quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

WWE Smackdown Live 19.02.2019 | Vídeos + Resultados


Este episódio do Smackdown Live (transmitido todas as terças-feiras) tem como destaque a revelação do desafiante ao WWE Championship de Daniel Bryan no Fastlane.

Para além disso, também estão confirmados os seguintes combates/segmentos:
  • The Miz fará um pedido público de desculpas a Shane McMahon
  • Os lutadores do NXT farão outra aparição?
  • Charlotte Flair comentará sobre o ataque sofrido nas mãos de Becky Lynch no Elimination Chamber

(clicar num número para mudar de stream)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

WWE Monday Night Raw 18.02.2019 | Vídeos + Resultados


Este episódio do Monday Night Raw (transmitido todas as segundas-feiras), tem como destaque o início do reinado da Boss and Hug Connection como primeiras campeãs de duplas femininas da WWE.

Para além disso, também estão confirmados os seguintes combates/segmentos:
  • Quais são as consequências do ataque de Becky Lynch a ambas Charlotte Flair e Ronda Rousey?
  • A Revival começa a dar as cartas da divisão de duplas
  • Finn Bálor estará ameaçado pela aliança de Bobby Lashley, Drew McIntyre e Baron Corbin?



Resultados


1) Braun Strowman vence Baron Corbin em um Tables Match após atravessá-lo por uma mesa com um "Running Powerslam".

2) WWE Intercontinental Champion Finn Bálor & Ricochet vencem Bobby Lashley & Lio Rush por pinfall após Ricochet aplicar um "630° Senton" em Rush.

3) Lucha House Party (Lince Dorado & Gran Metalik c/ Kalisto) vencem Curt Hawkins & Zack Ryder por pinfall após Dorado aplicar um "Hurricanrana" em Hawkins.

4) #DIY (NXT North American Champion Johnny Gargano & NXT Champion Tommaso Ciampa) vencem Raw Tag Team Champions The Revival (Scott Dawson & Dash Wilder) por pinfall após aplicarem um "Meeting in the Middle" em Dawson.

5) Drew McIntyre vence Dean Ambrose por pinfall após aplicar um "Claymore".

6) Aleister Black vence Elias por pinfall após aplicar um "Black Mass".

7) "Rowdy" Ronda Rousey vence Ruby Riott (c/ Sarah Logan e Liv Morgan) por submissão para reter o Raw Women's Championship após aplicar um "Cross Armbar". As demais membros do Riott Squad interferiram algumas vezes, mas não conseguiram dar brechas para que Ruby conseguisse vencer.

* Após o combate, Logan e Morgan tentaram atacar Ronda, mas ela conseguiu repelir Sarah com um "Piper's Pit" e Liv com um "Judo Throw". O programa se encerrou com o Squad tentando se recompor fora do ringue enquanto Rousey permanecia em posição de ataque.

Vídeos

IMPACT Wrestling 15.02.2019 (Especial Uncaged) | Vídeos + Resultados


Este episódio do IMPACT Wrestling, exibido simultaneamente pelo canal Pursuit e pelo Twitch, é o especial Uncaged, com destaque para um 4-Way match entre Johnny Mundo, Brian Cage, Moose e Killer Kross pelo Impact World Championship.

Para além disso, também estão confirmados os seguintes combates/segmentos:
  • Sami Callihan novamente tenta convencer Rich Swann a se juntar à oVe
  • Taya Valkyrie vs Tessa Blanchard em uma Street Fight pelo Impact Knockouts Title
  • Team Impact vs Team AAA pela Impact World Cup
  • Ethan Page vs Willie Mack

Resultados


1) Taya Valkyrie vence Tessa Blanchard em um Street Fight por pinfall para reter o Impact Knockout's Championship após aplicar um "Double Foot Stomp" através de uma mesa.

2) Willie Mack vence "All Ego" Ethan Page por pinfall após aplicar um "Stunner".

3) Team AAA (Psycho Clown, Puma King, Aerostar & AAA World Trios Champion El Hijo del Vikingo) vencem Team Impact (Eli Drake, Eddie Edwards, Fallah Bahh & Sami Callihan) em um 8-Man Elimination Tag Team Match para vencer a Impact World Cup. A ordem de eliminações foi a seguinte:
1. Puma elimina Drake por pinfall após aplicar um "Schoolboy". Edwards discutiu com Eli nesse momento, o distraindo e custando a eliminação;
2. Bahh elimina Vikingo por pinfall após aplicar um "Powerslam";
3. Aerostar elimina Bahh por pinfall após aplicar um "Crucifix";
4. Edwards elimina Aerostar por pinfall após aplicar um "Boston Knee Party";
5. Callihan elimina Puma por pinfall após aplicar um "Piledriver";
6. Clown elimina Callihan por pinfall após aplicar um "Schoolboy";
7. Clown elimina Edwards por pinfall após aplicar um "Backstabber". Drake retornou ao final do combate e acertou Eddie com seu kendo stick, dando a brecha para a vitória de Clown.

4) Johnny Impact vence Brian Cage, Killer Kross e Moose em um 4-Way Match por pinfall para reter o Impact World Chamipionship após aplicar um "Starship Pain" em Moose. No momento em que fazia o pin, Cage aplicou um "Drill Claw" em Kross e fez pin neste, mas o árbitro não percebeu e contou apenas para Impact.

* Após o combate, Cage e Johnny discutiram um pouco sobre o final do combate, mas não chegaram a brigar. O programa se encerra com o campeão subindo a rampa enquanto Brian permanecia no ringue.

Vídeos

domingo, 17 de fevereiro de 2019

WWE Elimination Chamber 2019 | Vídeos + Resultados


Uma nova divisão nas mulheres, um campeão a desafiar o planeta e o rumo da Wrestlemania pode ser mudado em grande neste PPV. Mais uma edição anual do WWE Elimination Chamber que conta com vários combates pelo títulos da WWE.

