WWE Smackdown de 7 de Novembro de 2014

O Friday Night Smackdown desta semana tem como abertura um combate de jaula e onde Stardust e Goldust defendem os títulos de equipas contra os Usos. Aproveitando que a jaula está no Smackdown, Kane quer dar uma lição a Dolph Ziggler e os dois se enfrentam no main-event.

WWE NXT de 6 de Novembro de 2014

O episódio desta semana do NXT tem como principal destaque a tão aguardada estreia de Finn Balor no NXT. Em termos de combates, destaca-se o embate entre Sami Zayn e Tyler Breeze a valer uma shot ao titulo do NXT

TNA Impact Wrestling de 5 de Novembro de 2014

O Impact Wrestling desta semana tem como principal destaque o final do torneio de equipas com os Hardys a enfrentarem Samoa Joe e Low Ki. Completa o show mais duas defesas de titulo, Bobby Roode defende o TNA Title contra MVP e Havok defende o titulo feminino contra Gail Kim.

WWE Main Event de 4 de Novembro de 2014

O WWE Main Event desta semana tem como principal destaque um embate entre Sin Cara e Bray Wyatt. Completa o evento mais três combates com destaque para Curtis Axel que enfrenta Justin Gabriel e Tyson Kidd que enfrenta Sami Zayn

WWE Monday Night RAW de 3 de Novembro de 2014

O Monday Night RAW desta semana tem como principal destaque o anuncio de uma estipulação para o combate Team Cena x Team Authority no Survivor Series. Em termos de combates, Dolph Ziggler defende o título intercontinental contra Seth Rollins. Cesaro volta a enfrentar Dean Ambrose.

WWE PPV Hell in a Cell 2014

A WWE apresenta o Hell in a Cell. A liderar o evento estão dois combates Hell in a Cell com Dean Ambrose a enfrentar Seth Rollins e John Cena a bater-se mais uma vez contra Randy Orton num combate a valer uma title shot ao título da WWE. O PPV terá ainda várias defesas de titulo e Big Show contra Rusev..

«

quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Road to WWE Survivor Series 2014 I


A WWE apresenta no próximo Domingo um dos seus maiores PPV`s anuais e com mais história, o Survivor Series. Em destaque no show está o tradicional combate de eliminação do Survivor Series que colocará a Team Cena conta a Team Authority e tendo o combate duas estipulações associadas. Antes do PPV apresentamos os melhores combates e a história do evento....

Pro Wrestling in Pictures (216) Al Snow faz a dança da fusão com The Rock

Mais um Pro Wrestling in Pictures que tem por objectivo mostrar o melhor e o pior do wrestling basicamente em imagens mas sempre com um toque de humor presente e hoje com uma edição diversificada! Relembro se quiserem podem enviar as vossas fotos para wrestlingnoticias@gmail.com que as melhores serão publicadas... 

TNA Impact Wrestling 19.11.2014 - Resultados + Videos | Defesa do titulo feminino e da X-Division



O Impact Wrestling desta semana tem como principal destaque a defesa do titulo feminino por parte de Havok contra Gail Kim e Tary Terrell. O titulo da X-Division têm um novo campeão pois este é disputado num four way com Low Ki, Tigre Uno, DJZ e Manik. Foco ainda para um No DQ Mtch entre Bram e Tommy Deamer...

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

Puroresu Channel 2014 XLI - Final da Global League 2014 & Aniversário de Keiji Muto com regresso de Alberto del Rio ao Japão


É o regresso do Puroresu Channel com o melhor do puroresu. A edição desta semana apresenta a final do maior torneio anual de singulares da Pro Wrestling NOAH, a Global League que tem os grandes nomes do roster a competir pelo troféu. Completa o espaço o show do trigésimo aniversário de carreira de Keiji Muto que apresentou um grande evento na Wreste-1 e ainda os melhores combates do aniversário da All Japan.......

WWE Network - The Monday Night War - WWE vs. WCW – Episodio 13 - Divas Gone Wild


Com o objectivo de aumentar o conteúdo do WWE Network, a WWE apresenta um conjunto de episódios que irão abordar as The Monday Night Wars. O episódio desta semana da série apresenta a importância das Divas nesta guerra e onde por vezes os limites eram ultrapassados...

Who’s Next?

