quinta-feira, 16 de junho de 2016

Os 10 melhores combates do mês de Maio

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!


Sejam bem-vindos de volta ao espaço mensal onde passamos em revista o que de melhor se fez no mundo do Wrestling em cada mês que passou, em colaboração com o Fórum de Pro Wrestling.

Ao longo de cada mês temos aberto um post no Fórum onde qualquer membro pode nomear e avaliar combates desse mês (ou de meses anteriores mas cujos vídeos apenas tenham saído mais tarde), através de uma escala de 0 a 10. No final do mês, é feita uma média de todas as pontuações obtidas, e chegamos assim a um Top 10 daqueles que foram considerados como os melhores combates do mês!

As avaliações estão abertas todo o mês, por isso podem já passar pelo nosso Fórum e deixar as vossas nomeações e avaliações para o mês de Maio, tal como alguns membros deste blog têm feito, de forma a ajudar-nos a tornar esta lista ainda mais completa!

Sem mais demoras, vamos ao que interessa: a lista dos 10 melhores combates do mês de Maio, conforme votado pelos nossos membros. Junto ao vídeo de cada combate podem ler uma pequena review daquilo que faz que essa contenda seja merecedora de estar neste Top, escritas por alguns membros do nosso Fórum e também colaboradores aqui do Wrestling Notícias.

Este mês temos representadas neste Top 10 cinco empresas, que já se estão a tornar tradicionais neste espaço (o que é obviamente bom sinal): New Japan Pro Wrestling, WWE, EVOLVE, Pro Wrestling Guerrilla e Lucha Underground.


10º lugar
8.61 pontos
WWE Payback
01 de Maio de 2016
Kevin Owens vs. Sami Zayn

A rivalidade de Kevin Owens e Sami Zayn é uma das minhas favoritas e o facto de eles personificarem isso mesmo tão bem cada vez que estão os dois debaixo do mesmo telhado é incrível. Este foi mais um combate entre estes dois que fez lembrar tanto a capacidade dos dois a nível de wrestling mas também a fantástica química que têm no ringue o que sem dúvida torna cada “embate” entre os dois num combate muito bom. E com estes dois há sempre a possibilidade de voltar a acontecer porque isto é uma rivalidade sem fim. 

Yahtzee

9º lugar
8.62 pontos
Lucha Underground
04 de Maio de 2016
No Mas Match
Mariposa vs. Sexy Star

A emoção trazida para este combate foi mesmo de qualquer coisa de outro mundo. Este encontro já era esperado desde o início da 2ª temporada, quando Sexy Star foi raptada e torturada pelo Marty "The Moth" Martinez e pela sua irmã, levando a um dos mais intensos combates femininos na história da Lucha Underground, num combate onde a primeira que dissesse "No Mas" seria a vencedora. Mariposa iria controlar alguma parte do combate, instigando o medo sobre a sua vítima, inclusive usando Marty para que Sexy pudesse proferir as palavras. No entanto, o grande amigo de Sexy (The Mack) veio equilibrar as contas ao atacar Marty, deixando apenas Sexy a ganhar uma nova vida para mostrar a Mariposa aquilo que esta andaria a fazer há imensos meses, torturá-la. Houve até determinado ponto que elas batalharam no topo do templo e que a vontade de Mariposa era querer mandá-la do topo até ao chão, mas Sexy iria novamente batalhar contra esse desejo, apesar de já estar a sangrar. Sem dúvida um combate que merece muito a atenção dos fãs, visto que foram meses e meses de construção para este combate ocorrer e o clímax sem dúvida foi qualquer coisa espetacular, visto que os quatro lutadores(as) estiveram envolvidos(as) nisto.

FaBiNhO

7º lugar (empate)
8.68 pontos
PWG All Star Weekend 12, Night 1
04 de Março de 2016
PWG Tag Team Championship
Matt Jackson & Nick Jackson (c) vs. Matt Sydal & Ricochet

Não sei o que o Dave Meltzer viu nisto para dizer que isto é quase um combate 5 estrelas. Provavelmente estava na paródia. Não deixa de ser um combate muito bom. Actualmente a PWG é dos poucos sítios onde os Young Bucks trabalham realmente como heels e foi aquilo que fizeram aqui - onde os vimos várias vezes com todos os seus habituais maneirismos e tácticas enquanto isolavam um dos membros da equipa adversária. Esses momentos eram sempre alternados com sequências awesome em que a equipa babyface tinham pequenos comebacks que davam espaço e tempo para vermos aquilo que os quatro sabem fazer.