O grande destaque deste card vai para os novos WWE Women's Tag Team Championship que irá ser disputado dentro da jaula por várias equipas quer do Raw quer do Smackdown Live.

Para além disso, ainda teremos o campeão Daniel Bryan a defender o seu WWE Championship dentro da jaula, onde irá defrontar 5 dos melhores lutadores do Smackdown neste momento.

Os combates confirmados para o evento são os seguintes:

CARD

WWE Championship
Elimination Chamber Match
Daniel Bryan © vs. Jeff Hardy vs. Kofi Kingston vs. "The Phenomenal" AJ Styles vs. Randy Orton vs. Samoa Joe

WWE Women's Tag Team Championships
Elimination Chamber Match
Boss and Hug Connection (Sasha Banks & Bayley) vs. Fire and Desire (Sonya Deville & Mandy Rose) vs. FAbulous Glow (Naomi & Carmella) vs. Samoan Slaughterhouse (Nia Jax & Tamina Snuka) vs. The Riott Squad (Liv Morgan & Sarah Logan) vs. The IIconics (Peyton Royce & Billie Kay)

No-Disqualification Match
Braun Strowman vs. Baron Corbin

Raw Women's Championship Match
Ronda Rousey © vs. Ruby Riott

Intercontinental Championship
2-On-1 Handicap Match
Lio Rush & Bobby Lashley © vs. Finn Bálor

Smackdown Tag Team Championship Match
The Miz & Shane McMahon © vs. The Usos (Jimmy & Jey Uso)

KICKOFF SHOW

WWE Cruiserweight Championship Match
Buddy Murphy © vs. Akira Tozawa


PREVIEW


Para ler a preview da equipa, basta clicar na palavra a seguir: AQUI


Resultados


1) Buddy Murphy vence Akira Tozawa por pinfall para reter o WWE Cruiserweight Championship após aplicar um "Murphy's Law".

2) The Boss and Hug Connection (Bayley & Sasha Banks) vencem Fabulous Glow (Carmella & Naomi), Fire and Desire (Mandy Rose & Sonya Deville), Samoan Slaughterhouse (Nia Jax & Tamina Snuka), The Riott Squad (Liv Morgan & Sarah Logan) e The IIconics (Billie Kay & Peyton Royce) em um Elimination Chamber Match PARA SE TORNAREM AS PRIMEIRAS WWE WOMEN'S TAG TEAM CHAMPIONS. A ordem de eliminações foi a seguinte:
1. Fabluous Glow pelas IIconics por pinfall após aplicarem uma combinação de "Jackknife" e "Sunset Flip" em Naomi;
2. IIconics pela Samoan Slaughterhouse por pinfall após aplicarem "Samoan Drops" em ambas Royce e Kay;
3. Riott Squad pela Samoan Slaughterhouse por pinfall após Snuka aplicar um "Superfly Splash" em ambas Morgan e Logan;
4. Samoan Slaughterhose por Boss and Hug Connection e Fire and Desires por pinfall após as quatro lutadores fazerem pin ao mesmo tempo em Sunka;
5. Fire and Desire pela Boss and Hug Connection por submissão após Banks aplicar um "Modified Bank Statement" em Deville.

* Após o combate, as campeãs são entrevistadas, com Banks dizendo que ninguém sabia o quão duro elas tinham trabalhado para conseguir aqueles cinturões, e que aquela vitória não era só por elas ou pelos fãs, mas sim por toda a divisão feminina. Bayley diz que aquele era apenas o começo das mudanças, e que elas continuariam a dar seu melhor para mostrar que eram as verdadeiras campeãs de duplas da WWE.

3) The Usos (Jimmy & Jey Uso) vencem The Best Tag Team in the World (Shane McMahon & The Miz) por pinfall PARA SE TORNAREM OS NOVOS SMACKDOWN TAG TEAM CHAMPIONS após Jimmy reverter um "Skull Crushin Finale" de Miz em um "Lateral Press".

* Após o combate, Miz e Shane lamentaram juntos a derrota, com o "A-Lister" ajudando McMahon a voltar para os bastidores.

4) Finn Bálor vence Bobby Lashley & Lio Rush em um 2-on-1 Handicap Match por pinfall PARA SE TORNAR O NOVO WWE INTERCONTINENTAL CHAMPION após aplicar um "Coup-de-Gráce" em Rush.

* Após o combate, Bobby agarrou Rush, dando a entender que iria atacá-lo, mas depois se acalmou e o soltou. Em seguida, ele chamou o jovem para irem embora juntos, mas o segurou e lhe aplicou um "Chokeslam", indo embora sozinho.

5) "Rowdy" Ronda Rousey vence Ruby Riott por submissão para reter o Raw Women's Championship após aplicar um "Cross Armbar".

* Após o combate, Charlotte Flair, que estava assistindo a luta ao lado do ringue, foi encarar a campeã, sendo interrompida pela chegada de Becky Lynch, que veio ao ringue de muletas. Ao chegar lá, Becky atacou Flair violentamente com os objetos, e depois ofereceu um à Rousey para se juntar a ela no ataque. Entretanto, Lynch também atacou Ronda brutalmente, enquanto continuava espancando Charlotte, parando apenas quando árbitros e seguranças vieram impedi-la. Ela aceitou ir embora sem criar outros problemas, deixando Flair caída e Rousey, sangrando, enraivecida no ringue.

6) Baron Corbin vence Braun Strowman em um No Disqualification Match por pinfall após aplicar um "Triple Powerbomb" junto a Drew McIntyre e Bobby Lahsley em Strowman através de duas mesas. Bobby e Drew apareceram próximo ao final da luta, e dizimaram Braun junto a Corbin, que tentou revidar de início mas foi rapidamente controlado pelo trio de heels.