WWE Main Event 18.11.2014 - Resultados + Videos | Bray Wyatt x Jack Swagger


O WWE Main Event desta semana tem como principal destaque o embate entre Bray Wyatt e Jack Swagger. A completar o evento estão mais três combates. Na acção feminina, Paige enfrenta Alicia Fox e na acção de equipas os Usos enfrentam Stardust e Goldust e Tyson Kidd e Natalya enfrentam The Bunny e Adam Rose.......

terça-feira, 18 de Novembro de 2014

Zona Indy 2014 (45) Resultados, Notícias e Cards | HOH de Tommy Dreamer é mais uma vez um sucesso com vários ex-WWE e com o regresso da dupla Alberto del Rio e Ricardo Rodriguez & Kurt Angle ataca Chris Hero na JAPW

É o regresso do Zona Indy com o melhor do wrestling independente. O espaço de hoje apresenta os resultados do fim-de-semana que teve um show da House of Hardcore, da ROH e dois da Chikara e ainda o show de aniversário da JAPW. Completa o espaço as noticias do panorama independente com destaque para o rescaldo do show da House of Hardcore e da JAPW....


WWE Monday Night Raw 17.11.2014 - Resultados + Videos | Survivor Series Go Home Show



O Monday Night RAW desta semana é o último grande show antes do PPV Survivor Series do próximo Domingo. Em destaque no show estão o finalizar das equipas Team Cena e Team Authority para o PPV. Dolph Ziggler coloca em jogo o titula Intercontinental contra Luke Harper. Foco ainda para os embates Brie Bella contra Nikki Bella e Ryback frente a Cesaro...

Os Deztaques da Semana #3 (10.11.14 - 16.11.14)

Olá a todas e a todos, eu sou o PyroMANiac e este é o meu artigo. O meu artigo vai basear-se nos dez lutadores, ou lutadoras, que se destacaram a meu ver em todas as semanas, no RAW, no Main Event, no Impact, no NXT e no SmackDown e claro nos PPV's que acontecerem na semana em análise. Bom, espero que gostem e comentem. Estes são Os Deztaques da Semana!




10º Lugar - Austin Aries

O antigo Campeão Mundial da TNA bateu-se bem contra outro ex-Campeão Mundial, Bobby Lashley, contudo não foi suficiente para vencer o seu adversário. Aries fez de tudo, e até encarnou por um momento Mike Tyson, quando decide morder Lashley para tentar ganhar vantagem. Certo é que Austin foi até ao limite arriscando a sua integridade física só para vencer Bobby Lashley mas, devido à raiva e agressividade que o ex-Campeão Mundial tem acumulada, devido à perda recente do título para Roode, Aries não consegue derrotar Lashley. 



9º Lugar - Sami Zayn

Bom parece que Sami continua sem conseguir vencer o combate mais importante. Desta vez Zayn esteve tão perto que todos nós acreditamos que era desta que ele iria conseguir, mas infelizmente, Adrian Neville aproveitou uma distração causada pela sua aparente lesão para fazer o pin a Sami Zayn. Mas analisemos o combate um pouco mais a pormenor. Sami começou melhor, cheio de confiança para conseguir finalmente vencer o combate pelo título, depois foi a vez de Neville tomar o controlo do combate até ao momento em que Zayn aplicou a sua powerbomb, de seguida vieram os German Suplexes até ao momento do Hulumba Kick que é revertido pelo seu adversário. Depois o Red Arrow em que Sami consegue escapar a tempo mas Adrian Neville lesiona-se e, o resto é história. Desce dois lugares em relação à semana passada.




 8º Lugar - Ryback

Pode gostar-se ou não do big guy mas é certo que as atenções giraram à volta dele esta semana. Na segunda-feira, Ryback parecia que ia juntar-se à Autoridade depois daquele ataque a Cena, mas depois no combate entre os dois no main event do RAW Kane resolve intervir, algo que deixou Ryback irritadíssimo. No SmackDown, Ryback vence por desqualificação devido a utilização De uma cadeira por parte do Director de Operações da WWE. Mantém-se na mesma posição em relação há duas semanas.