André Ribeiro

7º lugar (empate)
8.68 pontos
NJPW Wrestling Dontaku
03 de Maio de 2016
IWGP Heavyweight Championship
Tetsuya Naito (c) vs. Tomohiro Ishii

Claramente superior ao combate que tiveram há uns meses na New Japan Cup, mas talvez um pouco abaixo do combate onde o Ishii se sagra NEVER Openweight Champion pela primeira vez. O choque de personalidades é giro, com Tomohiro Ishii a ser um pequeno badass cheio de agressividade e sem paciência para determinadas attitudes e Tetsuya Naito como heel que se está a borrifar para tudo e altamente provocador. O selling do Naito foi giro e o combate foi tornando-se cada vez mais importante e entusiasmante. Um combate de meia hora que passa a voar que resulta numa bela primeira defesa do reinado do Naito e um capitulo engraçado da rivalidade CHAOS vs. Los Ingobernables del Japón.

André Ribeiro

6º lugar
8.94 pontos
WWE Extreme Rules
22 de Maio de 2016
WWE World Heavyweight Championship, Extreme Rules Matc
Roman Reigns (c) vs. AJ Styles

Este combate foi uma surpresa para mim. Ou melhor, já sabia o que estes dois conseguiam produzir mediante o que vimos no seu combate no Payback mas a surpresa aqui foi porque achei que conseguiram superar isso mesmo e ter um combate ainda melhor, além de as interrupções não terem sido demasiadas como aconteceu no PPV anterior. Também fiquei agradavelmente surpreendida pela inovação do Reigns, a quem (apesar de não gostar do booking, que resultou no final mais previsível deste combate) nunca gabei muito as capacidades mas achei que esteve muito bem aqui e provou que consegue muito bem ter bons combates. Claro que AJ Styles ajudou muito sem dúvida, mas foi muito bom ver os dois a criarem tanto impacto no ringue. 

Yahtzee

5º lugar
9.08 pontos
PWG All Star Weekend 12, Night 2
05 de Março de 2016
PWG World Championship
Roderick Strong (c) vs. Zack Sabre Jr.

Por mais de um ano, o Roderick teve uma run lendária enquanto PWG World Champion e tendo vários excelentes combates. Contudo o seu confronto mais difícil aconteceu no PWG Don't Sweat the Technique quando encontrou Zack Sabre Jr.. Strong reteu com muitas dificuldades, mas o inglês conseguiu uma nova oportunidade pelo titulo quando venceu o Battle of Los Angeles - mas desde então Roderick Strong tem tentado adiar este confronto o máximo possível, até que decidiu aceitar o seu destino. Na noite anterior, Strong pediu ao resto do Mount Rushmore 2.0 para não intervir no combate. Ora, primeiro o público estava a delirar para ver este rematch - visto que é algo que aguardam há vários meses. Roderick atinge preferencialmente as costas do inglês é retratado aqui como um wrestler mais devastador e que as suas armas fazem sempre grande moça - enquanto que Zack vai focando-se alternadamente no braço e na perna do campeão. Com o passar do tempo, o dano e a exaustão vão tomando conta dos corpos destes perfomers que se encarregaram de dar um confronto épico.

André Ribeiro

4º lugar
9.10 pontos
EVOLVE 60
06 de Maio de 2016
Chris Hero vs. Zack Sabre Jr.

Após Chris Hero derrotar Zack Sabre Jr. no final do Best in the World Series, a rivalidade continua com o inglês a continuar à procura de uma vitória enquanto Hero continua a querer deixar o Zack Sabre Jr KO e a provar que ele é a sua "put* e mete-lo no seu lugar. O Hero é perfeito enquanto bully, na medida em que os seus strikes parecem sempre devastadores e consegue ao mesmo tempo entrar na cabeça do seu oponente e provocar o público, já Zack Sabre Jr tortura o braço do seu oponente e mostra uma grande intensidade ao "pedir" a Hero para trazer os seus melhores strikes. Mais uma vez, um excelente combate de wrestling com muito drama e intensidade.