7) Daniel Bryan vence "The Phenomenal" AJ Styles, Randy Orton, Kofi Kingston, Samoa Joe e Jeff Hardy em um Elimination Chamber Match para reter o WWE Championship. A ordem de eliminações foi a seguinte:
1. Joe por Styles por pinfall após aplicar um "Phenomenal Forearm";
2. Hardy por Bryan por pinfall após aplicar um "Knee Plus";
3. Styles por Orton por pinfall após aplicar um "RKO";
4. Orton por Kingston por pinfall após aplicar um "Trouble in Paradise";
5. Kingston por Bryan por pinfall após aplicar um "Knee Plus".

* Após o combate, Xavier Woods e Big E vieram ao ringue para consolar e ajudar Kofi. O programa se encerra com o trio voltando aos bastidores enquanto Kofi é ovacionado pelo público.

Vídeos

Three Amigos - Capitulo XII - Big Trouble in Tokyo Dome



O "Three Amigos" é um podcast, fruto de uma parceria entre o Wrestling Noticias e o Forum de Pro Wrestling, sendo que, agora irá também fazer parte do SmarkDown.

Até ao momento, os "Three Amigos" eram conduzidos por 3 pistoleiros do faroeste digital, eiswndwdnwibdwdod ninguém lê isto mesmo,né? Se leram, vamos começar uma hashtag! Coloquem aí nos comentários #MakeSmarkDownGreatAgain e deixem aí um comentário gostos sobre este podcast. Vamos chegar aos 100 mil likes e aos 5000 comentários!
Nesta edição, os "Three Amigos" recebem um sábio feiticeiro nómada, acabado de regressar ao seu país natal após uma viagem até ao Japão, onde desenvolveu a fundo as suas habilidades em magia negra ao assistir a horas e horas de wrestling, encontros imprevistos com veteranos assassinos e a mística do Tokyo Dome e do Koraken Hall.



Também tu o poderás fazer, se tiveres a audácia de ouvir este podcast. Pelo caminho irás obviamente ouvir outras histórias ou relação do Japão com o hentai.

Descobre tudo isto e muito mais nesta nova edição!


Edição:PoD


Fórum de Pro Wrestling
http://fpwrestling.forumeiros.com

WWE Elimination Chamber 2019 | Preview


Uma nova divisão nas mulheres, um campeão a desafiar o planeta e o rumo da Wrestlemania pode ser mudado em grande neste PPV. Mais uma edição anual do WWE Elimination Chamber que conta com vários combates pelo títulos da WWE.

O grande destaque deste card vai para os novos WWE Women's Tag Team Championship que irá ser disputado dentro da jaula por várias equipas quer do Raw quer do Smackdown Live.

Para além disso, ainda teremos o campeão Daniel Bryan a defender o seu WWE Championship dentro da jaula, onde irá defrontar 5 dos melhores lutadores do Smackdown neste momento.

Os combates confirmados para o evento são os seguintes:

CARD

WWE Championship
Elimination Chamber Match
Daniel Bryan © vs. Jeff Hardy vs. Kofi Kingston vs. AJ Styles vs. Randy Orton vs. Samoa Joe

WWE Women's Tag Team Championships
Elimination Chamber Match
Sasha Banks & Bayley vs. Sonya Deville & Mandy Rose vs. Naomi & Carmella vs. Nia Jax & Tamina vs. The Riott Squad (Liv Morgan & Sarah Logan) vs. The IIconics (Peyton Royce & Billie Kay)

No-Disqualification Match
Braun Strowman vs. Baron Corbin

Raw Women's Championship Match
Ronda Rousey © vs. Ruby Riott

Intercontinental Championship
2-On-1 Handicap Match
Lio Rush & Bobby Lashley © vs. Finn Bálor

Smackdown Tag Team Championship Match
The Miz & Shane McMahon © vs. The Usos (Jimmy & Jey Uso)

KICKOFF SHOW

WWE Cruiserweight Championship Match
Buddy Murphy © vs. Akira Tozawa


PREVIEW

KICKOFF SHOW




WWE Cruiserweight Championship Match
Buddy Murphy © vs. Akira Tozawa

Chris JRM – Eventualmente ele ia encontrar o Itami, não ia? Pronto, a coisa não parece andar encaminhada muito direita para isso, mas há bons adversários para Murphy. Apesar que é bem certo que seja o mais ideal que lá tenham por agora para ser Cruiserweight Champion e representar a divisão, na Wrestlemania.

E que tenha um merecido grande combate, esta rapaziada esfola-se e dão, assiduamente, uma hora muito boa de wrestling multifacetado num programa que, mesmo não sendo o mais visto, tem uma imensa qualidade subvalorizada.

Levam-nos a PPV e roubam Kickoff e ainda vão roubar uma grande porção do show principal. Perguntem lá a malta que competiu na Royal Rumble? E deixem-nos. Deixem-nps fazer isso à vontade. Não lhes querem dar destaque maior? Pronto, fica um programa de culto, não é um mau estatuto. Desde que os grandes combates continuem a vir. Bora lá roubar mais uma fatia gorda do show, já que têm os performers para isto.

Na Rumble foi com mais dois, mas só estes já chegam. Que Murphy consiga uma retenção extraordinária para partir para a Wrestlemania em grande e que Tozawa também faça o que sabe para reforçar que é um ex-Campeão e ainda há de o voltar a ser. Quem se segue para a Wrestlemania? O Kushida? Twist: é o Itami!

Vencedor: Buddy Murphy (AINDA CAMPEÃO)

Carlos Reis – Mais um pedra no caminho do nosso Buddy, que até então, tem tido um reinado de muito proveito e excelentes combates. Mas mesmo assim falta alguma coisa ao 205Live que permita mais destaque não só aos combates, mas também ao titulo em si. Mas antes de deambular vamos falar do combate. Vencedor, Buddy Murphy e portanto seguimos em frente.

