domingo, 8 de maio de 2016

A Alternativa Fenomenal #30: Global Wars 2016

Gostou deste artigo? Então clique nos botões ao lado para o curtir! Se assim o desejar, deixe-nos um comentário no fim que nós e os visitantes agradecemos!




Saudações a todos, e bem vindos a mais uma Alternativa Fenomenal. Neste domingo, a Ring of Honor e a New Japan Pro Wrestling promoverão a terceira edição de seu evento conjunto, as Global Wars, e hoje eu apresentarei aos leitores a minha antevisão ao evento que, apesar de não apresenta a mesma antecipação que outros shows possam requerer, tem tudo para ser um dos melhores shows do ano. Sem mais delongas, passemos ao texto;

Conforme mencionei antes, este será o terceiro ano em que a RoH e a NJPW promovem este evento, sendo que este será o primeiro a ser transmitido ao vivo em pay-per-view (nas edições anteriores ele foi transmitido no formato de ippv), bem como a primeira edição realizada fora de Toronto, Canadá, sendo transmitido direto de Chicago, Illinois.


Vídeo-anúncio do evento

Da mesma forma que no ano anterior, vários combates interpromocionais preenchem o card, destacando-se o combate entre Ishii Tomohiro e Bobby Fish pelo RoH World Television Championship, mas por se tratar de um ppv da RoH, o evento também contará com combates valendo os títulos mundiais de singulares e de duplas da empresa americana (realizados apenas entre lutadores da RoH). Este ano, o evento contará com 9 combates, sendo 8 no card principal e um no pré-show. 

Após apresentadas as informações básicas do ppv, passemos à análise dos combates que compõem este edição das Global Wars:


Pré-Show




Women of Honor Singles Match
Kelly Klein vs "Crazy" Mary Dobson

Para o pré-show do evento temos um combate feminino, acontecimento raro nas duas empresas. Ambas as lutadoras já competiram em alguns combates na RoH, e trabalham em várias companhias do cenário independente como "free-agents". 

De um lado temos Kelly Klein, que já soma quatro vitórias em suas participações pela "Rainha das Indys" (ainda que três dessas vitórias tenham sido em dark matches), enquanto do outro temos a atual Resistance Pro Wrestling Women's Champion, e ex-JCW Tag Team Champion, "Crazy" Mary Dobson, que em três participações pela RoH, sofreu três derrotas (também em dark matches).

De forma prioritária, eu poderia apostar em vitória para Dobson, pois ela possui um retrospecto bastante negativo na empresa, mas considerando que a força de Klein possa ser o grande diferencial no combate, darei a ela a vitória neste duelo.


Card Principal




Tag Team Match
The Addiction (Christopher Daniels e Kazarian) vs Jushin Thunder Liger & Cheeseburger

Esta luta a meu ver deverá ser a mais divertida do evento. Liger e Cheeseburger acabaram por iniciar uma amizade durante a estadia do americano na New Japan, e agora os mesmos terão como desafio os Addiction, que raramente fazem combates ruins.

Falando em Daniels e Kazarian, estes vem ao show com uma imagem um pouco fragilizada, após serem derrotados na sua recente rivalidade contra os Motor City Machine Guns, iniciada depois que Chris Sabin os abandona para se reunir à Alex Shelley, sendo que uma vitória em ppv ajudaria a restaurar um pouco de suas reputações.

Apesar de Cheeseburger ser um dos underdogs mais amados pelo público da RoH, e ter ao seu lado uma das grandes lendas do wrestling em Liger, não dou como certo que alcancem a vitória sobre a química e trabalho de equipe superiores do time heel. Então, a não ser que algo realmente inesperado aconteça, Daniels e Kaz devem sair com a vitória aqui.



Eight-man Tag Team Match
Bullet Club (NEVER Openweight 6-Man Tag Team Champions Matt Jackson, Nick Jackson e IWGP Tag Team Champions Tama Tonga & Tanga Roa) vs The Motor City Machine Guns (Alex Shelley e Chris Sabin), IWGP Jr. Heavyweight Tag Team Champion Matt Sydal & IWGP Jr Heavyweight Champion Kushida

E mais uma vez, a disputa pela supremacia entre o Bullet Club e os lutadores da RoH entra em cena. Se no ano passado o combate envolveu as principais estrelas tanto do BC quanto da "Rainha das Indys", este ano teremos oito dos mais conceituados tag wrestlers da atualidade prontos para o confronto.