7º Lugar - Tyson Kidd

Parece que Kidd está a ter cada vez maior destaque nos programas principais da WWE. Depois de aparecer no RAW a vencer Adam Rose, aparece também no Main Event e ganha mais um combate, contra Sami Zayn. Devo confessar que Tyson Kidd foi o lutador que mais me impressionou no combate pelo título Intercontinental no SmackDown. Kidd fez de tudo para ganhar o título, conseguiu reverter manobras em alturas importantes do combate e tenho a destacar aquela powerbomb que fez no canto a Cesaro e que Ziggler sofre o superplex.



 6º Lugar - Finn Bálor


Se a semana passada conseguiu um lugar n’Os Deztaques da Semana sem ter combatido oficialmente, então esta semana com a vitória contra Tyson Kidd e Justin Gabriel merece ainda mais. O ponto de maior interesse era ver como se iria comportar no ringue e, obtivemos a nossa resposta. Finn mostrou que é realmente bom no ringue e, que tem habilidades para poder ter um bom futuro na WWE. Destacar o seu finisher que poderá ter de levar uns toques mas tem tudo para poder ser o futuro. Desce, se é que podemos considerar uma descida, dois lugares em relação à semana passada.





5º Lugar - Bray Wyatt 

 O Comedor de Mundos como é chamado tem vindo a ter maior destaque, infelizmente não tanto por aquilo que faz no ringue, mais uma vez derrotou Sin Cara sem qualquer problema, mas sim pelas suas promos em que tem exposto Dean Ambrose de forma inquietante. No SmackDown levou a rivalidade a algo mais físico atacando Ambrose quando este se preparava para ir para o ringue.


 4º Lugar - Adrian Neville
Bom eu não me quero repetir muito, tendo em conta que já analisei o combate aquando do destaque de Sami Zayn. Resta-me dizer que Adrian parece estar a encaminhar-se para um heel turn e que mantém-se como campeão do NXT. Esperemos que seja bem aproveitado quando subir ao main roster porque está aqui um bom lutador e um bom campeão.
 


 3º Lugar - James Storm

O Impact desta semana começou da forma mais surpreendente possível. Storm conquistou os títulos de equipas aos Wolves devida à mala que lhe dava a oportunidade de lutar pelos mesmos quando quisesse. Storm começou o combate sozinho mas depois apareceu Abyss para supostamente salvar os Wolves, mas apenas para ser revelado como o novo membro dos Revolution (Stable de Storm) e o resto é conhecido, Storm tem agora os títulos de equipas da TNA juntamente com Abyss.

2º Lugar -  Seth Rollins

Um bom combate contra Jack Swagger logo no início do RAW, e uma vitória categórica para o Mr. Money In The Bank. E Seth mostrou que quem se junta ou tenciona juntar à Team Cena sofre as consequências dos seus actos, e essas consequências foram, no caso de Swagger, não um mas dois Curb Stomps, Jack vai ficar a ver estrelas por alguns dias. Desce um lugar em relação à semana passada.


1º Lugar  - Dolph Ziggler

Que combate que o Campeão Intercontinental teve no SmackDown. Antes de começar a esmiuçar o combate aconselho todos os que não viram ainda o combate, para irem ver, vale bem a pena! Ziggler que tinha uma tarefa difícil ao enfrentar Cesaro e Tyson Kidd num Triple Threat Emination Match acabou por sair por cima ao vencer esse combate. Teve a capacidade de superar dois adversários que não eram fáceis e ao mesmo tempo proporcionar um combate que foi para mim o melhor da semana. Sobe um lugar em relação à semana passada.
 

segunda-feira, 17 de Novembro de 2014

WWE Vintage Collection de 16 de Novembro de 2014 - A estreias no Survivor Series


O Vintage Collection desta semana tem em destaque o PPV Survivor Series que acontecerá no próximo Domingo. O foco do programa está nas várias estrelas da WWE que se estrearam no PPV e onde se se fala de Undertaker, The Rock, Kane, Kurt Angle, Scott Stener e The Shield....

WWE Superstars 16.11.2014 | Big E x Heath Slater


A edição esta semana do WWE Superstars para além da recapitulação dos melhores momentos da semana da WWE proporciona dois combates de singulares. com Heath a enfrentar Big E e Curtis Axel a bater-se contra Sin Cara..