André Ribeiro

3º lugar
9.23 pontos


WWE Extreme Rules
22 de Maio de 2016
WWE Intercontinental Championship
The Miz (c) vs. Cesaro vs. Kevin Owens vs. Sami Zayn

Isto foi qualquer coisa de espetacular. Cada um neste combate teve um papel bem definido e cada um deles executou-o quase na perfeição. O Helluva Kick do Zayn a abrir pôs os ânimos em alta para o que viria aí e foi um excelente combate, com muitas histórias a decorrer e sempre com acção brilhante. O Cesaro teve um monstro nisto, o homem carregou muito do combate e tornou-o muito especial. A rivalidade do Owens e do Zayn foi um dos pontos fulcrais do combate, com grande agressividade entre os dois, tivemos bastantes boas sequências que já nos acostumaram. E o Miz, bem, ele estava ali para ser o Miz e cumpriu esse papel na perfeição. O campeão cobarde que aproveita-se das situações. Só tenho pena que não tenham explorado um pouco mais a antiga rivalidade do Zayn e do Cesaro e que tivessem optado por aquele tap-out do Miz sem efeito nenhum, porque isso já vem sendo repetido muito nos últimos tempos. De resto, espetacular combate, provavelmente, um dos melhores (senão o melhor) Fatal Four Way que já vi e, de certeza, o melhor combate em que o Miz já esteve envolvido.

Marco Paz

2º lugar
9.36 pontos
NJPW Best of the Super Juniors XXIII, Day 6
27 de Maio de 2016
Ricochet vs. Will Ospreay

Ainda no mês de Abril estes dois tiveram um combate espectacular na EVOLVE e agora foi a vez de virem ao Best of Super Juniors provarem mais uma vez que são os melhores high-flyers da actualidade. Até aqui, Ricochet está invicto no torneio, mas mais do que ganhar dois pontos, Ricochet quer assegurar a posição de Melhor High Flyer da Actualidade - visto que Ospreay têm começado a mostrar-se como um potencial usurpador da posição do lutador norte-americano. Esta atitude de Ricochet é notória quer durante e após o combate. Já Will Ospreay têm estado a perder no torneio e está a competir lesionado - portanto o jovem inglês quer muito uma vitória no seu primeiro Main Event no Japão. Como seria de esperar, quando estes dois aceleram a velocidade proporcionam um verdadeiro espectáculo e o público em Korakuen Hall não consegue ficar indiferente e quase que se transforma num público norte-americano.

André Ribeiro

1º lugar
9.58 pontos
NJPW Best of the Super Juniors XXIII, Day 1
21 de Maio de 2016
KUSHIDA vs. Kyle O'Reilly

Estes dois já tinham dado um grande, aliás, um enorme combate na final do BOSJ do ano passado. Aqui, atrevo-me a dizer que superaram esse combate. Isto foi qualquer coisa de lindo. A intensidade, as submissões, a química, tudo nisto é lindo. O O’Reilly pode muito bem ganhar isto e sendo um dos Top Contenders, é natural que queira vencer o campeão. Já o KUSHIDA, sendo o campeão, é normal que queira defender o seu orgulho e não perder aqui. Acaba por ser um combate entre dois lutadores estilos algo semelhantes, uma vez que o KUSHIDA adapta-se muito bem ao tipo de adversário que tem, além do sell fenomenal que este tem desenvolvido, e o O’Reilly é um técnico excelente que consegue dissecar completamente uma parte do corpo do adversário, normalmente sendo o braço, para depois finalizar nessa mesma zona. O MMA de ambos teve também bastante presente, o que adicionou ainda mais e vimos um spot tremendo quando o O'Reilly salta do apron em corrida para um KUSHIDA sentado mas o campeão salta e consegue apanhar Kyle no ar e prender um Armbar antes ainda de chegarem ao chão, foi mesmo muito bom. 

Marco Paz

Concordam na generalidade com este Top? Quais foram os vossos combates favorito do mês de Maio?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

11 comentário(s):

André Ribeiro disse...

Só a titulo de curiosidade, Mariposa vs. Sexy Star foi o primeiro combate feminino que conseguiu chegar ao topo 10. Houve vários wrestlers aqui a terem mais do que um combate, sendo eles: Ricochet aka Prince Puma, Zack Sabre Jr, Kevin Owens e Sami Zayn.

Ospreay é neste momento o lutador com mais combates em todas as edições, e a NJPW, WWE(NXT incluída - 2 combates) e LU e EVOLVE que mais combates têm nos tops.

Manuel Victor Victor disse...

Gostei desse top 10 , melhor combate para mim foi strong vs Zack sabre Jr.
Espero que no top 10 combates de junho tenha na lista a fatal 4 way pelo x division no slammiversary ou Main Event do slammiversary 2016 foi grandes combates.

vitor oliveira disse...

Muito bom, excelentes combates

Anónimo disse...

O combate do segundo lugar teve como destaque dois dançarinos acrobatas ou bons dublês de filme de ação em vez de contar uma história no ringue, que é a arte básica e fundamental do Pro Wrestling.