Representando o BC temos os Young Bucks, atuais duas vezes NEVER 6-Man Tag Champions, e que dispensam maiores apresentações, e os Guerrillas of Destiny, dupla formada pelos irmãos adotivos Tama Tonga e Tanga Roa (Camacho na WWE e Micah na TNA) que no mês passado desbancaram a Great Bash Heel no Invasion Attack e se tornaram os IWGP Tag Team Champions, marcando o primeiro reinado de ambos com os cinturões.

Já seus oponentes são os recém reunidos MCMG, que se uniram novamente no RoH 14th Anniversary Show, e vem de rivalidade contra os Addiction, Kushida, antigo parceiro de Shelley nos Time Splitters e atual IWGP Jr Heavyweight Champion, e Matt Sydal, atual duas vezes IWGP Jr Tag Team Champion ao lado de Ricochet, e velho conhecido dos Bucks, com quem já travou vários embates no passado.

No ano anterior, o Bullet Club saiu derrotado pelo time das estrelas da RoH, então creio que eles lutarão com maior ímpeto desta vez, para tentar abafar um pouco do retrospecto negativo que possuem no evento. Da mesma forma, os faces também não irão querer possuir resultados negativos no evento, dado que os MCMG ainda estão em seus primeiros grandes combates como dupla reformada, Kushida possui seus estatuto de campeão para manter e Sydal já vem de derrota no Invasion Attack.

Sem sombra de dúvidas, este será o combate com maior potencial para roubar o show, e após um grande espetáculo, acredito que a vitória caberá aos Bullet Club, para se redimirem do resultado negativo do ano passado.



Non-Title Singles Match
IWGP Heavyweight Champion Naito Tetsuya vs Kyle O'Reilly

O penúltimo combate acrescentado ao card do evento é outro combate com grande potencial de roubar o show. Naito está no auge de seu brilhante heel turn, onde com a ajuda de seus colegas dos Ingovernables de Japón, e do retornado Sanada Seiya, conseguiu derrotar Okada e se tornar pela primeira vez IWGP Heavyweight Champion. Já Kyle vem em um momento não muito bom, tendo sofrido derrotas nos dois últimos ppvs onde competiu (para Adam Cole, no Final Battle, e para Jay Lethal no 14th Anniversary Show), obtendo enfim uma vitória sobre Cole no Supercard of Honor X.

Uma vitória aqui seria algo de grande ajuda para ambos: Naito, que está em seus primeiros desafios como campeão, mostraria sua força e provaria ser digno de ser o detentor do cinturão, já O'Reilly poderia conseguir algum ímpeto ao derrotar o IWGP Champion, e seguir com mais força em sua busca pelo RoH World Title.

Já uma derrota seria bastante danos para ambos igualmente, pois poderia passar a imagem de que Tetsuya é um campeão fraco e que depende de seus asseclas para ganhar suas lutas (de modo similar a Seth Rollins em sua run como WWEWH Champion), enquanto Kyle ficaria ainda mais distante da rota do título mundial.

Realmente, este é o combate com o resultado mais difícil de prever, e qualquer um dos dois poderia sagrar-se vencedor. Apostarei em O'Reilly, meramente por ele ser o lutador da casa, mas não se surpreendam se Naito vencer este combate (ou ter alguma ajuda externa para tal).



Ring of Honor World Television #1 Contender's 4 Corner Survival Match
ACH vs Dalton Castle vs Adam Page vs Roderick Strong

Último combate adicionado ao evento, este 4 Corner Survival match reúne as três estrelas em ascensão da RoH e um dos grandes nomes da companhia de uma única vez, onde todos possuem boas chances de vitória.

A presença de Roderick Strong já era esperada, pois o mesmo ainda tenta se redimir pelas duas derrotas sofridas para Ishii Tomohiro, que lhe custaram o cinturão televisivo, e está é uma excelente chance para chegar próximo a um novo combate pelo título.

Adam Page, após conseguir enfim se desvencilhar de BJ Whitmer, encerrando a existência da The Decade, tem aqui sua grande oportunidade de mostrar que está pronto para seguir carreira solo e realizar suas próprias conquistas, e conseguir um combate pelo TV Title seria de bastante interesse para o mesmo.