WWE Network - WWE Rivalries - Episódio 3 | Dusty Rhodes x Ric Flair


Com o objectivo de aumentar o conteúdo do WWE Network, a WWE apresenta um conjunto de episódios que irão abordar as maiores rivalidades da história da WWE. A segunda rivalidade em análise é entre dois Hall of Famers da WWE e que colocava a classe dos ricos e dos luxo de Ric Flair contra a classe trabalhadora de Dusty Rhodes..

domingo, 16 de Novembro de 2014

WWE, recapagem e putrefação

MMA: UFC 180: Werdum x Hunt - Resultados + Videos | Definição do campeão interino dos pesados


Na aguardada chegada do UFC no México, a divisão mais nobre do MMA conhecerá mais um campeão interino quando os populares Fabricio Werdum e Mark Hunt colidirem no octógono. O vencedor do TUF 17 Kelvin Gastelum tem o mais importante desafio de sua carreira contra o experiente Jake Ellenberger.....

sábado, 15 de Novembro de 2014

Slobber Knocker #123: Vai uma Turn?


Sejam bem-vindos à edição desta chuvosa semana do Slobber Knocker. Trago-vos um tema que, sem necessitar de uma ligação directa a algum acontecimento recente do produto televisivo semanal que acompanhamos, é algo que está sempre presente e que já tinha ideia de vir a falar há algum tempo atrás. Turns. Coisas que não são usadas só para a diversão. Também dão o seu jeito e por vezes até fazem falta.

Com Turns recentes notáveis como o regresso de Ryback, Randy Orton a voltar as costas à Authority e até o Adam Rose anda a dar uma de malévolo... Achei que dava boa altura para falar de alguns casos em que até seria curioso ver uma viragem para o outro lado.

Atenção que não me refiro propriamente a casos de necessidade, não estou a dizer que os lutadores aqui presentes precisam da Turn. Alguns até precisam. Mas a ideia geral é a curiosidade e imaginar a estreia ou regresso ao outro lado, a esta altura do campeonato ou futuro não muito distante. Atentem aos exemplos e sublinhem aqueles que também vos despertam a curiosidade:

Sheamus


Um caso de alguem a quem por acaso até já fazia alguma falta. Sheamus já demonstrou ser daqueles lutadores a quem convém ir-se mantendo em estado rotativo pois atinge o seu ponto de saturação e limite do que fazer com ele com relevância um pouco rápido. Lembremo-nos da sua falta de rumo por alturas dos finais da sua run como Heel e comparemos com os seus tempos iniciais e em que foi WWE Champion. Uma queda de cabeça.

Mas ele lá virou Face e deu a volta por cima. Recuperou força, ímpeto e notoriedade. Tinha histórias decentes e com relevância para o manter ocupado. E até os títulos voltaram. Passado algum tempo voltou ao mesmo, a uma água parada, com falta de rumo e com um título oferecido como passatempo, que mal foi aproveitado até agora altura para o perder. Está numa boa rivalidade com Rusev, agora. Logo ainda há alguns suspiros como Face, mas porque não pensar em recuperar algo após a conclusão da rivalidade - já aconteceu com Mark Henry - e termos um Sheamus renovado?

É um Superstar que precisa de um ocasional refresh e já passa dos dois anos que entrou nesta personagem há muito estagnada. Não teria grandes mudanças na Turn mas podia recuperar alguma agressividade e construir alguma streak, nem que fosse de destruição. O propósito, isso pensa-se sempre nalguma coisa. Mas abria-se um novo leque de rivalidades e até podia saltar à caça do título mais uma vez - agora não que agora a coisa anda um pouco complicada com esse título - andando com o passo certo. 

De forma a concluir:
Seria interessante ver Sheamus a Heel?: Creio que sim. Já o vimos antes e pode ter um novo sabor actualmente.
Há condições para a Turn?: Por muito que já o tentassem vender como tal, ainda não tem estatuto de "Face permanente", que é "boa pessoa porque é boa pessoa". Actualmente é um midcarder e pode mudar a qualquer altura.
Faz-lhe falta?: Posso dizer que sim. Precisa de um refresh e de recuperar momentum e já parece ter expirado como Face. Com a turn já cria espaço para mais criatividade.

Roman Reigns


Este é mais um caso de curiosidade e até de experiência. Aqui no meio até parece o que faz menos sentido e até acompanho o vosso simples raciocínio. Mas para o colocar aqui também devo apresentar sobre a mesa o meu. Afinal de contas é o indivíduo que, não fosse a sua inesperada lesão, andava a ser empurrado para ser o novo Top Face da companhia! O problema é que o empurrão já estava a ser muito à força e já estava a custar a muitos fãs engolir aquilo de bom grado. Hoje são dias diferentes, já não se fazem os babyfaces de topo como antigamente, agora o público tem muito dedo e palavra no assunto.