Com a wrestlemania a porta e olham para o plantel do 205Live, não existe ninguém credível ou ao nível que estava o Mustafa Ali para retirar o titulo ao Buddy.

Faria falta subir alguém do NXT ou mesmo do NXT UK para esta divisão? Sim, faria todo o sentido e espero bem que o façam antes da Wrestlemania.

Vencedor: Buddy Murphy (AINDA CAMPEÃO)

PAY-PER-VIEW


Smackdown Tag Team Championship Match
The Miz & Shane McMahon © vs. The Usos (Jimmy & Jey Uso)

Tomás Cunha – Este vai ser o espaço reservado à comédia no show.

Os Usos são fantásticos no ringue, o Miz é competente e o Shane… bem, o Shane… best in the world. Pessoalmente estou a gostar desta história entre o Miz e o Shane bem mais do que esperava há dois meses atrás, mas ainda há trabalho a fazer antes de os separar – caso o combate na WrestleMania for, realmente, acontecer.

Não me acredito que aconteça aqui a separação da equipa.

A questão aqui é: será que eles perdem os títulos, mesmo não se separando? Seria uma maneira de o fazer, com a separação a acontecer possivelmente no Fastlane ou num episódio do SmackDown mais lá para a frente. Será que o Shane desqualifica a equipa, eles mantêm os títulos mas começa a haver alguma desconfiança entre os dois? Também poderia ser. Ou poderá também acabar limpo.

É difícil de prever, mas de qualquer das formas, já que são campeões apenas há duas semanas, vou dizer que o Miz e o Shane ganham aqui e ficam com os títulos mais um mês.

Vencedores: The Miz & Shane McMahon (AINDA CAMPEÕES)

Tiago Cervantes – Eu acho que esta “rib” com o Shane já se tornou uma enorme piada depois de terem vencido os títulos…

Eu quero imenso que os Usos vençam, mas graças à ações de Jimmy Uso, pode não acontecer…

Vencedores: The Usos (Jimmy & Jey Uso) (NOVOS CAMPEÕES)



Intercontinental Championship
2-On-1 Handicap Matchp
Lio Rush & Bobby Lashley © vs. Finn Bálor

Tomás Cunha – Este combate é estranho, mas tem imenso talento ali envolvido.

Espero que o Rush tenha oportunidade de brilhar e de mostrar aos fãs do “universo WWE” o quão estupidamente fantástico ele é. O Finn Bálor não consegue ter um mau combate com ninguém, e o Lashley (se não tiver irmãs metidas ao barulho) consegue ser extremamente eficaz se usar o seu ponto forte (força) para anular os comeback’s do Bálor.

Vou prever uma defesa com sucesso por parte do Bobby Lashley do título intercontinental, muito possivelmente com ele a fazer o pin, mas não de forma limpa – de forma a conduzir-nos a um Bobby Lashley vs. Finn Bálor na WrestleMania, um contra um e com o Bálor a vencer aí o título.

Vencedores: Bobby Lashley © & Lio Rush (AINDA CAMPEÃO)

José Pedro Barbosa – O claro Main-Event da noite. Um combate com um booking tão genial. Pensado com todo o tempo do mundo e visão de futuro, esta feud é patrocinado pelo tio Vince, que se reparou com um Balor que foi dizimado por Lesnar (aquele ataque no final do combate significou imenso…) e não tinha mais nada para fazer.

Ai, Main Roster Finn, a pena que tenho de você…, contudo, não desanimem! Teremos um combate handicap pelo título Intercontinental!!!! Lio Rush a entrar no combate, para a vitória do Finn parecer credível aos olhos de um milionário senil! Ah, e com o objetivo claro de alargar a feud e deixar-nos a perguntar: quais são os planos para Balor?

Defender um título que ele conquistou porque não conseguiu conquistar o que queria? Parece-me super credível e eleva não só o wrestler, como o título… os meus dedos querem ser mais corrosivos, acho que é melhor parar para não ganhar calos… Parabéns Vince, mais uma feud superinteressante.

Mal posso esperar pelo DVD do Melhor do Raw de 2019, quer dizer, deve vir em disquete se calhar, por ser de tamanho pequeno…

Vencedor: Finn Balor (NOVO CAMPEÃO)



Raw Women's Championship Match
Ronda Rousey © vs. Ruby Riott

Tomás Cunha – A vencedora aqui nem se coloca em questão.

O trabalho da Ruby aqui vai ser fazer de Dolph Ziggler (contra Edge e CM Punk nas Royal Rumble 2011 e 2012, respetivamente) – todos sabemos que não vai para a WrestleMania com o título, mas… espera aí, será que não vai mesmo? A Ruby não vai ganhar, mas espero mesmo muito que ela (e a Ronda) me consigam fazer acreditar numa troca de título com um fantástico combate, pois será importantíssimo para a carreira da líder das Riott Squad.

Este combate irá em muito determinar o futuro a longo prazo da Ruby, que tem tudo para ter sucesso na empresa. Ronda Rousey ganha rumo à WrestleMania, Ruby vai ser número ou na Battle Royal ou num combate qualquer pelo título de equipas feminino.

Vencedora: Ronda Rousey (AINDA CAMPEÃ)

Fábio Santos – Não há a menor dúvida que a Ronda tem a sua adversária bem definida para a WrestleMania e portanto isto será apenas uma cortesia para a Raw Women's Champion!

Ainda para mais a pretendente, apesar de ter uma qualidade de wrestling boa, não está neste momento ao nível da campeã mas espero que, tal como no passado a Ronda conseguiu sacar da Nia Jax os melhores combates da carreira da Nia, consiga fazer o mesmo com Ruby pois esta, sendo líder de um grupo precisa de ser levada a sério como tal.