Já Castle entra no combate como a grande sensação da RoH atualmente. Com seu jeito extravagante e sua grande qualidade técnica, o "Party Peacock" conquistou os fãs durante sua rivalidade bastante pessoal contra Silas Young, encerrada após a primeira Fight Without Honor transmitida pela televisão. Muitos acreditam que este seja o melhor momento para dar a Dalton a segunda title shot de sua carreira na RoH, pois o momentum que ele mantém, seria fácil vê-lo como o novo campeão.

Por fim, ACH é outro que anda chamando por completo a atenção do público da "Rainha das Indys". Mesmo vindo de derrotas para Kenny Omega, nas gravações para TV do 14th Anniversary Show, e para Kushida, durante a realização das semifinais da New Japan Cup, o jovem highflyer mantém uma grande conexão com os fãs, e não são poucos os que também desejam vê-lo alcançar seu primeiro reinado na Ring of Honor.

Analisando friamente os candidatos, aquele com maiores chances de conseguir o contendership ao cinturão é Strong, pois este já possui uma certa história com os envolvidos no combate pelo título, e é bastante lógico que buque resolver suas diferenças com aquele estiver com o cinturão após esta noite. Portanto, minha aposta vai para o "Mr. RoH".



Tag Team Match
"The Rainmaker" Okada Kazuchika (c/ Gedo) & Moose (c/ Stokeley Hathaway) vs Tanahashi Hiroshi & "Unbreakable" Michael Elgin

Se há algo que foi extremamente benéfico para Michael Elgin, foi sua ida para a New Japan, onde conseguiu revitalizar sua carreira, e ainda descobrir um grande parceiro de tag em Tanahashi, com quem conquistou um reinado como NEVER 6-Man Tag Champion (com o ex-WWE Yoshitatsu completando o time de campeões), após terem derrotado os Elite (Kenny Omega e os Young Bucks) no Invasion Attack, tendo perdido o cinturão novamente para os mesmos na quarta feira, durante o Wrestling Dontaku.

Do outro lado temos a dupla de Okada e Moose, cuja aliança surgiu do combate que ambos tiveram 14th Anniversary Show, onde mesmo saindo derrotado, Moose conseguiu o respeito do então IWGP Heavyweight Champion.

Creio que este combate servirá não só para testar se as equipes envolvidas conseguem o apoio do público da RoH (especialmente Okada e Moose), como também para acrescentar mais um capítulo para a eterna rivalidade entre o "Rainmaker" e o "Ace of the Universe", cujo último encontro marcou a primeira vitória de Okada sobre Hiroshi no Wrestle Kingdom.

Considerando que Elgin e Tanahashi possuem maior experiência como dupla, apostarei na vitória desta equipe, mas esperarei por uma ofensiva bastante dura de seus oponentes, especialmente de Moose.



Ring of Honor World Television Championship Match
Ishii Tomohiro © vs Bobby Fish

Muitos torceram o nariz quando Ishii conquistou o RoH TV Title ao derrotar Roderick Strong no Honor Rising: Japan, causando surpresa a todos, inclusive Bobby Fish, adversário inicial de Strong no 14th Anniversary Show. Com o resultado ocorrido em Tokyo, o "Stone Pitbull" foi acrescentado à esta luta, agora uma 3-way match, e defendeu com sucesso seu cinturão ao novamente fazer pin a Roderick.

Seguindo este combate, Ishii voltou ao Japão e continuou defendendo o Roh TV Championship, vencendo Cedric Alexander e Evil nos title matches seguintes. Já Fish, entrou em uma streak de vitórias em combates de singles, conseguindo vitórias expressivas sobre Christopher Daniels e Roderick Strong, de quem conseguiu o contendership ao cinturão, em uma ótima 2-out-3-falls match, no Supercard of Honor X.

Levando em consideração que Tomohiro já mantém um respeitável reinado com o cinturão, e Fish já demonstrou várias vezes ser merecedor do cinturão, creio que o "Stone Pitbull" deverá perder o título, para voltar a perseguir Naito Tetsuya, que o derrotou no Wrestling Dontaku com a ajuda dos Ingovernables de Japón, enquanto Bobby deve retomar sua rivalidade com Strong, ou mesmo iniciar novas feuds (talvez contra Adam Cole, ou até mesmo um novo desafiante da New Japan).