Roman Reigns estava a tornar-se um caso de alguém que era admiradíssimo pelos fãs até se tornar óbvio que o queriam elevar ao topo daquela forma aborrecida. E lá se foi perdendo o gosto pelo jovem promissor - ao ponto de desencadear reacções de muito maltrapilho que aproveitou logo para dizer que nunca gostou dele, é claro que há imensos casos de pessoas que nunca gostaram dele, mas no mundo internauta o que não falta são espertos como os do primeiro caso. Como se pode criar alguém para ser o favorito quando ninguém gosta dele? Sem perguntar os truques ao John Cena, as manhas desse são só dele, que fique a marca dele e que não tenha que haver agora um igual sempre.

Uma Heel Turn seria uma boa maneira de tentar começar de novo. Numa era em que os Heels parecem ser, na maioria dos casos, as personagens mais interessantes - abençoados sejam os contraditórios Dean Ambroses deste mundo - também parece ser por lá que se encontra mais por onde os fãs gostar. Com uma nova corrida a solo como Heel, podia explorar-se um lado de Reigns que podia conquistar novo interesse, permitir que se desenvolva sem ter que ser um indivíduo de sorrisinhos, criar um "badass". Porque a malta até gosta desses. E a partir daí conseguir um Face que talvez possa seguir as passadas de um Dean Ambrose, ficando para segundo plano - o contrário do planeado, sabemos, e também sabemos que essa inversão de posições deve-se muito mais a Ambrose que a Reigns. Mas não para ser da mesma forma que foi agora, senão voltamos ao mesmo. Novas características para explorar para fazer de Roman Reigns um babyface diferente e mais interessante.

Seria interessante ver Roman Reigns a Heel?: Assim o começamos a ver e o gajo era estupendo. Dos Heels com pops. Agora a solo também seria uma nova aventura interessante de se ver.
Há condições para a Turn?: Agora de baixa é um pouco difícil. Mas mesmo regressando, também não me parece. Ainda parece encaminhado para ser aquilo que planeavam e por aí devem prosseguir. Não me parece que isto seja uma ideia proposta por mais alguém além de mim e algum outro fã aqui e ali.
Faz-lhe falta?: Apesar do que argumentei, não é uma necessidade. Ainda é novo, agora é que se pode fazer muita coisa.

Kofi Kingston


Se houvesse uma edição com este tema todos os anos, este acabava por ir lá cair sempre, não é? Não é que seja um desejo insaciável o de ver Kofi a cometer maldadades, mas ele já está mais que estagnado há muito tempo e se há alguem que parece ter um grito de ajuda por um refresh selado na testa é Kofi Kingston. A fazer carreira de jobbar, ganhar um título de midcard e ter dos momentos da noite na Royal Rumble - e agora outras battle royals. No papel até parece bonito, mas ao assistirmos notamos que... Mal assistimos.

Antes de mais devo lembrar que tenho assistido às vinhetas que parecem prometer algo com ele e Xavier Woods, um "New Day". E admito que estou entusiasmado porque estou sempre entusiasmado quando algo novo está para vir. E também sou daqueles gajos que gosta de esperar para ver o que sai dali em vez de tirar logo as conclusões. Sempre muito receptivo, sou um mimo para os oficiais deles e uma praga para os fãs internautas chatos. Mas quero ver o que sai dali, às tantas ainda surpreendem e até sacam dali umas personagens Heel bizarras. Esperemos para ver, andamos a acompanhar o produto para alguma coisa.

Mas Kofi é aquele tipo de quem já se deve considerar isto há muito tempo. Lá dentro não sei o quanto isso se discute. Mas "cá fora" já é tema mais que batido. Não digo que resulte. Kofi até dá aquela impressão de ser um Face natural, a irradiar simpatia e que não consegue vender o contrário. Mas porque não experimentar para ver? É da maneira que vemos algo novo e ele também se deve divertir um pouco a fazer algo diferente e mais amplo. Se não resultar, paciência, turns são sempre reversíveis, daí serem turns. Kofi Kingston é um Superstar que consta em qualquer lista que aborde este tema há muito tempo.