Não tenho dúvidas nenhumas da vencedora e apesar de parecer somente um combate de aquecimento para a Ronda, que seja mais do que isso e que Ruby surpreenda.

Vencedora : Ronda Rousey (AINDA CAMPEÃ)



No-Disqualification Match
Braun Strowman vs. Baron Corbin

Carlos Reis – Agora sim, finalmente um combate fresco e novo. Dois gajos grandes, em que um deles é um “pussy” e o outro um monstro e que vão lutar que nem louco e usar cadeiras, mesas, escadas, degraus e tantas coisas mais que irá fazer um combate Hardcore parecer fraquinho quando comparado com estes meninos.

(Entretanto o autor deste texto caiu da cadeira devido a ter adormecido durante a escrita e estar a sonhar de forma estúpida)

Huh??? Outra vez estes 2? mas porque raio tenho de ver este combate novamente. Espera, já sei, o Braun volta de lesão e agora queremos que ele seja “face” então vamos coloca-lo contra um heel de topo. Parece-me bem, mas só uma questão, desde quando é que Baron Corbin é um Heel de topo??

Enfim, Tio Vince acorda pá vida carago.

Vencedor: Braun Strowman

Chris JRM – Já faz um tempo que eles têm bastantes problemas por resolver, é daquelas feuds que mal nos apercebemos que já dura há meses sem uma resolução propriamente dita, mas que até parece difícil de se notar porque tanto um como outro parecem andarem feud com meio mundo. E quase quenos esquecemos que isto é um semi-rematch, uma emenda, do combate que já ficara por concretizar no TLC e que, já aí, levavam heat de meses.

Junte-se a isso a parte de que o combate marcado acaba por parecer algo que já tenhamos visto no Raw, mesmo que nem por isso. E mesmo depois de nos lembrarmos que é realmente combate para ser disputado em PPV, fica a sensação de ser apenas um combate mediano de Raw. Então lá se decidem a acrescentar-lhe a estipulação de "No DQ" para tornar as coisas mais entusiasmantes. E já deve chegar de ver tanta mancha no combate, são incidentes corrigíveis, e o combate até tem tudo para ser jeitoso. Está tudo aberto para a pancada, para a interferência - há muito nome "major" que não está agendado no card mas que ainda deve ser pago pela participação - e para um ou outro momento "OMG" às mãos de Braun Strowman.

Mesmo que Corbin vá acumulando vitórias e que até lhe fizessem bem umas manhas para sacar de uma assim de maior implicação, e potencialmente tendo muito gorila a auxiliá-lo, acredito no triunfo de Strowman. Sem grande ideia do rumo que qualquer um dos dois tomará a seguir.

Vencedor: Braun Strowman



WWE Women's Tag Team Championships
Elimination Chamber Match
Sasha Banks & Bayley vs. Sonya Deville & Mandy Rose vs. Naomi & Carmella vs. Nia Jax & Tamina vs. The Riott Squad (Liv Morgan & Sarah Logan) vs. The IIconics (Peyton Royce & Billie Kay)

Tiago Cervantes – Na minha opinião, este combate foi muito mal estruturado e passado umas semanas, o titulo quase foi esquecido pelos fãs devido à falta de interesse.

Metade das equipas foram feitas na hora e só três delas (Samoan Slaugtherhouse, The IIconics e Sasha & Bayley) é que são capazes de vencer o combate.

Eu vou meter o meu dinheiro na Samoan Slaughterhouse pois assim ganhariam mais heat com os fãs e depois na WrestleMania, podemos ter um “babyface crowning” possivelmente com a Sasha e a Bayley.

Vencedoras: Samoan Slaughterhouse (Nia Jax & Tamina) (NOVAS CAMPEÃS)

Fábio Santos – Honestamente falando, foi das piores construções de coroar primeiros campeões de sempre... Só há honestamente duas equipas aqui que merecem ser as campeãs!

Bayley e Sasha Banks pelo simples facto de serem as duas que mais queriam que isto se tornasse realidade na WWE e pelo facto de serem aquela dupla de "Friend-enemies" que tem qualidade de se ver no ringue.

A outra equipa seriam a Nia Jax e a Tamina pelo simples facto de serem uma equipa bem construída desde que a WWE as formou há uns meses atrás e portanto sendo que foram estas as responsáveis por terem colocado Sasha e Bayley a lutar em primeiro dentro do "Elimination Chamber Match" deixou-as numa boa posição de dominarem.

Confesso que estou super desiludido, pois tens equipas como as IIconics que têm andado super desaparecidas e de repente já são as maiores... As Riott Squad a mesma história! E depois surgem equipas aleatórias como a Naomi e a Carmella que, para mim são aquelas que estão longe de serem pretendentes aos titulos, quanto mais competirem para serem as primeiras campeãs!

A Sonya e a Mandy são aquela equipa no escuro e a ter em conta... Mas não vão ser as primeiras campeãs, por serem das mais recentes ali! Aposto na Sasha e Bayley para serem as primeiras campeãs e espero que surpreenda este combate!

Vencedoras: Sasha e Bayley (NOVAS CAMPEÃS)



WWE Championship
Elimination Chamber Match
Kofi Kingston vs. Jeff Hardy vs. Daniel Bryan © vs. AJ Styles vs. Randy Orton vs. Samoa Joe

José Pedro Barbosa – Uma pena que o conceito Elimination Chamber se tenha tornado, junto como o TLC e o Hell In a Cell, um evento anual.

Combates deste género, com esta suposta barbaridade, deviam ter um booking consistente e feuds fortes e não só ocorrer por estarmos em fevereiro… bem, no que toca a este combate, admito que o meu interesse aumentou drasticamente devido ao que aconteceu no último SmackDown.

