sábado, 21 de maio de 2016

A Alternativa Fenomenal #31: Wrestling Britânico (Parte 2)

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!






Saudações a todos, e bem-vindos a outra Alternativa Fenomenal. Nesta semana, trarei a segunda parte do artigo sobre o wrestling no Reino Unido (a primeira parte pode ser vista aqui), onde, após apresentar a história por trás da luta livre no país, apresentarei algumas das principais promotoras britânicas em atividade. Sem mais delongas, passemos ao artigo;


Como falei anteriormente, após o fim da Joint Promotions em 1995, o estilo de wrestling no Reino Unido passou a ser adaptado para um modelo mais parecido com o da então WWF, com um produto mais familiar e voltado ao entretenimento do que ao esporte em si. 

Porém, as companhias que surgiram desde então, não deixaram o catch wrestling de lado, e várias conseguiram implementar com êxito um estilo que combinasse ambas as escolas de luta livre, conseguindo assim criar novas estrelas e apresentar shows de grande qualidade que pudessem ser apreciado mesmo por fãs do estilo mais puro de luta.

Algumas dessas promotoras conseguiram destaque internacional, devido aos seus ótimos eventos e aos lutadores que conseguiram produzir. Destas empresas, hoje destacarei as seguintes (lembro que não estou dizendo que estas sejam as melhores promotoras do Reino Unido, apenas foram as que escolhi apresentar no artigo):


All Star Wrestling - a ASW é a companhia britânica mais antiga em atividade, com quase 46 anos de existência. Criada em 1970, por Brian Dixon em Birkenhead, Inglaterra, a companhia que então era chamada Wrestling Enterprises, constituiu-se na principal rival da então companhia de topo, Joint Promotions. Em seu início, a companhia possuía como principal atração o lutador Giant Haystacks, que em 1975 foi para a JP onde se tornou o principal rival do top face da companhia, Big Daddy.


                                                                        Giant Haystacks



Em 1980, um grande número de lutadores, incluindo vários campeões, saíram insatisfeitos da JP e passaram a trabalhar na Wrestling Enterprises, agora já nomeada All Star Wreslting, devido à outra companhia dar muito destaque apenas a Big Daddy. A rivalidade entre as empresas intensificou-se durante os anos seguintes, e encerrou-se em 1995, com a falência da JP.

No começo dos anos 2000, a promotora viu-se envolvida em uma nova guerra promocional, quando a The Wrestling Alliance, de Scott Conway, decidiu por separar-se da ASW devido ao fato de lutadores com gimmicks de tributo à WWF (tais como versões inglesas de Undertaker e Kane) passarem a figurar no topo da companhia. Conway mostrava sua promotora como uma alternativa para a ASW, com um produto mais sério e menos parecido com a WWF. Essa "guerra" durou até 2003, quando a TWA entrou em falência, dando novamente a vitória para a All Star.




Atualmente, a companhia continua promovendo eventos por todo o Reino Unido, mantendo também uma escola de wrestling em Birkenhead, tendo como treinadores chefes os lutadores Dean Allmark e Robbie Dynamite. Além disso, a promotora também passou a ser uma das principais representantes do Reino Unido nos EUA, com participações de seus lutadores em eventos da TNA e da WWE, e mantém desde 2014 uma parceria com a empresa japonesa Wrestle-1.



A companhia mantém no momento seis diferentes títulos para serem disputados por seus lutadores, sendo os principais cinturões o ASW British Heavyweight Championship (na posse de Sam Elias), o ASW British Light Heavyweight Championship (na posse do lutador da Wrestle-1, Yoshioka Seiki), e os ASW British Open Tag Team Championships (na posse de Mikey Whiplash e Robbie Dynamite). 


                                                    O atual ASW British Heavyweight Champion, Sam Elias

Por fim, entre seus alumni podem ser encontrados nomes de fama na WWE, como Dave "Fit" Finlay e Bryan Danielson (Daniel Bryan).

Lutadores de destaque: Giant Haystacks, Kendo Nagasaki, Dave Finlay, Sam Elias, Dean Allmark e Robbie Dynamite, entre outros.