Ring of Honor World Tag Team Championship Match
War Machine (Hanson & Raymond Rowe) © vs The Briscoe Brothers (Mark & Jay Briscoe)

Lembro muito bem da grande surpresa que foi ver Hanson e Rowe conquistarem os cinturões de duplas sobre os então campeões, The Kingdom, no Final Battle, muito devido à saída de Mike Bennett para a TNA. Mas apesar disso, os War Machine mostraram ser campeões credíveis, defendendo com sucesso seus títulos contra os All Night Express (Rhett Titus e Kenny King)  no 14th Anniversary Show, e chegando ao Global Wars para encarar seu maior desafio até o momento nos Briscoes.

Jay e Mark já foram por 8 vezes campeões de duplas da RoH, e mesmo com seu estatuto de glórias, estão passando por um momento onde trocam várias vitórias e derrotas, tendo inclusive conseguido por duas vezes os NEVER 6-man Tag Team Championships, junto a Yano Toru, mantendo reinados extremamente curtos com os cinturões. Os irmãos conseguiram esta title shot no Supercard of Honor X, ao derrotarem os Addiction, os Young Bucks e os Motor City Machine Guns, numa Four Corners Survival Tag Team match.

Ao pensar no que este combate pode significar, uma vitória para os War Machine seria muito benéfica, pois mostraria que definitivamente merecem ser os campeões, ao derrotarem os principais nomes da divisão. Já os Briscoes voltariam a sua antiga glória, mostrando que eles ainda tem o necessário para serem campeões fortes e credíveis.

Tendo em mente que Hanson e Rowe já estão com um reinado suficientemente longo, creio que este seja um momento oportuno para que Jay e Mark voltem a conquistar os cinturões e partirem para seu nono reinado como campeões, sendo eles os que acredito que serão os vencedores.



Ring of Honor World Championship Match
Jay Lethal © (c/ Taeler Hendrix) vs Colt Cabana

A luta mais aguardada do evento coloca frente a frente o retornado Colt Cabana, que estará competindo em seu primeiro ppv da RoH desde que saiu da companhia há 5 anos, e Jay Lethal que continua sua caminhada para se tornar o campeão mundial com reinado mais duradouro na companhia.

Cabana fez seu retorno no Supercard of Honor X, desafiando Lethal pelo cinturão após este derrotar Lio Rush em uma title match. Jay recusou e, na noite seguinte, ofereceu a Cheeseburger uma title shot, dizendo que ele possuía mais merecimento para tal do que Cabana. Após vencer o combate, Colt aparece novamente e desafia mais uma vez o campeão, o derrotando em seguida numa non-title match.

Um grande diferencial aqui, estaria no fato de que Cabana não poderia combater pelo cinturão mundial, pois ao perder um combate pelo mesmo contra Austin Aries em 2009, estabeleceu-se que ele nunca mais poderia ter titles matches pelo RoH World Championship em sua cidade natal, Chicago. Porém, a empresa decidiu revogar esta storyline, dizendo que a estipulação foi removida durante negociações com o lutador.

O resultado deste combate me parece algo fácil de ser previsto, pois dificilmente Cabana conquistaria o cinturão no seu primeiro combate após retornar à companhia. Já Lethal, que vem mantendo um retrospecto impecável com o título, deve manter-se como campeão e seguir sua rivalidade com Kyle O'Rilley, ou buscar um novo desafiante, sendo nele que estarei apostando para vencedor do confronto.


Encerro aqui então esta breve análise aos combates desta edição das Global Wars. O evento ocorrerá neste domingo, e o Wrestling Notícias realizará sua transmissão ao vivo, acrescentando posteriormente os vídeos do ppv para aqueles que não puderem assisti-lo no dia.

Deixo para os leitores que digam nos comentários o que esperam para este grande show, bem como qual combate mais desejam ver (e não se esqueçam de participar do WN Apostas). Uma boa leitura a todos, bom show, e até a próxima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Enviar um comentário

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

1 comentário(s):

vitor oliveira disse...

Boa analise, concordo na maioria de suas apostas