Infelizmente, devido a lesão, Mustafa Ali não vai poder entrar na Chamber, contudo, o substituto encontrado foi, nada mais, nada menos, do que Kofi Kingston! Um senhor que está há 11 anos da WWE, um símbolo de consistência e de qualidade no Main Roster, que merece esta e muitas outras oportunidades. Depois dos seus 60 minutos no Gauntlet Match no SmackDown, Kofi mostrou o que se sempre mostra, revelando que os fãs não se importariam nada de ver um Kingston conquistar o que nunca conseguiu e a criação de uma nova dimensão para os New Day.

Na minha honesta opinião, a rivalidade New Daniel Bryan vs New Day na Wrestlemania é a que faz mais sentido, tendo em conta o teor das personagens e os possíveis caminhos da feud. Neste caso, uma vitória de D.Bryan neste combate seria o ideal, deixando o título e a sua personagem ganhar mais momentum, guardando uma possível vitória de Kofi Kingston para a Wrestlemania. Vão fazer isto? Duvido, porque onde ficaria Aj Styles para o Grande Palco? Todavia, Kofi merece.

Acho que se rezar muito por ele, isso pode acontecer… um dia… quem sabe… talvez não.

Vencedor: "The New" Daniel Bryan (AINDA CAMPEÃO)

Tiago Cervantes – Sinceramente, eu acho que nós adoraríamos ver o Kofi Kingston como Campeão de WWE, depois do gauntlet match desta semana no SD Live.

Mas infelizmente, ele não vai vencer… a própria WWE anda a dar muita atenção à possibilidade dele ganhar e isso comprova que vai ser logo eliminado no combate.

O mais provável é o Bryan manter o titulo até à Mania, mas eu ainda tenho uma pequena esperança que o Samoa Joe possa vencer.

Vencedor: "The New" Daniel Bryan (AINDA CAMPEÃO) ou Samoa Joe NOVO CAMPEÃO



PS: Não esquecer que, daqui por umas horas começará a transmissão ao vivo do WWE Elimination Chamber, que contará com o habitual "chat" para podermos conversar e as "streams". Bom PPV para todos!

A minha primeira memória de... uma Elimination Chamber

John Cena resistiu às investidas de Carlito e Chris Masters
A primeira Elimination Chamber de que tenho memória foi uma que... não cheguei a ver. E passo a explicar: o combate ocorreu no New Year's Revolution 2006, precisamente o último pay-per-view a não ser transmitido em Portugal, numa altura em que eu ainda não tinha Internet. Porém, lembro-me perfeitamente dos Monday Night Raw que antecederam o evento, do desfecho do mesmo e do que se seguiu.

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Wrestling e Vinho Tinto #23 | Indo de CP para a Wrestlemania (Ou não)


Broas Pessoal,

A Câmara das Eliminações está a chegar!!!

Teremos tag-teams femininas, lutas pelo um título de madeira, um combate sem desclassificação que irá determinar o campeão mundial do enchimento de chouriços, que mais podemos pedir??? Já sabemos, um Podcast de WeVT a explanar todos os possíveis cenários com a parvoíce e sabedoria do costume?? Estão prontos? Se não estão, estivessem...

Porque isto é...

WRESTLING E VINHO TINTO!!!!

Wrestling Notícias

Youtube: WrestlingNoticias
Facebook: @Wrestlingnoticias
Twitter: @WNoticias
Instragam: @wnoticias
Email wrestlingnoticias@gmail.com

Wrestling e Vinho Tinto

Youtube: @Wrestlingevinhotinto
Twitter: @Polverine93 e @CReyes9
Itunes: Wrestling e Vinho Tinto
Podbean: Wrestling e Vinho Tinto
Spotify: Wrestling e Vinho Tinto
Email wrestlingtinto@gmail.com



E pessoal, façam as vossas perguntas, deixem os vossos comentários, seja na nossa página, na do Wrestling Noticias ou no Youtube.




sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

WN Apostas 2019 (1ª Temporada) | WWE Elimination Chamber


Uma nova divisão nas mulheres, um campeão a desafiar o planeta e o rumo da Wrestlemania pode ser mudado em grande neste PPV. Mais uma edição anual do WWE Elimination Chamber e damos as boas-vindas à primeira e renovada temporada de apostas de 2019 do Wrestling Notícias, em que como já tiveram oportunidade de ver, o sistema mudou completamente.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

WWE NXT UK 13.02.2019 | Vídeos + Resultados


A WWE apresenta mais um episódio da sua mais recente brand NXT UK.
Como destaques grandes do Card tivemos:
  • Pete Dunne enfrenta Wolfgang
  • Noam Dar duela Jordan Devlin
Para ver o show, basta clicar no Play.

WWE Edge And Christian Show | Season 2 Episódio 10 (12.02.2019)


O Edge And Christian Show é um programa original da WWE Network.

Edge e Christian foram uma das tag teams mais empolgantes e imprevisíveis da história da WWE.

Agora apresentam seu próprio programa sempre cheio de travessuras inusitadas, que se familiarizaram durante seu tempo no Ring.



Vídeos


Season 2 Episódio 10


Season 2 Episódio 9


Season 2 Episódio 8


Season 2 Episódio 7


Season 2 Episódio 6


Season 2 Episódio 5


Season 2 Episódio 4


Season 2 Episódio 3


Season 2 Episódio 2


Season 2 Episódio 1




WWE Total Bellas (Season 4) 11.02.2019 | Vídeos (4º Episódio)


Devido ao sucesso que tiveram desde a primeira temporada do Total Divas, a WWE continua a apostar nos "reality shows".

As Bella Twins (Nikki e Brie Bella) têm direito ao seu próprio programa chamado Total Bellas, onde não só mostram o dia-a-dia das suas vidas e dos seus companheiros, mas também da sua mãe e irmão.