Seria interessante ver Kofi Kingston a Heel?: É uma subquestão da questão "Seria interessante ver Kofi Kingston diferente?" A essa, a resposta é um sim claro. Para a outra teríamos que ver primeiro. Mas tínhamos que ver e para isso tinha que acontecer e aí entra a curiosidade. E até o tal interesse.
Há condições para a Turn?: Veremos onde dará a nova gimmick. Antes disso andava perdido e era uma questão de resgatá-lo, dar-lhe um momentum mínimo e mandar a pancada logo. Não me parece algo que fosse difícil.
Faz-lhe falta?: Faz-lhe falta qualquer coisa, é o que se sabe.

The Bro-Mans


E agora passamos, num instante para o outro lado. Tanto de personalidade como de companhia, apresentando o único caso da TNA nesta lista. A equipa constituída por Robbie E, Jessie Godderz e DJZ. Há alguma razão em particular para os virar Face? Nem por isso. São personagens cómicas que podem resultar em qualquer lado sem alterar características das personagens? Com certeza.

Admito que nunca fui fã do Jessie e até nem gostava nada dele. Em ringue ainda não me cativa. Já vejo algumas coisas, há um atletismo decente a acompanhar aquela massa toda, tem uma boa elevação, já sabe mais alguns moves. Entretanto, ainda não gosto dos seus sells. Gosto de oversells mas os seus parecem muito forçados. Mas em personagem... O gajo aos poucos até me vai caindo no goto e começa a mostrar que até tem a sua piada. Mas nesse aspecto, quem ainda reina é obviamente Robbie E, que tem um talento nato para a comédia física e acaba por ser a estrela da dupla. O "feature" é DJZ que é impecável em ringue, nem é preciso pegar mais em nada. Portanto afinal a equipa ainda é bastante sólida.

Nada se alteraria com uma Face Turn. As personagens seriam as mesmas: três parvos que vivem uma escorregadia noite de azeite. Mas da mesma forma que o fizeram para serem Heels, exactamente o mesmo podem fazer como Faces, tornando-se simplesmente no "comic relief" oficial que eles já acabam por ser. No entanto não é nada urgente. Ate estão muito bem como estão e onde estão. Apenas aqui considerados porque não seria tão trabalhoso de fazer e não existiram alterações significativas.

Seria interessante ver os Bro-Mans a Faces?: Pergunto eu. Interessante ou indiferente?
Há condições para a Turn?: Parece-me algo facílimo, não estão estabelecidos como vilões de primeira classe. Era só quererem e punham-nos a fazer macacadas do lado dos bons.
Faz-lhes falta?: Está à vista que não.

Cesaro


Ainda a puxar malta para o lado da luz, temos um indivíduo que já deu tantos indícios e tantos passos na direcção da Turn sem a selar, que ficamos a pensar se alguma vez irá acontecer ou se vai fazer vida disto. O certo é que basta um empurrão ligeiro como atacar um Heel. Ele já é adorado por fãs de qualquer forma. E porquê? Porque é um wrestler cinco estrelas. Já têm meio caminho andado por aí, logo fazem o que quiserem.

Não é algo que se considere necessário também, visto que ele até desempenha bem um Heel. Mas se recordarmos aquele seu percurso nos finais dos Real Americans em que ia encaminhado para a Face Turn - e praticamente a teve na Wrestlemania, invertendo-a apenas na noite seguinte com a sua aliança a Paul Heyman - vemos que ele tinha muito para dar com aquela nova faceta e o público estava bastante receptivo. Por cima de tudo isso - e talvez se veja como o principal factor - está aquele magnífico swing que puxa atenção a qualquer bom fã. E é divertidíssimo de se ver. Um pouco frustrante de se ouvir o público a contar mal, mas um gozo autêntico, de resto.

No entanto também necessitaria de algo importante como relevância para tal se concretizar. E muita tinha ele na altura em que para lá caminhava. Venceu aquela battle royal em memória a Andre the Giant, com uma classe estupenda e já o público delirava com o Real American Suíço. Mas mesmo sem Turn, convém que haja consistência no seu booking, já é mais que tempo que um lutador como Cesaro tenha um push a sério. Um benefício em tê-lo como Face seria ao ter um bom porta-voz internacional. Quão bem fica um tipo que sabe cinco línguas a representar a WWE por aí fora?