Revolution Pro Wrestling - Indy fundada em 2012 por Andy Quildan em Portsmouth, Inglaterra, após separar-se da IPW: UK, a RPW é conhecida pelas diversas parceiras que manteve (e ainda mantém) com companhias de todo o mundo, como a Ring of Honor, a New Japan Pro Wrestling e a Global Force Wrestling.

No começo deste ano, a RevPro também iniciou uma parceria com a companhia feminina Pro Wrestling EVE, adicionando o cinturão principal desta empresa ao seu quadro de títulos, e realizando combates entre as lutadoras da EVE em seus eventos.

A companhia mantém um canal no Youtube onde posta vídeos de seus combates e seus web-shows, também colocando em algumas ocasiões videos de seus eventos especiais (a frequência de postagens é um pouco esparsa, mas a quantidade de lutas disponíveis é bastante interessante). Os principais eventos da RPW são o High Stakes e o Summer Sizzle.




Recentemente, a companhia adquiriu reconhecimento por ter sido um dos últimos lugares onde AJ Styles competiu antes de se juntar à WWE, e será o palco, em junho, do primeiro combate de Kurt Angle após sua saída da TNA, onde o ex-campeão mundial enfrentará Zack Sabre Jr.

Atualmente, a companhia dispõe de três cinturões para disputa entre seus lutadores: o RPW British Heavyweight Championship (na posse de Zack Sabre Jr), o RPW Undisputed British Tag Team Championship (na posse de James Castle e Sha Samuels), e o RPW British Cruiserweight Championship (na posse de Pete Dunne), além de contar também com as disputas do Pro Wrestling EVE Championship em seus eventos (o cinturão está atualmente na posse de Rhia O'Rilley).


                                                  O atual RPW British Heavyweight Champion, Zack Sabre Jr

Entre seus alumnis e convidados, figuram inúmeras estrelas do mainstream americano e do circuito independente, como AJ Styles, Dos Caras (Alberto Del Rio), Kevin Steen (Kevin Owens), Carlito, El Generico (Sami Zayn), Uhaa Nation (Apollo Crews), Kazarian, Christopher Daniels, entre outros, bem como grandes nomes do cenário inglês, como Marty Scrull, Will Ospreay, Grado e Jimmy Havoc, além de estrelas da NJPW, como Nakamura Shinsuke, Tanahashi Hiroshi, Tenzan Hiroyoshi, entre outros.

Lutadores de destaque: Zack Sabre Jr, Pete Dunne, AJ Styles, Sha Samuels, Mark Haskins, James Castle, entre outros.





Insane Championship Wrestling - Fundada em 2006 por Mark Dallas, em Glasgow, Escócia, a ICW teve um começo bastante humilde, realizando pequenos shows no centro de Glasgow, mas hoje conta com apresentações por todo o Reino Unido e renome mundial.

A companhia apresenta um estilo que combina o wrestling tradicional com o wrestling hardcore, apresentando shows restritos a maiores de 18 anos. Além disso, alguns de seus lutadores apresentam gimmicks escocesas estereotipadas ou outras personagens cômicas, sendo uma de suas criações mais famosas, o atual lutador da TNA, Grado.

A empresa conta atualmente com seu próprio serviço on demand, o ICW On Demand, lançado em 2015 e disponível no em todo o mundo, contendo além da transmissão de seus principais eventos, uma grande biblioteca de vídeos com vários combates clássicos da promotora. Além do serviço pago, a empresa também possui um canal no Youtube, contando com vários conteúdos extra-ringue e lutas completas.




Os principais eventos da companhia são o Fear and Loathing (seu maior evento do ano), e o Square Go!, evento anual que combina os conceitos do Royal Rumble e do Money in the Bank, onde o vencedor de uma 30-man battle royal recebe como prêmio uma mala contendo um contrato que lhe permite competir pelo principal título da empresa, o ICW World Championship, no momento que desejar. Um traço curioso sobre os eventos da ICW, é que eles costumam ter nomes completamente esdrúxulos, tais como The Princess Is In Another Castle, Smells Like Teen Spirit, Hadouken e Lucy In The Sky With Divers.

A companhia dispõe de 4 títulos para disputa entre os seus lutadores: o ICW World Championship (na posse de Big Damo), o ICW Zero-G Championship (na posse de Lionheart), os ICW tag Team Championships (atualmente vagos, mas cujos últimos campeões foram Jack Pollo e Mark Coffey) e o ICW Women's Championship (na posse de Carmel). Além destes, o atual portador da mala Square Go! é Wolfgang.