Vídeos


Season 4 Episódio 4



Season 4 Episódio 3



Season 4 Episódio 2



Season 4 Episódio 1



Cara ou Coroa #4 - CM Punk




Para a quarta edição do Cara ou Coroa, vamos falar de um wrestler do qual temos muitas saudades, e que influenciou imenso, o cenário atual da WWE, CM Punk.

 Com uma carreira de 15 anos, CM Punk é um dos wrestlers mais influentes da atualidade, tanto pelo seu estilo no ringue, como pelas suas promos. Foi já à 5 anos que CM Punk abandonou o mundo do wrestling, após se cansar com o tratamento que recebia pela WWE, e entre as suas gimmicks, como o “Sell out” que ia abandonar a ROH pela WWE ou o “Straight Edge Savior”, o Luís Barros e o Nelson Mota vão escolher a sua favorita.




 The Summer of Punk 
Tweener- (2011)
 Escolha de Luís Barros 





Entre 2008 e 2009 eu desliguei do wrestling, tinha deixado de ser a cena fixe de se ver no meu grupo de amigos, ou seja, com cerca de 11 anos na altura acabei por ser influenciado e deixei de ver wrestling. Em 2016, numa conversa de amigos, um começou a falar sobre wrestling, e falou especificamente que o favorito dele era o CM Punk, e eu, com apenas a memória dos meus tempos de miúdo em que não percebia a magia do wrestling, só lhe disse que não o achava muito bom, que era um mau da fita que só me irritava, então, ele mostra-me a famosa “pipebomb”… 

 Fiquei viciado, quando dei por mim estava a ver vídeos e mais vídeos sobre o CM Punk e sobre wrestling. Quando eu deixei de ver era tudo muito fatela, não havia aquela intensidade e paixão colocada numa só promo. Aliás, foi aquela “pipebomb” que me despertou a atenção para o que acontece atrás do Kayfabe e me tornou o fã de wrestling que sou hoje, por isso, o CM Punk tem um lugar especial no meu amor por wrestling, e a fase/personagem que escolho dele para o Cara ou Coroa é o Summer of Punk, de 2011 onde ele estava nas bocas do mundo do wrestling e com uma só promo se tornou um dos wrestlers mais importantes da década.

 Mas vamos começar do principio, CM Punk era o líder do New Nexus, ou seja, era um heel, que tinha entrado numa feud com o John Cena pelo título da WWE, e até ao episódio do Raw de 27 de julho de 2011, estava a ser uma feud interessante, principalmente pelo facto de Punk estar sempre a anunciar que após o combate pelo título no Money In The Bank, iria abandonar a WWE com o título, mas neste episódio, tudo explodiu. Vi tantas vezes esta promo que quase a sei de cor, é, na minha opinião, a melhor promo de wrestling de todos os tempos, talvez igualadas apenas pelas entrevistas do Mankind com o JR.

Foi a primeira vez que vi o Kayfabe a ser quebrado desta forma, e não vou analisar esta promo a fundo, porque qualquer fã de wrestling por esse mundo já a viu muitas vezes. O que vou fazer é analisar o impacto dela, começando pela forma em que num só episódio, transformou CM Punk de um heel muito odiado, para um dos maiores babyfaces de sempre na WWE.

 Basta ver a reação que ele recebe quando volta da suspensão 2 semanas depois, os comentadores ainda tentam trata-lo como heel, mas não há volta a dar, CM é oficialmente adorado pelos fãs. O que se segue nas semanas seguintes é uma sequência de segmentos onde Punk mostra o porquê de ser considerado um dos melhores com o microfone, seja contra Vince Mcmahon ou contra John Cena, cada promo é ouro nas suas mãos e dá origem a uma das melhores rivalidades de sempre, a de CM Punk vs John Cena, que apesar de não reconhecida pela WWE hoje em dia, é dos momentos mais altos da carreira de ambos, principalmente do Cena.

Tudo isto culmina com aquele combate no Money in the Bank 2011, um dos melhores de sempre da WWE, onde Punk vence o título a John Cena e foge com ele pelo publico, após Vince Mcmahon o tentar evitar. Estes dois wrestlers tem uma das melhores químicas que alguma vez vi, juntar Cena com Punk num ringue é igual a ouro, e este combate foi um ponto alto em ambas as carreiras, depois disto, ninguém podia dizer ao Cena “you can’t wrestle”, não havia esse direito.

 Sem Cm Punk, a WWE decidiu fazer um torneio para coroar um novo campeão, vencido por Rey Misteryo, que o acaba por perder 2 horas depois para o Cena, porque “Cena wins, lol”. No final do combate, começa a tocar a Cult of Personality dos Living Colour, e aparece Cm Punk para uma explosão de alegria do público, e os dois campeões da WWE levantarem os seus títulos em estilo de desafio, dando origem a mais um grande combate na Summerslam, onde infelizmente, tudo começou a descarrilar um bocado…

 Muito raramente um wrestler se torna gigante por uma só promo ou combate, muitos podiam dar o exemplo de Steve Austin, mas após o “Austin 3:16” ele ainda demorou a chegar ao topo, já CM Punk, foi colocado logo num pedestal pelos fãs. E tudo porque ele era uma lufada de ar fresco numa WWE completamente estagnada pelas suas escolhas criativas e por apostar sempre nos mesmos. E se hoje vemos wrestlers como A.J Styles ou Daniel Bryan a ser bem sucedidos na WWE, eu não tenho a menor dúvida que isso se deve à ascensão de CM Punk em 2011, e que ainda hoje se sente no seio da própria WWE e no carinho que a maioria dos fãs ainda tem pelo autoproclamado “Voice of the Voiceless”.