Parecia mais uma exibição de ginástica do que dois caras supostamente se batendo para vencer a luta.

O cara tem razão: https://twitter.com/4_TheRealDeal/status/738810891949514752

Anónimo disse...

Se calhar dá jeito ver o combate invés de spots soltos ou comentários de terceiros, para tentar perceber se o combate conta uma história ou não.

Querias que o combate tivesse brawling com fartura quando onde se vê claramente que Will Ospreay quer mostar-se e obter a sua primeira vitória e o Ricochet tá lixado ( principalmente após) e quer provar que ainda é o melhor high-flyer do mundo. Um pouco de noção, não?

Anónimo disse...

não concordo (uma vez mais) com este top: pouca lucha e demasiada wwe.

Anónimo disse...

Sami Zayn e Zack Sabre Jr. no Top 10.

É de quebrar as pernas!

Anónimo disse...

Realmente um choque do caralho gajos bons in-ring terem excelentes, tão estranho como ver as melhores promos e reparar que a maioria pertence aos melhores talkers como o Rocky, Stone Cold, Foley, Roberts.

FaBiNhO disse...

Não concordam com este top é simples... vão a http://fpwrestling.forumeiros.com/t30752-combates-do-ano-junho-2016, registem-se no fórum e deixem lá as vossas votações com uma classificação de 10 em cada combate de lucha ou tna que acharem!

Agora reclamarem por reclamarem sem argumentos válidos é que não... eu também sou fã de TNA e de Lucha e não ando aqui a disparatar como vocês estão a fazer, pois se eu olhar para este top há APENAS 2 COMBATES DA WWE neste top E 8 COMBATES VINDOS DE COMPANHIAS FORA DA WWE... FORA DA WWE... FORA DA WWE... FORA DA WWE... é preciso repetir mais vezes para perceberem?

E desculpa se pareço um fã mais novo por ter votado e entrado neste top, quando tanto eu como a Yahtzee (ambos fãs da Lucha) colocámos lá combates da Lucha para votação e tu ou vocês que só reclamam não fazem nada para que haja mais combates...

Já diziam na minha terra... falar e reclamar é fácil! :)

André Ribeiro disse...

Primeira coisa é perceberem que no mundo real, há pessoas que têm opiniões diferentes e não é por isso que se tornam automaticamente inválidas. Uma vez que se auto-proclamam fãs mais velhos, espera-se no minimo que tenham essa capacidade e que não façam birra em todo o lado. Como foi dito durante seis meses, este top é o resultado de uma votação e da opinião de qualquer pessoa que pretenda participar civilizadamente e cujo objectivo é tentar ver qual o melhor wrestling do mês e não estar a colocar companhia x e y no top ou worker x e y no top.

Depois, se só conseguem apreciar wrestling vindo da LU deviam ficar por ver apenas os show semanais e pronto, visto que raros são uns meses em que uma companhia consegue ter um grande maioria dos combates - mesmo assim, curiosamente,ja aconteceu em Março com a Lucha Undergroind e em Janeiro com a NJPW terem uma grande percentagem dos combates desse meses.

Anónimo disse...

Ao defensor da luta de coreógrafos, o DESTAQUE da luta foi este momento. Se não tivesse acontecido, até duvidaria do bom posicionamento dela da exibição (e não luta) na lista.

Você é o tipo de gente que atacou e desrespeitou Vader no Twitter. Tenho absoluta certeza. Lixou um Pro Wrestler fazia o Pro Wrestling ser Pro Wrestling, além de ter colocado mais bundas nos assentos que esses dois dançarinos acrobatas, incluindo o Japão, onde tem status de Lenda.

Quando vi a cena, eu não pensei em nenhum momento que Ospray queria realmente vencer o Ricochet na luta. Não vi nada de legítimo.

Eu respeito as habilidades técnicas e físicas dos dois gajos, porque é algo complicado de executar ao vivo para o público com a maior precisão possível, mas não vejo nesta cena, dois homens querendo se arrebentar e vencer uma luta.

É como Stone Cold mais ou menos disse: Austin says the timing, precision and execution were excellent and said that they achieved in one take what many movie sets would take ten to fifty takes to do.

He also gives credit to their athletic ability but upholds the opinion that it did not look like a real fight and likened it more to performance art than professional wrestling.

http://whatculture.com/wwe/10-things-we-learned-from-vince-russo-on-stone-colds-podcast?page=7

Ou você vai me dizer que entende mais de "ring psychology" do que Stone Cold Steve Austin e Big Van Vader?