                                                           Big Damo, atual ICW World Champion


Vários lutadores de renome atualmente nos EUA foram criados pela companhia, sendo o principal deles, o atual TNA World Champion Drew Galloway, que foi o primeiro ICW Champion da história. Além dele, outros lutadores famosos que já competiram pela promotora foram  Tom Latimer (Bram), Grado, Rockstar Spud, Douglas Williams, Paul London, Prince Devitt (Finn Bálor), entre outros.

Lutadores de destaque: Big Damo, Grado, Drew Galloway, Lionheart, Mike Whiplash, Chris Renfrew, Carmel, entre outros.





Progress Wrestling - Companhia independente fundada em 2011 por Jim Smallman e Jon Briley, em Londres, Inglaterra, a Progress possui como diferencial das demais citadas o fato de seu estilo de luta característico ser o Strong Style (estilo utilizado por companhias japonesas tais como a New Japan).

Outro ponto diferencial da Progress, é o fato de não serem uma companhia muito baseada no uso de lutadores estrangeiros, dando preferência para a utilização de lutadores britânicos como suas principais estrelas. Por ser uma promotora independente, o roster da companhia também apresenta vários lutadores que competem por outras empresas, tais como Zack Sabre Jr, Mark Haskins e Rampage Brown.

Os eventos promovidos pela companhia são chamados Chapters, sendo eventos numerados que ocorrem quase que mensalmente, principalmente na região de Londres. Além dos Chapters, a empresa passou a partir de setembro de 2013 a realizar eventos bimestrais numerados chamados ENDVR, onde a principal atração são os lutadores que compõe a escola de treinamento própria da companhia.


                  Instalações da ProJo, em Londres (mostradas durante um seminário promovido pelo lutador Tommaso Ciampa)


Essa escola de treinamento é a ProJo (Progress Wrestling School), localizada em Londres, e é a única escola de wrestling com funcionamento a tempo inteiro na capital britânica, abrangindo aulas para alunos de nível iniciante e avançado. Além dos treinamentos, chefiados pelo lutador Darrell Allen, a escola conta com a realização de seminários apresentados por grandes nomes da indústria, como Michael Elgin, Raven e Nigel McGuinness.

A Progress conta atualmente com dois cinturões para disputa entre seus lutadores: o Progress World Championship, que inicialmente era representado por um bastão com a águia-símbolo da companhia no topo, mas após novembro de 2014 passou a ser um cinturão convencional (atualmente na posse de Marty Scurll) e o Progress Tag Team Championship, representado por um escudo com a águia-símbolo na frente que se divide em dois, com cada campeão mantendo uma metade do título (atualmente na posse de El Ligero e Nathan Cruz).


                                                         Atual Progress World Champion, Marty Scurll


Além destes, a Progress anunciou em março deste ano, que um novo título entraria em disputa através de um torneio que iniciado em abril e que tem término marcado para setembro. Este cinturão será conhecido como Progress Atlas Championship, sendo disputado exclusivamente por lutadores com peso superior a 205 lbs, e em combates de 15 minutos de duração.

A companhia mantém em sua programação a realização de dois torneios anuais:


  • Super Strong Style 16 - torneio de 16 lutadores iniciado em 215, onde o vencedor recebe uma title shot ao Progress World Title. O vencedor inaugural foi Will Ospreay; 

  • Natural Progression Series - torneio com número de competidores variando entre 9 e 10 lutadores, iniciado em 2012, onde os competidores são todos jovens talentos e estrelas emergentes do cenário britânico. O vencedor do torneio recebe um troféu, uma title shot para o Progress World Title e tem o direito de escolher um lutador previamente eliminado para retornar no torneio seguinte. O vencedor inaugural foi Mark Andrews, e o último foi Pastor William Eaver.


A edição deste ano da Natural Progression não manteve o direito de retorno de um competidor antigo, pois será um torneio exclusivamente feminino, onde a vencedora se tornará a primeira Progress Women's Champion da história.

A companhia possui um serviço próprio de streaming on demand chamado Demand Progress, onde são exibidos os Chapters e entevistas exclusivas com os lutadores, e também um canal no Youtube, com conteúdo extra-ringue, previews de eventos e alguns combates completos.