 A rivalidade com Triple H
 Face- (2011)
 Escolha de Nélson Mota



 A importância de CM Punk na história recente da WWE é inegável, por muito que haja quem queira “apagar” o seu legado. O Straight Edge foi simplesmente brilhante em tudo o que fez e as suas promos estão até aos dias de hoje no imaginário do universo WWE.

Coincidentemente, a versão que eu gosto mais de Punk, começa exatamente onde a escolha do Luís acaba. No fundo, esta versão, mais não é do que uma extensão do Summer Punk, já que a minha versão inicia em agosto de 2011.

Há medida que Cena e Punk caminham para o Summerslam, onde se iria determinar o Undisputed WWE Champion, também Triple H começa a tornar-se uma presença assídua nos programas semanais, depois de ter substituído Vince McMahon como GM.

 O combate pelo título, no maior evento do Verão, é uma vez mais incrível e, Punk acaba por levar de vencida sobre Cena. No entanto, para surpresa de todos, o regressado Kevin Nash surgiu do público e deixou Punk estendido, permitindo Alberto del Rio cobrar a pasta e “roubar” o título a Punk.

O que mais me fascinou nesta fase de Punk, não foi de todo este regresso de Nash e esta conspiração que envolveu o ataque a Punk. O que foi mais incrível nisto tudo, era a forma como, semana sim semana sim, Punk “destruía” tanto Triple H como Kevin Nash nas suas promos, com pipebomb’s a serem o “prato da casa”. Atenção, estamos a falar de dois dos melhores de sempre!

Nash, sem argumentos continuou a atacar Punk pelas costas nas semanas seguintes e ficou marcada o combate entre estes dois no Night of Champions. Contudo, perante os ataques pessoais que Punk fazia constantemente a Triple H, principalmente envolvendo a sua mulher Stephanie McMahon, HHH acabou por se meter no caminho de Punk e substituir Nash no PPV.

 Na semana que antecedia o Night of Champions, Punk tem uma promo que guardo até aos dias de hoje. Punk tinha a capacidade de tornar as promos o mais reais possíveis. Os fãs gostavam tanto porque não pareciam de todo scripted. Por isso, guardo até aos dias de hoje, quando Punk refere o nome verdadeiro dele e do Hunter, tornando as coisas bem pessoais e, imediatamente, o seu microfone é silenciado.

Isto aconteceu mais do que uma vez e Punk, julgando que Triple H estivesse envolvido, viria a atacá-lo com esse mesmo microfone. O combate estava marcado e as estipulações estavam altíssimas: para além de ser um No Disqualification Match, caso Punk perdesse seria despedido e caso HHH perdesse, este deixava de ser COO da WWE.

 O combate viria a ser interrompido por Miz e R-Truth que atacaram ambos. Mais tarde Kevin Nash também deu o ar da sua graça, mas desta vez HHH atacou o amigo com uma marreta e aplicou o pedigree a Punk, conquistando a vitória. Punk mostrou-se indignado depois de tantas injustiças e ataques pelas costas e HHH anunciou que este estaria numa triple-threat pelo título no Hell in a Cell.

Durante o combate, Miz e R-Truth, que tinham sido despedidos depois dos ataques no PPV anterior, interferiram uma vez mais, fechando-se na cela com Puk e Cena, atacando-os brutamente e inclusivamente agrediram árbitros e cameramans. Todo o roster tentou entrar dentro da cela e por as mãos em Miz e R-Truth, principalmente Triple H que estava lívido. Quando abriram a cela Triple H atacou ambos e eles foram levados pela polícia.

 Todos questionavam o poder de Triple H e pouco a pouco Hunter foi perdendo o controlo, já que tanto os wrestlers, como árbitros e comentadores, não se sentiam seguros. Pouco tempo depois, HHH seria despedido e John Laurinatis assumiria o controlo. Esta história iria culminar no Vengeance com os dois rivais, Triple H e CM Punk a verem-se obrigados a tornar-se aliados para enfrentar o inimigo comum, R-Truth e Miz. No entanto, viriam a perder, depois de nova interferência de Nash.

 Todo este percurso em que HHH e Punk são rivais, com Punk constantemente a humilhar Triple H nas suas promos, até se verem obrigados a tornar-se aliados, constituem para mim uma boa storyline. Acaba por ser irónico, tendo em conta como terminou a ligação de Punk com a WWE.

 Bem, desta vez foi unânime a escolha. 
Concordam com as nossas escolhas?
 Qual é a vossa personagem favorita do CM Punk? 
Deixem a resposta, aqui em baixo, nos comentários.

WN Apostas 2019 (1ª Temporada) | Resultados NXT TakeOver: Phoenix e WWE Royal Rumble


Neste novo formato de apostas já temos a categoria do WWE Championship com um top 25 já preenchido, pois no final de Janeiro a WWE apresentou dois eventos e nós já temos as respostas desses mesmos. São os resultados do NXT TakeOver: Phoenix na categoria do Surprise PPV Championship e do WWE Royal Rumble na categoria do WWE Championship... boa sorte a todos que apostaram!

WWE 205 Live - 12.02.2019 | Vídeos + Resultados


Devido ao grande sucesso do CruiserWeight Classic no WWE Network, a WWE decidiu apostar numa divisão de Cruiserweights, que agora todas as terças-feiras passaram a ter um programa de 1 hora dedicado exclusivamente a eles na WWE Network chamado 205 Live.

O programa de hoje destaca um No Disqualification match entre Noam Dar e Tony Nese.

Resultados


1) "Gentleman" Jack Gallagher (c/ Drew Gulak) vence Lince Dorado (c/ Gran Metalik e Kalisto) por pinfall após reverter um "Frankensteiner" em um "Sunset Flip".

2) Tony Nese vence Noam Dar em um No Disqualification Match por pinfall após aplicar um "Running Kneese" na barreira de proteção e fazer o pin no ringue.

Vídeos