Seria interessante ver Cesaro a Face?: Seria, com certeza. E afirmo isso porque já se via que assim estava a ficar quando se deu aquele alarme por altura da Wrestlemania. Cesaro já é um lutador interessante de se ver, logo também há um acréscimo de interesse, ao envolver uma mudança de carácter.
Há condições para a Turn?: Assim já a correr, não sei se há. Mas não me parece das coisas que requeiram mais trabalho e acho que chegavam lá com facilidade.
Faz-lhe falta?: Faz-lhe falta um push. A Heel ou a Face, como seja, até pode ser vilão por mais um bom tempo. Mas a rotação também convém estar ali de ladinho, pronta a entrar quando seja preciso.

Erick Rowan


E para concluir aqui fica um caso curioso. O indivíduo em questão já é curioso. E a sua inclusão nisto, então é que leva o prémio. Afinal porque havia de sugerir uma Face Turn ao gigante esquisito com uma máscara, que anda atrás de alguém, fala pouco e foi recentemente emancipado do profeta Bray Wyatt e da sua Wyatt Family? Precisamente pelo tão enigmático estado da sua personagem.

E confesso que estou a gostar, isto pode dar em algo entretido e convém que haja disso no midcard, assim é que eu gosto. Mas quando digo isto é para persistirem na ideia e darem-lhe atenção, não é despachar e arrumar para o lado porque é preciso mais tempo para recaps do que a Authority fez no início do Raw. O segmento com Renee Young até causou o riso e o do Exotic Express já deixou mistério no ar e deixou-nos a querer saber o que se vai passar a seguir. A personagem, por norma, é um Heel. Mas... E se não fosse?

Já está mais que visto que gajos esquisitos também podem ser dos bons da fita. Sem necessitar de serem os bons da fita. Imaginemos que esta história até tinha um desenrolar bizarro e surpreendente que nos pusesse do lado dele, algo que mostrasse um lado humano, algo que justificasse os seus comportamentos bestiais. À perna teria algum malvado a fazer-lhe a vida negra por ser um gajo esquisito - "Don't be a bully, Be a star" - mas ele não é tipo de absorver esses tratamentos e é um perigo quando solta a raiva. Uma espécie de Mankind que acaba por não ter nada a ver. Olhando assim, afinal até é possível sair daí algo assim tão estranho. Mas o mais certo é que não, vai prosseguir um Heel e anda a preparar alguma, a culminar em algum acto atroz ou série de actos. Mas estamos aqui só para imaginar.

Seria interessante ver Erick Rowan a Face?: Acho interessante o que quer que se esteja a passar com Erick Rowan. A improvabilidade de se tornar um dos bons ainda faz coçar mais cabeças. E um "twist" assim a sério é sempre interessante. Mas é melhor não dizer isto muitas vezes e muito alto, senão o Vince Russo ainda me ouve...
Há condições para a Turn?: Não se vêem por acaso. Tinha que se dar uma grande volta e torcer muita coisa, como eu o fiz no cenário que descrevi, para tudo acontecer. Mas as condições não estão propriamente lá. Ou simplesmente, não estão.
Faz-lhe falta?: Ora essa. Um Heel demente é perfeito, isto foi só para vaguear e concluir a listagem numa nota diferente.

Como já me fartei de dizer nos parágrafos anteriores referentes ao doido senhor, não planeio apresentar mais casos. Pelo menos para já. Se acham que isto também é daquelas coisas que dá para se ir fazendo, alertem que o terei em conta. Mas havendo mais casos de curiosidade em ver um lutador do "outro lado", nem é preciso esperar muito, vocês mesmo têm a caixa de comentários para apresentar as vossas selecções, além de comentar os casos aqui apresentados. Se concluo este texto, é sinal que o artigo já vos pertence e já podem fazer o que vos apetece. Estejam à vontade.

A minha ideia é voltar na próxima semana e espero que me seja tudo favorável. Que ninguém faça uma Turn em mim e me impeça de cá estar e que eu não tenha nenhuma Turn em vocês e desista. Isso não acontece, sou pior que o Cena. Até lá espero que fiquem bem e se mantenham secos com esta chuva toda. Comportem-se e até à próxima!

Cumprimentos,
Chris JRM

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha, Car Price in India