Entre os alumni da Progress encontram-se conhecidos nomes do cenário independente e da TNA, como Roderick Strong, Doug Williams, Samoa Joe, Adam Cole, Grado e Jimmy Havoc, entre outros.

Lutadores de destaque: Marty Scurll, Will Ospreay,  El Ligero, Zack Sabre Jr, Tommy End, Michael Dante, entre outros.





Bellatrix Female Warriors - Indy fundada em 2006 pela lutadora veterana "Sweet" Saraya Knight (mãe da lutadora da WWE Paige), em Norwich, Inglaterra, a Bellatrix surgiu como a empresa irmã da World Association of Wrestling (companhia independente fundada pelo pai de Paige, Ricky Knight), sendo uma empresa exclusivamente voltada ao wrestling feminino.


                                                           A fundadora da Bellatrix, Saraya Knight


Além da parceria com a WAW, a BFW também possui parceira com a Real Quality Wrestling, reconhecendo o título feminino desta companhia e permitindo a disputa do mesmo em seus shows. Os eventos apresentados pela companhia são numerados e possuem periodicidade variada, ocorrendo em períodos de um a três meses.

A companhia possui três títulos para disputa entre suas lutadoras; o Bellatrix World Championship (na posse de Sammi Baynz), o Bellatrix British Championship (na posse de Skarlett) e o RQW European Women's Championship (na posse de Penelope). A promotora também realiza um torneio anual chamado Queen of the Ring, iniciado em 2014, sempre com 8 competidoras, onde a vencedora recebe a nomeação de Queen of the Ring (a primeira vencedora do torneio foi Lady Lori, e a última vencedora foi Blue Nikita).


                                                      A atual Bellatrix World Champion, Sammi Baynz


A Bellatrix conta com um programa exibido no canal do Youtube da produtora HFP, responsável pela produção dos DVDs da própria Bellatrix, como dos de outras companhias independentes da Inglaterra, como a WAW. O programa possui disponibilizada uma temporada de 10 episódios, que foram inicialmente exibidos durante o ano de 2015.




No roster da companhia, além de Saraya Knight também podem ser vistos alguns nomes mais conhecidos nas empresas americanas, como a ex-participante do TNA Gut Check Kay Lee Ray, e Lisa Marie Varon (Victoria na WWE, e Tara na TNA).

Lutadoras de destaque: "Sweet" Saraya Knight, Liberty, Kay Lee Ray, Lady Lory, Blue Nikita, Queen Maya, Viper, entre outras.



Como pôde ser visto, o wrestling britânico constitui uma interessante alternativa aos produtos mais conhecidos, tanto dos Estados Unidos como do México e Japão, sendo uma das escolas mais antigas e importantes do "desporto". Apesar de ter apresentado apenas um pequeno número de companhia britânicas, existem à disposição dos fãs várias promotoras independentes que possuem shows de grande qualidade e sempre que possível contam com a presença de lutadores renomados para acrescentar mais destaque nestes eventos.

Portanto, deixo a recomendação aos leitores para que procurem conhecer mais sobre o estilo britânico de luta livre, que criou uma enorme quantidade de estrelas vistas em companhias como a WWE e a TNA, e possui ainda uma visibilidade pequena, mas que, como citado anteriormente, apresenta uma qualidade que não deve em nada às citadas empresas americanas. Uma boa leitura a todos, e até a próxima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

1 comentário(s):

André Ribeiro disse...

Gostei mais da segunda parte do que da primeira. Gostaria que mais tarde realizasses uma terceira parte sobre wrestlers lendários como o Johnny Saint, Nigel McGuiness, British Bulldog e dos melhores wrestlers britanicos da actualidade como o Galloway, Ospreay, Scurll,Devitt etc...

Sigo PROGRESS Wrestling, uma vez que os CHAPTERS costumam ser grandes shows. De volta e meia, caso haja combates interesse dou também uma vista de olhos na RPW.

Mais uma vez, gostaria de pedir para caso possível ocasionalmente falares de uma grande rivalidade ou storyline que aconteceu fora da WWE, como por exemplo o Summer of Punk, o build up para Joe vs. Angle, Nigel vs. Bryan, Generico vs. Steen,