar interessados em perder seus cinturões. Resta apenas saber se Taya estará inteira depois de sua luta contra Ivelisse para possivelmente ajudá-los nesta difícil empreitada.

Como ponto interessante também, se Fénix conseguir conquistar os Trios Titles, ele se tornará o primeiro Triple Crown Champion da companhia, sendo o primeiro a conquistar todos os cinturões oferecidos no Templo.





Singles Match
Prince Puma vs Rey Mysterio

O veterano enfrenta a jovem estrela. De certa forma soa um pouco clichê, mas considerando os envolvidos neste combate, sabemos que este não será nada parecido com qualquer coisa que já tenhamos visto antes.

Prince Puma é sem sombra de dúvidas um dos grandes nomes da LU. Desde o primeiro episódio da primeira temporada que o rapaz provou ao mundo sua paixão pela empresa, sua capacidade como luchador e que mereceu a posição de topo que manteve por tanto tempo. Somando a isso, foi o primeiro LU Champion da história e manteve um reinado que só terminaria no Última Lucha, quando foi derrotado por Mil Muertes.

Neste ponto entra Rey Mysterio. Estreando no Aztec Warfare II, o "King of Lucha Libre" rapidamente conseguiu uma posição de destaque no Templo, trazendo consigo seu protegido Dragón Azteca Jr. E foi junto a Azteca e Puma que Rey consegue seu primeiro reinado na LU, quando eles se tornam Trios Champions. Tal como com Dragón, Mysterio acaba assumindo um pouco o papel de mentor de Puma, e os três seguiram juntos até a perda dos cinturões, quando foram derrotados por PJ Black, Jack Evans e Johnny Mundo.

Após isso, Puma resolve colocar pra fora algumas coisas que mantinha na cabeça. Na primeira promo que fez na companhia, ele diz sobre como acreditavam que ele poderia ser o "novo Rey Mysterio", e que na UL2 a única luta que o interessava era justamente contra seu amigo veterano, pois queria saber se ele era tão bom quanto, ou talvez melhor que Rey. O "Ultimate Underdog" resolve aceitar o desafio, pois segundo ele, enquanto Puma queria saber se era o melhor, o próprio Mysterio teria que provar ao mundo que ainda era o melhor.

Essa luta teria tudo para ser apenas um encontro amistoso entre dois amigos que gostaria de medir suas habilidades, porém na semana passada, ao enfrentar Dragón Azteca, Puma agiu de uma forma muito diferente do normal, usando de vários maneirismos heels durante a luta e dizendo a Rey que se naquele dia era Azteca que estava no chão, no UL2 seria o veterano a cair perante ele.

Depois disso, pode-se esperar que muitas coisa aconteçam nesse combate, inclusive um heel turn que o "Prince" tem esboçado desde a última semana. De qualquer forma, este combate decidirá enfim, se Prince Puma é ou não tudo o que ele pensas ser, ou se Rey Mysterio ainda está em um patamar inalcançável ao jovem luchador.





Lucha Underground Championship
"The Monster" Matanza Cueto ©  vs Pentagón Jr.

Chegando ao main event da UL2, vemos uma estória que também foi calcada pelo puro sentimento de vingança. Matanza estreou-se, depois de quase um ano de antecipação, no Aztec Warfare II, entrando na luta como o último competidor e varrendo seus oponentes com grande facilidade, tornando-se o LU Champion, e desde então mantendo o cinturão, deixando um rastro de plena destruição em seu caminho.

Um dos que tentaram se opor ao 'Monster" foi Pentagón Jr, que depois de uma grande atuação, acabou perdendo seu combate. O grande problemas veio após o fim da luta, pois Matanza não ficou satisfeito apenas com a vitória, e atravessou Pentagón pela mesa de comentaristas, mandando o "Homem sem Medo" de ambulância para o hospital, e para uma longa estada fora dos ringues.

E enquanto Cueto continuava esbanjando superioridade no Templo, eis que vemos Pentagón em uma situação que nunca esperamos ver: enfraquecido, acuado e desacreditado. Nem mesmo Vampiro, seu "Maestro", acreditava mais no luchador, dizendo que este era fraco e incapaz. Porém, através de um treinamento no mínimo pertubador, o "Homem sem Medo" volta a erguer-se pronto para encarar Matanza novamente.

E ele consegue mais uma luta contra o "Monster" ao vencer o elogiadíssimo Six to Survive, derrotando outros cinco luchadores e luchadoras para obter o direito de combater Cueto pelo título principal da LU. Logo após a luta, ao ver o campeão e seu irmão Dario Cueto, Pentagón jura que no UL2 quebrará todos os ossos dos dois, concretizando sua vingança.

Este será o combate mais esperado por grande parte dos fãs da LU, pois coloca frente a frente um campeão quase indestrutível, frente ao luchador mais aclamado da companhia no momento, numa das revanches mais esperadas dos últimos tempos. Se o "Homem sem Medo" conseguirá derrotar o "Monster", muitos não sabem, mas todos tem a certeza que este será um combate violento e nenhum dos dois vai querer deixar o outro sair andando (ou vivendo) deste embate.



Termino aqui então, esta breve análise ao Última Lucha Dos. Da mesma forma que no ano passado, o Wrestling Notícias realizará a transmissão do evento, bem como trará os videos dos shows para aqueles que não puderem ver ao vivo. Então, deixo para os leitores que digam qual a luta que mais esperam, e convido a todos para que assistam este excelente evento que só a LU consegue nos oferecer. Boa leitura a todos, bom show, e até a próxima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

3 comentário(s):

- disse...

ultima lucha DOS!....está mesmo a chegar!!!!!


não conseguimos esperar mais!

Manuel Victor Victor disse...

Vai ser o melhor do wrestling em 2016 com certeza.

Ramon Zarbinati disse...

Hoje a Lucha Underground está bem a frente da WWE, os combates tem mais emoção e não fica muito no agarra agarra que os lutadores insiste em fazer para o povo ficar batendo palmas. Até minha esposa que não gostava de Luta, agora gosta por causa da LU.